Quantcast
PplWare Mobile

Investigadores desenvolvem turbina a gás movida a hidrogénio puro

                                    
                                

Autor: Rui Jorge


  1. skyline says:

    quando portugal explorar o litio , para que a materia prima não venha toda da russia e que a materia , prima venha tanbem de portugal, portugal vai substituir o aço pelo litio em tudo , e portugal vai ser o primeiro a fazer celulas de combustivel 🙂

    • win user says:

      o que eu estou a começar a achar é que tudo o que não vem da russia , não presta é toxico ou é preducial a economia, é feitio ou defeito ?

    • Grunho says:

      As células de combustível não são feitas de lítio, mas sim de platina. O litio (ainda) serve para baterias, enquanto não forem encontradas soluções mais baratas e mais rápidas de carregar.

  2. Algo says:

    Não houve um homem que mataram nos anos 90 por ter criado a mesma coisa? This ain’t new.

    • skyline says:

      acho que não foi sò um , mas o que eles queriam mesmo era o fogo grego , deitar fogo a agua directamente , para ela arder 🙂
      a chamada fusão a frio

  3. asimoto says:

    Eu não percebo porque é que se dão ao trabalho de fazer turbinas a hidrogénio, quando podem ter turbinas a gás natural..ou ainda melhor usar centrais nucleares não há nada mais limpo..

    Há países como o Japão que estão tramados, mas na Europa não vejo problemas de tsunamis..

    Agora não querem, Centrais nucleares, não querem centrais a gas, não querem derivados do petróleo, não querem centrais a carvão…como vão aquecer as casas??
    A cortar lenha das florestas e queima-la?lool

    • skyline says:

      para tu perceberes a importacia do hidrogenio tens de ver este filme

      https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Chain_Reaction_(filme_de_1996)

      e este filme

      https://pt.m.wikipedia.org/wiki/O_Santo_(filme)

      podes ate dizer que a fusão a frio é ficção cientifica ,mas á um lagarto que consegue praticar a fusão a frio com as suas patas, por ser possivel na natureza o homem tem esperança em replica la 🙂

    • win user says:

      agora imagina, que para alem da turbina a hidrogeneo tens um gerador rotativo , com a turbina a hidrogeneo consegues gerar energia , agora com esta energia , adiciona uma celula de combustivel , e teras da agua com a celula de combustivel hidrogeneo e oxigeneo para alimentar a turbina que por sua vez tera energia , para a celula de combustivel separar de novo o hidrogenio , e torna se num ciclo que se alimenta a ele proprio

      • honeydata says:

        agora imagina teres uma casa onde a electrecidade esteija muito longe , e teres agua canalizada , com esse gerador podes ter electrecidade em casa repara , a turbina a hidrogenio , gera electrecidade que alimenta a celula de combustivel que pode reservar mais hidrogeneo , para o reinicio do sistema , assim tens um gerador a agua 🙂

      • Hugo Sousa says:

        A primeira lei da conservação da energia não existe portanto….
        OK…
        Para produzir 1kg de hidrogénio a 300bar são precisos 60kwh e 7 litros de água destilada… Então se queimar hidrogénio… Ainda temos hidrogénio aonde para a pilha??
        Sabe que as turbinas mesmo as nucleares usam vapor a alta pressão nas turbinas… Certo… O hidrogénio é para substituir o gás na combustão….
        E depois o rendimento é mais baixo que no gás como diz a peça… Logo gastamos 60kwh é 7 litros de água para obter 23kwh por kilo… Faz bastante sentido….

        • asimoto says:

          Concordo com a análise do Hugo..

          • skyline says:

            vela porque eu não gosto de ser enganado, tu ve la não me enganes ,que não percebo nada de quimica , os russos gostam muito de guardar o tudo em bom sò para eles 🙁

          • win user says:

            fico muito contente em saber que não é possivel , tinha medo que o preço da agua aumente tanto que tenha de tomar banho de lama , e não tenha dinheiro para beber agua

      • Keyboardcat says:

        Exceto o facto de perderes uns 80% do total de energia nesse processo.

        Mais valia não teres usado o hidrogénio em primeiro lugar.

        Tu deves ser daqueles que usa um powerbank para carregar outro powerbank, e depois faz o reverso e pensa que descobriu energia infinita.

        Não ensinam as leis de termodinâmica nas escolas hoje em dia?

      • Grunho says:

        Isso não existe. O hidrogénio é um processo de perdas. Devolve, no máximo, 70% da energia aplicada para o produzir. É como um negócio em que, por cada 100 euros que meto, só tiro 70. A única hipótese de um negócio assim dar lucro é numa PPPP – public pays, private profits.

    • Pedro says:

      Asimoto não não querem gás natural nem tao pouco carvão e petróleo pois são fontes de energia não renováveis e além de criarem gases de efeito de estufa geram desenvolvimento pouco ou nenhum sustentável. Em relação as centrais nucleares a mesma coisa além de ser caro e uma fonte cara e não renovável, perigosa. Se podemos usar outras fontes porque usar estas?

      • asimoto says:

        A energia nuclear, requer um investimento alto de inicio, mas depois de estar em funcionamento, é a energia mais barata que existe por cada Kw..

        O facto de ser perigoso… as centrais de há uns 60 anos para cá são super seguras, sim concordo que não há nada infalível…

        Chernobyl é um caso muito peculiar na medida em que aquilo que aconteceu não foi um acidente, mas sim uma experiência..

        Sem terem desligado todos os mecanismos de protecção da central nuclear pura e simplesmente não era possível acontecer aquilo..e esse é o problema das pessoas é que as pessoas olham para Chernobyl como um exemplo do perigo que as centrais nucleares apresenta…quando aquilo que aconteceu foi uma experiência nada mais..foi é uma experiência que correu mal..

        Por outras palavras.. uma central nuclear dá aos Físicos que lá trabalham o poder de criar um desastre nuclear, Chernobyl prova isso.
        No entanto de não esquecer que hoje em dia com o nível de informação/monitorização que temos…mal um Físico tivesse ideias sobre realizar experiências perigosas, caia-lhe logo em cima uma equipa de tropas especiais e era aniquilado..mas essa opção que podemos chamar hoje de um acto terrorista de facto é a única coisa má acerca das centrais nucleares..

        Em relação ao Gás natural, é um producto bastante limpo, é extraído dos poços de petróleo, mas é bastante limpo.

        Eu percebo o que dizes…mais quais são as alternativas…é que até agora eu vi nenhuma alternativa viável… o que tenho visto é pessoal a vender “sonhos”..

        • Hugo Sousa says:

          O nuclear seria uma boa opção se fosse a tecnologia de auto confinamento que usam nos navios militares dos USA…
          Caso aconteça algo o gerador é automáticamente confinado por um processo de auto extinção… Mas estes processos são muito caros de construir… Mas deviam libertar esta tecnologia para uso civil…
          O nuclear a curto prazo faz parte da solução infelizmente…
          A longo prazo temos as marés os ventos e o solar… Bastava 5% da nossa costa para termos o dobro que gastamos agora e a sobrar para vender para a Espanha… E o solar se cerca de 30% dos prédios/condomínios instalarem painéis solares agora chamados de produção comunitária garantiam 20% do consumo anual…
          Infelizmente a política não tem interesse em dar poder ao povo… Há 20 anos que me perguntam se podem ser energeticamente independentes… A minha resposta é sempre a mesma… Não é viável a nível económico e não é mantido o mesmo nível de conforto/utilização… Mas a verdade é que nos últimos 5 anos muita coisa mudou… E se construído de raiz já fica 10x mais barato uma habitação “desligada” da rede… De facto impressionante…
          A evolução nas baterias e no solar e mesmo noutras renováveis evolui exponencialmente em 5 anos…
          Ultrapassou em evolução a curva dos chips…

  4. Edilva says:

    Mas Portugal não vai produzir hidrogénio a partir de energia renovável solar e eólica em offshore? Estamos na frente deste vez?

    • Hugo Sousa says:

      Sim de facto estamos, a nível político a empurrar o hidrogénio..
      Mas quando um ministro diz que é o gás mais abundantw no planeta… Estamos f*****dos, infelizmente é a corrupção e a má gestão de fundos em todo o seu esplendor… É como Portugal está nos primeiros lugares da corrupção na Europa não é de estranhar…
      Usar 60kwh e 7 litros de água destilada para um kilo de hidrogénio é bastante pobre em rendimento… Apenas justificado em casos muito específicos…
      1kg de hidrogénio da para 120km mas os 60kwh iniciais dão para 300km… Logo… Estamos a encher os bolsos dos mesmos com hidrogénio…

  5. Hugo Sousa says:

    Mas anda tudo iludido com o hidrogénio…

    Vejam estes videos para realmente perceberem porque querem usar hidrogénio…

    https://youtu.be/AGTjKJHu99c

    https://youtu.be/f7MzFfuNOtY

    https://youtu.be/S1gFe49UwWo

    • asimoto says:

      pois..
      é a ideia que tenho..a mim parece-me que anda tudo a vender sonhos..
      O Hidrogénio é um método de “storage” para a electricidade,mas a densidade energética, é muito, mas muito inferior aos combustíveis fosseis..
      Usando-o como incombustível diretamente, é bastante menos energético que o Gás..
      Como se isso não fosse mau, por processo de eletrólise, ao separar Hidrogénio da Agua, é gerado Co2 no processo..
      E ainda nem sequer começamos a falar dos perigos do Hidrogénio…é que a coisa é altamente instável..eu acho que veria-mos muita explosão por ai..

      • int3 says:

        Eletrólise não gere CO2 nenhum. Gera 4H2 e 2O2. A única coisa que gera CO2 é como o H2 atualmente é feito que é através do gás metano.
        É uma forma móvel de guardar energia? Sim.
        Mas sou muito cético quanto à segurança porque é altamente explosivo numa variedade enorme de concentrações no ar.

  6. int3 says:

    Usar solar para gerar eletricidade para produzir hidrogénio pela eletrólise para depois canalizar para voltar a produzir, com uma ineficiência mais baixa, eletricidade?? Alguém questiona alguma coisa antes de postar isto x) ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.