Quantcast
PplWare Mobile

Alerta COVID-19: Há (provavelmente) milhares de portugueses com a app errada

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Limp says:

    Porqui motivo tem o nome em inglês?

  2. Fusion says:

    Tenho curiosidade, das pessoas que já instalaram a app, já alguém recebeu a notificação? Se sim quais foram os resultados disso? Ficaram infetados ou foi só um falso positivo?

    • David Guerreiro says:

      Não recebi notificação disso, e espero nunca receber. A única notificação que recebo e é pior do que isso, é de madrugada a app queixar-se do Bluetooth, porque por alguma razão o meu smartphone em deep sleep deve desligar o bluetooth. Então o smpartphone apitar às 4 da matina para informar que a app não consegue rastrear, é no mínimo incómodo.

    • PI says:

      Nota que se receberes uma notificação de ter estado em contacto com alguém infetado, não quer dizer que tu também estejas. Do que tenho conhecimento, o número de downloads, se a memória não me falha, deve estar perto da casa do milhão. Neste universo, 46 pessoas com diagnóstico positivo introduziram o código fornecido na app, o que gerou 53 contactos para a linha SNS 24.

    • Manuel da Costa says:

      O receber o aviso é para ficar em vigilância e contactar a linha saude24 se tiver algum dos sintomas, a partir do 5 dia, da data em que esteve próximo de um infectado.
      Infelizmente o usar o bluetooth levanta falsos positivos, pois num centro comercial, o telemóvel detecta telemóveis que podem estar, até, 2 andares acima ou abaixo do utilizador.

      • eu2 says:

        Não sabes se é falso positivo pois o vírus pode ter passado a máscara do infetado que ainda não sabe (uma % passa) e voado do andar de cima pro teu e ter-te infetado. Por segurança dos teus familiares e contactos, nesse caso o melhor é teres precaução.

  3. Julio says:

    boa sorte em quem acreditar que ter essa app instalada vai fazer alguma diferença

    • Backonline says:

      Se todos tivessem a APP instalada fazia diferença. Mas com esse raciocínio ….

      • Luis says:

        Exato. É por causa dessa mentalidade que daqui a um mês vão todos andar com as calças na mão.

        • Paulo says:

          Eu espero mesmo que quem tenha instalado a app tenha a decência de se acusar positivo caso aconteça. Quem não a quer instalar então esquece. Nem aos amigos/família deve revelar :/
          Tenho visto também mta gente que interpreta mal o objetivo da app (mais velhos e infoexcluidos) acham por exemplo que conseguem ver no mapa quem está infetado, que avisa caso passe por alguém infetado, chegando ao ponto de perguntar: estou ao teu lado não estou? Significa que não estou infetado

          • pretogues says:

            Esta APP deveria de ser de instalação AUTOMÁTICA e OBRIGATÓRIA e o resultado deveria de ser inserido pelo medico/laboratório que detecta positivo. Mas como temos uma grande percentagem principalmente de JOVENS do contra, vê-se pelas festas privadas, isto nunca vai andar para a frente.

          • Samuel MG says:

            Nem que fosse obrigatória eu volta a instalar esta app. Usem a mascara e desinfetem as mãos pois vai proteger mais do que a app.

          • ElectroescadaS says:

            A questão de muita gente pensar que a app iria fazer o rastreamento em tempo real na rua foi incutida por “alguém” que achou que a dita cuja iria fazer isso ( e de certa forma até teria alguma lógica)…

            No entanto quanto mais de fala do Covid, de Apps que podem ou não funcionar, de informar voluntariamente que as pessoas podem ou não criar e de toda a “desinformação” que existe, uma pessoa fica na dúvida quanto ao ser dever civico de instalar algo que fica à espera de uma alma bondosa que ficou infetada e que informou a dita cuja…

        • Julio says:

          sim em frança ja andam todos com as calças na mão porque a app de contact tracing é um sucesso.

          https://venturebeat.com/2020/09/18/france-tries-to-salvage-failed-stopcovid-tracing-app-as-cases-surge/

    • Luis says:

      isto nao é bem para fazer a diferença ahah nao vais deixar de apanhar por causa da app obviamente ela so te avisa se estveste perto de alguem que tem um funcionamento simple e que ate se torna utilmas para isso é preciso as pessoas respeitarem

    • Pirata das cabernas says:

      Concordo.. O melhor é instalar Facebook tiktok instagram.. Estás apps fazem muito mais diferença

    • PTO says:

      É precisamente pessoas com esse pensamento cretino como o teu que faz com que a app perca a eficiência que poderia ter. Resumindo, o problema é de pessoas como tu e não da capacidade da app.

  4. Paulo says:

    – seria ilegal ser usado o sistema da proteção civil para enviar um SMS a todos os números em território português a sugerir a instalação da app com os respetivos links para IOS e Android?
    – E os milhares que tem huaweis sem appstore? Não se preocupam em disponibilizar a app na app galery?

    A app é voluntária e anónima. Se tiver uma notificação a dizer que estive perto de alguém positivo nos últimos 14 dias a DGS não me vai ligar para fazer o teste. Devo eu ligar para a S24 e ou me mandam fazer o teste ou ficar em quarentena

  5. Luis says:

    Essa app não servia para nada. Apenas avisava se a pessoa estava perto de outra pessoa com a mesma app!
    Ou seja, provavelmente até servia para os programadores ganharem algum guito com publicidade… Ou quem sabe, sacar dados pessoais!

  6. ElectroescadaS says:

    O que eu acho “triste” é termos pessoas capazes em Portugal a criar software que pode ser considerado excelente mas por uma “paneleirice” qualquer têm sempre que usar “estrangeirismos” para evidenciar o que fazem. Mas estamos em Portugal ou não afinal?

    Não há ninguém que obrigue estes programadores a apelidarem os seus softwares com nomes em Português?

  7. Spoky says:

    Eu de certeza que não tenho, não uso nenhuma 🙂

  8. Alex says:

    Não percebo qual a necessidade de ter a localização sempre activa, se, como diz o artigo “Não são usadas informações do GPS”. Com o Bluetooth conseguem detectar de quem estive perto, que importa se foi em Faro ou em Braga?

    • Miguel says:

      Algumas versões do Android têm as permissões do gps do Bluetooth e mais nem sei o quê agregadas numa só permissão …

      • PI says:

        Verdade, e causa um consumo maior de bateria. Mas, não são usadas informações GPS! A app usa bluetooth de baixo consumo (Bluetooth Low Energy). Para facilitar a compreensão, não consegue a localização geográfica do que está ao pé de ti, mas sim o que está perto ou longe.

    • Manuel da Costa says:

      A API tem como base o sistema de localização do telemóvel, não o sensor usado para o fazer. Wifi, Bluetooth, GPS e localização por contacto usam a mesma API, a forma de registar os dados é que depende de app para app. A maioria usa o GPS e localização por contacto, por serem as mais precisas. Esta só usa o BLE.

    • PTO says:

      Só o Android é que faz isso, o iOS não utiliza a localização.

  9. Jilo says:

    Consequências da decisão de burros que fazem uma APP para Portugal e metem nome em inglês. Foi para aumentar o preço mais 40%?

  10. José says:

    A mesma energia que gastam inultimente em criticar o nomd da app (que raio interessa o nome? Cresçam pá!) se a canalizassem para enviar o link da app para todos os vossos contactos não seria mais bem empregue? Se a app melhorar a nossa resposta à pandemia nem que seja 0.1% não terá valido os vossos 10segundos? É tão tuga usar inglês como criticar, só por criticar? Vamos lá ajudar a ultrapassar isto pá

  11. Sardinha Enlatada says:

    Os piratas informaticos e que deveriam atacar esta app. Nada mais e que outro pica miolos.

  12. Luis says:

    Se querem saber se a app funciona e como funciona façam o seguinte teste.
    Escolham nas definições de localização do telefone a localização por GPS. Abram o Google Maps para se localizarem, coloquem o telemóvel 1 minuto no bolso e localize-se de novo, aguardem 1 minuto e verão a vossa localização “passear”. Façam a experiência no exterior e novamente sob telha.
    2° coloquem a localização do telemóvel em GPS e Hi-fi, repitam a experiência anterior.
    3° Coloquem a localização do telemóvel em GPS, Hi-fi e Wireless, repitam a experiência anterior.
    Agora, concluam o que quiserem mas que se vão localizar muitas vezes na casa do vizinho, no prédio ao lado, no outro lado da rua ou na seguinte, isso vão. É uma boa maneira de fazer uma caminhada sem saírem do sofá.

  13. Luis says:

    Aparte os problemas da precisão de localização, temos ainda o Bluetooth que não mesura distâncias, só tem alcance máximo de +- 10m.. A configuração da app implica que a localização por GPS e contacto por Bluetooth coincidam por 15 minutos ou mais. Numa viagem de metropolitano podes estar sentados ao lado do covid-19 e o GPS não os encontra.
    Fazer uma app com as anteriores limitações e impressões, e, ainda mais com a notificação voluntária e não automática, é o caminho certo para a Palhaçada.

    • Jorge Carvalho says:

      Vai ler como funciona novamente antes de perderes tanto tempo de vida a pensar nessas coisa.

      Ps : O bluetooth consegue calcular distancias.

    • Carlos says:

      No site da aplicação diz:

      A aplicação não rastreia a localização do utilizador nem usa serviços de geolocalização. No entanto a aplicação indica que tenho de ativar o GPS para funcionar corretamente. Porquê?

      A utilização das funcionalidades de “Exposure Notification” (EN) do sistema operativo não requer e não utiliza a interface de GPS. A solicitação feita pelo Android é incorreta e causa de preocupação em todas as aplicações que utilizam a EN. A Google está ciente do problema, mas, nas suas palavras, é “uma limitação do próprio sistema operativo”. O serviço Bluetooth de baixo consumo (BLE) está, no sistema operativo Android, ligado aos “Serviços de localização” pelo que estes têm de estar ligados para o utilizar.

  14. Octávio Ferreira says:

    Já era previsível…….Os responsaveis pelo lancamento da mesma não explicaram corretamente . Falam falam, ninguém entende, quando podiam em pouco tempo explicar como instalar às pessoas. Seria serviço publico

  15. Julio says:

    enquanto não houveremevidências e estudos que comprovam a eficacia dessa app, eu não instalo esse malware no meu telemovel

    https://venturebeat.com/2020/09/18/france-tries-to-salvage-failed-stopcovid-tracing-app-as-cases-surge/

  16. Julio says:

    https://www.direitosdigitais.pt/comunicacao/comunicados/104-stayaway-as-questoes-por-responder

    lê se faz favor a parte que diz “Promessa quebrada: partes essenciais do código fonte continuam por publicar”

    agora repete a parte que dizeste “arrotar idiotices” mas repete devagar para eu ouvir bem quem é o idiota aqui que arrota idiotices sem checar factos

    bom fim de semana e passa longe da internet para não passares vergonha <3

  17. Samuel MG says:

    E assim a D3 mata a app:
    ” – Quanto custou o desenvolvimento da app? Há ou não financiamento público no seu desenvolvimento?
    – Onde está o código-fonte do servidor da Stayaway?
    – Porque não está disponível o código que mostra o que Apple e Google fazem com os dados?
    – Quais têm sido os esforços do Governo para assegurar transparência total por parte destas entidades?-
    – Em que se baseia o Governo para afirmar que a Stayaway é uma “ferramenta eficaz”, quando não há dados concretos que demonstrem a eficácia destas apps?
    – Se uma pessoa for notificada, com a app a recomendar o seu isolamento, existe justificação de falta ao trabalho, a um exame, a aulas, a reuniões?
    – O que acontece se se concluir que a app não serviu para nada, como as experiências lá fora estão a evidenciar?”

    • Paulo says:

      Relativamente a dados concretos sobre a utilidade da aplicação, que dados concretos queres quando estamos todos a correr contra o tempo (app, vacinas, tratamentos, etc)?
      Mais dados concretos existirão se as pessoas instalarem e usarem, mas é preciso tempo.
      Ao contrário das vacinas, não tens nenhum efeito secundário ao instalar a app e quantos mais a usarem de forma responsável, mais dados concretos teremos.
      Se receberes uma notificação ligas para a S24 e as justificações etc etc devem aplicar-se da mm forma que um colega teu de trabalho der positivo e a S24 manda-te para isolamento

  18. EuMesmo says:

    Uma curiosidade de ignorante… Se uma pessoa está infetada…, em primeiro lugar, não deve estar de quarentena na sua residência? Não entendo como o meu telemóvel vai detetar esse infetado! Se o deteta, essa pessoa está a transgredir a lei. Estarei errado!?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.