Quantcast
PplWare Mobile

Matrículas novas para carros ao milímetro! Não se deixe enganar…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Sem nome says:

    Considero que este tipo de regulamentação deveria ser completamente abolido da ordem de trabalhos da assembleia da república. O que afectava os riscos entre letras ? O que afectava o símbolo de P ou União Europeia ? Enfim … basicamente pessoal que Não tem mais que fazer e fazem destas coisas. Deixem estar o que já está. Siga. Mudem o que efetivamente teme que ser mudado. Reformas estruturais nas áreas que interessam, como saúde, justiça, educação. Isso sim ….. ahh espera. Mas para isso precisam de alguma inteligência. 😉

    • Filipe says:

      Os riscos não sei, mas o P afeta muitíssimo se quiseres levar o carro ou mota para fora de Portugal. Ter de andar à procura de quem venda o P oval branco é um trabalho completamente desnecessário para além que essa chapa ou autocolante suplementar é bastante inestético e por vezes bastante impossível de arranjar sítio para colocar

    • rikardo pereira says:

      basta ver que nao ha espaço para colocar pontos. para isso tinham que reduzir o tamanho das letras.

  2. Sérgio J says:

    Acho que tirar os traços tirou legibilidade

    Ainda vão aparecer um tuneiros nerds a usar a o número da matrícula como código de cor RGB para o carro.

  3. Mina says:

    Tirar o mês e ano é uma medida que já devia ter sido adotada á muito tempo. Ninguém a tem.
    Só serve para alimentar egos.

    Vou já trocar para a nova matrícula. Que passos tenho de dar?

  4. Abreu says:

    Vai dar nomes na matrícula.. algumas!

  5. Abreu says:

    Ex para quem gosta de acelarar.. PR35SA

  6. Abreu says:

    CROOMO… Etc vai ter muitas kkkkk

  7. LA says:

    O problema das matriculas novas é que a largura das letras e dos números, não é a mesma (o A por exemplo, é mais largo que o B, ou que o X), o que faz com que haja letras mais largas e outras menos largas, causado uniformidade entre as mesmas e consequentemente problemas de leitura, à distancia.

  8. Bruce says:

    O problema das atuais é a falta de simplicidade e disign, compra-se um carro bonito e depois temos uma matricula horrivel a condizer.

    Nunca percebi o porque do ano e mes de produção, os traços separadores, enfim.
    Estas novas são bem mais apresentáveis e simples como se quer.

    • rikardo pereira says:

      porque horrivel ? mais limpa apenas branco e e o azul ( sem o ovo estrelado do amarelo la ) e é horrivel ? horrivel eram elas

      • Bruce says:

        Foi o que disse, as antigas são horriveis e não as novas!

        • rikardo pereira says:

          Sim tens razao.. erro meu. li mal..

        • nitrofurano says:

          as novas é que são horríveis (só comparem com as francesas e alemãs, é mesmo muito simples…) – tudo centrado com enorme espaço branco dos lados, faz algum jeito aquilo? e são dificílimas de ler quando comparadas com as antigas, estou a imagnar muita gente a começar a ter problemas com elas, principalmente quando começarem a sair pela europa afora – não demora muito e isso tudo cai aos olhos de instituições europeias que não vão gostar nada dessa bandalheira, de certeza

    • Tonequeaindaesperapelabetfair says:

      E já reparas-te que as matrículas antigas são muito mais bonitas

      • nitrofurano says:

        fico a imaginar como ficariam as matrículas na combinação nova a usar os materiais e cores das usadas até aos anos 80, aquelas com fundo branco e caracteres brancos em relevo, essas sim que tem ali algo de especial! 🙂

  9. Vivas says:

    Eu não perssebo o título do artigo… por que razão eu me deichari-a einganar? Uma coisa e excre ver mal, outra é cer ajeno. Não me ofendão

  10. pedro says:

    até que enfim !!! só peca por ser tarde …..

  11. albino negro says:

    Daqui a uns tempos vai haver imensa malta a queixar-se que se esqueceu de levar o carro a inspecção…
    Quer se goste ou nao o mes e ano de matricula dava sempre jeito.
    E ja estou a imaginar a quantidade de parvos que vai ser enganado ao comprar carros usados pensando estar a comprar carros bem mais velhos do que pensam que sao.
    Se mesmo com o ano e mes de matricula sao enganados imagino sem esses dados na matricula.

    • Bruce says:

      Existe uma coisa chamada “documento unico automovel”.
      Só é engado quem anda muito distraido.

    • Gepeto says:

      Corrige-me se alguma coisa estiver a passar-me ao lado, mas quem for comprar carros usados só será enganado se quiser. É uma questão de pedir para ver o Documento Único Automóvel. Se o carro tiver matrícula, logo tem de ter o DUA.

      • albino negro says:

        Bem verdade isso que dizem mas provavelmente nunca compraram carros usados.
        Na grande maioria das vezes os compradores dos carros NUNCA veem o DUA.
        Fazem contratos credito com reserva a favor dos bancos e os documentos tem que ir para fazer a legalização e o comprador só ve o DUA quando ele chega ja em seu nome.
        Deviam ter mais cuidado? Sim Claro… Mas a maioria do tuga come tudo que lhe poem na mao…

        • Gepeto says:

          Tens razão. Nunca comprei carros usados, e novos ainda menos. No entanto, o carro que sempre tive é usado. Foi comprado a um velhote por familiares, mas não houveram cá créditos nenhuns.
          Mas a menos que me esteja a escapar algum pormenor, o que é que o fazer contratos crédito para comprar um carro usado tem a ver com o ir previamente ver o carro pessoalmente e pedir para verificar o respectivo DUA? Ou será que primeiro faz-se os contratos crédito e só depois é que se vai ver o carro que se está a comprar?

          • albino negro says:

            Um dia quando comprares um carro usado vais certamente lembrar-te desta conversa… é dos mais espertos que os vendedores auto mais gostam de enganar…

        • Gepeto says:

          Albino negro, estás já a partir do princípio de que se alguma vez eu precisar de comprar um carro usado vou a um stand…

    • VP says:

      Nada a ver uma coisa com a outra. O meu carro anterior tinha na matricula o mês de Abril mas no entanto tinha de ir à inspecção em Fevereiro. Portanto se me fosse guiar pela matricula estava tramado.

    • nitrofurano says:

      estou a imaginar a quantidade de aldrabões a surgir com essa situação! 😀

  12. A franco says:

    É tudo uma questão de hábito

  13. ZE says:

    É so ricaços em Portugal. Outros perderam o emprego, e a passar fome….

    • Gepeto says:

      Ricaços não diria que são assim tantos. Mas caloteiros, isso sim, é o que não falta. Por isso é que essa gente ao fim de uns tempos lá tem de entregar os carros porque não os conseguem pagar.
      Que outra explicação há para que sejam vendidos milhares e milhares de automóveis todos os meses? E mesmo em relação a carros usados, que outra explicação há para que existam tantos carros usados à venda com 2 ou 3 anos, ou ainda mais novos?

  14. falcaobranco says:

    Sinceramente acho essas matriculas horríveis… não é o caso de ter o “P” ou não ter o ano e o mês…é toda ela… as letras e números sem os pontinhos… são feias…

    Mas ainda bem que vejo esta notícia porque já vi por aí muitos com essas matriculas com os números e letras quase praticamente uns em cima dos outros que quase não se percebe e também sem o “P” … eu quero ver quando começar a haver multas por causa dessas matriculas…vai ser só rir…

  15. Victor Santos says:

    Lol juro q nao entendo este fenomeno das matriculas novas … E so um raio de uma chapa que quando temos um acidente frontal ou uma batida de traseira nem reparamos que ela se foi… E agora veem para aqui se queixarem que “ai a faixa amarela ficava tao mal uiuiuiui parecia um ovo estrelado” acordem para a vida e em vez de gastarem 20 ou 30 euros nisso comprem brinquedos para os vossos filhos

  16. jorge says:

    vejo tanta gente preocupado com o facto de terem dificuldade em ler mas matriculas com o novo formato.. as matriculas vão ser lidas por software de reconhecimento. seja por camaras de rua, que por camaras moveis das autoridades.
    alem disso ano e mês da viatura só serve para o negocio de compra e venda e o IMT não tem de ter participação activa nesse negocio.

    • Gepeto says:

      Então e se um artista mandar uma passa ao teu carro e fugir? Ou se te atropelar e fugir? Tirando os teus olhos, quais são os ditos softwares de reconhecimento que tens disponíveis se não tiveres a sorte de uma situação dessas acontecer onde hajam as tais câmaras de rua ou onde as autoridades por acaso estejam por lá?
      E já agora, onde posso ler a notícia sobre esses tais softwares de reconhecimento de matrículas? Estou curioso

    • Filipe says:

      Se fosse para ser lido digitalmente não havia sequer matrícula, era um chip que nem se via… E já agora vai dizer ao IMT que não é tido nem a gado quando se compra um carro para eu não ter de ir lá oficializar o registo e pagar 65€

  17. iFernando says:

    A matricula da foto é ilegal.
    Não tem 10mm de intervalo entre as letras (AA) e não tem 20mm de intervalo entre os grupos de letras e algarismos(AA 00).

  18. Jorge says:

    Como é que se chama o Secretário de Estado que tem uma empresa que fabrica matriculas?

  19. Tuaregue says:

    Vão começar a chover multas, é o que é, anda por ai muita matricula sem o espaçamento estar como o documentado e sem “A disposição dos grupos deve ser centrada vertical e horizontalmente “, como diz no texto.

  20. Luis says:

    As antigas compostas por 00-00-AA também podem-se mudar?

    • Gepeto says:

      Até as AA-00-00 podem mudar.
      Moral da história: Um carro só não pode usar um modelo de matrícula anterior àquele que estava em vigor à data que esse mesmo carro foi fabricado. Por exemplo, um carro até 1991 pode usar qualquer modelo de chapas de matrícula; um carro de 1992 (que foi quando as matrículas deixaram de ser pretas) só não pode usar matrículas das pretas; e por aí adiante

  21. Jaime Guerreiro Pedro says:

    Já contabizaram os milhares de euros de IVA? Piores que o outro António, a meter a mão ao bolso, do contribuinte.

  22. Joel Paiva says:

    Quem criou estas matrículas deve ser um grande deficiente mental. O pior é que existe um deficiente mental ainda maior que as aprovou.
    As novas matrículas são mais difíceis de ler.
    Estão optimas para os GUNAS que agora mandaram trocar as antigas pelas novas para dar um ar de carro acabadinho de comprar. Mesmo que seja de 19 e troca o passo… E assim já podem andar ai a roubar e a fugir à polícia pois só de binóculos é que se consegue ler.
    ESTE PAIS ESTÁ CARREGADO DE BESTAS!!!!

  23. Telmo Barros says:

    Se fosse uma obrigatoriedade legal, todos reclamavam e mais não sei o quê, mas como não é, ai estão elas em força…enfim

  24. RF says:

    Se fosse eu a mandar as novas matrículas seriam só e apenas para os carros novos não faz sentido mudar a matrícula por questões estéticas

  25. R!cardo says:

    É só azeiteiros na estrada com essas matriculas mal feitas, se fosse obrigatário por lei andam todos a reclamar.

  26. Paulo says:

    Boas mas já é para mudar já vou com meu carro em dezembro à espencão é preciso mundar

  27. Daddycator69 says:

    Mais uma maneira do nosso bom estado arrecadar uns milhõeszitos…

  28. Daddycator69 says:

    EE 10 TA

  29. mike says:

    h quer dizer valor exacto de uma medida ! alem disso e em mm nao em centímetros como alguns carpinteiros que andam por aqui !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.