Quantcast
PplWare Mobile

Recorde: Tesla já abriu a maior estação de carregamentos do mundo

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Walter says:

    Tesla é realmente uma empresa dinâmica. Cresce a olhos vistos e com esse serviço de apoio aos que possuem um Tesla torna-se imbatível no seu nicho.

  2. Killertomato says:

    Isto é completamente contrário ao que a empresa apregoa e à mudança para VE’s em alternativa à combustão. Seria o mesmo que cada marca automóvel tivesse um posto de abastecimento de combustível ao longo duma autoestrada.
    Os postos de carregamento devem ser partilhados por todos os eléctricos.
    Assim vamos pontilhar o mapa das estradas com milhares de postos de carregamentos. A seguir vem BMW, depois Mercedes, Toyota, etc.
    isto é sustentabilidade?

    • IonFan says:

      A Tesla sempre esteve e ainda está aberta a partilhar a rede. A única contrapartida que pede é que que os eventuais parceiros façam a sua parte no capítulo do investimento.

      A rede Supercharger surgiu porque ninguém se mostrou interessado em investir numa rede fiável e abrangente para carregamento rápido. A Tesla teve que se chegar à frente e assumir o risco e investimento. Parece te justo que agora abra a rede a troco de nada?

      A rede Supercharger, em muitos países, continua a ser a única em que se pode confiar. Isso mostra bem o atraso das outras iniciativas.

      • Toni da Adega says:

        Se a Tesla abrir a rede e cobrar pelos carregamentos não é a fazer a troco de nada, até é uma boa forma de ter retorno do investimento.
        Se não o faz então a rede não é aberta.

        É isso que os carredores independentes fazem.

    • Rui says:

      o problema é que nenhuma empresa se chegou à frente para fazer isso e uma marca de carros nao pode fiar a espera a ver se alguem se lembra, fizeram eles e fizeram no bem feito e agr é um dos grandes trunfos da tesla, no entanto a tesla nunca disse que nao iria partilhar a rede com ninguem

      • Killertomato says:

        Não estou, de forma alguma, a colocar responsabilidades na Tesla. São pioneiros e precisaram criar infraestrutura para servir os clientes. Mas nesta altura os VE’s estão a tornar-se tendência e a massificação dos carregadores têm que ser concertada entre marcas (até, talvez, com os governos a precisarem ser interventions). Até porque a infraestrutura elétrica, pelo menos em Portugal, é só uma – da EDP Distribuição. Até Vodafone e NOS chegaram a acordo para partilhar a infraestrutura de telecomunicações (quando devia ser a ANACOM a forçar as operadoras).
        Se os VE’s são, essencialmente, pela sustentabilidade, isso tem que se refletir em toda a cadeia.

  3. Walter says:

    Concordo plenamente com o seu ponto de vista desde que tenhamos mais veículos com essa fonte de energia. Na atual situação onde a marca Tesla tem maior volume de veículos em uso, essa empresa para atender os atuais usuários resolveu investir em postos de abastecimentos não só nos EEUU mas também em outros países como na longínqua Noruega. Para tanto no trajeto que fiz entre Oslo e Bergen eu pude observar postos Tesla em funcionamento. É o pioneirismo de uma marca que confia no seu produto e vislumbra um futuro promissor para veículos movidos à energia elétrica. Num futuro próximo quando diversos fabricantes tiverem em sua linha de produção veículos movidos à energia elétrica teremos uma padronização para diminuirmos seu custo operacional!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.