Quantcast
PplWare Mobile

Tesla e Volkswagen preparam os seus novos carros elétricos mais baratos

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Martins says:

    Fala-se que os preços dos carros eléctricos estão proibitivos mas que com o passar do tempo vão baixar.. Mas este baixar não me parece que seja no sentido de baixar as gamas que já existem.. No caso da VW o que gostaria de ver era um id3 ao preço de um golf a diesel pois parece-me estarem mais ou menos na mesma gama.. E não um polo eléctrico ao preço do golf.. Isso para mim não é baixar os preços mas sim fazer um carro inferior a um preço inferior.. Uma pessoa que queira comprar um carro familiar com espaço para um carro de bebé na bagageira já fica quase impossível sem se meter em créditos num carro a diesel..se for eléctrico vai continuar a ser impossivel nesta gama de carros..

    • Manuel says:

      O model 3 é considerado um carro compacto nos estados unidos e cá é bem maior à maioria dos carros acho que a tesla a fazer um mais barato ira ser do tamanho de um golf nunca mais pequeno e é assim isto acontece em todo o lado um suv é mais caro que um carro

  2. pp24x7 says:

    Totalmente de acordo. A questão aqui que eu recomendo ponderar é acerca da propriedade do veiculo. A propriedade dos carros vai mudar dos particulares para as empresas num modelo de car-pooling. A escolha do carro é para ser feita em função da necessidade e da situação. 90-95% é o tempo que um carro particular passa estacionado e parado durante o seu ciclo de vida. Claramente insustentavel
    Se precisa de um carro para ir de férias com a família provavelmente precisa de um carro grande.
    Se precisa de um carro para ir trabalhar todos os dias sozinho, talvez precise de outro tipo de carro

    • Vasco says:

      Concordo a 100%. Sempre defendi isso mesmo, ou seja, não vale a pena adquirir um veículo para utilização individual caso ele esteja parado a maior parte do tempo. As necessidades mudam, logo os meios de transporte utilizados também devem variar em consonância. Talvez o car-pooling venha a ser a resposta mais indicada. De bom grado dispenso uma sério de custos anuais associados à posse de um charuto novo ou velho.

    • TSLABull says:

      Já se fala que a Tesla depois de 2030 vai deixar de vender carros a particulares, se é verdade ou não logo veremos.

  3. Américo Mendes says:

    Marcas à parte, a Renault está neste particular a apostar, de longa data, no ZOE.
    Aos poucos pode ser que consiga reduzir mais o preço (com a redução do custo da bateria, como factor principal, díria) e assim chegar a mais “carteiras”…

  4. Zé Maluco says:

    Na prática, os carros elétricos de uma gama, tem o preço do carro a gasolina da gama seguinte, ou seja, o ID3 equivalente ao Golf, tem um preço de um Passat, e agora dizem que vão fazer uma espécie de Polo ao preço de um Golf. Não vejo que depois dos first adopters, consigam uma verdadeira massificação.

  5. Frederico says:

    O mais devagar possível, para os carros actuais não quebrarem vendas, e evitar falências.

  6. Pedro V says:

    Temos capacidade para produzir energia elétrica para que todos os veículos possam ser elétricos?
    Mentes como Dan Nocera dizem que, com a tecnologia atual, não temos capacidade de produzir energia elétrica para toda a demanda.

    • Frederico says:

      5% dos carros novos vendidos são eletricos, e 5% dos novos são plugin.
      Para esses há energia.
      Provavelmente também há para duplicar estes numeros.
      Com mais parques fotovoltaicos, dá para carregar mais uns tantos de dia.

    • TSLABull says:

      Claro que temos, enquanto houver Sol e vento estamos bem 🙂

    • Miguel says:

      São nem 10% do consumo atual.

      Total e completamente viável que *todos* os automóveis passem a elétricos em menos de cinco anos.

    • Frederico says:

      Se tiver os numeros do Dan Nocera que mostrem porque não temos capacidade de produzir essa energia elétrica, também ajuda à questão.

      • Miguel C says:

        https://www.pnas.org/content/103/43/15729

        utube: Dan Nocera: Personalized Energy

        • Frederico says:

          interessante…
          Na parte do custo de energia solar, precisa de uma actualização por o preço dos painéis ter descido muito desde 2007.
          Refere que o problema do solar é o armazenamento pois só dá energia em uma parte do dia. E que as baterias são caras.
          O custo actual das baterias também é muito diferente de 2007.
          Um canal da tesla no youtube, fala que quando os carros elétricos forem em grande número, surge a condução autónoma e muitos carros serão “uber” sem condutor. Irão ligar-se à rede para carregar nos locais mais convenientes para carregar e estabilizar a rede.

          • Pedro V says:

            Frederico, pessoalmente, sou a favor de tentarmos uma economia baseada em recursos. Mas creio que já não será no meu tempo de vida.

          • Pedro V says:

            E creio que com isto disse tudo em relação à minha visão pessoal sobre este e outros temas adjacentes.
            Sou o Miguel C. Estou noutro dispositivo e só agora reparei que o nome mostrado é outro. Faço isto porque há notícias em que já estão outros comentadores com nomes muito parecidos.

  7. informado says:

    Citroen AMi 6.000 euros

  8. Pedro Veríssimo says:

    Um aparte, já está a ser esboçada a “taxa” que os eléctricos vão pagar em alternativa aos impostos sobre combustíveis e não é nada meiga.
    Vai ser ao Km em princípio.

  9. lol says:

    o que vejo e pessoal a queixar-se do preço nao nao se queixam quando gastam aos 40 50 mil por um bmw ou audi ou mercedes aos quase 100 euros em combustivel por semana pois pois as ok a liberalizaçao do mercado fez-se para cada um escolher o que quiser nao para escolher que os outros querem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.