Quantcast
PplWare Mobile

Reciclagem: Baterias Honda ganham uma “segunda vida”…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. George Orwell says:

    A Honda, além dos veículos a combustão, híbridos e eléctricos, é pioneira e grande dinamizadora dos veículos “fuel cell” – hidrogénio, encontrando-se desde há muito tempo na linha da frente da investigação e desenvolvimento deste tipo de veículos. O seu Honda Clarity tem autonomia para quase 600 Km não faltando muito para ultrapassar o psicológico milhar de Km.
    Elécticos – bateria vs Elétricos – “fuel cell” hidrogénio, daria um interessante comparativo e não menos estimulante discussão.

    Entretanto, para baralhar as contas, acaba de ser inventado um motor de combustão a dois tempos capaz de revolucionar o entendimento sobre eficiência energética e mobilidade se tivermos em conta que os eléctricos também não dispensam uma considerável pegada ecológica sobretudo relacionada com as volumosa baterias de lítio, notícia que foi dada a conhecer, por exemplo, aqui :
    https://www.sapo.pt/noticias/motores/espanhol-inventa-motor-de-dois-tempos-que_5e5ffdabdcab6f199a28babf

    Também, o confinamento e a crise económica em consequência da Covid-19 veio acentuar não só queda dos preços internacionais do crude mas também a queda na procura de veículos, circunstâncias estas capazes de se revelarem ainda mais penalizadoras para os carros eléctricos.

    Muitas incógnitas pela frente no tocante à mobilidade, eficiência energética e sustentabilidade.
    Mas é bom saber que se faz muito em prol de uma solução sustentável e que há alternativas.
    Que vença a melhor !

    • Filipe Rocha says:

      O que muita gente critivava no eléctricos prova que não são argumentos negativos, é óbvio que as baterias iriam eventualmente ter algum uso e que existiriam ainda companhias dispostas a pagar por elas em final de vida. Tal e qual como numa sucata.

      O melhor disto tudo é que independetemente do tipo de carro que ganhe esta batalha os eléctricos vieram incomodar um mercado que estava parado e nada fazia para inovar.

      • George Orwell says:

        Bem visto. O eléctricos vieram inovar e dinamizar o mercado forçando à inovação dos pré-existentes e são em certas situações uma boa escolha.

    • Patinhas says:

      Essa de pioneira é que é para lá de exagerado, mas ok, pelo menos aposta na tecnologia.

  2. A.F. says:

    Obrigado “George Orwell” pelo link referente ao motor Espanhol.
    Algo como o motor INNengine 1S ICE para ajudar os automóveis eléctricos, mais forma de termos um híbrido.
    (https://www.razaoautomovel.com/2020/03/innengine-1s-ice-motor-1-tempo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.