Quantcast
PplWare Mobile

Android 13 vai trazer novidades que podem fazer desaparecer os cartões SIM

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Roy Almaister says:

    Interessante conceito.

  2. lopes says:

    Os SIM’s já podiam ter sido eliminados há muito tempo, nos padrões atuais só estão mesmo a servir para acesso ao operador mais nada.

  3. Pedro says:

    Parece-me que os operadores não têm interesse nos eSIM.
    Há uns meses atrás quando aderi á MEO, solicitei o meu número com o eSIM.
    Recebido uma resposta caricata.
    O eSIM estáva descontinuado.

  4. Pedro says:

    Parece-me que os operadores não têm interesse nos eSIM.
    Há uns meses atrás quando aderi á MEO, solicitei o meu número com o eSIM.
    Recebido uma resposta caricata.
    O eSIM estáva descontinuado.

  5. Kostya says:

    Sempre que vou a uma loja Meo, o e-sim nunca está disponível.

  6. Joao Ptt says:

    O que impede malware com acesso ao sistema de furtar a informação do eSIM e meter esses dados em outro smartphone?

  7. Luis Henrique Silva says:

    Uma pergunta de quem ainda não percebe o eSIM não tem de o hardware o supprtar ou é apenas por software?

  8. jota says:

    O fim dos cartões SIM, será a derradeira etapa para que toda a vida das pessoas fica nas mãos dos hackers!

      • Samuel MGor says:

        O eSIM é programável certo? Então os hackers podem programar o eSIM para roubar dados e manda-los para eles. E não digas que não é impossível pois nada se tornou impossível desde que alguém pôs o GameBoy a minerar e outro o pôs a roubar frequências das smartkeys do automóveis.

        • Vítor M. says:

          Mas para que vão atacar o eSIM se podem, como dizes, “programar” o próprio SO para fazer isso? Não faz sentido o que dizes. Porque o eSIM mesmo que enviasse os dados (mas que dados) para os hackers, seriam deserdados do resto. Que interessa o hacker receber o token que não tem o username e a password?

          Agora, se ele tiver acesso ao sistema operativo, como temos visto vários malwares para Android, ele “escuta” o próprio sistema a conjugar a informação e aí sim, com tudo, pode atacar. O que, não sendo impossível, não é fácil, tanto trabalho tem de valer a pena.

          Dá um exemplo para eu perceber como imaginas o ataque.

          • Samuel MGor says:

            O eSim é programado na fabrica e é um componente com acesso ilimitado ao smartphone, certo?
            Agora puxa pela imaginação para veres as possibilidades.
            O que hoje é impossível, amanhã já é possível.

          • Vítor M. says:

            Que possibilidades? Lê um pouco sobre o eSIM a ver se traz algo de novidade ao que um hacker pode fazer com acesso ao equipamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.