Quantcast
PplWare Mobile

Agora foi a OPPO que conseguiu bater a Apple no mercado dos smartphones

                                    
                                

Fonte: Counterpoint Research

Autor: Pedro Simões


  1. Luis Henrique Silva says:

    Agora tudo que é chinocada ultrapassa a Apple.

    • Dedo do Meio says:

      Se a oppo passou a Apple e ficou em segundo, sendo a Samsung a primeira… onde anda a Xiaomi?

      • SANDOKAN 1513 says:

        Como ?? Mas você não vê o gráfico da imagem ?? Pergunte antes onde é que anda a Samsung !! Esta é boa !! 😀

        • SANDOKAN 1513 says:

          Grupo OPPO em primeiro,Apple em segundo e Xiaomi em terceiro.Quer a Samsung ou a Huawei nem no gráfico entram. 🙂

          • Dedo do Meio says:

            Vi o gráfico e li o primeiro parágrafo.
            E quando li o texto original, ainda me ri com esta:
            “OPPO utilizes the following brands as part of its global strategy:

            OPPO – offline and mid-to low-end smartphones
            realme – online lower-tier smartphones; set up as a fully owned subsidiar.”
            comparar um Grupo composto de uma boa marca adicionado à duas marcas “cemitério” é mesmo para rir.
            O verdinho anda mesmo cá para baixo no gráfico.

    • SANDOKAN 1513 says:

      “Agora tudo que é chinocada ultrapassa a Apple.” Engraçada esta sua tirada.Vindo de quem eu já li que até já teve um modelo da Xiaomi igual ao meu(um Redmi Note 5),e só dizia bem da marca…Enfim,as declarações ficam com quem as profere.Depois até passou para a Samsung,se não me engano.Agora defende a Apple,subrepticiamente.Já ninguém o entende.Basicamente é um troca-tintas.Diz bem quando lhe apetece e diz mal também quando lhe apetece.Seja mas é coerente de uma vez por todas. ಠ_ಠ

      • Dedo do Meio says:

        Ele apenas não é um seguidoid .
        Um seguidoid é sempre monótonos, com a habitual conversa de evangelização.
        Aqui, os seguidoids parecem as testemunhas de Jeová a bateram à porta. eh eh eh

  2. Zezinho says:

    Por este andar a Wiko também vai passar Apple

  3. Discover says:

    Find 7 comprado em 2014, o primeiro tlm com carregamento rápido do mundo, 50MP entre outras coisas boas…
    OPPO muito a frente já na altura….ao contrário da ishit

  4. Marco says:

    Oppo e as suas marcas de smartphones são de boa qualidade e bons preço,tenho um oppo e é de muita qualidade não me obriga a ter aplicação Facebook e aplicações duplicadas como samsung e interface limpa e usa aplicações google para chamadas ,mensagem etc. E gosto disso.
    E é pelas empresas chinesas que hoje temos tecnologia com preços competitivos.

  5. PorcoDoPunjab says:

    Bem, eu assim fico maluco de vez.
    Decidam-se.
    Primeiro, leio aqui artigos, em grandes parangonas, quase como se fosse uma cena de brio nacional, dizer que a Apple foi a marca que mais telefones vendeu no mundo.
    Depois, leio agora que já há 2 ou 3 marcas a vender mais que a primeira que vende mais.
    Alguém me consegue explicar como é que se consegue ficar à frente do primeiro?
    Já não sou novo, estas modernices matemáticas de agora são um bocado estranhas, mas a culpa deve ser minha ou do Passos Coelho.

  6. iDoente says:

    A ZTE está quase a bater a Apple, se não fosse a taxa de mortalidade dos idosos com esta pandemia, teria vendido mais e ultrapassado a applezinha

  7. Vrael says:

    Podem ultrapassar a Apple em quantidade de vendas mas se em media venderem um equipamento a 150€, precisam de quase 10 equipamentos para cada iphone novo vendido pela Apple. Ou seja marcas como a xiaomi e Oppos têm de se matar para venderem o que a Apple vende num só equipamento. Eu tenho android e apple e sem dúvida que o ios é de longe superior ao android, em design, arquitetura, performance etc, mas a Apple abusa muito nos acessórios, cabos, carregadores, enquanto se compra um cabo usb-c por 3/4€ um da apple custa 25€, este tipo de preços em acessórios é simplesmente ridículo

  8. LM says:

    Acho bem que hajam marcas a competir e a fazer frente às marcas gigantes e a tirar de vez o monopólio, se é que podemos chamar assim, do mercado de smartphones. Tudo o que é bom é muito bem vindo seja ele chinês ou paquistanês.

    O que estas marcas poderiam fazer era lançar apenas 2 ou 3 telefones por ano NO MÁXIMO e prolongar as assistências e os updates ao mesmo. Só ganhariam com isso. Basicamente o que eles fazem é dar isso por um máximo de 1 ano e meio ou 2 e o telemóvel fica logo ”descartado”. O aimaçã nesse aspeto é muito bom.

  9. SANDOKAN 1513 says:

    Grupo OPPO em primeiro,a Apple em segundo e a Xiaomi em terceiro.E a Huawei ?? E a Samsung ?? Eclipsaram-se ?? Desapareceram do mapa ?? 🙂

    • Raf says:

      Mas você só sabe escrever e não ler‽ A OPPO ultrapassou a Apple e está em segundo, a Apple passou para terceiro. Quem está em primeiro é a Samsung mas isso é irrelevante.

  10. jorge says:

    Ultrapassar a apple nao deve de ser muito dificil, agora ter ganhos como a apple tem nao ser assim tao facil, cabos usb c de 3 ou 4 € devem de ser de boa qualidade, deve ser tipo preservativo utilizar uma vez e jogar fora.

  11. falcaobranco says:

    É normal… já não é o primeiro sinal ( não estou a falar de marcas ) que os consumidores dão a indicar que estão “cansados” da apple…até os proprios que têm iPhones….

  12. Dedo do Meio says:

    Vi o gráfico e li o primeiro parágrafo.
    E quando li o texto original, ainda me ri com esta:
    “OPPO utilizes the following brands as part of its global strategy:

    OPPO – offline and mid-to low-end smartphones
    realme – online lower-tier smartphones; set up as a fully owned subsidiar.”
    comparar um Grupo composto de uma boa marca adicionado à duas marcas “cemitéri”o é mesmo para rir.
    O verdinho anda mesmo cá para baixo no gráfico.

  13. contacto says:

    Problema é se é preciso reparar ou substituir bateria dizem logo que tem d e enviar pra China !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.