PplWare Mobile

Noruega faz história: Carregadores elétricos substituem bombas de combustível


Imagem: Kommunikasjon

Fonte: Kommunikasjon

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Fulano says:

    Basicamente a caminho de um desastre ecológico…

    • Elkido says:

      A fabricação de baterias e desmantelamento de baterias para carros eléctricos acarreta outros problemas ambientais que tem de ser revisto…a melhor forma é porém certos protótipos de novas baterias para carros eléctricos. . nomeadamente com grafeno… carregamento ultra rápido e grande autonomia e materiais menos corrosivos para o meio ambiente e maior duração das mesmas… isso sim e terá de ser assim o futuro da mobilidade eléctrica

    • Rudinei Basei says:

      Tu também é terraplanista né?

    • Miguel Sousa says:

      Deixa lá… a miudagem acha que pagar 90000 euros por um carro eléctrico, que vai precisar de 80000 euros de manutenção, entre 5 a 8 anos, e precisam de descobrir se a Índia ainda consegue despejar mais 500000 milhões de toneladas de chumbo para os rios, onde já queimam pessoas que lá metem as patas, sem saber a sopa que os telemóveis lá criaram. Quando o Índico estiver cheio disto, será o novo mar morto e vai-se expandir para o Atlântico e Pacífico. Mas, isso não interessa.

      • rodrigo says:

        @Miguel Sousa como te sentes sabendo que tudo que acabaste de dizer ‘e mentira?

      • Pedro says:

        @Miguel Sousa, a miudagem é a única que está realmente preocupada com o planeta. Provavelmente faz parte do lote de pessoas que tem mais de 65 anos e acha que “como sempre fez assim na vida vai fazer sempre igual”.
        É daqueles que, provavelmente, chegou a uma altura da vida que acha que “não vai aprender mais”. O mundo está a mudar e já não é preciso vir a Greta dizer isso.
        É fundamental mudar para alternativas de transporte mais verdes. Os veículos elétricos são perfeitos? Não. São, no entanto, sem dúvida melhor que o seu carro a diesel.

        • N'uno says:

          Isso do ser melhor tem muito que se lhe diga. Este paradigma das baterias não é sustentável e só adia graves atentados ao ambiente. O Miguel tem razão… Agora, que os combustíveis fósseis têm que acabar, disso também não sobram dúvidas.

      • CBRR says:

        o miguel deixa alguns mudarem assim são menos a gastar gasoleo assim fica mais barato devido a menor procura os meninos ricos tem sempre ideias diferentes pois é o papá que paga porque eles ainda vivem á conta da mesada do papá nem sabem o que significa trabalhar

  2. censo says:

    Num país, dos maiores produtores de petróleo do mundo. Muita coisa não bate certo.

    • rodrigo says:

      sao os mais inteligentes do mundo!
      exportam petróleo e td aquele dinheiro nao vai para a construção do prédio mais alto do mundo ou o maior centro comercial do mundo…mas sim vai para melhorar o futuro

      • ToFerreira says:

        A construção de atrações turísticas é um investimento no futuro, numa economia de turismo em alternativa aos lucros do petróleo quando caírem.

        • rodrigo says:

          sim ate concordo contigo mas turismo nao vai ser a salvação dum pais que esta situado no deserto. Quando o petróleo acabar naqueles lados quem vai querer morar la? E depois quem vai querer visitar uma cidade morta?

          Eles estão a pensar no futuro a muito curto prazo enquanto que Noruega esta a pensar no futuro a longo prazo.

    • Miguel Sousa says:

      Até bate. É que a Noruega tem planeado construir 8 centrais nucleares de última geração (em que os resíduos vão sendo usados e reciclados até serem, praticamente, inócuos). O que dá jeito para o futuro. Nessa altura já os carros eléctricos compensam a energia gasta.

  3. Júlio Gomes says:

    Estes noroegueses devem estar doidos, então não é que um país de petróleo tem energia limpa e continua a produzir petróleo! Deve ser isso que são pobres, nos os ricos não podemos fazer barragens, colocar torres para a eólica nem ter gás e petróleo!!!!!!!!!

    • Lexus says:

      Faz todo o sentido. Extraem e vendem o petróleo e gás e usam-nos para produzir electricidade em centrais eficientes, assim como usam energia solar

      • Miguel Sousa says:

        A produção de energia solar é menos de 0.0000001%, devido à localização do país (neste momento 15 horas são de noite, daqui a 3 meses, serão 19 a 22 horas sem luz solar). As principais são as eólicas e das marés. Futuramente é a nuclear, onde a Noruega já está a construir 3, das 8, centrais nucleares.

        • DrFrank says:

          Não exageres tá? Vivo na Finlândia e a Noruega não é tão diferente. No pior do inverno, a maioria do território ainda terá mais de 15h de sol. Óbvio que se fores o mais possível para norte, aí sim nem terás minutos de dia

          • Toni da Adega says:

            Tens que dizer em que zona da Finlândia é que vives porque em Helsinki na altura do Natal tens menos de 6h de sol. No Norte é ainda pior.

  4. Rudinei Basei says:

    Enquanto isso no Brasil com quase r$ 5,00 o litro não se faz nada.

  5. Rodrigo says:

    Seria mais fácil adaptar para hidrogênio. Será que quando toda a gente tiver carros elétricos, a energia elétrica não vai estar custando mais caro que a gasolina?

  6. Pedro says:

    Eles que deixem de explorar o petroleo e o gaz e o país manter o nivel de impostos que tem

  7. David Guerreiro says:

    É fácil para eles falarem, que são ricos. Agora num país como Portugal, onde alguns carros eléctricos custam tanto quanto um apartamento, a coisa já pia baixinho.

    • ToFerreira says:

      Eles não falam, eles fazem. Nós que não temos dinheiro para mais é que falamos… Enquanto lhes compramos o petróleo para eles terem dinheiro para fazer.

    • Nonnus says:

      E já pensaste porque é que são ricos e nos pobres? São ricos porque como podes ver nesta noticia estão sempre um passo a frente, fazem projectos a longo prazo e investem neles. Consegues ver pela maioria dos comentários nesta noticia e noutras idênticas o quanto somos limitados e pouco visionários. A maioria dos comentários aqui, mostra o quanto a nossa sociedade não consegue ver mais além e tem medo do que é novo. Os combustíveis fosseis é que são bons, pois desde que nasceram é o que conhecem e não conseguem ver par além disto. Somos limitados e é isso é que nos faz ser mais pobres que os outros.

  8. rodrigo says:

    Acho bem! Daqui a somente 6 anos (2025!!) sera completamente proibido vender carros a combustão naquele pais..

    • acs says:

      País pequeno com metade da populacao portuguesa suportado com impostos altos e petroleo a suportar o país. É muito mais facil fazer destas coisas quando há dinheiro e a escala é pequena.

  9. Jacs says:

    dei uma volta pela europa a conduzir , mais de 11k km e viaturas movidas a bateria quase zero , meia duzia em algumas cidades e praticamente nenhuma nas grandes estradas

    • Toni da Adega says:

      Depende da zona da Europa.
      No UK vejo dezenas de elétricos nas estradas, ou a carregar em parques de estacionamento ou estações de serviços.
      Na minha empresa temos 3 postos de abastecimento e estão sempre cheios, até já temos slots de horas porque não chega para todos

    • rodrigo says:

      quando foi isso? em 2010?

  10. Paulo says:

    Engraçado que ainda não se lembraram de fazer parques de estacionamento para carregamentos lentos.
    Carros parados das 9h às 18h não precisam de mais que isso.
    Tanto quanto sei, as baterias “preferem” esse tipo de carregamento.

  11. Lexus says:

    O futuro é mesmo eléctrico, com a electricidade a vir das eficientes centrais nucleares de última geração, das energias renovaveis, do hidrogénio ou de centrais termoeléctricas de combustiveis fósseis. A questão das baterias, com o advento do grafeno e outras tecnologias mais eficientes será resolvida sem custos ambientais, mesmo que agora não seja ainda o caso

  12. Luis Lopes says:

    Em Portugal faz-se muita propaganda sobre a utilização de energias alternativas, mas a instalação de carregadores avança a passo de caracol moribundo. Jogos de interesses sobre quem fica com o bolo?
    Alguém me sabe dizer onde há um carregador no concelho do Seixal?

  13. Pedro Ferreira says:

    Espero que outros países lhe sigam o exemplo. Estou farto de pagar pelo petróleo a países como a Noruega. Temos que electrificar e investir em produzir formas alternativas de produzir energia autonomamente (sim, substituir a Noruega pela Fosun/EDP também não é alternativa). Dessa forma todos os milhões que gastamos na Noruega ficariam no nosso bolso. Mas que excelente ideia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.