Quantcast
PplWare Mobile

LinkedIn: Dados de 500 milhões de utilizadores alegadamente hackeados

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. tiago says:

    Se é uma agregação de dados públicos, onde é k esta a noticia!? O que é que o incidente com o linkedin tem a ver com hacking/furto?

    • AqueleAmigo says:

      Tiago,
      “Alegadamente”

      Pelo sim pelo não, é sempre melhor mudar as senhas e estar atento aos emails.

      • Rui Costa says:

        Se houver uma base de dados de 500M de pessoas online, esses dados nao foram agregados, adivinhando a password de 500M de pessoas, logo, mudar a senha não irá impedir o acontecimento,

  2. joaquim francelho says:

    Segundo informei-me trata-se de resultados obtidos via scraping. Basta apontar o program certo para a homepage e obter resultados.

  3. alfa says:

    E como a moda agora é ter carros conectados quando se virarem para isso vai ser um festim, quer o seu carro a funcionar pague, quando quiserem elimar algo fazem-no a distancia de um clique. e por aí vai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.