Quantcast
PplWare Mobile

O seu carro é um computador sobre rodas. Será que pode ser “hackeado”?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Vitor Tavares says:

    “Já pensou um dia chegar ao seu carro e ele estar “sequestrado” e a pedir um resgate para circular?…” Eu já pensei nisso mais de uma vez e não sou nenhum especialista portanto colocaria outra questão “ligada” a possíveis (quase inevitáveis) vulnerabilidades nesse campo. Qual vai ser a posição das seguradoras e o quanto vai ser penalizado o consumidor no preço dos seguros obrigatórios quando as (e vão ser muitas) viaturas começarem a ser “sequestradas” e exigido um resgate para serem “libertadas”?!

    • RC says:

      Não é igual ao que tem hoje quando entram no carro e levam para outro local ?

      • Vitor Tavares says:

        Não…pode ser muito diferente. Hoje,como dizes,roubam o carro e levam para outro local…no caso que comentei o carro é “sequestrado” tecnológicamente e fica no mesmo local até o “resgate” ser pago! Mais simples e “trabalho” feito sem sair do “escritório”..género teletrabalho!

        • RC says:

          Então mais fácil ainda, basta desliga-lo dos serviços online e mudar a password.

          • João Lemos says:

            és mesmo esperto!!! devias ir trabalhar para a Tesla

          • Vitor Tavares says:

            Se o desligar dos serviços online deixa de receber atualizações de software o que o vai tornar um carro “normal”! Quanto às passwords todos os dias temos “novidades” acerca do acesso ilegal a algumas das maiores multinacionais no mundo da tecnologia…

          • RC says:

            @João Tavares, eu trabalho com teslas, não trabalho na tesla, mas já tive convite para ir trabalhar para eles, não aceitei porque tinha de mudar de país, e além disso, por mais estranho que parece, cá ganho mais e faço o que gosto, e também gosto muito do meu país, não troco por outros onde já estive.

          • RC says:

            Vitor Tavares, as atualizações são carregadas pelas redes wifi que tem em casa, os serviços online servem para ter acesso ao carro em qualquer parte do mundo, ainda assim quando está perto do carro ele funciona por bluetooth, para configurar as várias opções, como por exemplo de agendamento do carregamento, abrir o carro, etc.

    • Ricardo Gomes says:

      partes o vidro e saltas…e não isso ainda não é possível, talves com 6G venha a ser possivel… até lá a que começar a criar software modular virtualizados/sandbox e devidamente testados como já acontece no ramo da aviação.

  2. Costa Rica says:

    Como é possível por lei ser proibido o uso do ~elemóvel … e estes carros terem “Tablets” lei da rolha
    Tudo que ta ligado a Net é hackeado , basta alguém meter na cabeça

  3. c4s1 says:

    Considero perfeitamente normal um carro poder ser atacado digitalmente quando a tecnologia está cada vez mais presente. Até o ser humano é atacado digitalmente pelos algoritmos das redes sociais.

    • RC says:

      Mas as pessoas são atacadas porque terem baixos conhecimentos sobre o assunto, na maioria dos casos basta enviar um email a dizer que devem mudar a sua password porque expirou. LOL

  4. PTO says:

    Queres ver que se vai ter de começar a comprar um ativirus e firewall para o carro?

    É por isso que eu gosto dos meus carros. Tudo mecânico e com chave a sério. Nada de upgrades via internet e cartões de abertura à distância e outras tretas

  5. Reis says:

    … e ainda estamos no início . Os hackers ainda não andam dedicados a explorar vulnerabilidades nos automóveis . Para mim existe uma solução SUPER SIMPLES e que até pode ser personalizado conforme o comprador : se há aqueles tech freaks que ADORAM gabar-se que o seu carro tem atualizações OTA (remotas, ou over the air), há outras pessoas como eu que sabem o que isso é e preferem ir à marca, colocar uma pen usb e fazer as atualizações. Se o sistema informático do carro em si estiver isolado da internet e da parte de info entretenimento , teremos então um sistema seguro e virtualmente à prova de hacking . O sistema de atualização usb terá também ele de estar protegido por biometria por exemplo , para que pudéssemos deixar o carro na limpeza , numa oficina fora da marca , etc . Não é mesmo nada difícil de não é definitivamente algo caro de implementar. Sem isso, esqueçam ! Basta uma vulnerabilidade aparecer e sermos atacados no intervalo entre isso e ser instalado o patch de segurança

    • RC says:

      Não diga disparates, quando mais tempo passa mais segurança existe.

      Hoje em dia já não se houve falar em falhas de segurança originadas nas marcas, o que pode acontecer são falhas de segurança provocadas pelos utilizadores, e mesmo assim não mete em risco qualquer funcionalidade da viatura.

      Os carros, pelo menos daqueles que está a falar, não estão ligados diretamente à internet, passam por uma VPN com encriptação que deixa praticamente impossível qualquer violação a partir da internet, tanto é que não existem.

      Não tem esse sistema, mas tem outros extremamente seguros.

      • Vitor Oliveira says:

        Rc, por vezes tenho dúvidas em perceber o teu mundinho através dos teus comentários aqui nesta plataforma.
        Sobre esta matéria…
        Nao sei se já te apercebeste mas estamos em constante evolução. Antigamente caçavam com arco e flecha e apareceu as primeiras armas de fogo. Depois andarmos de carroças puxadas por animais apareceram os primeiros veículos motorizados e por aí adiante. Apareceram os filmes em DVD, logo depois apareceu o RIP.
        Portanto esse teu comentário só o posso classificar como infeliz.
        A tecnologia 100% segura só existe apenas num estado temporal, agora… So existe até ao ponto de ser explorada. Portanto estás apenas a dar desinformação.
        Não me digas que não conheces quebras de segurança mesmo com uma VPN? Não parece teu, uma pessoa tão culta.
        Quanto aos teus 10€na conta não é difícil, basta apenas alguém entendido no assunto perder tempo contigo.
        Claro que agora podes vir com mil e um mecanismo de segurança que eventualmente possas ter. Mas apesar disso tudo… É sempre possível.

  6. Carlos Pires says:

    O mais grave que pode acontecer é irmos a conduzir e deixarmos de ter o controlo sobre o carro, podendo ai termos uma situação muitíssimo grave

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.