Quantcast
PplWare Mobile

LG também vai ter actualizações de segurança mensais no Android

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. Necroman says:

    Garantias em Android não há… Por isso é que continuo a preferir Windows Phone

  2. Gusmão says:

    A Motorola também já veio informar que irá fazer estas as actualizações de segurança.

    As principais marcas Android a mitigarem os problemas de segurança e a darem um pouco mais de suporte aos seus clientes…

  3. Miguel says:

    A apple já anunciou alguma coisa? Com descobertas diárias de falhas de segurança nos produtos apple é melhor começar a lançar upates de segurança todos os dias 😀

    • Ricardo Raimundo says:

      A questão aqui é que tanto a Apple como a Microsoft podem fazê-lo se assim entenderem ser necessário porque são quem controla as atualizações. Já no Android isso não acontece porque tens intermediários. Até mesmo este esforço por parte da googs e destas marcas pode não dar em nada se as operadoras móveis não aderirem à coisa.

      • Concept says:

        Por enquanto o Windows Phone ainda segue o mesmo sistema presente no Android, as atualizações serão de total responsabilidade da Microsoft a partir do lançamento do Windows 10 Mobile.

  4. Ricardo says:

    Finalmente! Já era altura da Google e os fabricantes resolverem esta lacuna grave da falta de actualizações nos dispositivos que não são da linha Nexus!

    Espero que outras marcas se juntem a este género de programa.

  5. André Alves says:

    Os telemóveis desbloqueados também vão para as operadoras ou vão diretamente para as pessoas

  6. LG says:

    Ainda tenho o meu LG G2 na versão 4.4.2 :\

  7. Benchmark do iPhone 6 says:

    No post: “LG will be providing security updates on a monthly basis which carriers will then be able to make available to customers immediately.”

    Primeiro a Google disponibiliza a actualização aos fabricantes, depois o fabricante disponibiliza aos operadores (carriers) – para alguns modelos.

    Com a repercussão que teve o Stagefright tinham que dizer alguma coisa. Quem sabe disto diz que:

    “Android still uses a software update chain-of-command designed back when the Android ecosystem had zero devices to update, and it just doesn’t work. There are just too many cooks in the kitchen: Google releases Android to OEMs, OEMs can change things and release code to carriers, carriers can change things and release code to consumers. It’s been broken for years .

    Waiting for Android’s inevitable security Armageddon”

    http://arstechnica.com/gadgets/2015/08/waiting-for-androids-inevitable-security-armageddon/

    • Benchmark do iPhone 6 says:

      P.S. Quem estiver no seu juízo perfeito, se comprar Android, deve comprar Nexus – dependendo só e apenas da Google para actualizações de segurança.

      É o único que se aproxima do modelo da Apple.

      • LP says:

        O egocentrismo é tramado… ao contrário da Apple, os que optam por Android não têm de comer todos o mesmo, não têm os gostos todos iguais, não têm todos as mesmas necessidades, interesses e prioridades, nem todos querem o “modelo da Apple”.

        • Benchmark do iPhone. 6 says:

          Já tinha percebido que há uns que apreciam a “liberdade” de andar com um smartphone com vulnerabilidades que não são corrigidas.

          Não é por falta de aviso, vindo do campo do Android, como o link que coloquei acima.

          • kruskal says:

            Nestes anos todos nunca tive nenhum problema e recorro várias vezes a apps em sitios “não oficiais”… esse meter medo é só para ceguinhos, mas pelo menos precavêm-se em vez de confiarem cegamente na segurança dos seus iPhones.

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Os ceguetas são assim.

            No link acima, de Ron Amadeo, editor no Ars Technica, especializado no Android e em produtos da Google, anteriormente editor no Android Police:

            “The Android ecosystem’s reaction to the “Stagefright” vulnerability is an example of how terrible things are. An estimated 95 percent of Android devices have a have a remote arbitrary code execution just by receiving malicious video MMS. Android has other protections in place to stop this vulnerability from running amok on your smartphone, but it’s still really scary. As you might expect, Google, Samsung, and LG have all pledged to “Take Security Seriously” and issue a fix as soon as possible.

            Their “fix” is going to be to patch 2.6 percent of all active Android devices. Tops. That’s the percentage of Android devices that are running Android 5.1 today, nearly five months after the OS was released.”

            Precaver é corrigir uma vulnerabilidade quando é detetada. Se não pertences ao grupo dos 2,6% explica lá como te vais precaver da “Stagefright” 😉

          • kruskal says:

            Precaver não é corrigir!
            Vamos lá ver o armagedão que se vai originar com o stagefright, quantas dezenas de indianos vão ser afectados 😉

          • Benchmark do iPhone 6 says:

            Precaver seria comprares um Nexus e passar para o grupo dos 2,6%. Acho que o pessoal está muito naquela “Ah e tal com o Nexus tenho sempre (durante um certo tempo) a última versão do Android – com as novas funcionalidades”.

            Mas não são só as funcionalidades que importam – as actualizações do sistema operativo também corrigem vulnerabilidades e bugs. E se for preciso corrigir uma vulnerabilidade, avulsa, como “Stagefright” que é grave mas – inevitavelmente – vão aparecer outras mais graves, não é preciso passar pelo lento e incerto processo de actualização Google-fabricante-operador, e que provavelmente não chegará ao modelo que se tem.

            A outra forma é esperar que todos os intervenientes no Android se entendam para alterar o sistema de actualizações. Diz quem sabe que isso não é possível.

          • kruskal says:

            Há sempre a questão dos compromissos e cada um tem de ver onde está disposto a ceder. Há quem não esteja disposto ou não tenha possibilidade de pagar um Nexus, há quem precise/queira funcionalidades que não estão presentes nos Nexus. Sejamos realistas, quantas pessoas é que vão ser afetadas por este e outros “problemas graves”? Muita gente não usa sequer internet no telemovel, outros tantos nem a recepção de MMS devem ter configurada, grande parte não tem dados que valham a pena roubar; não podemos julgar toda a gente nem sequer a maioria por nós próprios e pelo nosso pequeno “mundo”.

  8. goncalo santos says:

    Tablets também estarão incluídos nas updates tenho Samsung tablet. 3.8 espero que sim por um erro muito grave

  9. Lucinei Junior says:

    LG não lançou nem o Lolipop para o G2 que prometeu, DUVIDO que faça as correções todos os meses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.