Quantcast
PplWare Mobile

Tesla Model S surpreende os espectadores enquanto “flutua” pela rua inundada

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Imagem: Richard Richter

Fonte: Twitter

Autor: Vítor M.


  1. Cortano says:

    Estão a gozar, certo?
    É que praticamente qualquer carro faz isto porque a água nem acima do capô foi.
    O unico cuidado a ter num carro de combustão é a água não entrar no filtro de ar.

    • Just Saying says:

      porque se o escape estiver dentro da agua o motor vai funcionar na mesma. [sarcasm]

      • Cortano says:

        Se reparares, o carro nem sequer flutuou. A traseira do carro está fora de água.
        Se comes tudo o que te metem na frente, problema teu.

      • Luis carreira says:

        Depende do motor mas sim. Se estiveres a acelerar o carro ele não se vai abaixo… Senão como seria os jipes com snorkel…

      • Wishmaster says:

        Na verdade, parece que funciona, desde que o motor esteja sempre a funcionar… O Cortano tem razão.

      • Rafael Encarnação Cardoso says:

        Claro que funciona, a água nunca vai entrar pelo escape num motor a funcionar.

      • Joao says:

        Claro que funciona…desde que se mantenham RPM’s suficientes para que os gases tenham pressão para sair…
        Se reparares, o escape está sempre num ponto relativamente baixo. Onde não pode entrar água e na admissão de ar.

      • Nuno V says:

        Por acaso um motor pode continuar a funcionar mesmo com o escape de baixo de agua. Primeiro, porque o motor do carro encontra-se numa posição mais elevada, segundo, porque existe uma pressão causada pelos gases de escape que impede a agua de entrar no sistema. Enquanto se mantiver a pressão causada pelos gases de escape a água não chega ao motor. Por isso é extremamente importante manter o motor num regime de rotação elevado quando se atravessa um trecho de água. Desde que a água não chegue à admissão de ar, ou a outros componentes elétricos o carro pode atravessar a água.

        • Mateus Pinto says:

          Menos preocupante num motor a diesel que não precisa de faísca. Se o motor (de combustão interna) não estiver inundado antes de começar a trabalhar, desde que a admissão de ar e a comunicação da injeção eletrônica estiverem secas, funciona sem problemas.

          Neste caso o feito é que o carro tem baterias e motores eléctricos e os motores eléctricos estavam debaixo de água, mas mesmo assim não houve falhas. Sim Sr…

          • Mário Dias says:

            As baterias são “estanques”, e o motor também, já que é refrigerado com liquido. por isso não tem contacto com ar ou agua do exterior.
            Seja tesla ou outro carro eléctrico teriam o mesmo desempenho , isto acontece com todos os carros eléctricos já que os testes são standards para a industria.

    • Ricardo Monteiro says:

      Não é bem assim. Provavelmente não sabes mas na frunk, onde chamas capô, não tens o motor.

      Os Teslas têm o motor ou motores no alinhamento dos eixos das rodas. Mas o problema são as baterias e o possível dano. No entanto há outros componentes mais sensíveis e que ficam bem por baixo daquela linha de água.

      • Joao says:

        Mas isso é válido para qualquer veiculo…aqui a questão é que este vídeo não mostra nada de extraordinário. Se os Tesla’s não podessem atravessar 30cm de água, mal seria…Todos os anos eu e muitas outras pessoas passamos com o carro por alagamentos tao grandes ou maiores que o do vídeo. Basta ver os vídeos das inundações de Lisboa, por exemplo.

      • Cortano says:

        Tu é que parece que não sabes o que estás a dizer.
        Os motores eléctricos são estanques, ou então bastava teres a estrada molhada para encostares os carro.
        O próprio artigo refere que os componentes eléctricos estão protegidos.

        • Vítor M. says:

          Sim estão sim, é verdade. Nem pensar para lá entrar a água. Embora na internet se encontrem casos de pessoas que tiveram problemas de água na bateria. Mas além desse importante componente, seguramente o mais importante, há outros que também podem ser afetados. Provavelmente é sobre esses que Musk refere.

          Mas mais que isso, e deixo em atenção que o flutuar está entre comas para perceberem que foi uma expressão que é usada para referir que o carro tinha o sistema motriz submerso e não parou…. e mais que isso é a utilização de tecnologia que identifica se há ou não obstáculos dentro de água que ajuda na segurança deste tipo de travessia.

          Isto será uma espécie de avanço para futuro, todos nós nesta situação ou numa situação de nevoeiro abrandamos verdade? Abrandamos porque ficamos sem referência visual. Ora bem, para quem percebeu o texto todo, e não só as imagens, a ideia também foi explicar que não há necessidade de abrandar ou parar se existir boa condição de circulação ao veículo, pois ele “vê” dentro de água e entre o nevoeiro.

          Este é mais um capítulo que este, atualmente, e muitos no futuro irão trazer grande vantagem ao condutor.

          Era isto que vos queria dizer. Cump.

          • Cortano says:

            Mas isso de ver além do que a vista humana vê é uma tecnologia que existe em outras marcas também – tanto em carros electricos como de combustão.

            Acho que todo este alarido à volta deste acontecimento é demasiado.
            Será que nunca houve outro veículo electrico a atravessar uma zona com 30 cms de água?!

            O facto do Tesla ter passado e outros não, se calhar porque outros condutores não quiseram arriscar por não terem experiência, ou por acharem que a situação não valia o risco!

            Afinal, nas ultimas grandes cheias em Lisboa o que não faltou foi gente a transformar o seu carro em submarinos.

            Toda e qualquer tecnologia que traga mais segurança é bem vinda, mas neste caso nem faz muito sentido usarem esta situação para realçar o facto do carro “ver” debaixo de água.
            Na volta o condutor do Tesla nem se lembrou de que o carro “via” debaixo de água.

            Isto não passa de uma situação banal aproveitada para ações de Marketing.

          • Vítor M. says:

            Não há alarido nenhum, é apenas o constatar de um facto. Depois, embora não seja nada que alguns carros não o façam, este tem tecnologia que nenhum outro tem. Esse facto é destacado no artigo. Na volta o que desvalorizas é o mais importante nesta história. Basicamente são os carros que têm tecnologia quer de segurança pró-ativa em situações normais, quer neste tipo de cenários. A questão da água, cada um pode interpretar como achar melhor, até porque quem estava a ver ao vivo, certamente também o fez. Abr.

          • Nuno V says:

            Posso perguntar qual a tecnologia que este carro possui que mais nenhum tem?

          • Vítor M. says:

            Vários sistemas que no seu conjunto, via autopiloto, funcionam como nenhum outro ainda funciona. Esse conjunto e da forma como hoje está no mercado, nenhum outro ainda tem.

          • Nuno V says:

            Por acaso, neste momento o veiculo que possui o maior nível SAE é da Audi, não da Tesla. A Audi vende o único automóvel equipado com um sistema classificado pela SAE como sendo de nível 3, o A8. O nível da Tesla, incluindo o do Tesla Model 3 é o mesmo que os sistemas da Nissan, Mercedes, GM,…, o nível 2.

          • Mário Dias says:

            Desculpe lá @Vitor M. você esta a dizer que os teslas vêm equipados com sonar???!!! essa é boa gostava que me dissesse onde viu isso. Os teslas têm radar e não sonar. Os radares debaixo de agua não funcionam. E os teslas são carros não submarinos ou barcos para usarem sonares.

          • Vítor M. says:

            Bom dia. No site da empresa diz o seguinte:

            Cobertura avançada do sensor
            As oito câmaras circundantes proporcionam 360 graus de visibilidade em redor do automóvel até 250 metros de distância. Os doze sensores ultrassónicos atualizados complementam esta visibilidade, permitindo a deteção de objetos rígidos e flexíveis a uma distância quase duas vezes superior à do sistema anterior. Um radar virado para a frente com processamento avançado fornece dados adicionais sobre o ambiente envolvente num comprimento de onda redundante capaz de ver através de chuva forte, nevoeiro, poeira e até mesmo do automóvel à frente.

            Portanto, estas informações parece confirmar o que referi.

          • Mário Dias says:

            @Vitor M vou copiar o que escreveu: ” e mais que isso é a utilização de tecnologia que identifica se há ou não obstáculos dentro de água que ajuda na segurança deste tipo de travessia.” “ver” obstáculos de água é bem diferente do que “ver” em chuva. Então vamos por partes:
            Câmaras : Em condições extremas não funcionam e muito menos conseguem ver debaixo de agua.
            Sensores ultrassónicos: não detectam nada debaixo de agua, são iguais aos sensores de estacionamento pode ver como funcionam http://www.newtoncbraga.com.br/index.php/como-funciona/5273-art691
            Radar muito bom para ver alem de chuva poeiras, e não não consegue ver através do carro da frente isso é mentira (só raio X é que faz isso) e muito menos através da agua. Para identificar coisas dentro de agua só poderia com tecnologia sonar.

          • Vítor M. says:

            Mário, não terá capacidades de submarino, mas neste tipo de situações, com água moderada na estrada, o conjunto de sensores, os ultrassónicos, as câmaras certamente permitem detetar mais que os normais sensores de estacionamento. Por isso estão sempre ativos e têm mais capacidade que os simples sensores de estacionamento. Além disso, como a Tesla refere, podem funcionar debaixo de chuva forte, o que dá conta que muita água a cobrir os sensores não será impedimento para este executar as tarefas. Essa é a interpretação que faço do conjunto de tecnologia. O Mário sabe se esses sensores funcionam mal com mais água? Qual será a quantidade de água que passa a impedir que os sensores funcionem?

            Sobre o radar e ver através do carro, é a sua interpretação face ao que tesla refere. A Tesla seguramente tem outra visão da tecnologia, tirando proveito do radar, dos ultrassónicos e das câmaras que podem também ter alguma visão com cenários de água.

          • Vítor M. says:

            Nuno V obrigado por essa info. No entanto, como referi um conjunto de tecnologias, e referi o Autopilot, qual outra marca tem no mercados essa tecnologia?

          • Bruno Coimbra says:

            Parece que muita gente aqui gosta de comentar mas nao faz ideia do que diz…
            Por partes

            Tesla nao usa LIDAR como a maioria dos fabricantes, usa cameras, radar e ultrasom (sonar)

            Obviamente isto nao faz dele um submarino (ate porque nao sao so os submarinos que usam sonar…se é preciso explicar isto devem ir estudar mais um bocadinho)

            Em condicoes adversas (chuvas torrenciais nevoeiro) cameras radar e sonar tem se mostrado melhores em todos os testes em comparacao com LIDAR e o mesmo para largas distancias…portanto é de esperar um melhor comportamento da tesla nestas condicoes

            Por fim o nivel 3 da Audi quase que se compara ao nivel 2+ da tesla alem que nao pode ser utilizado no A8 por motivos burocraticos e como tal temos um feedback se funciona aproximadamente de…ZERO!!

            Os novos chips montados no tesla (UBQ01B0) ja vao permitir o nivel 3 com apenas uma atualizacao de firmware ….

          • Vítor M. says:

            Obrigado Bruno pelo update.

          • Wishmaster says:

            Certo….autopilot é o único que tem.

            Os restantes têm sistemas de auxílio à condução, incluíndo o sistema de travagem automático (Volvo, Mercedes,..) , por exemplo, o sistema de detecção de peões e animais (Volvo e Mercedes, entre outros provavelmente…), etc…

            Mas as outras marcas têm estes sistemas de forma isolada ou em conjunção com outros também eles isolados, ou seja, o que quero dizer é que eles, mesmo em conjunto, não permitem uma condução autónoma com o veículo da Tesla (depois vem a conversa sobre se é totalmente autónomo ou não, claro que a Tesla salvaguarda que o condutor não deve confiar cegamente na condução autónoma).

            Existem projectos de outras marcas de automóveis e já em fases de testes para condução autónoma, mas que eu saiba, nenhum deles concluído e pronto para ser comercializado.

          • Vítor M. says:

            Sem dúvida, há marcas com tecnologias, provavelmente melhores em muitas áreas. Não podemos esquecer que dentro destas viaturas à tecnologia Bosch, Magneti Marelli, Siemens, etc. etc. etc.. que muitas vezes fornecem para todos as suas tecnologias.

            Sobre a condução autónoma, sim temos lido que há mais marcas com o seu produto praticamente finalizado, o que será muito interessante colocar no mercado para compararmos se o sistema da Tesla é ou não “assim tão avançado”.

          • Nuno V says:

            @Vitor M
            A que tecnologia é que te referes que mais nenhuma marca possui? Ao autopilot? Se for esta, não acabei de mencionar marcas que empregam tecnologia equiparada ao autopilot? Também não acabei de mencionar um veículo com um sistema superior ao autopilot?

          • Wishmaster says:

            https://uncfd.org/best-autopilot/

            Parece que a Audi ainda está longe da Tesla…

            “Unlike many other autopilots we mentioned before including Tesla, Volvo and Mercedes-bens, Audi’s autopilot is not that capable of performing in long distance journeys.

            But it does a hell of a job in the traffic where the speed is less than 60mph in which the system does all the steering, braking and accelerating automatically without driver’s input.

            Also, there is no precise word yet about whether the driver has to stay in contact with the steering every time or occasionally like many other systems such as Mercedes.”

            “Out of all these autopilot systems mentioned above, there is a pretty clear vision on what the best autopilot system is. But that depends on what kind of driver you are.

            If you’re a person with long distant trips, then you should try a Tesla or a Volvo and if you’re more of a stuck-in-the-traffic guy, then the Mercedes or the Audi autopilot suits you the best.”

          • Vítor M. says:

            Interessante essa informação. Obrigado pela partilha.

          • Bruno Coimbra says:

            @Wishmaster

            As outras marcas o que tem sao ADACS(assitentes a conducao) nao sao self driving ou auto-pilot, as pucas que tem sao concepts prototipos e com isso nao se pode comparar…simplesmente funcionam em condicoes controladas e sob um alto escrutinio utilizado por experts e nao pelo conductor comum (condicoes reais e pessoas reais)

            Mas o grande trunfo da tesla nao é o auto.pilot (hardware) ou nao usar LIDAR, è a rede neural criada entre os veiculos, a informacao que eles extraem é fantastica e como comunicam tb, o proprio developer de IA da tesla ja o disse, o core deles é informacao e extrapolacao dessa informacao e a rapidez com que eles conseguem trabalhar essa informacao

            Ja nem vou falar da OTA onde eles fazem major updates tranquilamente e os demais construtores andam apanhar papeis (a bmw deu o salto mas ja voltou atras…) eu por exemplo estou limitado a 300mb e so mapas (numa versao que nem existe ainda no mercado…) da que pensar

          • Mário Dias says:

            @Vitor M. quando estamos a falar de condução autónoma o carro utiliza todos os sensores de uma única vez, os sensores ultra-sónicos são mais potentes dos que o de estacionamento, mas os problemas que atacam um atacam o outro. Aquando de chuva o alcance do radar é amplamente reduzido, o que é normal na tecnologia e está mais do que estudado o que um radar consegue ou não fazer, e “ver” debaixo de agua não consegue. Se até nos aviões uma pessoa desligar o transponder, e dependendo das condições, o radar não conseguirá ver o avião. Para todas estas tecnologias o certo era o autopilot avisar que existe um lençol de agua e parar o carro, porque a tecnologia que este e outro automóveis do mercado não têm é como saber a profundidade da agua à sua frente. E mesmo hoje em dia é preciso ter cuidado com o que os tais carros autónomos conseguem fazer, porque a maioria é marketing. Como se pode investigar de vários estudos feitos por faculdades os carros autónomos são facilmente enganados, e não são seguros como as marcas fazem transparecer. Por isso tão poucas marcas estão a falar de carros autónomos.

          • Vítor M. says:

            Certo, mas reduzido quanto? Com água por cima, a quando metros consegue detetar algo? Como eu referi e a palavra “ver” não é por acaso que está entre comas, é mesmo porque ele “vê” com os seus sensores, vários e pode, porque a própria Tesla diz que ele com chuva intensa, que certamente será muita água em cima deles, permite que funcionem bem. Dentro de uma estrada como a que vimos, com água moderada, não cobre o carro, a quantos metros pode os sonares do carro detetar algo?

            O facilmente enganados quer dizer o quê? É que este consegue conduzir de forma autónoma. O que o Mário entende como “carros autónomos são facilmente enganados”?

            É interessante percebermos o que é, por um lado as convicções e por outro as realidades já mostradas por estes carros. E de facto, estes já mostraram muito.

          • Mário Dias says:

            @Bruno SONAR apesar ser um sensor ultra-sónicos utiliza uma frequência bem mais baixa do que os sensores que a tesla utiliza já que o meu de propagação é o ar e não a água. Por essa razão os sensores da tesla ou mesmo de outra marcas não iram funcionar debaixo de agua.

          • Mário Dias says:

            @Vitor M chuva é diferente de uma massa de agua coesa, as tecnologias que o tesla usa não permitem obter dados da profundidade ou os obstáculos que a massa de agua que esta á sua frente contem. as câmaras não conseguem ver pela agua, as ondas radar reflectem em massas de agua e os sensores ultra-sónicos utilizam uma frequência que em agua não funcionam bem ou nem funciona.A meu entender isto nem é uma falha da tesla, o bom senso diz que nunca se deve passar com o carro por massas de agua que não sabemos o que esta la e a sua profundidade. Se compararmos com os radares da aviação que são bastante avançados podemos ver a degradação e o alcance em situações extremas e o radar. O que ira acontecer é que nessas condições de grande chuva e nevoeiro o carro irá abrandar como os humanos deveriam fazer para circular em segurança, não pensem que o carro continuará a 120 com nevoeiro ou com chuva, não vai acontecer. As tecnologias têm os seus limites.
            Ao dia de hoje se tiverem um gps jam e mudarem as linhas da estrada o carro não sabe o que fazer. Os automóveis não têm noção de estrada/caminho e afins como nos temos. Por exemplo se um saco a voar a frente de qualquer carro autónomo terá a capacidade de perceber que é um saco e pode passar sem problema ou vai travar a fundo e provocar um acidente???!!! No fim de contas o saco é um obstáculo.

          • Vítor M. says:

            Bem, afirmas ali coisas que não consigo ir à Tesla justificar essas afirmações “as tecnologias que o tesla usa não permitem obter dados da profundidade ou os obstáculos…” onde diz isso na Tesla? Quando afirmas que “os sensores ultra-sónicos utilizam uma frequência que em agua não funcionam bem ou nem funciona.” onde diz isso que os sensores da Tesla numa estrada alagada como aquela eles não funcionam?

            Sobre os obstáculos, bem, a Tesla ainda tem de afinar as coisas, como podemos ver aqui: http://bit.ly/2WvISV0 portanto, é disto que falo, é a realidade das situações, aquelas que existem já no dia a dia das pessoas. Nos vídeos de estradas alagadas não vi até hoje qualquer condutor a dizer que o sonar e o autopiloto deixou de funcionar. Mas eu não vi, não quer dizer que não haja…

          • Nuno V says:

            @Wishmaster
            O sistema da Audi que referi é, tal como especifiquei, o presente no novo A8, lançado após esse artigo que colocaste, e, de momento, o único classificado como SAE nível 3.

          • Nuno V says:

            @Bruno Coimbra
            Existe sim senhor mais carros equipados com sistemas self driving classificados como hands off, tal como o da Tesla. E neste momento existe um veículo comercializado com um sistema eyes off.

          • Bruno Coimbra says:

            Mario

            Nao sei se usas esse exemplo do saco de plastico sem querer ou de proprosito…foi precisamente esse exemplo utilizado pela tesla para justificar a utilziacao de cameras e nao de LIDAR, a camera com reconhecimento de objectos permite exactamente isso…nao travar quando um saco de plastico esta no caminho….portanto so por esse exemplo ja o peixe morre pela boca

            Relativamente aos demais construtores, volto a repetir concept vale o que vale..na estrada ZERO, atualmente a nivel 2+ nao existe outro alem da tesla e com resultado visiveis….e isso é medivel basta procurar as meta-analise feitas a estes sistemas.

            90% o que tem ao dia de hoje sao adacs avancados ou passivos

          • Nuno V says:

            @Bruno Coimbra
            Irra que és mesmo casmurro e não consegues admitir que estás errado. De acordo com a Society of Automotive Engineers International, sabes, aqueles que standardizaram os níveis de automação dos veículos, o Tesla AutoPilot de momento está classificado como nível 2. Neste nível estão outros sistemas de marcas concorrentes, como já mencionei. Podem não receber a mesma atenção da imprensa como o sistema presente nos Tesla, isso não significa que não existam. Bem como já mencionei que se encontra em comercialização (de notar que não estamos a falar de um conceito ou de um protótipo) um veículo de nível 3, o Audi A8 de 2019. Neste momento este é o único veículo de nível 3, mas certamente que irão aparecer mais, incluindo da Tesla. Mas já estou a ver que és cego e não vez mais nada à frente.

          • Cortano says:

            @Nuno V, esquece… enquanto não atualizarem o manual do Bruno, ele vai continuar na dele como sendo o detentor da verdade absoluta

          • Bruno says:

            Nuno V vamos lá deixar as coisas claras porque estas q querer misturar coisas….

            Primeiro eu nunca disse que Tesla era nível 3…simplesmente mentes

            Segundo nunca disse que Tesla era a única com nível 2 homologado por AES…Volvo Mercedes…etc..agora digo que nenhuma marca vende em volume como a Tesla, geralmente são íntegrados em topos de gama e com funcionalidades limitadas (por agora) e por isso as análises aos sistemas e fiabilidade deixam a desejar…como já referi anteriormente a vantagem da Tesla è a rede neural è a informação…

            Terceiro….a classificação è o melhor que temos até a data mas não è consensual entre fabricantes porque AES atirou se a piscina como os reis disto e fez uma classificação com buracos enormes por exemplo entre nível 2 e 3 e muitos construtores já vieram dizer que não estão de acordo e querem uma reforma, portanto não uses isso como a tua Bíblia porque está longe de perfeita.

            Por último…não defendo a Tesla defendo a inovação, trabalho para concorrência da Tesla em VE

            Não sei onde fui casmurro ou estive errado…dizes uma patacadas e acusas os outros de serem burros…está certo

            Relativamente ao Cortano…volto a repetir primeiro estuda ICE e depois falas de VE

          • Bruno says:

            Nuno V o porque de eu dizer que a nível burocrático o Audi A8L não passa do papel…….”Europe also hasn’t finalized legal guidelines for Level 3 autonomy, but when that solidifies Audi will roll out Traffic Jam Assistant, in Germany first. So for the time being, the A8 is strictly classified as Level 2. “We’re very clear on the fact that you’re still driving the car,” Audi product manager Anthony Foulk told Autoblog. “It’s assisted driving, not self-driving.”

            Isto de um manager da AUDI caso tenhas dúvidas…

            Mas depois sou eu que não sei do que falo e tu e o Cortano são os réis da cocada

          • Nuno V says:

            @Bruno
            Podes me indicar onde é que eu lancei a acusação de tu teres afirmado que o Tesla era de nível 3? Estás a falar do traseiro!

            Tu disseste, e eu cito: “Relativamente aos demais construtores, volto a repetir concept vale o que vale..na estrada ZERO, atualmente a nivel 2+ nao existe outro alem da tesla e com resultado visiveis….e isso é medivel basta procurar as meta-analise feitas a estes sistemas.” Se isto não é afirmar que não existe mais alguém com um sistemas concorrente em produção, não sei o que é. Portanto vamos clarificar! Estás a dizer que esta afirmação que fizeste afinal está errada, e afinal existem outras soluções no mercado?

            Podes-me dizer onde se encontram essas críticas à classificação da SAE?

            O Audi A8, para já na Alemanha apenas, já vem com o Traffic Jam Pilot ativo a nível 3. Isto porque a Alemanha já alterou a sua legislação para permitir tais sistemas. O único impedimento neste momento para este sistema ser usado nos restantes locais não são do foro técnico, mas sim legal.

          • Mário Dias says:

            @Vito M na tesla não vai te dar essas informaçõe, porque são informações gerais de como um radar ou um sonar funciona. A tesla não inventou qualquer sonar ou radar são coisas tiradas da prateleira. O que a tesla fez e até agora foi criar um chip para englobar tudo o processamento desta informação. por exemplo o sonar dos barcos utilizam frequências mais baixas para ter mais alcance mas tem menos resolução, mas quando tens frequências mais altas a distancias são mais baixas mas a resolução é maior. (frequências na extensão do ultra-som)

            @Bruno Coimbra o exemplo do saco até foi do video do EEVBLOG a explicar o acidente com o carro da UBER. Mas seja porLIDAR ou por Video tens que descodificar o objecto e isso não tarefa fácil. Não vou entrar nessa guerra do LIDAR mas que a tesla tem umas (boas) justificações que para mim até faz algum sentido contra o LIDAR. Mas pessoalmente quanto mais sensores melhor. lol.

          • Bruno Coimbra says:

            Nuno V, ao afirmares que o sistema da tesla esta designado como 2…como se eu tivesse dito o contrario, agora eu pus la aquele + e nao foi incoente…audi era L2 ate a um mes atras quando foi aprovada a lei na alemanha (ainda falta aprovar a UNECE e a EDR’s) e mesmo na alemanha o sistema da Audi é limitado a 59km/h e em vias com as faixas separadas fisicamente (separadores)….aquele 2+ da tesla permite velocidades superiores e nao poem condicionamentos fisicos entre faixas….aqui onde falha a SAE.

            A propria SAE I ja veio a publico admitir que nao dedicaram muito tempo apenas queriam lançar algo para tentar trazer transparencia ao mercado (porque cada construtor usa um nome diferente para a mesma tecnologia) mas desta vez nao tiveram o cuidado de passar pelos processos normais (juntar um comite com stakeholders , fazer um draft, rever o draft junto dos experts, ir a votos e publicar) e ja vieram pedir a ajuda da ISO e outras para ser aceite globalmente (problemas de sempre com as USCS)
            Isto é tao grave que chegou ao ponto de certos construtores decidirem saltar o L3 porque acarreta mais riscos e problemas que o L4, ou seja o salto evolutivo é tao grande que nao compensa apostar no L3 (caso da audi com um sistema super limitado que ate um L2 da tesla é mais util)

            Relativamente a referir-me aos concept é que ate os L2 disponiveis no mercado ou L2 com opcoao de upgrade a L3 (bmw e mercedes) vendem tao pouco que poder comprovar a sua eficacia é quase impossivel (quando comparado com o volume de veiculos na estrada)

          • Bruno Coimbra says:

            Nuno V , so para lancar um pouco mais de luz nos problemas que encontro diariamente para tentar defenir se uma determinada tecologia entra em L2 ou L3…chegamos ao ridiculo que se eu controlar todas as variavies externas e nao precisar de meter as maos no volante (self parking) posso afirmar que é L4….caso da landrover e a queixa deles com a SAE porque o L4 deles é uma mentira pegada
            Ja para nao falar que temos a ambiguiade com a NHTSA e as normas locais e, imagina, nenhuma esta errada, apenas fazem abordagems diferentes…e a uns fabricantes convem umas e a outros outras

          • Bruno Coimbra says:

            isto para te explicar que estas redondamente errado quando dizes e cito ”sabes, aqueles que standardizaram os níveis de automação dos veículos,” a SAE I nao é responsavel unico ou absoluto pelas normas de veiculos autonomos, como ja te indiquei no outro comentario existem outros reguladores no mercado …aelm que a propria SAE indica que as classificaoes deles devem ser tomadas com precaucao e que sao um organismo vivo sujieto a mudancas constantes…deves tomar com uma pitada de sal quando bates no peito que SAE é que manda

          • Nuno V says:

            Eu disse, e cito: “De acordo com a Society of Automotive Engineers International, sabes, aqueles que standardizaram os níveis de automação dos veículos, o Tesla AutoPilot de momento está classificado como nível 2. Neste nível estão outros sistemas de marcas concorrentes, como já mencionei. Podem não receber a mesma atenção da imprensa como o sistema presente nos Tesla, isso não significa que não existam. Bem como já mencionei que se encontra em comercialização (de notar que não estamos a falar de um conceito ou de um protótipo) um veículo de nível 3, o Audi A8 de 2019. Neste momento este é o único veículo de nível 3, mas certamente que irão aparecer mais, incluindo da Tesla.” Podes me indicar como é que alguém lê isto e entende como sendo uma acusação de tu teres afirmado que a Tesla estava classificado como SAE nível 3? Ou duas uma, não percebeste o que eu escrevi, ou então estás a tentar recorrer a uma tática desonesta para deturpar o que disse.

            A limitação de 60km/h tem a ver com a certificação recebida, não com limites técnicos. Se não recorresses à falácia da apanha da cereja saberias isso, nomeadamente que a Audi está em conversação com as entidades reguladoras para no futuro subir a velocidade até aos 130km/h. Este sistema é tão único, que ao contrário de todos os outros é exigido por parte da Audi de tomar responsabilidade em caso de acidente quando o sistema está ativo.

            Tal como eu já te pedi, mas convenientemente ignoraste, indica-me as criticas à classificação da SAE efectuadas seja pela própria SAE, ou por engenheiros a trabalhar na industria automóvel.

            “Relativamente a referir-me aos concept é que ate os L2 disponiveis no mercado ou L2 com opcoao de upgrade a L3 (bmw e mercedes) vendem tao pouco que poder comprovar a sua eficácia é quase impossivel (quando comparado com o volume de veiculos na estrada)” Sabes o que é um concept? Parece-me mais a mim uma tentativa de lavar a cara.

            Podias-me dizer onde é que o sistema L4 em desenvolvimento por parte da Land Rover não passa de um self parking?

            “isto para te explicar que estas redondamente errado quando dizes e cito ”sabes, aqueles que standardizaram os níveis de automação dos veículos,”” Obrigado por recorreres a uma tática de ofuscação. Eu não disse em parte alguma que a SAE era responsável pela normas dos veículos autónomos. Disse sim, e está bem explicito no texto que foram eles que standardizaram os níveis de automação dos veículos. Não deturpes o que disse.

        • Luis carreira says:

          Não quero dizer o contrario mas ja aconteceu a Teslas que estiverem em inundações ficarem com água dentro dos motores. É certo que um caso é passar a andar pela água e outra é estar dentro de água. Vi isso no canal richs rebuild no youtube que basicamente so mexe em teslas. Agora será que é verdade?

        • Bruno Coimbra says:

          Mario…. Sonar vai desde infra-sonico ao ultra-sonico passando pelo audivel (obviamente nignuem quer ouvir o sonar a funcionar) e por isso utilizam frequencias altas ou baixas do limite do audivel….nao percebo que queres dizer com isso…informcao so porque sim? Alem que usam sonar activo e nao passivo….neste caso tesla usa frequencias superiores ao limite humano (ultrasound)

          • Mário Dias says:

            @Bruno Coimbra no ultrasound tens umas frequências mais baixais que têm mais alcance e menos resolução e transponders maiores, e tens frenquencias mais altas com menos alcance e mais resolução que deve ser o que é utilizado pela tesla já que para longo alcance tem o radar. como tem mais alta frequência do que os sonares tradicionais para barcos de recreio consegue ser mais compacto.

    • Luguen says:

      Qualquer carro elétrico faz isso amigo?
      Não estou puxando saco da tesla não tenho esse interesse mais vc crêr que qualquer elétrico faz isso roda sobre as água com 300 amperes colado no assoalho uma bomba elétrica andando sobre as água preste a fundi tudo em fogo de baixo d’água tesla Ford Fiat Honda todos são ótimos mais o que vemos é um veículo muito bem construído eu vc sabe que tem veículos que não pode gotejar água no capo que para outros já passam com facilidade com água até o teto sem para agora um tesla com 300 amperes justamente no assoalho debaixo dgua anda sem pegar fogo ou explodir..

      • Cortano says:

        Sim, qualquer carro electrico tem de ser aprovado mediante umas normas internacionais de segurança. Entre essas normas está a impermeabilização dos componentes electricos, em especial motores e baterias.

        Já agora, para a próxima tenta usar pontução no que escreves, não consegui perceber nada do que escreveste além da pergunta que fazes.

    • Bruno Coimbra says:

      Os motores da tesla nao vao no capot….jesus falar do que nao se sabe da asneira
      E mesmo que fosse no capot (caso zoe ou leaf) desde que os interlocks estejam conformes muito dificilmente o carro para, cumpre com norma IPX….
      Ja num a combustão deixa agua entrar na admissão ou pelo escape ao FAP ou catalisador e depois vem me contar o que te aconteceu

      • Cortano says:

        Tu tens a mania não tens?
        O nível do capô serve para comparar com um carro de combustão.
        O artigo diz que os veiculos de combustão não arriscaram.
        Ora, se a agua nem passa o capô, aquela poça de água não é problema para os carros a gasolina.

        E como já referi várias vezes, os equipamentos electricos (baterias, motores, etc.), de um EV são estanques.

        E, como já foi dito, agua no escape não é problema desde que mantenhas a rotação alta.

        • Cortano says:

          *poderá ser problema para os carros a gasolina se a entrada de ar estiver em baixo, mas isso é entrar em detalhes.

          • Bruno Coimbra says:

            Alem de que segundo a noticia o tesla a ”flutuar” é o video de 2016 e nao o que esta no artigo….

            Entrar em detalhes?? esta a gozar certo 99% dos carros tem a caixa do filtro de ar ao nivel da parte superior do motor….60cm do chao….dizer que isso é detalhes demonstra que quem tem a mania

          • Bruno Coimbra says:

            E a gasolina?? porque a gasoleo nao entra ar?? bem ja entramos no ridiculo, niveis de compressão num motor a gasoleo muito maior…estequiometria nem existe é ar com fartura….melhor nem entrar em detalhes realmente

          • Cortano says:

            claramente que tens a mania. Até dás a medida da altura do filtro de ar está do chão!!
            Depois, acabas por meter os pés pelas mãos… vai lá ler o manual novamente.

          • Bruno Coimbra says:

            tenho a mania?? tu é que nao tens resposta porque claramente nao sabes do que falas tens conhecimento de blogs na net.
            Diz me quantos motores desmontaste na vida ou quantas baterias de tracao ja abriste…se queres aprender eu nao tenho problema em dar a informacao agora se es arrogante ao ponto de nao saber quando estas errado podes ir chatear o camoes

        • Bruno Coimbra says:

          Lamento se confundes mania com saber (é o meu trabalho)

          Primeiro, EV, podes meter num lago com agua acima do nivel do capot, no maximo é a estanquiedade do cokpit que te vai lixar porque mete agua (nao podes ter por razoes de seguranca cokpit estanque) de resto tudo isolado com norma IPX que nao permite entrada de agua ”Proteção contra jato de água de um bico dirigido diretamente para o aparelho (invólucro) de todas as direções.” so nisso ja leva vantagem sobre um termico..

          Num ICE respiracao (caixa do filtro de ar) ou electrovalvulas como uma wastegate ou tomas atmosfericas para descarga (que estao localizadas na parte inferior do motor junto ao berço ou seja nem precisas de agua acima do nivel capot para alterar o comportamento do motor)
          Adicionar a isto se leva sistema de adblue montado o injector com entrada ao FAP nao é estanque e…agua no fap a 500º, ja para nao falar que a pressao de saida num carro novo com pre catalisador catalisador e fap mais muffle é bem menor que num veiculo mais antiguo (motor escape praticamente)….

          Portanto resumindo, a comparacao que faz de um ICE fazia o mesmo que um EV é falsa em todos os sentidos

          • Cortano says:

            Tu não sabes ler pois não?

          • Cortano says:

            quantos carros de combustão queres a flutuar e a andar?!

          • Cortano says:

            e deixa de ler os manuais e sai mais à rua.

          • Bruno Coimbra says:

            Manuais ?? ahahahah es engraçado assumires que sabes o que faco eu ou o que leio eu..

            Va vai la brincar e deixa t destas coisas, porque nao foste capaz de dar nenhuma resposta ou rebater o que disse….

            Enfim quando souberes um bocadinho mais de mecanica automovel falamos

  2. Mf3rRo says:

    Ou pplware… eu adoro vocês, mas esta noticia é a mais estupida que vi até hoje aqui… Mas se quiserem, eu mando uma fotografia do meu carro e da minha mota a fazer o mesmo que o Tesla está a fazer, e fazem uma noticia: “carro e mota de um português, surpreende todos ao aparecer a flutuar”… zzzzz

  3. Rui says:

    A Tesla está em todas!
    Faz-me lembrar o Marcelo, não perde uma oportunidade de publicidade!

  4. Joao says:

    Really?? Chamam a isto flutuar??? Qualquer carro passa por ali…

  5. IRRD says:

    Leio pp porque ser um side que não vende papel, mas assim

  6. Pedro says:

    “Os carros da Tesla têm características que ainda não são conhecidas do público em geral. Assim, ainda se estranha quando se vê um elétrico Model S a “flutuar” pela rua inundada.

    As imagens do talento do veículo elétrico foram partilhadas no Twitter no fim de semana, onde foram recebidas calorosamente pela comunidade de carros elétricos.”

    Santa ignorância é a única coisa que me ocorre dizer… Começo a achar que estais a perder o sentido critico.
    O que se faz para se ganhar cliques e page views…

    Continuai assim que ides longe.

  7. André says:

    Pennywise riu-se desse flutuar …

  8. Cesar says:

    Só vi comentários de pessoas de pouco conhecimento. A reportagem é legítima

  9. Pedro says:

    O problema bem depois nos motores ainda a pouco tempo vi no Youtube um model s com os motores todos estragado cheios de verdete também com a água.

    • Nuno says:

      podes mandar o link do vídeo sff

      • Pedro says:

        Procura por chris rebuilds (acho). É um sujeito que anda a comprar uma guerra com a tesla porque a tesla pretende exclusividade nas reparações/manutenções dos seus carros e o tipo está a montar uma oficina virada para os tesla para combater o monopólio deles. O site dele tem vários exemplos de tesla inundados e por isso arruinados, apesar da suposta excelente capacidade para flutuar porque os materiais são ótimos e completamente estanques……

  10. Cesar Akio Ogasawara says:

    Só vi comentários de pessoas que não tem conhecimento. A reportagem é legítima.

  11. Marconi says:

    Se estivesse a flutuar, a força da água teria levado o carro. E não com o motorista com o total controle do mesmo.

  12. Marconi says:

    Se estivesse a flutuar, a força da água teria levado o carro. E não com o motorista com o total controle do mesmo.

  13. eu says:

    REPAREM, REPAREM, um Tesla com pintura metalizada, brilha ao sol, UAU …
    Há os outros também fazem.
    Mas este é um Tesla que brilha ao sol 🙂

  14. Branqueamento says:

    Uma grande parte dos projetos levados a cabo pelo Rich Rebuilds (procurar no Youtube) são feitos a partir de Teslas que sofreram danos irreversíveis em inundações. Não são tão submergíveis assim.
    Solução? Foram desfeitos às peças…

  15. tuninhomadu says:

    Vídeo fike fusquinha faz isso de boa e pra um comentário que vi se elétrico não tem descarga né oh.

  16. censo says:

    Não consigo perceber onde está o espanto ? Flutuar ? A flutuar está o “ismo” que afecta cada vez mais os fans dos electricos ! É um video absolutamente banal. Podia ser um Smart ou até uma arrastadeira…faz exatamente o mesmo.

  17. Fulano says:

    Até o meu velhinho AX a Diesel faz isto na boa, e nem preciso de acelarar muito… OK, para os Muricans isto é algo do outro mundo, visto que o numero de gente burra por metro quadrado deve ser o mais elevado no Planeta.

  18. Vitolas says:

    Quase que parece um barco de pesca de caranguejo real no mar de Bering lol

  19. DEVANIR NUNES FILHO says:

    Quem mora no Rio de Janeiro já está acostumado a ver carros passando na água. O velho e bom Fusca é um dos melhores nessa hora.

  20. Carmo says:

    This video and title are a waste of time!!!!!!

  21. Carlos Crispiniano says:

    Propaganda enganosa, quero ver quando as baterias não aguentarem mais recarga, pois ela é parte da carroceria e do desenho do carro, vão depositar onde? Na casa do Macron? Duvido, é um elefante branco, querem desempregar milhões de pessoas, com um carro construído com um motor em cada roda,automatizando estradas e não existindo motoristas de carros e caminhões, acabando com a indústria do petróleo, desespero total, estão criando até chapeiro robô para montar hamburger, acorda galera não caiamos nessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.