Quantcast
PplWare Mobile

Bolsonaro assina medida provisória que limita a eliminação de conteúdos nas redes sociais

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Ivermectinase says:

    A MP da Liberdade de Expressão garante que apenas a Justiça possa definir o que é ou não crime, justamente para que milhões de pessoas não fiquem reféns do arbítrio de meia dúzia desses jovenzinhos de cabelo roxo e pouco bom senso, que ocupam os cargos de agentes de censura em grandes empresas internacionais. Está trazendo as redes sociais para a ordem legal vigente.

    • Fo says:

      A plataforma é deles por isso fazem o que entendem naquilo que é seu.

    • n0dy says:

      Wow , foste copiar isto no Twitter e atacas o PORTUGUESES NETO “Sim eles são portugueses”. Se nao sabes escrever, copias “deves ter tantas ideias que nem escrever sabes” como o meu país te dá guarida devias e não ser extremista. Já agora se o teu país está assim tão bem, qual a razão de estares aqui em Portugal (-ai adoro o meu presidente, mas deixa lá eu sair do meu país que isto esta inseguro) como vcs dizem – Vai-te catar

  2. ZeDasCabras says:

    uma ótima notícia.

  3. Chicobutico says:

    Parabéns ao presidente do Brasil !

  4. Wagner Albuquerque Filho says:

    Isso deveria ser ‘default’ em todo país. Logicamente quando se trata de noticia falsa explicita como ‘se pular de um prédio você vai sobreviver’ poderiam ter só uma sinalização de conteúdo ‘duvidoso’ e que tenha ‘cuidado’ com tal informação e mais nada.

    Recentemente muitos sites bloquearam informações e conversas sobre o vírus da Covid-19 ter sido criado em lab da china, removeram muito conteúdo e baniram muita gente e no final tudo indica que seja mesmo verdade. 1984 é hoje!

    • Elektro says:

      Estou totalmente de acordo, hoje até pode ser para o Covid-19 mas amanhã podem querem apagar publicações ou discussões que vão contra ideologias e isso não é nada mais nada menos do que censura.

    • n0dy says:

      Deveria ser “Default” em todo o país? Que país Brasil ou Portugal? É que tanto no Brasil como em Portugal existe Constituição e Lei, nem mesmo os chefes de estado tem poder para fazer o que o Bolsonaro fez – violar a sua lei. Lá vamos nos portugueses levar com a enchente de emigrantes again (ah sim esqueceram do tempo da ditadura que durou ate 1985) vocês estavam tão bem naquela altura, mais um ditador com a mania

      • Nildo says:

        Sabe o que é uma “MP” pelo seu comentário não sabe.
        Então sugiro procurar saber antes de falar bobagem.
        Depois procure nas fontes oficias essa tal MP e leia todo o conteúdo, uma dica se tiver preguiça de ler é só duas páginas, ao fim de ler toda ela verá que é mais do que benéfica pra qualquer usuário, seja de qual ideologia política for.
        Vou te dar outra dica muito importante o número da MP é MP (medida provisória) nº 1.068/2021…

        Só repare um uma, nos principais sites do Brasil que falam desse assunto criticam mas não colocam a fonte de leitura da MP pq sabem que qualquer um com um mínimo de leitura entenderá que é uma boa MP.

  5. Godlike says:

    De pleno acordo!

  6. Aj says:

    deve le fazer jeito, assim as parvoíces que le sai da boca fkcam publicadas mais tempo.

    • Gr says:

      Exatamente!
      Lei à medida para ele e familicia.

      • Ruy Acquaviva says:

        Exatamente. Trata-se de desespero porque os crimes dele e seus filhos mafiosos estão vindo à tona com a CPI do genocídio. MEIO MILHÂO de mortos na pandemia a mais do que poderia ter sido sem o estímulo a aglomerações, contra uso de máscaras, promoção de remédios ineficazes e corristória do País. DEZ VEZES mais mortos do que na guerra do Paraguai e 16 vezes mais do que na Gripe Espanhola.
        Sem o seu esquema de fake news montado com orientação do Steve Bannon e regado com dinheiro público desviado ele não tem como esconder essas revelações chocantes.

  7. Mangostão says:

    E penas apropriadas a quem censura só porque tem uma opinião divergente educada, não só em redes sociais mas também em blogs e outros websites. Muitos editores têm a mania que são iluminados!

    • N0dy says:

      Tal como os utilizadores, p…. da mania que sabem tudo

      • Mangostão says:

        Concordo!
        Pese embora que ser-se responsável por um site público e fazer disso um hábito deve acrescer responsabilidade; parece-me não só lógico como premente!
        Infelizmente vivemos tempos em que as pessoas são confundidas e até mesmo os supostamente mais instruídos caem que nem patinhos em certas narrativas. Até especialistas de certas áreas cometem erros crassos, quanto mais os curiosos. É muito fácil errar num tema do qual não se é especialista; só não entendo é que a liberdade de expressão seja posta em causa censurando mesmo aqueles que são especialistas mas têm uma outra opinião, não se procurando debater ambos os lados; refiro-me concretamente ao tema que nos tem assolado. Tem havido propositadamente um flood enorme de informação parcial. Na verdade isto já estava bem planeado no Event201 em Outubro de 2019, mas pronto; se acham que é com vinagre que caçam moscas… a questão é que há muita coisa por explicar e muitas delas só o tempo se vai encarregar de demonstrar. Dêem-lhes as patentes mas depois não se queixem!

  8. Fo says:

    Claro. On homem sobrevive no poder graças a notícias falsas, se as removerem está lixado!!

  9. Starnaute says:

    O presidente do Brasil está certo e todos os outros deviam seguir o mesmo caminho. Moderar sim, mas não de forma arbitrária. E no último ano tem-se verificado que os sites tipo facebook e twitter e sites de notícias tipo sapo e afiliados têm moderado de forma arbitrária. Conheço vários casos no sapo que todos os comentários da esquerda política permaneceram e todos os comentários da direita foram removidos. Isso é inadmissível e é isso que o presidente do Brasil quer evitar. Em Portugal deveríamos seguir o mesmo caminho.

    • Mangostão says:

      Exatamente

    • Mico says:

      Depende da direita.
      Nunca vi remover comentários do contra.
      Mas comentários que insultam ou propagam mentiras sobre alguém, são crime em caso de queixa dos visados e por isso acho muito bem que nesses casos se removam. Tão criminoso é o que inventa o boato como quem o propaga. As redes sociais são as janelas das velhas cuscas dos bairros antigos, que sempre à janela a ver quem fala com quem, e a boatar.

  10. Nuno Teixeira says:

    O Twitter e o Facebook são empresas privadas por isso moderam como bem entenderem. Não gostam que continuem a usar a vossa ‘rede social’ de eleição: Whatsapp

    • AlexS says:

      O Twitter e o Facebook têm de moderar conforme as regras que estabelecem para começar.
      E se a moderação que exercem for designada como Edição então têm as mesmas regras que os media nos EUA.

    • Nildo says:

      O problema é que eles estão removendo, bloqueando, excluindo só porque assim e é principalmente isso que visa a MP, a MP não tem a intenção de proibido los de remover usuários ou conteúdos mas sim a haja aviso prévio e indicação pelo motivo da remoção e meios de usuários recorrer da ação.
      No Brasil já passaram dos limites faz tempo.
      Só pra você ter uma ideia, fizerem uma bola com desenho da cabeça de Bolsonaro decapitada e se divertiram com ela e tudo mais, acha isso normal? Isso não é apologia ao ódio? Pelos visto não, tá tudo de boa, mas semana passada foi preso um sujeito por falar mau de outro membro do STF numa mesa de bar, qual é a lógica disso? Falar mau se alguém é crime?
      Se fosse havia milhares de presos por causa da sogra. Hehehehehehe

  11. ToFerreira says:

    O homem tem atitude ditatorial e as pessoas aplaudem em nome da liberdade (de expressão)… Lol!
    Esta visto como é fácil enganar tanta gente, e portanto é preciso filtrar a desinformação que as pessoas não conseguem filtrar.

    • Nildo says:

      Bom, diga me lá uma atitude dessas em fatos comprovadoa se faz favor, vou facilitar pra você, basta uma.

      Enquanto isso o ladrão confesso afirma quase que diariamente que se ganhar as eleições vai “regular os mídia ” e por incrível que pareça não uma só crítica das tais mídias.

    • antoniofdf says:

      “O homem tem atitude ditatorial “, então impedir a eliminação de conteúdos nas redes sociais é uma atitude ditatorial.
      Imagina que eliminam um conteúdo publicado, porque a visão do analisador do Facebook é contrária à informação publicada, não existe então para ti qualquer problema…é a democracia a funcionar claro!

  12. HUS says:

    Grande Bolsonaro!

  13. Joaquim Sobreiro says:

    É tempo em que políticos que se intitulam de direita ou de esquerda se baralham, ou talvez não, com medidas que anteriormente consideravam contrárias á sua ideologia. Tempos conturbados de luta pelo control mental. Uma experiência social. Uma arma comum, o medo.

  14. maxim says:

    estou à espera de bots de esquerda a dizer as maiores barbaridades possíveis só para acabar com esta iniciativa. aposto que seria muito fácil, o fb até ajudava.

  15. Joaquim Sobreiro says:

    Quando um governo necessita utilizar a coacção para impor as suas medidas, não merece o respeito. Isso está acontecendo sem distinção de ideologias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.