PplWare Mobile

Quer comprar um Tesla Model S por menos de 30 mil euros?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. diogo says:

    Nao entendi.. Este artigo é suposto ser um desejo?
    Enumera todos os factos que vao a favor da tese e ignora todas as realidades europeias que impedem os preços de descer tanto.

    • Vítor M. says:

      Será? É que há factos que não podes contornar, na relação oferta/procura. E dou um exemplo: o site https://www.nikola-brussels.be/ já vende, para Portugal se quiseres, um Tesla usado e ainda nem entramos na questão dos excedentes. Agora imagina, por exemplo, a saída dos novos modelos de elétricos das marcas concorrentes, além do Model 3. Facilmente percebemos que os preços vão vir por aí abaixo. O artigo é um “alerta” à navegação. Esperem uns meses, que os valores vão baixar, a exemplo do que aconteceu nos EUA.

      • diogo says:

        Ola Victor, penso que sim, o artigo ignora alguns factos…

        Para ser mais especifico, o artigo ignora dois factos importantes:

        – Em media a carga fiscal na europa é mais elevada que nos estados unidos (especialmente no que respeita automoveis). Isto inflaciona nao so os preços dos carros novos mas também dos carros usados. Isto é um facto que justifiqua porquê que qualquer carro (eletrico ou nao) é mais barato nos EUA.

        – O artigo ignora algo especifico do sector automovel. Cada carro / modelo tem uma curva de depreciação. Essa curva tem uma forma logaritmica que caracteriza a tendencia do carro a perder a maior parte do seu valor nos primeiros anos. A partir daí a depreciação é residual.

        O mais importante acerca desta curva é que ela nao é afectada pela entrada no segmento de novos modelos (aumento da oferta). É algo especifico do carro que reflecte o valor utilitario que o consumidor consegue retirar do carro. A unica forma de influenciar o declive da curva é com choques fiscais enormes (exemplo: os novos impostos indirectos (no gasoleo) e requisitos de inspecção rigidos que o reino unido impos nos carros a diesel e que acelerou a curva de depreciação em quase 10%, mesmo em carros onde o preço ja estava estabilizado) -> este exemplo tambem mostra a estabilidade da curva de depreciação.. com um choque destes o preços dos carros desceu menos de 10% ( uns x000 em carros normais usados)

        Outro exemplo da estabilidade desta curva: O porsche cayenne (que inaugurou o segmento de SUVs) nao sofreu qualquer aceleração porque agora todas as outras marcas fazem SUVs (vê a curva do primeiro modelo ha 10(?) anos e a curva prevista de um Cayenne de 2018)

        • Vítor M. says:

          Não entendo dessa forma. Primeiro a questão ambiental e a carga fiscal, como sabes, é totalmente diferente dos exemplos que deste que tem como referência os veículos de combustão. Depois, como a oferta será grande, nos usados elétricos e usados de combustão interna, iremos ver uma necessidade de colocar em circulação os “novos” usados para acelerar o mercado dos elétricos. Por isso essa curva de depreciação será diferente no que ditou a realidade nesse mercado. Mas, ainda este ano vamos ver essa realidade.

          • diogo says:

            Eu sinceramente espero que sim… é certo que a tesla conseguiu fazer coisas fantasticas no mundo lento que é o mundo automovel… Mas nao me acredito que consiga alterar a curva de depreciação (medida economica relativamente estavel).

            já ha estas mesmas curvas para modelos eletricos. Vais poder verificar que a do nissan leaf nao foi afectada pelo l3, ou se o i3 foi afectado pelo e-golf.

            Para alem disso.. a medida que os carros electricos se tornam standard, os beneficios fiscais começam a acabar (ja se vê em alguns paises (até nos nordicos ja se fala disso!))

          • Vítor M. says:

            Por falar nos países nórdicos, na Noruega é um bom exemplo do preço dos usados têm vindo a cair. Há já uma oferta grande em carros com poucos quilómetros no intervalo entre os 35 e os 45 mil euros. Agora imagina quando o Model 3 começar a ser vendido a toda a força. Vamos ver.

          • diogo says:

            Até agora a noruega vende teslas ao preço da chuva (enormes incentivos fiscais) que o governo vai terminar em 2020.

            Mal isso aconteça a curva de depreciaão irá reflectir isso mesmo

            Mas vamos aguardar

          • Pedro Coelho Silva says:

            Outro factor a ter em conta é que a Tesla tem baixado o preço dos modelos novos e isso acaba por retirar valor também aos usados. Veremos quanto baixam em 2019. Outra boa forma vai ser comprar o model 3 SR quando estiver disponivel que espero que seja ainda este ano, talvez só no Q4, veremos.

          • Helena says:

            Na Noruega vendem-se Tesla como em Portugal se vendem VW… nem existe termo de comparacão.

            É tudo fruto duma falsa politica que está a beneficiar uma marca em particular.
            Na Suica até a policia de Basel adquire Teslas, mas as pessoas não são burras e protestam contra esse tipo de gasto desnecessário.

          • Vítor M. says:

            E aqui não faltam VW usados baratos, sem dúvida. Claramente por isso, refiro, que em breve teremos usados elétricos a preços fenomenais. Sobre as diversas políticas, é verdade que há disparidades de posições que não se percebem, mas cada país tem no poder pessoas com visões e determinações muito peculiares, basta ver Portugal.

  2. Nelson R says:

    Engraçado. Acabei de ver um video no canal de youtube do Richie Kidd que retrata bem um dos maus exemplos da Tesla e o mercado de usados.

    https://www.youtube.com/watch?v=AgMTx_xFezM

  3. Peace says:

    Tanto bla bla bla. Perdi 3 minutos de vida a ler isto,artigo vazio de conteúdouútil

    • Vítor M. says:

      Normal, há informação que nem todos precisam, outros não chegam ao assunto (por motivos vários).

    • José Fonte says:

      Já não há paciência para haters frustrados… Falam mal só por necessidade… Preenche-lhes o ego… Enfia-te um buraco e tapa-te.

      • Peace says:

        Perdeste uma oportunidade de ficar calado. Não sou hater de nada, mas à cosias que gosto ou concordo outras nem por isso.
        Relativamente ao assunto, basicamente estava à espera de informação concreta não desde bla bla bla de encher chouriços, suposições para aqui, suposições para ali, previsões, mas informação concreta relativa ao titulo “Quer comprar um Tesla Model S por menos de 30 mil euros?” nada…

        • Vítor M. says:

          Não digas disparates, até porque tens ali informação concreta, preços, modelos, tens ali informação de um mercado próspero. Não teres conseguido atingir isso é outra coisa, porque tem a ver com a capacidade de perceção das pessoas e claramente não foste lá. Estão ali patentes formas de negócio que, muito em breve, teremos cá e, com isso, pode haver interesse por parte dos utilizadores em aguardar uma compra, um investimento.

          • Diogo says:

            Comprar um carro nunca é um investimento, é um bocadinho depreciativo por natureza.

            Exceto como se sabe os clássicos raros que batem recorde em leilões. Mas isso é outro campeonato

        • Joao Magalhaes says:

          Concordo contigo, dessa maneira já se pode comprar à mais tempo, mas não custam 30.000€ pois só para legalizar um carro importado é mais outros 30. Vitor , o titulo diz “quer comprar um Tesla S por menos de 30.000” a minha resposta é, eu quero, onde está ele ? É que no artigo não encontrei nenhum.

  4. censo says:

    Publicidade a um nicho de mercado de automóveis usados. Automóveis usados como todos os outros.

  5. Louro says:

    Uk, já arranjas model s a volta das £30000

    • Joao Magalhaes says:

      Polónia, desde 30000€, mas são Países em que os carros custam quase metade do preço que em Portugal. Quanto custa legalizar um Tesla S em Portugal ? Uma breve pesquisa no OLX e vejo que o mais barato que me aparece custa 48.000€, o mesmo modelo na Polónia custa 30.000€.

  6. Nuno Ribeiro says:

    Assim de repente parece um pouco wishfull thinking. Salta à vista, por exemplo, o facto de os modelos mais antigos continuarem com garantia de bateria e drivetrain mais uns anos e usufruirem de SuC ilimitado…

  7. Bruno Fernandes says:

    Um pouco artigo de opinião/especulação. Teria sido interessante tentar contactar a Tesla para saber se tem planos de aplicar o mesmo modelo de negócio na Europa.

  8. ToFerreira says:

    E as baterias?

  9. Frederico says:

    O problema dos usados elétricos vão ser as baterias!
    Ao contrário dos automóveis de combustíveis fósseis que mesmo com um motor que muito rodado atesta-se o depósito e continua-se a fazer quase a autonomia original do carro, num carro elétrico a autonomia perde-se drasticamente.
    Quantos é que têm telemóveis que inicialmente duravam 2 ou 3 dias e agora nem um dia aguentam?
    Portáteis que originalmente duravam 5 horas e agora desligam-se ao fim de 30 min?
    Pois esse mal reflete-se da mesma forma nos elétricos… as baterias ainda são o “calcanhar de Aquiles”!

    • Pedro Coelho Silva says:

      Esse é 1 ponto válido, mas há já vários dados que apontam a que a Tesla tenha superado esse problema de forma substantial, apontam a 10 anos , 80% da capacidade inicial. De todas formas são poucos ainda os carros da Tesla com essa idade, mas é 1 bom sinal que esse problema é coisa do passado.

      Uma das vantagens das baterias na Tesla ( e agora outras) é que tem na bateria um sistema de refrigeração e controlo que permite reduzir drasticamente essas pérdidas, algo que tlms e ptts pelo seu tamanho diminuto e ciclo de vida curto nunca tiveram, nem creio que venham a ter.

      Nos próximos anos veremos se se confirma , de qualquer forma a Tesla penso que dá garantias de 8 anos as baterias.

    • Vera says:

      Tens razão, claramente esse é o problema.
      Mas nos portateis e telemoveis a bateria usa litio, que mesmo que não uses se destroi com o tempo.

      Não sei que tipo de bateria os Tesla usam, mas não penso que actualmente seja muito diferente.

      Existem alternativas, mas ainda não andam a ser produzidas. Temos de assumir que tudo o que conhecemos hoje será diferente daqui a 10 anos, mas isso é válido para os Tesla, o que hoje é bom é sucata dentro de 10 anos, pelo que não vale o dinheiro que pedem por eles.

    • rub3n says:

      Tendo em conta que os carros elétricos têm muito menos manutenções que um veiculo convencional de combustão interna, menos partes moveis e portanto a probabilidade de ter menos problemas mecânicos, com isso as marcas vão ter uma redução da receita com as reparações e manutenções, penso que seja nas baterias que as marcas veem uma alternativa para compensar essa perda de receita. Então não me parece que tenham muito interesse em melhorar a longevidade das mesmas, apenas aumentar a autonomia nisso devem investir bastante!

  10. João Ferreira says:

    Uma questão: E a legalização? Supondo que eu compro o modelo Model S 85 kWh. Qual seria o valor a pagar para legalizar o carro? No portal das finanças no simulador, apenas permite simular gasolina e gasóleo.

    Podem dar uma ajuda?

    • Hugo says:

      Os eléctricos não pagam IUC nem ISV!

      • rui says:

        sim, de momento estão isentos de ISV, tem de fazer a inspeção B (+/- 70€ penso eu) mais uns formulários alfandegários < 15€, não deve ter mais de 100€ de custos de legalização, fica mais caro o transporte
        e se tiver mais de 6 meses e 6000km, como qualquer veículo, também não paga IVA

      • Joao Magalhaes says:

        A questão não é o que não pagam mas sim o que vão pagar. Eu custa-me a acreditas que o mesmo Tesla em Portugal custa 50.000€ e que a legalização daqueles de 30.000$ não vá para esse preço, basta ir uns anos atrás onde se vendiam bastantes carros importados em Portugal, pois dava lucro ir comprar à Alemanha, legalizar e vender em Portugal e o governo acabou com isso.

  11. Cardoso says:

    Bom Dia Joâo Ferreira e outros comentadores! EXCELENTE PERGUNTA! precisamos obter uma resposta concreta. Bem haja

  12. Rui says:

    Quer comprar um Tesla Model S por menos de 30 mil euros? Não, nem de borla!

    • Silvestre says:

      Então para quê comentas?

    • Helena says:

      Exactamente, nem oferecido iria querer um.

      É o tipico carro dos fan-boys que gostam de gastar o dinheiro no ultimo grito da tecnologia, apenas para parecerem alguém na vida.

      • Vítor M. says:

        A sério? Não tinha essa ideia que havia pessoas a “estratificar” os utilizadores de carros também como fan-boys, acho até estranho (pensei que era só nos telefones :O . Até porque tudo, toda a linha de produtos neste mundo, tem os primeiros utilizadores que compram baseados nas mais diversas premissas e nada poderá ter a ver com “gostam de gastar o dinheiro no ultimo grito da tecnologia, apenas para parecerem alguém na vida.” até acho este tipo de comentário pouco abonatório tendo em conta a liberdade das pessoas de usar o que entenderem, sem ter de prestar cavaco a quem quer que seja.

        • Joao Magalhaes says:

          Nisto tenho que concordar contigo Vitor, já um telemovel de topo qualquer “pé rapado” pode ter, um Tesla já é diferente. Mas vai chegar ao ponto quando a Tesla tiver mais concorrência que vai acontecer o mesmo com os smartphones, vai haver alguém a dizer que o Tesla é o melhor do mundo mas vão existir outros que vão dizer o Mercedes, BMW, Porsche, etc. Pessoalmente eu gostaria de ter um eléctrico, não para mostrar mas pelas vantagens qque um eléctrico tem.

          • Vítor M. says:

            Sem dúvida, eu, em tom de “brincadeira” entre amigos referi já por várias vezes que os carros elétricos, num futuro próximo, irão ser comprados como compramos um smartphone. São veículos mais eletrónicos, menos complexos em termos mecânicos e serão muito mais baratos de produzir. Depois, serão mais modulares, menos exigentes em termos de desgaste o que fará o seu prelo cair facilmente e permitir que se troque o veículo com facilidade, como hoje se troca de smartphone (em modo exagerado claro).

            E a conversão dos veículos atuais para elétricos? Aaa isso então será um dos 3 grandes negócios desta década que se aproxima. De 2020 a 2030 iremos ver esse negócio florescer muito.

          • Mike says:

            Na Auto Drive de 24 de Maio de 2018:

            “À pergunta, se ainda haverá lugar para o prazer de condução com a proliferação da condução autónoma, o nº1 da Mercedes-Benz EQ não hesita: ‘Absolutamente’. Heinermann explica: ‘Continuará a haver mercado para veículos de exclusividade que primam por dar um toque de ‘personalização’ aos seus clientes. Esse apelo pela exclusividade até pode aumentar no futuro, como forma das pessoas demarcarem o seu status das demais’, projeta Heinermann: ‘O uso exclusivo nunca vai desaparecer. Tal como a paixão pelos clássicos’, diz. “

    • Vítor M. says:

      Rui, é o teu direito. Sempre referi que uma medida, não serve para todos e felizmente que a oferta é variada.

  13. MLL says:

    Tesla por menos de 30.000 na europa só quando a industria automóvel europeia estiver desenvolvida e com poder concorrencial ao nível da Tesla, o que ainda irá demorar uns anos, até lá o lobby automóvel europeu protege o mercado e não deixa.

  14. Silvestre says:

    Então para quê comentas?

  15. MarioM says:

    Continuo a achar que em toda esta movimentação eléctrica e euforia se ignora os campos magnéticos e o que pode fazer na Saúde humana e a prova de que nem tudo é dito é que se procura o desenvolvimento de isolantes tais como a cortiça para os carros eléctricos saudável não é de certeza quando já se começa a ter gente que se queixa que os campos magnéticos limpam a informação dos seus smartphones.

    • Traveller says:

      Vai ver os campos magnéticos de um carro não eléctrico e depois falamos. Já agora o metro é eléctrico o alfa pendular é elétrico, etc

      • MarioM says:

        Não Queiras Comparar só o Magnético que o Tesla usa é o mais forte que existe sobre a Terra aqui a dias estava a ver um documentário a equipa que o fez queimou 5 câmaras e estavam a uma distancia razoável.
        Para mim carros a Pilhas não fazem parte dos meus planos mas cada um é livre de comprar.

  16. Joao says:

    Atenção ao pormenor, vindo do EUA tens que pagar iva de lá mais o isv, falamos de quarenta e tal % só de iva, somas tudo e a diferença e mínima,aguardem e comprem na Europa ou em Portugal.

  17. José Lopes says:

    Deviam fazer mais pesquisa em como funciona o sistema de usados dos tesla em US, o que não falta é queixas e não garantirem uma data de coisas… Mau atendimento ao cliente e processos, têm carros muito bons mas têm que evoluir muito em assistência ao cliente e processos.
    Aqui tem um link https://youtu.be/pxSQuGeoug8

  18. Carlos says:

    Olá Victor M.
    Se possível, gostaria que me ajudasse a perceber algumas questões.
    Pessoalmente, gosto de variar de carros. Nada de grandes “maquinões”. Se vejo alguma coisa interessante na net (França), vou lá e trago, pois falo francês.
    Ultimamente tenho andado a pesquisar um Tesla e realmente, como diz, nos EUA há usados a preços competitivos , mas quanto custará o transporte para Portugal?
    Como se processa a homologação?
    Uma vez que o que vigora lá são as “milhas”, como se resolve essa questão na altura da legalização?

    Obrigado.

    • Vítor M. says:

      Viva Carlos. Atualmente na Europa já há muitos usados TESLA. Trazer dos EUA, além do transporte, há outras coisas a ter em conta, como a questão da alimentação, que é diferente, entre outras. Portanto, mais fácil é adquirir na Europa um usado TESLA.

  19. Rui says:

    Só agora vi este artigo , sigo as publicações do Vitor M desde praticamente o início que começou a escrever , e a prova que a tesla está a mudar o mundo Automovel que se encontrava bastante estagnado como já foi dito ,é o facto de no início das publicações, haviam 3 ,4 comentários , e agora já é o que se vê , sou um daqueles que continua à espera que o tempo faça os eléctricos chegar ao meu mundo financeiro

    • Vítor M. says:

      Sou um apreciador da tecnologia dos Tesla, conheço quase todos os modelos, já os conduzi (um modelo conduzo frequentemente) para saber das suas qualidades. Fiz milhares de quilómetros nos Tesla e só tenho uma crítica: materiais de construção do habitáculo são muito fracos. Pormenores de construção deixam muito a desejar e nota-se problemas relacionados com a falta de cuidado. Para o preço que têm, esse é o maior defeito (e bem grande). De resto, a condução, as tecnologias de segurança e condução, a facilidade de manobra e o gozo de o conduzir não tem paralelo. No passado, carregar os veículos, era um terror, atualmente já se começa a ter mais opções, principalmente porque há cada vez mais PCRs nas cidades e nas estações de serviço. Isso leva a que o preço do Model 3 comece a atrair cada vez mais condutores. Mas isto mais ser muito mais interessante. Na garagem tenho o lugar para o Model Y 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.