Quantcast
PplWare Mobile

Tesla “descasca” os seus carros e os fãs estão a mudar o tom com que falam da marca

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Tom says:

    Enquanto as pessoas não perceberem que a Tesla é uma montra tecnológica e que não é, nem nunca pretendeu ser, um fabricante de automóveis, nunca irão perceber as decisões deles.

    • Pedro Oliveira says:

      Estranho, porque se posiciona exatamente nesse mercado, fabricante de automóveis e quer vende-los e não vender tecnologia, assim é difícil entender. Para alem disso, com a entrada a sério dos marcas de automóveis, com legado, no campo em que a tesla quer ocupar, por exemplo, VW (e tudo o grupo), Mercedes entre outras claro, o futuro da Tesla será bem complicado.

    • zakarias says:

      Com a quantidade de Teslas que vejo na estrada, permita-me discordar

  2. Blox says:

    O hype já passou há muito e isso nota-se nas vendas de EV’s, especialmente na Europa, onde a Tesla continua a perder para outras marcas.
    O Elon pode ser um gajo com boas ideias (grande maioria já anteriormente pensadas), mas de há uns tempos para cá tornou-se numa espécie de papagaio…

    • lapizazul says:

      Nem mais…

      • Test User says:

        explica porque carros hidrogénio são superiores

        • Blox says:

          Não presisam de 8 horas para carregar, uma autonomia superior, a bateria dura uma vida… queres que continue?

          • Louro says:

            @Blox,
            Os eletricos nao demoram 8 horas a carregar, a menos que estejas a carregar em casa a 240v.
            Os carros a hidrogenio só te pretendem a quem fornece o hidrogenio, energia eletrica pode ser gerada gratuitamente em casa e armazenada.
            A bateria dura o mesmo que a bateria igual de outro carro qualquer, afinal de contas sao baterias

            Do ponto de vista de eficiencia energética, nao faz qualquer tipo de sentido ter um carro movido a hidrogenio quando temos a opcao eletrica.

          • jpp says:

            Então explica-me como funciona uma estação de abastecimento de hidrogénio.
            8h para carregar? Nunca foste carregar nenhum carro a um posto DC, provavelmente nem sabes o que é um rectificador ou o que é energia ou potência.

    • Nick says:

      A perder (liderança) para outras marcas porque não consegue satisfazer as encomendas. As outras marcas não vendem mais, a Tesla e que vende menos. Entre outras razões , o atraso nas fábricas de Berlim e Texas. Evidente que estas já não chegam, e ainda não começaram a laborar.

      • rm says:

        estas completamente enganado, as outras marcas é que estão a vender mais. O caso do ID3 e UP

      • Carlos says:

        Mesmo que isso fosse verdade, a Tesla não conseguir satisfazer as encomendas é um problema da Tesla.
        E claro, acaba por perder vendas. Se tu queres um carro *hoje*, e a Tesla só te pode vender um daqui a 6 meses, vais procurar outro de outra marca, obviamente.
        Num ano (2020) em que a venda de carros elétricos duplicou na Europa, se um fabricante não consegue acompanhar, fica a perder. Alguém vai ficar com essas vendas e com esse dinheiro.
        Isto não é surpresa nenhuma, os grandes fabricantes europeus podiam estar a dormir na forma há uns anos, mas a questão é que têm uma capacidade industrial com que a Tesla só pode sonhar. O Grupo Volkswagen no ano passado vendeu 9,3 milhões de automóveis, a Tesla não chegou aos 500 mil…

      • Paulo de Almeida says:

        MENTIRA !!! TÊM CARROS EM STOCK !!!! Quer provas???

    • Miguel says:

      Teve o mérito de tornar um carro num gadget, onde ficou mais apelativo para muita gente.
      Como carro, tem muitas falhas e pior, Auto Pilot e etc, não passam de estratégias para hype, porque na realidade quem usa não passa de um beta tester que arrisca a vida.

      • Louro says:

        Tenho dois, model S e model X e uso todos os dias o autopilot.
        Por norma faco a volta de 70 para chegar ao trabalho, 70 para voltar, saio de casa, conduzo por cerca de 2 minutos para chegar a auto-estrada, entro, ligo o autopilot e só volto a conduzir novamente quando saio mais uns 3 minutos até chegar ao escritório.

        Ao final do dia exactamente o mesmo mas no sentido inverso, claro que tenho de ir atento ao que acontece a minha volta mas o nao ter o stress de pensar na minima distracao é simplesmente espetacular.

        Viagens maiores sempre que possivel especialmente em autoestrada, sempre com ele ligado, posso ir na conversa mantendo a atencao ao que se passa mas muito mais descontraido que nao o tivesse.

        Quem tem, sabe bem do que falo.

  3. Pedro says:

    “ A marca começou a remover o que diz não ter utilidade e que não tem interesse existir, servindo apenas para aumenta o preço.”

    0 de factos. A Tesla é uma das marcas que mais investe em UX em todo o mundo. Se optam por este processo de “descascar” é porque há motivos para isso.

    • darksantacruz says:

      Claro se a Tesla também decidir remover os tapetes dos modelos y e 3 é porque há motivos para isso pois ninguém usa. Há com cada comentário! Não tires as palas que não é preciso.

  4. PORTUGAL says:

    Qual é o problema em remover coisas que ninguém usa?

  5. Jon says:

    Devia era ser removido a marca do mercado

    • Vítor M. says:

      Disparate, é a marca que está a mudar o mercado e a obrigar as outras empresas a adaptar-se. Mesmo com os seus defeitos é a marca que vai ficar na história pela sua tecnologia de vanguarda. A condução autónoma, que terá de chegar mais ano, menos ano, vai ser possível mais cedo umas décadas graças à Tesla. 🙂 Portanto, que a Tesla dure muitos anos e que as outras marcas tentem cada vez mais serem melhores que a Tesla. Só ganhamos com isso.

      • Jon says:

        So ganha você que eu nnc irei mudar mas essas m€%#s

        • Vítor M. says:

          Vais vais, 😉 acredita que vais.

        • Miguel says:

          Quanto mais tarde melhor, pelo bem de toda a gente, incluindo portugueses, que não quiseram uma mina de Lítio ao lado de casa..
          Outra coisa à parte é que eu gosto de fazer manutenção ao meu carro, nos mais antigos isso é possivel e normalmente tudo é reparavel.
          Nos electricos, convenientemente nada é reparavel, tudo é substituível e com mão de obra especializada.

      • Samuel MG says:

        Que falta de informação 🙁 Talvez se se tivesse informado perceberia que o conceito da condução autónoma , criada pela General Motors e não pela Tesla, existe desde 1939.

        “Década de 1950: a General Motors cria uma série de carros-conceito chamados de Firebird. O Firebird II possuía um sistema de condução automática baseada em um fio enterrado detetado por bobinas no veículo.”

        • Vítor M. says:

          Estás enganado, o que não há é falta de informação. A única empresa hoje que tem os veículos mais avançados em termos de condução autónoma é a Tesla. A GM até hoje nem um bom elétrico conseguiu lançar no mercado, quanto mais um elétrico com níveis de automatização de condução como tem a Tesla. De conversa, meu caro, anda o mundo cheio. É preciso é vir para o mercado e nisso ninguém fez melhor que o Musk, quer se goste da verdade ou não.

          • Samuel MG says:

            Uma marca nunca consegue mudar a história e ja agora fica aqui algo:

            “1985: Ernst Dickmanns e sua equipe desenvolve o veículo VaMoRs, uma van Mercedes-Benz equipada com diversos sensores.
            2004: DARPA lança o DARPA Grand Challenge, uma competição para estimular as pesquisas em veículos terrestres não tripulados. A competição, com 107 participantes, não teve nenhum vencedor.
            2005: é realizado o segundo DARPA Grand Challenge, sendo vencedor o veículo Stanley da Universidade de Stanford.
            2007: é realizado o DARPA Urban Challenge, terceira versão da competição do DARPA. Nesta competição, veículos autônomos deveriam navegar em um ambiente urbano simulado, devendo respeitar as regras de trânsito e atender diversos objetivos diferentes. O vencedor desta competição foi o veículo Boss da Universidade Carnegie Mellon.”

          • Matreco says:

            Veículos mais avançados em termos de condução autónoma a Tesla? É que nem de longe…

            https://www.inverse.com/innovation/best-autonomous-driving-companies

      • ls says:

        A industria ICE é enorme, isto obviamente incomoda muita gente, mas é um “mal” necessário.

  6. Mickael says:

    Deixou de ser uma inovação? Carro de 2 segundos aos 100 com 1000km de autonomia… vá se la saber o que é inovação

    • Jon says:

      Pra que eu qero um carro a pilhas que me leva dos 0 aos 100 em 2 segundos se não pode andar a mais de 50

      • Berto says:

        Tens de começar a sair á rua

      • SANDOKAN 1513 says:

        É verdade,”Jon”.Nas autoestradas não podem ir além dos 120 km/h em Portugal,muita atenção !! Isso de carros a parecerem foguetes a andar já perdeu a piada há muito tempo.Queremos carros seguros e não aviões para andar com eles.

        • João says:

          Nem mais.
          Queremos um carro rápido, mas para andar regularmente, esses valores de aceleração são absolutamente irrelevantes.
          Nos próximos anos a Tesla vai obviamente baixar na taxa de vendas, porque os outros estão a começar a vender elétricos, mas isso não significa que passe a vender menos, aliás a produção da tesla dos próximos meses já está toda vendida.

        • Miguel says:

          Seguros, fiáveis e reparáveis.

      • Marco says:

        Mas chegas lá, aos 50Km/h, muito mais rápido 🙂

      • traveller says:

        Jon podes explicar essa dos 50 melhor? mas se quiseres posso ir com o meu carro a pilhas de Lisboa-Porto e sem passar a velocidade máxima permitida por lei vamos ver quem lá chega primeiro. Se quiseres podemos ir a um autódromo e podemos ver quem chega primeiro á meta.

        • Miguel says:

          Lol, vives num jogo de computador?

        • Jon says:

          Pra bom entendedor meia palavra basta… Mas agora não garanto qe tu com o carro a pilhas me ganhes pois n preciso de parar 30 min no minimo pra carregar basta 5 ou 10 min

          • traveller says:

            mas necessito de carregar porque? vou bem de Lisboa ao Porto a 120kms/hora e porque necessito de 30 minutos? vamos fazer uma deslocação de 800kms?

          • Carlos says:

            @traveller
            Bom, se fizeres um pequeno desvio por Faro, facilmente fazes até mais de 800 km
            Ou se no caminho para o Porto quiseres ir a Badajoz comprar caramelos…
            Tudo coisas que pessoas normais fazem normalmente.

        • Fak says:

          @traveller
          E que diferença vai fazer essa aceleração, realisticamente em estrada? Chegas lá mais rápido que eu 1 ou 2 minutos? Grande diferença sim senhor…
          Hoje em dia a aceleração já não vale nada, o que o pessoal quer é um carro com bons consumos, seguro, estável e fiável, se chega aos 120 em 4 ou em 15 segundos ou se dá 180 ou 300km/h é um fator “cagativo” para tipo 95% das pessoas…

          • traveller says:

            @FAK, sim por isso o elétrico é o melhor(melhor consumo, mais fiável tem menos de 1/3 dos componentes, e nos limites MAXIMOS de velocidade os VE hoje em dia fazem muitos mais KMS doque 95% das pessoas necessita por dia) mas os argumentos cagativos é o que usam para dizer mal dos elétricos que nao conseguem ir de lisboa ao Porto a 200kms hora sem parar para abastecer, etc.

          • Fak says:

            O elétrico mais fiável?
            Desconfio… Ainda não há dados que chegue para isso porque elétricos ou a combustível, quando são novos são todos super fiáveis o problema é quando batem 10, 12, 15 anos, aí é que se vê a fiabilidade da marca e do modelo.
            Quanto aos consumos, acredito, aliás, no segmento dos a hidrogénio tens o Mirai que recentemente fez 1000km…
            Agora quanto à fiabilidade ainda está para se ver, eu pelo menos certamente não vou andar a comprar um carro novo para o trocar pássaro 8 ou 10 anos…

          • Jon says:

            @Fak e isso q as marcas procuram cm essas mudanças e com essas políticas do medo e mesmo fazer nos mudar pra elétrico pra de 8 em 8 anos mudar

      • ls says:

        Experimenta um e depois volta cá.

    • FreakOnALeash says:

      Muito mais interessado nas outras inovações da Tesla que põe os construtores de ICE legacy aos arames, a mais recente a Giga Press!

    • Paulo de Almeida says:

      Onde se pode comprar esse tesla que faz 2 segundos aos 100 com 1000km de autonomia??? Se me disser quero comprar já 10 e ainda lhe ofereço um a si !!!
      O seu comentário é típico dos mitos que muitos espalham mas que nem sequer sabem do que falam, você deve ser daqueles que pensa que os carros também “andam sozinhos” e que o Autopilot é condução autónoma … represente tudo o que de mal existe nas redes sociais e na sociedade em geral, pessoas sem sentido de pensamento critico que acabam a contribuir para a disseminação de fakenews e mitos.
      Volto a dizer, se me mostrar que esse carro existe e se pode comprar eu ofereço um !!!

    • PTO says:

      Esse carro (Model S Plaid) só existe por causa da “guerra de pilas” que a Tesla tem com a Porsche, nada mais. Não tem praticamente nenhum mercado a não ser para uma minoria de endinheirados e mesmo assim falta-lhe o carisma e a classe de carros similares de outras marcas.

      E sim, faz cerca de 2.1 seg aos 100 mas à custa de ter 3 motores.
      E não, não chega aos 1000kms, a autonomia é estimada em cerca de 830kms.

      … mas a maior inovação de todas é que o seu preço chega aos 150.000 dólares.

  7. art says:

    Este gajo não sabe gerir uma empresa de fabrico de automóveis . Em vez de pensar que sabe tudo , devia ter contratado alguém com experiência da indústria automóvel . Até há pouco tempo não teve verdadeira concorrência , porque o mercado dos carros elétricos não interessava muito às outras marcas…a partir de agora vai-se afundar lentamente , não deve chegar a afundar , mas vai perder a proeminência que tinha….porque as pessoas começam a perceber , como funciona a Tesla..De vez em quando aparece com umas novidades , como aquela do Roadster que vai dos 0 aos 100 em ??? que depois já não são 100 , são quase 100 , mas que ainda não existe comercializado …por isso ainda ninguém pode comprovar se os ??? são mesmo ???

    • AbstractEdge says:

      Eu concordo com a posição do art.
      Parecendo que não, é um facto que a Tesla pode ter acelerado a transição da nova revolução automóvel, ainda por cima com um carro que, no seu conjunto, para primeiro veículo, era de facto inovador e disruptivo num mercado tão competitivo como o mercado automóvel. Agora, as restantes marcas não andavam a dormir! Enquanto que a Tesla tem dificuldades em satisfazer as encomendas que são pedidas, as restantes marcas estavam, e presumo que estejam, com dificuldades em vender os carros de combustão que já se encontram fabricados e em parque, à espera de serem vendidos. Para além de que, a Tesla pode e parece-me ser uma boa marca para, no presente, marcar os marcos de evolução e de inovação neste mercado, o que permite a otras marcas acompanharem essas tendências nos bastidores e quando quiserem entrar no mercado co força, oferecem mais, mais barato e com a fiabilidade de muitas outras marcas.
      Houve a barraca do dieselgate e muita gente afastou-se do grupo VW. Acho que foi um abre-olhos para as várias fabricantes e a Tesla está a cair exatamente no mesmo erro agora ao retirar coisas que encarecem a produção em produtos pré-encomendados.

      • AbstractEdge says:

        Hoje, literalmente no dia de hoje, faz sentido comprar um Tesla caso pretendesse um carro elétrico ontem. Mas muito provavelmente, se pensar num horizonte a 5/10 anos, em muitos mercados, faz sentido aguardar pelas propostas que marcas como Audi, Hyundai, Toyota, Mazda, Volvo e outras grandes marcas irão trazer. Existem muitas razões estratégicas para a Tesla andar (ou ter andado, não tenho noção atualizada da coisa) em negociações com a Toyota e a Apple andar em negociações com a Hyundai e andar a contratar centenas, ou mesmo milhares de engenheiros, para entrar no mercado automóvel.
        Agora, a Tesla não morre, nem acho que deva morrer, até porque, como grupo, ela vai muito mais além do que apenas carros elétricos e terá, certamente, muitas outras oportunidades de negócio relacionadas com o mercado em questão, mas no ato isolado de venda e manutenção de carros elétricos Tesla, acho, de forma muito honesta, que a longo prazo deixe de ser uma marca de referência.

  8. Vitolas says:

    “Logs showed almost no usage”

    Se a malta começa a usar só o autopilot eles decidem tirar o acelerador lol

  9. IKAROS says:

    Essa opção de tirar o radar,… acho que sem radar nunca conseguirá chegar aos calcanhares de um ser humano.
    A única coisa que dava mais segurança é que mesmo que o carro não conseguisse perceber o que estava a ver, ao menos o radar dizia que era um sólido!
    Agora, se não se perceber do que está a ver, azar!
    Quero ver quando chegar o nevoeiro …

    Isto vai (ou já deve de estar a) correr mal, quase de certeza.

    • Rui says:

      Se vires as explicações não é bem assim, o radar não é 100% precisso e sem assistencia das camaras não funciona só por si, dai ter sido removido, pois em teoria as camaras é o suficiente, pois nós humanos só temos a visão como auxilio, não temos radar…

    • Jan Michell says:

      Você dirige? Tem um radar imbutido em sua testa? Acredito que não né? Então usa apenas seu dois olhos distraídos pra seguir pelas ruas em seu carro. Resolva o problema da Visão e nada além disso é necessário, para ter uma pilotagem mais segura do que QQ humano distraído com qualquer coisa que passa na rua… AI não se distrai, AI não tem ponto cego… AI menor tempo de reação…

  10. SoS says:

    Bom….. É capaz de baixar uns cinco mil euros…

  11. PTO says:

    É fashion e dá status ter um Tesla. Típica parolice!

    Em termos de carros elétricos a Tesla nem entra no meu top 5.

    • jpp says:

      Parolice é esse comentário, se há coisa que o carro (eléctrico) mais vulgar do mundo não dá é status, e eu tenho Tesla e estou-me a borrifar para isso.
      Já estou a ver o teu Top, deve ser Taycan, Audi E-tron GT, Mercedes EQS e outras coisas do género que tem montes de ecrãs com interfaces desconexos e desintegrados. Espero que haja razões para além da sabujice ao boche.

      O meu top eléctrico não tem nenhum desses (ok o Porsche até podia figurar) mas tem Tesla, Rivian, Rimac/Pininfarina , Fiat (sim adoro o 500e), VW e espero que a Lucid chegue à entrega do produto.

    • Ricardo says:

      Deixa de ser burro… isso é tudo dor de coto

    • Ricardo says:

      Este PTO é so inveja

    • darksantacruz says:

      Não exageremos, a Tesla tem as suas falhas como por exemplo na qualidade de construção e parvoíces tipo esta do tópico mas por outro lado há que reconhecer que os automóveis têm boa autonomia e a tecnologia é excelente. Marcas como a Tesla são necessárias para que as outras que estavam confortáveis no mercado acordem e façam melhor! A concorrência é sempre bem vinda especialmente para o consumidor.

  12. jorge says:

    O Elon é um papagaio autentico, se ele continuar a gerir as diversas empresas, vao todas fazer falencia, a Tesla esta de rastos, nao ira durar muito tempo se o papagaio nao mudar, e ainda as outras marcas estao no principio, outras ainda nao começaram, as açoes da Tesla ja perderam 40% desde o principio do ano, isso diz tudo, hoje ja quase ninguém acredita nele.

    • Ricardo Silva says:

      Hahahaha nao entendes nada tu… falencia??? Hahahahah

    • Jan Michell says:

      40% YTD, tente colocar em perspectiva YoY, ou últimos 5 anos. Quem se prende a preço de ação no curto prazo, é trader, e não investidor… Minhas ações compradas no meio de 2020 estão 80% profit… Sobre a Falência, a Tesla possui Dinheiro em caixa pra sobreviver alguns anos expandindo suas fábricas e construindo novas… Papagaio é uma ave que repete tudo que escuta… Acredito que o maior papagaio aqui é quem só vomita palavras escutadas pela mídia sem o mínimo de pesquisa aprofundada sobre a empresa… Mas é isso que a internet virou… Um monte de papagaios repetindo o que escutou sem nenhuma noção do que realmente se passa na empresa. Sinto pena dessas pessoas. Boa sorte em seus investimentos, ou com seu Mustang Mach E… VW Id4… Porches Toucan ( mais caro que um model S)

  13. MARIO ALFEU CARVALHO says:

    se a ser verdade que quem compra um tesla em 2 mão perde o software e funcionalidades extra pago pelo 1 dono, esta marca perde logo interesse

  14. Jan Michell says:

    É triste ver algumas afirmações, tanto da reportagem, como nos comentários dos usuários. A Tesla produz os carros mais segurose mais avançados tecnologicamente que qualquer outro carro elétrico, e se você pesquisar um mínimo sobre carros elétricos antes de fazer a compra e comparar suas opções, e mesmo assim escolher outro, isso mostra que você simplesmente não gosta da Tesla, e não que prefira outro por ser melhor, Tesla vende todo carro que é capaz de produzir, ou seja o problema não é falta de demanda, mas sim falta de carros suficientes pra todos, OBS se você entende o mínimo de mercado, sabe que os preços são baseados na oferta e demanda… De qualquer maneira, FUD está se espalhando, principalmente pela “mídia” por ser isso que produzir mais cliques.

    • Vítor M. says:

      Quando não tem ideia do que fala, deveria, no meu entender, primeiro instruir-se sobre o assunto. Depois, despir o clubismo e, aí sim, comentar, um bom comentário, que não é o caso do seu, poderá adicionar informações interessantes a uma discussão que traga conhecimento. O que disse, foi apenas uma mão-cheia de nada. Isto no que o seu comentário se refere ao artigo, o resto… é apenas isso, resto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.