Quantcast
PplWare Mobile

Tesla rejeita apoio de 1,1 mil milhões de euros do governo alemão para a sua Gigafactory

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Pedro L. says:

    Boas noticias para os Alemães. Nems sei como a UE autoriza este tipo de ajudas ao investimento de empresas (autoeuropas, ryanair, tap) e depois queixam-se concorrencia desleal em termos de impostos em certos países (Holanda, Irlanda , Madeira , etc) ….

    • Joao Ptt says:

      Porque a UE quer, e pode dizer, e fazer o que quiser. E pode ver a exacta mesma coisa com dois pesos e duas medidas… conforme é só os preguiçosos do sul da UE ou os trabalhadores do centro da UE.

  2. Jorge Carvalho says:

    “Tesla has been forced to turn down more than 1.1 billion euros in European subsidies for its planned battery plant near Berlin after delays to the flagship project breached a key condition of the funding.

    The electric car maker had applied for the money through an EU program established to develop the battery industry on the continent.

    The EU requires any sites in receipt of the funds to be the “first industrial deployment” of the technology, according to official documents, meaning the batteries cannot already be made at another Tesla plant.

    But legal challenges to the construction of the plant, which will produce cars first before making batteries, have delayed its opening by several months. That means the company, whose valuation hit $1 trillion earlier this year, is likely to begin producing the same batteries elsewhere sooner.

    The German government confirmed on Friday that Tesla was no longer seeking the subsidies but declined to comment further.

    “Tesla is still sticking to its plans for the [Brandenburg] battery factory,” said the German economics ministry, adding that the “state subsidies not used by Tesla are now available for other projects.”

    Tesla’s chief executive Elon Musk has already voiced his frustration at the slow progress of the plant and has called for German bureaucracy to be streamlined. Employees at the plant are also due to elect a works council within days, potentially handing them power to delay or reject management decisions.

    In response to questions on Twitter, Musk replied on Friday: “It has always been Tesla’s view that all subsidies should be eliminated, but that must include the massive subsidies for oil & gas.”

    Tesla has previously taken government support in other construction projects around the world.”

    Curioso.
    Abc

    • Paulo Martins says:

      Isto faz muito mais sentido…

    • Hugo Fradinho says:

      Este último parágrafo deve ser encomendado… passo a esclarecer…recebeu apoio do governo norte-americano e foi a primeira empresa do ramo automóvel a devolver esses fundos e com juros! Outras não o fizeram…

      • Vitor Tavares says:

        Os apoios que a Tesla recebeu do governo Norte Americano (cerca de 3 biliões de dólares) para o desenvolvimento e abertura da primeira fábrica (Fremont, na Califórnia) foram a fundo perdido.E,além disso,ainda recebeu “benesses” do Estado da Califórnia na aquisição dos terrenos para a fábrica e para a construção de um bairro para residência de trabalhadores…certamente os “juros” de que fala devem ser os impostos pagos pelos trabalhadores! Porque a Tesla em si mesma ainda não deu lucros e por isso NUNCA PAGOU IMPOSTOS DE FORMA DIRETA…

    • Ricardo Nunes says:

      É exatamente isso que que foi comentado nos fóruns dedicados às mobilidade, sem tirar nem pôr.

  3. Ana Maria de Olival says:

    É necessário, primordial, zelar pela balança económica de Países, sobrevalorizar-se ao PIB (particulares) é contra-indicado. Cada País é soberano e tem as suas regras sociais e económicas.

  4. HB76 says:

    Os investidores vivem de apoio governamentais, o que significa que a Tesla (e todo o sector automóvel) vivem de apoios governamentais, sejam eles diretos ou indiretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.