Quantcast
PplWare Mobile

Renault Zoe bate recorde de encomendas e vendas na Europa

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ElectroescadaS says:

    Será por ser o veiculo elétrico mais em conta para a bolsa dos Portugueses?

    Onde eu trabalho temos 3 e apesar de nunca ter conduzido nenhum ainda (apesar de ter autorização para conduzir os veículos da Instituição para quem trabalho) já andei neles como passageiro e parecem ser bastante bons de conduzir…

    • Tiago S. says:

      Já conduzi um e é excelente. A disponibilidade do binário em cidade é fenomenal, em arranque nos semáforos até pensas que estás num superdesportivo. Confortável, suave, só é preciso ter cuidado com a sensibilidade dos travões, têm uma afinação mais pesada para contribuir a regeneração da bateria e requerem alguma habituação.

    • Miguel Nóbrega says:

      É o meu favorito por ter design “normal”, qualidade de interiores e ser pequeno.
      SUVs electricos, não me fazem muito sentido.

  2. Rui says:

    São muito caros para um carro tão pequeno. Tenho orçamentos de Maio com os seguintes preços, com bateria incluída:
    – Renault ZOE Exclusive Z.E. 50 R135 = 37 500€
    -Renault ZOE Intens Z.E. 50 R110 = 35 900€

    • Euéquesei says:

      Não fazia ideia que os valores eram tão absurdos.
      Ridículo dar 37 000 euros por um carro assim.
      E eu então que não compro nada acima de 20 000… pelos vistos nunca irei ter um eléctrico.
      E as baterias, quando avariam são mais caras que o carro…

      • paulog says:

        Comprei em 2ª mão e estou satisfeito com apenas 130km de autonomia, por muito menos desses 20k.

        • Euéquesei says:

          O complicado nos eléctricos são as baterias.
          Ao fim de 7 ou 8 anos precisa de baterias novas e pelo que tenho ouvido são caríssimas…
          Já para não falar que em caso de acidente não deve ser uma oficina qualquer que toma conta daquilo.

          • leon says:

            em caso de acidente, podes ter a certeza que neste momento só mesmo os representantes da marca para eléctricos e híbridos, pois as oficinas multimarcas para carros normais a combustão não tem meios ainda para lidar com carros com tecnologia eléctrica, o que fará com que a factura não saia nada barata.

          • paulog says:

            O meu vai com 6 anos e 49k km e não estou preocupado. Como faço poucos kms a bateria deve durar a vida toda do carro (20km por dia)= 6 000 km/ano. https://www.byrdstore.com/veiculos/renault-zoe-life-q210/ Este usado tem tantos km quantos os que eu terei daqui a 10 anos…

    • José Carlos da Silva says:

      Isso das baterias incluídas é uma palhaçada.

  3. Tiago says:

    Eletricos so comprem tesla, toda a gente que conheco compra o model s e os que tem menos dinheiro ficam se pelo model 3 mas todos sao bons. Não se metam em renaults com baterias alugadas.

    • Lelo says:

      Tão bom ou pior que os outros…

    • Bob says:

      Não tirando o valor do que a Tesla trouxe, e continua a trazer para o mercado automovel, ainda estão a aprender a fazer carros 🙂

      Eu não tenho dinheiro para nenhum deles, mas o meu carro já está pago. Apesar de ser um motor a diesel, continua a funcionar.
      O Renault Zoe vende bem, por alguma razão. Mas a maioria das vendas deve ser com o aluguer da bateria. Comprar a bateria meter o carro num patamar bem diferente, e aí já se pode olhar para a concorrência.

      Não se pode negar que o futuro é o motor eléctrico, mas quero ver ainda mais concorrência de marcas, maturidade dos sistemas e inovações de baterias a chegaram ao mercado.

  4. Hélder Martins says:

    Eu tenho um model 3 e gosto bastante dele. Claro que ñ é barato, como um serie 3, classe c ou A4 por exemplo ñ o são. Mas acho que ñ devemos comprar um carro só porque é da marca X ou Y….
    O Zoé é muito bom mesmo, apenas peca pelo aluguer da bateria. Os 37.000€ são com a compra da bateria. Se for de aluguer fica por 23.000€ e 80€ mensais.
    Quanto ás dúvidas das baterias ñ durarem mais de 8 anos, isso é o que gostam de falar. Conheço alguns model S com mais de 300.000 e 8 anos de uso e ainda estão aí para as curvas.
    E se a pergunta fosse: ‘ e quando uma junta da colaça queima e quando tiver que trocar o motor de um carro a combustão?
    Acho que ñ deve ser nada barato.
    Quantas pessoas têm um carro mais de 10 anos?

    • Monte Gordo says:

      Hélder Martins, comprar um motor novo e instalar sai mais barato que meter uma bateria nova nesses elétricos. Sem dúvida que o futuro é elétrico, mas as baterias têm que durar realmente 500.000 km mantendo 60% da capacidade e 1.000.000 km mantendo 30% da capacitade. Ou seja, durar a vida útil do veículo com ainda capacidade decente. Como de momento só a tesla está mais perto desse objetivo, faltam pelo menos 5 a 10 anos de desenvolvimento até serem aceitáveis.

      • JD says:

        A vesta maioria dos a combustao nao chegam aos 300k km, mesmo desses a vasta maioria sao diesel, boa sorte a abastecerem um diesel apos 2025. Segundo, continuem a mudar a baliza de sitio, daqui a pouco um electrico so seria viavel com uma bateria a durar 10 milhões de km, nessa altura ja iam no decimo quinto chassis mas pronto. Aproveitem bem os vossos diesel com os famosos consumos de 5l aos 100 que na bomba passam dos 10l, tudo isso subsidiado com o dinheiro do contribuinte que paga a bomboca na gasolina que afinal era bem menos poluente

      • Hélder Martins says:

        Quanto é que custa um motor novo?
        Eu tive um golf IV TDI, tive que recondicionar a cabeça do motor e ficou por 2500€.
        Tinha 450.000 kms
        Se quisesse um motor novo ficava por 4500€ mais a mão de obra sem contar os outros compunentes que já tinham o mesmo desgaste. É só fazer contas de somar.
        A bateria ñ sei quanto custa e acredito que ñ é barata. Mas quando e se acontecer de ter que trocar após os anos de garantia e o dinheiro que poupei em todas as manutenções sem falar do combustivel, chegue para comprar uma nova.

    • Euéquesei says:

      O meu primeiro carro durou nas minhas mãos 17 anos, este já vai nos 11 e é para durar até cair, ou ele ou eu, é o que acontecer primeiro.
      Eu repito o que já disse aqui uma vez, à medida que mais e mais carros eléctricos vão sendo vendidos, menos gasóleo e gasolina se vendem.
      Se alguém pensa que o estado vai ficar de braços cruzados, está muito enganado.
      Já devem estar a inventar impostos só para eléctricos.
      Quem não conhecer este país que o compre.

      • Hélder Martins says:

        Claro que vai haver sempre impostos para tudo. E o governo quando acabar a mama dos impostos sobre combúsfiveis, ñ tarda a aumentar a tarifa da eletrecidade, até porque é preciso manter muita barriguinha cheia. Mas temos sempre a opção de produzir a própria energia e abastecer a um preço ridiculamente inferior.
        Mas se ñ for nos combustíveis, será noutro imposto qualquer. Como disse, há muita barriguinha para manter. Mas isso são outras histórias…

    • Lelo says:

      Em 2019, 62% dos ligeiros de passageiros tinha mais de 10 anos…

      • Hélder Martins says:

        Até pode ser, mas o que vejo é as pessoas a trocar de carro várias vezes. O que aclntece devido ao valor exorbitante que se paga por um carro em Portugal, as pessoas compram carros com 6 ou mais anos usados, o que contribuí e muito para essa estatística.
        Os portugueses perferem comprar um serie 3 ou outro quaquer por 20k com 6 ou mais anos ao ínvés de comprar um novo pelo mesmo valor.

    • Rui says:

      “Cada carro ligeiro a circular em Portugal tem, em média, 12,7 anos. Associação automóvel quer regresso do programa ao abate de veículos.”
      “Há mesmo mais de um milhão de veículos com mais de 20 anos, segundo os dados avançados esta terça-feira pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal, em Lisboa.”
      https://www.dinheirovivo.pt/empresas/acap-ha-mais-de-um-milhao-de-carros-em-portugal-com-mais-de-20-anos/

    • ElectroescadaS says:

      Tive uma Mitsubishi Space Star durante 19 anos até que uma velha marrou no meu carro com um Mercedes portanto essa teoria dos 10 anos falhou…

  5. Luis Silva says:

    Os electricos são o futuro.
    Isso da duração da bateria é mentira é falta de informação vi um video à uns tempos atrás do Filipe View e esclarece bem esse ponto. Um carro ao fim de 8 anos ainda tem capacidade para andar, até ela se degradar por completo vai durar até trocarem de carro. O problema é como carregam, evitem fazer ciclo completo.
    Ainda existe muita resistência a aceitar electrico, e já se está a descobrir formas de carregamento super rápido.

    • ElectroescadaS says:

      Acredito que sim mas nem toda a gente terá facilidades financeiras para o fazer com a agravante que nem toda a gente tem garagem própria e que não existem também postos de abastecimentos suficientes.

      Depois há aquela questão do local onde moramos. Eu por exemplo moro num 3º andar dum prédio e não temos garagens na praceta. Eu iria esticar um cabo (extensão) elétrico com 50 metros do meu apartamento até ao nível do chão para carregar um carro elétrico? Já agora aproveitava e estendia a roupa também…

      • JD says:

        Portanto o predio nao tem garagens ?

        • ElectroescadaS says:

          Não. Tem um espaço com relva na frente do prédio e depois é que é os estacionamentos mas como é uma praceta publica nunca tenho garantido vaga mais perto do prédio….

          • JD says:

            Entao , claramente nao tem capacidade de ter um carro electrico nem o vai ter ate a rede ter por perto postos de utilizaçao publica. Qualquer pessoa que tenha garagem de edificio pode ter um sem qualquer problemas , se nao tem garagem , ai sao outros 500.

      • IonFan says:

        Um 3º andar a 50 metros do nível do chão!? Moras na Torre Eiffel?

        • ElectroescadaS says:

          Acho que não percebeste minimamente o que eu escrevi mas tudo bem, não te vou fazer o desenho porque não ias entender na mesma…

          • IonFan says:

            “Eu por exemplo moro num 3º andar dum prédio e não temos garagens na praceta. Eu iria esticar um cabo (extensão) elétrico com 50 metros do meu apartamento até ao nível do chão para carregar um carro elétrico?”

            Um andar tem normalmente 3m (2m e qualquer coisa de pé direito e mais qualquer coisa de placa) e tu escreveste que moras num 3º andar. Ora 5 (além do res-do-chão vou dar-te um piso de garagens ao qual não tens acesso de bónus) X 3m = 15m. Tu escreveste 50m que é quase o triplo…

            Queres o desenho com ou sem roupa estendida?

          • Lelo says:

            Mais a distância do chão ao carro… Relvado até à praceta

          • IonFan says:

            @Lelo, eu percebi logo no primeiro comentário, mas não é isso que está escrito e ele só acrescentou o relvado depois…

            Ainda assim 50m é manifestamente exagerado. 4 andares são 12m. Para dar os 50m anda faltam 38m de relvado.

            O mais caricato que há gente que faz exactamente isto que o ElectroescadaS ridicularizou para carregar o carro. Eu pessoalmente não o fazia, mas prova que é possível.

          • JD says:

            @IonFan Tenho uma praçeta por tras , durante 2 anos vi alguem , que ate tinha garagem , a deixar um cabo pendurado de um terceiro andar para carregar … um Volt …

          • IonFan says:

            @JD, exacto. Cada um faz o esforço que acha adequado…

  6. Nãovejomaisbenfica says:

    Quem dá quase 40k por um carro, não precisa do carro, quer mais uma experiência.
    Portanto de carros eléctricos estamos falados, não há oferta.

    • JD says:

      Um carro a combustao anda a agua certo ? Um Tesla Modelo 3 para 3000km vai gastar na ordem dos 60 euros em Electricidade tirada da tomada em periodo nocturno. Um carro da mesma gama , a gasolina vai consumir pelo menos 7 litros aos 100 , esqueçam a treta de virem com “mas o meu gasta 5” , isso nao passa de BS. Isso a 1.5e o litro , porque mais uma vez , nao o vao alimentar a simples muito tempo porque assim que começarem as contas do mecanico isso muda logo ( sim sim , ja sei , tudo fakenews , a gasolina simples nao faz nada , voces ate conhecem o tio de um primo que tem um vizinho que diz isso ) , so aqui estao 315e mes , um diferencial de 250 . A isto juntam nao terem ICU, mais o facto que um seguro contra todos os riscos para um Modelo 3 novo custar na ordem dos 400 euros . Ao final do primeiro ano , com menos custos em manutençoes ja levam um diferencial de cerca de 4k euros a menos no custo do veiculo , mas nao , pelos vistos os veiculos a combustao andam a ar alem de nao terem manutençoes nem custos acessorios de utilizaçao.

      • paulo g. says:

        Por aqui o seguro para o zoe anda pelos 200€ e a eletricidade a 0.2 a toda a hora ou a 0 no trabalho.

        • JD says:

          O Modelo 3 fica , como seria de esperar , um pouco mais caro , agora a electricidade esse plano esta caro , durante a noite em vazio devia andar nos 0.1e

      • Mike says:

        Estas contas são quase como os números do Covid…
        Pressuponho, pelo texto, que comparar um Model 3 com um Opel Corsa a gasolina, o Model 3 fica mais barato…. É o velho hábito dos portugueses em colocarem tudo no mesmo saco. Tenho 2 carros de uso pessoa a gasolina, um com 20 anos e outro com 13. Como o meu salário, por essa ordem de ideias eu estaria falido. O Que sei é que com o meu salário consigo manter 2 carros a gasolina velhinhos, conservados e apresentavéis. E jamais conseguirei comprar um Model 3, a menos que passe fome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.