Quantcast
PplWare Mobile

UE poderá proibir a venda de carros térmicos e híbridos a partir de 2035

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Fonte: Foro Coches Eléctricos

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Tony says:

    Com tanto socialismo e politicamente correcto um dia voltamos à idade da pedra.

  2. CA says:

    Já se dá notícias para 2035? Será que este triste mundo vai lá chegar?

  3. Yamahia says:

    Impressionante. Gostava de saber se vão fazer o mesmo aos navios, aos camiões e aos aviões.
    Por outro lado, deixa cá ver… Agendar compra de carro a combustão para DEZ-2035. Se for de qualidade, em 2065 ainda cá anda. (Já cá não devo estar) E provavelmente metade do população já foi para Marte nos autocarros do Bezos ,do Branson e do Musk

  4. Handy says:

    Contando que a UE ainda exista? A UE que vá plantar árvores.

  5. Alibo says:

    Acho muito bem e espero que entre em vigor ja no proximo ano a lei que obriga os portugueses a circular nas cidades com carros ate 8 anos. Mais do que isso e museu

  6. amigodavizinhança says:

    @Rodrigo , nao sei em que mundo vives , no qual as pessoas trocam de carro no maximo a cada 6 anos. a realidade é muito diferente , excepto em mundos como o teu onde de facto as pessoas trocam de carro a cada 6 anos e vivem sufocadas pelos cré ditos bancários á conta disso e outras mordomias … a maior parte da população vive noutro mundo , tipo , mais realista….

  7. Rogério says:

    E aqueles que já tiverem carros a combustão?!?! Como os carros clássicos?

    supostamente a porsche está a desenvolver um combustivel que nao produz qualquer CO2 e pode ser usado em motores a combustao.

    Não há nada melhor que conduzir atrás de um desportivo e ouvir o motor a roncar…. Mas claro…. O elétrico é obrigatorio e é o futuro…. mas ter uma maquina boa para andar de vez em quando… 😀

    • Handy says:

      Discordo. É totalmente desnecessário o ruido (roncar) de um veiculo motorizado. É uma grande lacuna no nosso país. Um atentado há saúde e bem estar da população ( nomeadamente daquela que não usa)

      • Rogério says:

        Com certeza sabe que em todos os países existem carros a combustão e que todos “roncam” xD
        Um atentado à saúde e bem estar da população? Não estamos a falar de nada alterado! São barulhos de origem, do próprio motor e que não são assim tão altos! O único atentado aqui é a poluição provocada por motores à combustão! Nunca vi ninguém a ficar surdo pelo “roncar” dos carros hahaha…. só comigo.. É cada troll da internet sempre contra tudo… Nossa Sra…

  8. José Bacalhau says:

    “Poderá” mas não deverá, penso eu de que.

  9. JP says:

    Depois não se queixem quando faltar o lítio

    • David says:

      Fonte inesgotável!

      ups só que não mas quando esgotarem a matéria prima oriunda no mar…la já nem oceano teremos…
      Aproveitem para umas mariscadas enquanto podem

  10. António Geraldes says:

    Isto é só informação para instalar o granel. “poderá proibir” não é a mesma coisa de “vai proibir”, e se proibir é a venda de carros novos. Se for proibido, o último a ser vendido, em Dezembro de 2034, ainda tem mais uns quinze a vinte anos de vida útil.

    • David says:

      Já não será para mim e acredito em muita coisa mas enquanto não se regulamentar carregadores, fichas de carregamentos e melhorar a qualidade das baterias etc etc…
      Mas venha… queremos cobaias…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.