PplWare Mobile

É hora de rever a informação que partilha no Facebook


Pedro Simões

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

42 Respostas

  1. ff says:

    A melhor solução é mesmo simplesmente: não ter facebook

    • GM says:

      Antes de ler o seu comentário, a minha reflexão foi: o título não deveria ser este, mas sim “É hora de rever a sua permanência no Facebook”. Mas ok, também serve. Ou então, também poderia ser: “Não tem Facebook? Muito bem, mantenha-se como está!”

    • Nonnus says:

      Eu sou daqueles que não tem facebook, mas não sou radical a esse ponto. Não tenho porque não sou o tipo de pessoa que gosta de expor a minha privacidade, e para ter só para dizer que tenho e que estou na moda, ou para postar coisas ridículas e despropositadas não faz sentido ter facebook.

      Na minha opinião facebook usado para aquilo que foi criado inicialmente e com moderação não trás qualquer problema. O problema surge quando as pessoas criam o habito de clicar em tudo o que lhes aparece a frente, porque querem ser sempre os primeiros a experimentar algo novo que apareceu, estar sempre a frente na primeira moda, e depois dá nisto.

      • Mota says:

        +1
        Não é necessário ser radical ao ponto de não ter. Eu tenho fb, possuo uma única foto e não partilho nada… basicamente fb é pra estar disponivel online e fazer scroll :v :v

        • AS says:

          Agora pensa: para teres motivo para fazer scroll alguém tem que partilhar…

          Mas sim, é possível ter facebook sem expôr ao mais ínfimo pormenor cada detalhe das nossas vidas.
          É bom existirem redes sociais para quem gosta e pretende aderir ter. Quem não quer ter, basta estar no seu cantinho que ninguém quer saber o que tu pensas acerca disso.

    • S Pimenta says:

      Problema resolvido: Acabei hoje de eliminar a minha conta do Facebook

      Fiz o download de tudo o que tinha lá guardado… e depois eliminei a conta…

      Já não gostava do Facebook pela falta de etica na privacidade (o que também nós próprios temos culpa disso mesmo), agora com esta noticia foi de vez: eliminei a minha conta (não desactivei, eliminei mesmo… dentro 90 dias)

      Já não usava o Facebook completamente desde Agosto do ano passado 2017, e agora ficou o assunto arrumado…

  2. Carlos Reis says:

    Aqui fala-se do Facebook como poderia ser de outra rede social à vossa escolha. Mesmo no dia a dia os nossos dados estão ao dispor das empresas que têm vínculo connosco por causa dos serviços que temos em casa. Isto é uma agulha num palheiro e tem este impacto por se trata do facebook.

  3. bom senso says:

    eu uso o Facebook como qualquer outras redes sociais, e no que toca a informações pessoais só lá tenho o básico e pouco mais, por isso esta situação nem tão pouco me preocupa um pouco, e associações com app’s e afins não associo nada quanto menos tralha melhor…

    agora aqueles que metem lá vida toda e interagem com tudo o que veem esses sim podem-se preocupar com o assunto…

    as ferramentas são criadas tem a sua função como todas as redes sociais logo cada utilizador melhor que ninguém tem que as saber usar devidamente…

    • Celso says:

      Sabes o que são cookies? O facebook usa cookies que ficam durante tempo indefinido no teu pc e mesmo não estando online no facebook, eles sabem o que fazes. Portanto, é indiferente o que lá metes.

      • bom senso says:

        sim sei o que são cookies e para que servem, logo como tenho controlo com o que uso a nível de informação logo não tenho lá informação alguma que me preocupe que vejam, pois informação importante nem passa pela rede social, tal como referi tudo depende de como usas as ferramentas que te dão, tal como as redes sociais…

        • ervilhoid says:

          “pois informação importante nem passa pela rede social”

          nem precisa da informação passar pela rede social, daí os cookies

        • ervilhoid says:

          tu nem bom senso nem inteligência, já te disseram que não é preciso colocar lá informação para a obterem e depois eu é que não sei o que são cookies ou outros mecanismos para obter informação fora da rede social, fora do site fora da app

          • bom senso says:

            está dificil perceber, eu não uso nada no pc que possam vir buscar de relevante no que toca a informação importante, percebeste agora, ou queres um desenho…

            o pc que uso para informação importante nem cookies tem, é limpo constantemente e não usa redes sociais nem outros programas, é uma maquina dedicada unicamente para este uso especifico…

            por isso é que não me preocupo com cookies… 😉

          • ervilhoid says:

            então aprende a escrever de forma a que os outros entendam

          • casco says:

            ervilhoid até eu percebi o que o bom senso quis dizer, mas tu pelos vistos não, ele faz bem em um usar um pc dedicado só para coisas importantes bastante mais seguro e usa outros para fazer o que lhe apetece sem se preocupar só com o essencial…

            eu ainda faço melhor o browser tem nas definições bloquear cookies e não partilhar com terceiros, logo melhor impossível, tal como existe n plugins para barrar a partilha de info, é só perder um bocado a pesquisar de como configurar o pc para males menores…

          • ervilhoid says:

            @casco mas o bom senso nos primeiros post disse que usava um pc só para isso? leva lá a bicicleta

          • casco says:

            ervilhoid tu é que te mandas-te de cabeça armado em que sabes mais que os outros e foste entalado por alguém que percebe mais que tu do assunto, tão simples quanto isto…

          • ervilhoid says:

            Casco vai maze levar no casco, eu não admito que sei tudo nem mais que os outros..

            E tu é que te armas em burro e pensas que com isso evitas que levem grande parte da informação, mesmo que nas definições de privacidade do Facebook só encontres aquilo que queiram que penses que sabes de ti

          • ervilhoid says:

            *aquilo que sabem de ti

          • casco says:

            ervilhoid só te fica mal, chamar burros aos outros, eu sei bem o que uso no pc por isso ando descançado, não tenho lá nada de util a ninguem, nem me preocupo com isso…

            enfim nem vale apena andar a perder o tempo a discutir contigo algo que não atinges…

  4. Alvaro Campos says:

    “Casa assaltada, trancas à porta”

  5. falcaobranco says:

    “Qualquer utilizador típico tem o hábito de aceitar todos e quaisquer pedidos de acesso a informação das apps que usam no Facebook, quer seja para autenticação quer para outros propósitos.”

    Só esta frase diz tudo do mundo actual e da maior parte das pessoas que usa e abusa, não só do facebook, como das redes sociais em geral…e depois dá nisto… informações credíveis da vida a terceiros!

    Sim, não pensem que o facebook é o unico que transmite dados a terceiros…se pensam assim, estão enganados…

  6. Gustavo Garcia says:

    Teoricamente, é isto. Na prática não é com as ferramentas do facebook que se podem proteger do facebook. Obviamente que o facebook (e todas as empresas a quem venda esse serviço) possuiu formas de contornar quaisquer opções que façam.
    A única forma de não ser espiado pelo facebook é não ter facebook e bloquear todo o tipo de scripts e cookies que de lá venham.

    • Hugo Gomes says:

      Se nao tiver facebook é pelo mail se nao tiver mail, é pelo browser, se nao tiver pc é pelo smartphone, se nao tiver net é a vizinha do lado que comprou uns binóculos ouve as chamadas do telefone fixo. Oh palhaçada, temos é de tomar atenção é ao que se mete nestas coisas eu tenho o básico, e mesmo assim muitas é para eu ver. Agora se o face quer ver ou dar o que posso fazer. É como uma nos, Vodafone ou meo vender os dados dos clientes

    • Gustavo Garcia says:

      Desculpe, Hugo mas não é bem assim.
      Existem servidores de email que não vasculham a informação nos mesmos e a encriptação de email é um processo simples. Além de ser relativamente simples, e não muito caro, ter um servidor de email próprio.
      Pelo browser só se optar por browsers inseguros como o IE. Existem alternativas muito boas que dificultam a obtenção de dados.
      Quanto ao resto, percebo a piada mas não é comparável.
      Ter o “básico” no facebook não existe. A questão não é só o que lá põe mas também o que lhe é retirado sem que o controle… É que o facebook não vai só ver o que você lá coloca mas o que coloca noutros sites (por exemplo no pplware) e o que faz dentro do seu próprio PC…
      Mas, claro, é consigo usá-lo ou não. Se não quer saber, tudo bem.

  7. Filipe says:

    O problema que o Facebook tem é que para muita gente é como se fosse um diário publico das suas vidas! E o mais giro é que ficam ofendidas quando lhes perguntam alguma coisa pessoal mas têm tudo no facebook ou instagram, até a localização de onde as fotos foram tiradas o que pode revelar ao pormenor a morada das pessoas….Eu meto uma foto no facebook apenas em férias ou quando faço algo radical (desportos ou outras actividades como mergulho etc)

  8. Facebook says:

    É hora de deixar o Facebook…

  9. carlos p says:

    a sério que anda muita gente preocupada com o facebook? deixem-se disso

    • Algodão says:

      Infelizmente não anda assim tanta gente preocupada com o Facebook, mas também não sei o que é que ainda falta saber acerca dessa rede para que as pessoas finalmente compreendam que o melhor é manterem-se a milhas de distância da mesma.

      • carlos p says:

        adoro ver pessoal a dizer que n tem facebook e que n quer ela para nada. mas depois vão criar perfis falsos para insultar alguém…

        • casco says:

          é verdade, mas com o aumento de segurança qualquer dia é obrigatório meter identificação verdadeira associada a base de dados para acabar com os perfis falsos e pronto problema resolvido…

          é algo que já esteve mais longe…

        • Algodão says:

          Completamente de acordo. É por isso que não tenho nem uma coisa nem outra.

    • GM says:

      Coisa pouca, não? E a propósito, pergunta meramente retória, querem guardar, temporáriamente ou não, aquela informação, para quê?? Fica a pergunta, retórica.

  10. Bruno Filipe says:

    Agora, depois do problema vai servir de grande coisa…
    Deviam era de ter pensado naquilo que partilham, quando o partilharam, não é depois de a informação já lá estar… Neste momento já não há nada a fazer, mesmo que o pessoal apague a informação no perfil, a informação já eles a teem.

  11. anônimo says:

    Este espaço já foi bacana de visitar. Infelizmente, muitas pessoas que se comportam como cavalgaduras, aqui se achegaram e não se abstêm de distribuir patadas a torto a a direito, a todo o tempo, por qualquer motivo. Será, que esta escalada da barbárie não terá fim? Será que não se pode debater idéias, sem discussões, de modo civilizado? Compreendam os que gostam de dar vazão à sua animalidade que, nem todos se sentem confortáveis diante de comportamentos tão infantilmente bárbaros, que, amiúde, aqui se vê. Sugiro, respeitosamente, que não nos ofendamos, não nos ataquemos, não nos melindremos, não nos comportemos como alimárias enfurecidas a dar azo à sua insensatez. Ajamos civilizadamente. Vivemos dias tão sombrios que, os próprios animais estão nos dando exemplos de amor, de evolução, ao vencer os seus próprios impulsos naturais, eliminando de si as aversões naturais (muitos são os vídeos que mostram gatas alimentando cães, ratos e gatos convivendo pacificamente; desafetos naturais vencendo seus próprios instintos e tratando-se fraternalmente. Já nos colocamos abaixo dos animais em comportamento – será que não devemos fazer uma reflexão e, também nós, eliminarmos de nosso íntimo os instintos bestiais? Tratemo-nos com civilidade e respeito, com afabilidade e fraternidade. Não nos ofendamos gratuitamente. Compreendamos, de uma vez por todas, que todos somos aprendizes na escola da vida e que NENHUM – JAMAIS – deterá todo o conhecimento, ASSIM, é mister, respeitemos as opiniões de todos, aceitando que, em algum assunto, alguém poderá dar uma opinião menos abalizada e que, nem por isso, deva ser hostilizada, pois o que hoje ridiculariza alguém por emitir parecer ou opinião sobre um assunto, amanhã, por sua vez, poderá emitir parecer totalmene leigo sobre outro assunto e não ficará feliz se, por isso, for agredido ou ridicularizado. REINE A PAZ ENTRE OS HOMENS. Em tempo: É triste ver o modo sempre ofensivo com que alguns irmãos ortugueses se referem aos brasileiros ou ao português falado no Brasil. Dia virá, em que não haverão fronteiras, não haverão nações e sim a comunidade terrena. Seremos todos uma grande família. observemos que, para os animais, NOVAMENTE ELES, NÃO EXISTEM FRONTEIRAS, eis que, essas, são barreiras fictícias erguidas pelo homem, em sua insensatez e arrogância, mas, infelizmente, sempre e somente pela dor, o homem é chamado à razão e tristemente, parece que teremos que chegar ao estágio em que os milionários oferecerão, em troca, as suas fortunas, por uma mísera côdea de pão ou uma gota de água. Sei que parece extremo e fantasioso; sei que lembram fanatismo religioso, mas, afirmo, NÃO TENHO RELIGIÃO, eis que, esta, também, é uma criação do homem e que embora, vinda de “religare” mais separa do que une; mas sei também, TODOS SABEMOS, muitos arrogantes, violentos, atrabiliários que se comprazem, no presente, em agredir e causar tormentos, podem, nos minutos, horas ou dias vindouros, ser chamados à razão, SEMPRE PELA DOR. Assim, quem cultua demais a beleza física, pode tornar-se um quadro de fealdade, expressando no rosto ou no corpo, toda a ausência de beleza do próprio íntimo; quem está cheio de saúde, riqueza, beleza, etc, e usa de seus dotes para humilhar, atormentar e aviltar a quem não os possui, pode, de um instante para outro ver-se de tudo privado, a fim de meditar sobre a vida e os reais valores da mesma. Muitos já estão presos a uma cama, ou a uma cadeira de rodas, ou desprovidos da visão, etc… Muitos se tornaram assim, de um instante para outro, a fim de que desperte. Lembremos que há um poder maior que rege a vida e que é, sobre nós SOBERANO, quer queiramos ou não, quer reconheçamos ou não, quer acreditemos ou não. E quem pode prever o próximo minuto da sua vida? Cuidemos do que semeamos, eis que A COLHEITA É COMPULSÓRIA – QUER QUEIRAMOS, ACREDITEMOS OU NÃO. ESTE É UM CONVITE À REFLEXÃO. Por favor, abstenham-se de comentários hostis. Que o amor encontre acesso no coração de cada um de vós e assim, iniciem uma semeadura que lhes faça sorrir, quando chegada a hora da ceifa, da colheita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.