PplWare Mobile

Tesla prepara-se para revolucionar as baterias dos seus carros elétricos muito em breve


Fonte: Reuters

Autor: Pedro Simões


  1. Elon Moscas says:

    Muito bom!!! Assim não há necessidade de deitar o carro ao lixo passados 800.000km. O Teslas man sabe disto a pacotes!!! Quando chegarem essas baterias os Teslas vão aumentar o preço final…. E eu ando que é uma maravilha no meu Renault Zoe. AhAhAh

  2. Alameda says:

    E a autonomia ?
    https: //www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.noticiasaominuto.com/tech/1476137/carros-eletricos-empresa-desenvolve-baterias-com-autonomia-para-2-000km&ved=2ahUKEwjAivz_ybXpAhWd8uAKHbnUCGkQFjAAegQIBRAB&usg=AOvVaw1S-8Jkmmw83ewQ29ZIThLa&cshid=1589535756459

    • darksantacruz says:

      Se fosse a Tesla a desenvolver essas baterias seria noticia em todo o lado ate aqui no pplware.

      • IonFan says:

        A diferença é que quando a Tesla anuncia novas tecnologias na data do anúncio já estão a ser implementadas nos productos actuais. A maior parte dessas empresas que anunciam novas baterias nunca as chega a por no mercado porque, ou eram vaporware ou porque não são viáveis para produzir fora de um laboratório. E olha que não é com satisfação que digo isto. Era bom que se tornassem realidade.

        • Alameda says:

          Veremos…espero que corra bem. Se nao for este empresa que seja qualquer outra. Mas uma autonomia destas era um descanso

          • IonFan says:

            Como já escrevi ali em baixo, acho que não precisamos de mais autonomia. Mas percebo perfeitamente a questão e se for isso que faz a diferença entre as pessoas adoptarem massivamente ou não os EVs, então que seja. Seja qual for a empresa.

      • Nuno says:

        todos os meses no pplware e em varios sites ha noticias de uma nova bateria que é mais barata mais densidade menos peso é melhor em tudo mas depois de 10 anos nem as ves isso sao investigaçoes esse link é de uma empresa que ainda nem as esta a produzir quando produzir e se tiverem isso mesmo muito bom vamos embora com isso até la nao passa de um estudo com prototipos uma empresa como a tesla ou outras nao vão apresentar estudos vão apresentar produtos acabados para serem lançados.
        Isto nao quer de todo dizer que eu esteja contra essa noticia se for verdade vamos embora com isso para colocar em produçao que pode muito revolucionar a industria mas comprar isso com produtos acabados para serem lançados ao cliente nao é sequer justo

    • TugaTesla says:

      Se não ultrapassar a velocidade maxima permitida por lei nas estradas nacionais e com temperaturas superiores a 18º eu faço Porto – Alcantarilha (Algarve), com uma unica carga no Model 3 Performance.
      Chego lá, carrego e pago ZERO € pela carga.
      E pela A1 paro uma vez em Fátima 45 minutos para carregar e pago ZERO € pela carga.
      Alguém consegue melhor ???
      Quanto gastam num carro com motor de combustão???

      • Joao says:

        E quanto tempo demoras a fazer Porto Algarve?

        • JL says:

          Pois, normalmente o pessoal está desesperado para chegar ao Algarve para andar por lá nas filas.

          • Joao says:

            Filas? Que filas? Como se no Porto não houvesse filas. Tenho um amigo que foi trabalhar para lá e das coisas que mais gosta e de não perder tempo no trânsito. Isto há com cada um…

          • JL says:

            Eu não falei filas no Porto.

        • TugaTesla says:

          Depende do meu estado de espirito.
          Se me apetecer pagar multas, chego mais rápido pelas nacionais do que tu pelas auto estradas.
          E pelas auto estradas nem tempo tens para encher o teu deposito de veneno.

          • TugaTesla says:

            Agora a serio. Para mim quanto mais tempo a conduzir o meu Tesla melhor. É um prazer imenso demorar a fazer as viagens de lazer desfrutando de tudo o que o Model 3 tem para oferecer.

      • I dont believe says:

        Porto-Alcantarilha com uma carga a 100% no Model 3 performance a 120km/h? Desculpe mas não acredito. A essa velocidade o consumo deve rondar 20kwh/100km portanto a bateria não tem essa capacidade para uma viagem de 530km.

        • IonFan says:

          Ele disse que faz isso pela nacional. Pela AE carrega em Fátima. Eu acho que é possível, mesmo com um performance.

          • Joao says:

            Possível até pode ser, da mesma forma que é possível ir a pé. A questão é quanto tempo demora

          • JL says:

            Tempo normal mais a carga suficiente para chegar ao destino, nesse caso meia hora a 45 minutos chega.

          • Joao says:

            O que é tempo normal? Porque foges a pergunta? Quanto tempo é “tempo” normal?

          • JL says:

            Tempo que qualquer veiculo automóve ll leva a percorrer esse percurso, na velocidade citada, como seria de esperar, se é para parar para carregar até pode ir mais depressa.

          • IonFan says:

            Se for em modo passeio, não vejo mal em fazer tudo pela nacional.
            O ideal é fazer pela AE e parar pelo caminho. Se acham que fazer Lisboa-Porto sem parar é normal, são um perigo para os outros utentes da via…
            Podem usar este site para simular as viagens. É bastante preciso e até por vezes conservador. Podem confiar na previsão.
            https://abetterrouteplanner.com/

          • Alameda says:

            Nao conhecia este. Belo site Ion, completo. Esta guardado

          • IonFan says:

            @Alameda, e acima de tudo é preciso. Pela a minha experiência até é 1 ou 2% conservador, ou seja, chego ao destino com 1 ou 2% a mais do que a previsão.
            O planeador do carro também é bastante bom na previsão, mas nada como planear uma viagem grande no dia anterior e no conforto do sofá 😉

          • Alameda says:

            Bem melhor de facto ! Boas viagens e ate uma proxima.

          • IonFan says:

            Obrigado. Até à próxima

      • Marks says:

        Realmente é capaz de se pagar mais 50€, mas quantos 50€ a mais tiveste que pagar para agora(por enquanto) não pagares nada. Quer dizer já pagaste e ainda não andaste nem sabes se vais andar.

        • JL says:

          Pagou mas é dele, e tem lá o valor, enquanto se gastar 50 euros numa bomba, nem chega a ver o que comprou e passado pouco tempo volta lá outra vez. Enfim, são coisas diferentes…

        • JL says:

          É por isso que comprar um veiculo a combustão é sempre uma perda de tempo, pois gasta-se dinheiro a pensar que se vai usar, e na maioria esmagadora dos casos não se usa.

  3. FranProdigy says:

    Vai revolucionar vai… quando? Ainda estou à espera do roadster e depois espero que não caia o volante lol

    • Alameda says:

      Nao sejas assim, só podem ficar melhores…Ja revolucionou muito. Mas pessoalmente, preferia que investisse mais na autonomia, 600/700k de longevidade ja é excelente, 1500/2000km de autonomia era magnifico !

    • IonFan says:

      A Tesla já vendeu mais de 1 milhão de carros, mas sai o volante a um (sem se saber bem em que condições) e aparecem logo os “Nelson” do costume: “Ah ah! Os Tesla não prestam. Os volantes caiem!”

      • Prisco says:

        Acha isso pouco grave? Não lembra ao diabo uma situação destas no sec.XXI, tanto que a Tesla abriu uma investigação para saber o que se passou tendo em conta a gravidade , a montagem e qualidade de construção da Tesla está a anos de luz dos carros europeus e japoneses.
        Esperemos que a nova fábrica Alemã traga melhor qualidade ao produto.

        • IonFan says:

          Eu disse que não era grave? Só disse que não se pode rotular um produto por algo que aconteceu em 1/1.000.000.
          Acho bem que se investigue para que se perceba qual foi o problema e, caso seja da responsabilidade da Tesla, não volte a acontecer.

          Mas não é uma situação inédita: https://www.foxnews.com/auto/ford-recalling-1-4-million-cars-because-the-steering-wheels-can-fall-off

        • Nuno says:

          é grave ? pronto talvez um bocadinho mas tambem so se falar por ser a tesla, que eu no meu vw polo com 4 anos fiquem com a manete na mao e nao vi noticias sobre isso, a vw andou anos a fio a enganar toda a gente com as emissoes e agr alguem fala disso ?
          O pessoal quando vê um problema num tesla é um escandala mas num vw ja é totalmente normal olha o cetroen do meu pai o volante abanava por todos os lados e nao vi noticia nenhuma

      • Urtencio says:

        Mas depois só se vêm os renaults e critoens e peugeots da vida nos reboques a caminho da oficina.. mas esse é que são bons…

        • indignado says:

          Tive um Peugeot 206 de 2002 a 2010 troquei por um 207 porque o 206 era a gasolina, nunca tive problemas tirando as vezes que sai da estrada (chuva e óleo na estrada). O motor é uma maquina e só por combustível e andar, o 206 fez 90mil o 207 vai com quase 180 mil km, desde que faças as manutenções são maquinas para uma vida. E claro que não ando a fazer pioes nem arranques por ai é um caro do dia a dia para onde eu vou ele vai nunca se queixa 😀

        • Alameda says:

          Loll !! Olha que não… É mais Mercedes e BMs

  4. iSad says:

    Keep coming. Quando eu chegar a idade da reforma compensa comprar eléctrico.

  5. Joao says:

    Mais do que a durabilidade dos veiculos a chave para o sucesso dos electricos é a rapidez de carregamento. Enquanto não se conseguir isto os EV não vão vingar.

    • eu2 says:

      Querias mesmo carregar um elétrico como quem abastece um a gasolina em 2 minutos? O que é preciso é uma mudança de hábitos. Não penses que vais ter que ir para a fila da “gasolineira” cada vez que quiseres abastecer. Não deverão faltar lugares para carregar enquanto estiver parado.

      • Joao says:

        Parece me mas provável que se consiga um carregamento considerável num curto espaço de tempo do que teres milhares de postos de abastecimento espalhados por aí. Além disso o carregamento rápido resolvia outro grande problema dos EVs, o facto de serem apenas veículos para deslocações curtas.

        • Alameda says:

          Quando a rede publica de carregadores rapidos estiver mais desenvolvida esse problema fica quase resolvido, carregamentos em casa vão ser sempre mais lentos. Quanto a deslocaçoes curtas…se achas que 300/400km de uma vez é pouco…

          • Joao says:

            Nao, nao fica resolvido. Tens de abrir horizontes e perceber que o mundo não é Portugal é muito menos a localidade onde resides.
            Por acaso acho 300/400 km pouco, sim. Raramente pego no carro para fazer deslocações inferiores a 650km mas também reconheço que isso não é o normal.
            Diz-me, que veículo eléctrico tens tu é se não tens, quais os motivos?

        • JL says:

          Lol, são veículos de deslocações curtas, no entanto são os que mais kms fazem.

          • JL says:

            Isto levanta uma questão importante, que é a do pessoal que anda a comprar veículos a combustão que não usam, ou seja, compram coisas a pensar que vão usar, mas não o fazem, depois por ironia ou não dizem que os eléctricos são caros. Loooool

  6. sfdsfsf says:

    Um carro com baterias duma empresa chinesa… dispenso! Next…

  7. Alameda says:

    Pois não. Não é normal… É uma exceção que não faz a regra. Felizmente já conheci dezenas de países, mas poucas vezes de automóvel. Conheço gente que vem e voltam de França, Suíça, Alemanha com Teslas, I Pace e não se queixam. Uma questão de planeamento… É o ideal? Não, mas o ponto é que caminhamos para lá. Se não podes não compres.

    • Joao says:

      E quanto tempo demoram a fazer esse percurso? Eu até poderia comprar um eléctrico o problema é que demoraria bastante mais tempo a fazer os trajectos que faço. O que estamos aqui a discutir? Achas que os eléctricos a velocidade de carregamento e irrelevante? E isso que me estás a dizer?
      Acabaste por não me responder a minha pergunta…que carro tens e porque a escolha?

      • Alameda says:

        O EV que possuo é assunto meu. Quanto ao resto esta dito…se nao percebes nao vou repetir.

        • Joao says:

          Lol…vens para aqui mandar tiros para o ar e nem te dás conta que concordas comigo e por isso não tens argumentos e tentas fugir com um evasivo “é assunto meu” . Se é assunto teu não estás disposto a partilhar porque comentas? É que foste tu quem veio responder a um comentário meu…se não estás disposto a ter uma discussão construtiva, que é para isso que servem os comentários, podes poupar-los…

          • Alameda says:

            Os EVs já estão a vingar. O modelo do meu não é relevante. A rapidez de carregamento é importante, assim como a rede de abastecimento e o aumento de autonomia. O teu caso não é exemplo. É exceção.

          • JL says:

            @Joao, quantas vezes por ano faz o percurso do Porto ao Algarve ?

        • Joao says:

          Nenhuma. Nunca disse que o fazia.

  8. Hélder Martins says:

    Engraçado que toda a gente se queixe da autonomia, quando mais de 80% dos portugueses ñ fazem mais de 50 kms por dia.
    Temos que analisar individualmente se vale ou ñ a pena ter um elétrico.
    Tenho 1 tesla e faço 240 kms por dia e chega para tudo. Saio de casa com 90% de bateria e chego com mais de 50% quando vou pela nacional e mais de 40% quando vou pela AE.

    • JL says:

      Atualmente na Europa os donos de eléctricos são os que fazem mais kms, aliás, foi mesmo por isso que compraram eléctrico, se fosse para andar pouco um a combustão fazia o serviço de forma barata.

  9. Samuel says:

    Continuo achar que a grande aposta deveria ser o sistema híbrido plug-in.. com 100 a 150 km de autonomia elétrica e motor combustão para os acréscimos…
    90% a 95% das nossas viagens não passam destes valores …
    Viagens mais longas optariamos pelo combinado ou carregamento de bateria pela viagem..

  10. Luís says:

    O que preciso mesmo de saber é a questão ambiental, será que as baterias poluem mais durante o fabrico e após o seu tempo de vida do que carros de combustão?

  11. Filipe Ferreira says:

    Para todos os cépticos que dizem que o carro elétrico poluí mais que o gasolina …..que publique aqui o estudo ,pois eu vejo muita noticia mas ainda não vi nenhum estudo publicado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.