PplWare Mobile

GNR: Condutor foi detido em Leiria depois de destruír radar


Fonte: regiaodeleiria

Autor: Pedro Pinto


  1. k says:

    Eu conhecia um pancado do meu curso na universidade que fazia isso. Quando via um radar numa variante, geralmente metia-se no sentido oposto, parava e ia lá pregar-lhe um estouro com um bastão ou um ferro. Que eu tivesse conhecimento, nunca foi apanhado.

  2. Rui Ribeiro says:

    Se houver crowdfunding avisem sff.

  3. Yamahia says:

    “O objetivo é garantir a segurança rodoviária…”
    Infelizmente não é esse o objectivo.
    Deveria ser mas não é!!

    • CBRR says:

      o objetivo são 2, desviar o transito para as vias pagas , brisa e ascendi porque estas tem ligações ao PS assim valorizam as ações em bolsa e as finanças obtem receitas das coimas e do iva das portagens, votam PS vão ter + do mesmo

  4. Ricardo says:

    Quase que nos sentimos necessidade de dizer obrigado pelo serviço publico, ou não?

  5. SANDOKAN 1513 says:

    Mas que pancada,que anormal !! Agora de certezinha que vai ser preso e em tribunal vai levar pena de prisão ou uma multa pesadíssima !! Disto não se livra este mentecapto !!

  6. Felipe Cardoso says:

    Belo & Moral.

  7. Paulo says:

    Acho uma vergonha esconderem os radares, querem fiscalizar a velocidade deveriam fazer de uma maneira mais visível, mais “legal”. Antes do local onde esta o radar deveriam avisar a sua existência (tipo num raio de X km velocidade controlada) e a velocidade indicada, depois podiam colocar o radar (VISÍVEL) e ai sim aplicar a multa.
    Entretanto parecem “ladrões”, andam escondidos para caçar a multa.
    Ao menos se esse dinheiro servisse para pagar as reparações das vias que estão uma lastima.
    Ainda na sexta-feira vi um “escondido” na A4 antes da descida para a saída do Marco de Canaveses (sentido Porto-Amarante).

  8. José Fonte says:

    Os radares não punem quem cumpre as regras da estrada…

    • Realista says:

      Radares ocultos também não previnem nada e no entanto aqui estamos…

      • rjSampaio says:

        entao nao previne?
        Se só andas dentro dos limites quando sabes que há radares, se souberes da potencial existencia de ocultos faz o mesmo efeito…

        • powerverde says:

          carro patrulha à vista ou radar identificado: (quase) toda a gente cumpre o código – prevenção.
          Radar escondido: condutor passa em excesso de velocidade e mata uma pessoa 10 metros ou 10 kms mais à frente – onde está a prevenção?

          • rjSampaio says:

            muita gente so aprende quando lhe vão aos bolsos e não a saude…

            Se é preciso um sistema que incuta medo que tenha de pagar, seja, do lado de quem cumpre não há diferença e quem não cumpre pode se que passe a cumprir.

            A realidade é, qual é a alternativa?

          • nop90 says:

            @rjSampaio dizes “muita gente so aprende quando lhe vão aos bolsos e não a saude…” mas as nossas multas não dependem do património. Pagas tu 120 que ganhas o S.M.N., pago eu 120 que ganho 5000€/mês qual de nós chora mais o dinheiro?

          • rjSampaio says:

            @nop90 concordo com isso, dai gostar do sistema de pontos.

            So tenho pena multas de estacionamento não perder pontos, que tal como dizes, alguns ricos nem querem saber, pagam as multas sem perigo de perder a carta.

    • Cristóvão says:

      Então mas o objectivo não é a prevenção? Os radares não previnem nada. E o facto de as autoridades se esconderem para apanhar as pessoas só demonstra que o objectivo é pura e simplesmente a caça à multa, não é a prevenção. Um veículo da GNR/PSP bem visível, sem qualquer radar, contribui mais para a prevenção do que 1000 radares escondidos. Mas não facturam tanto, não é assim? E chamam a isto “segurança pública”… É mais extorsão pública.

      • rjSampaio says:

        pagares multas por algo que fazes ilegalmente, não é extorsão.

        Isso parece a base da religião de algumas pessoas, só nao faço coisas mas porque existe um deus que esta a ver, NÂO PORRA NÂO AS FAZES PORQUE É ERRADO/ILEGAL.

        • Cristóvão says:

          Extorsão é fazer caça à multa sob o pretexto de prevenção. Caça à multa não é prevenção nem contribui para prevenção. Errado é condicionar a deslocação com limites ridículos em zonas não habitadas apenas porque sim. Para depois poderem facturar na caça à multa.

          Algo ser legal não o torna correcto. Não estamos a falar de pessoas que andam a prego a fundo, com risco de causar atropelamentos ou acidentes. Grande parte dos casos são pessoas que andam a 70 em zonas que sem qualquer lógica estão limitadas a 50 (que infelizmente é que mais há nas nacionais).

          Mas continue, discuta espantalhos e acredite nas desculpas esfarrapadas, e nas leis e imposições do pai-Estado.

          • k says:

            Concordo. Já fui multado por excesso de velocidade. Era uma variante com duas partes, na primeira o limite é 90 e na segunda o limite é 100. Só circulam veículos, não há pedestres e nem sequer motas de baixa cilindrada são permitidas aqui.

            Fui apanhado a 102 na parte que o limite é 90, estava prai a 200 metros da parte de limite a 100. Eu até vi o radar, mas achei que era 100 em ambas as partes e não achei que fosse a transgredir, portanto nem abrandei. Fodi-me, fui mandado parar e tive que pagar na hora. E o Sr. Bofia ainda se começou a rir de mim e a gozar que eu estava a 200m da estrada onde já ia à velocidade legal. Fui multado em 60€ por ir a 12km/h em excesso.
            Contribuiu em imenso para prevenir acidentes futuros e regulamentar velocidade, não foi de todo caça a multa. /s

        • CBRR says:

          fazes parte de essa seita rouba os cidadãos em nome de leis que mais não são do que roubos legais porque estão previstos na lei da caça á multa muda-se um sinal para 50 e toca a multar pacóvios , começa a ser inadmissível um dia vai criar uma revolta popular

          • rjSampaio says:

            mas qual roubar?
            discordas que onde existe limites de 100 a decadas, ou maximos de 120, que a malta ande a 200?
            ou é por causa dos pacovios?

      • Marco Pinto says:

        Certo. Mas para isso funcionar seria preciso 1 carro patrulha por km. Não me parece exequível. Com este sistema, se o condutor recear ser “apanhado” vai mais devagar pois, “não sabe de onde elas caem”…. Tendo em conta o tipo de sociedade que temos esta continua a ser a melhor forma de prevenir…pelo medo. Porque apelar à responsabilidade das pessoas está visto que não funciona…….

        • Cristóvão says:

          Com este sistema, quem transgride vai continuar a transgredir o resto do percurso. Com o radar e carro escondidos, vai adivinhar? Passado uns meses é que recebe a notificação em casa. Onde está a prevenção? Este sistema não serve a prevenção. Serve a caça à multa, apenas e só.

          Com o carro visível, quem transgride deixa de transgredir assim que o vir e durante vários Kms. E até pode avisar os outros nas mediações para regularem a velocidade, como é hábito. Isto sim, previne muito mais do que radares e carros escondidos. Uma autêntica vergonha para forças e meios que se dizem de “segurança”.

          • Marco Costa Pinto says:

            Sou tentado a concordar com o que afirma no primeiro parágrafo. Mas no que diz sobre os radares fixos, onde escreve vários kms deve concordar que na maioria dos casos são escassos metros. Assim que passam pelo radar é prego a fundo outra vez.
            Talvez o melhor seja como nalguns países do centro europeu em que os radares são fixos, são muitos e espalhados por vários kms de autoestrada e em que apenas há a sinalização nos pontos de entrada dessas vias a indicar “via com velocidade controlada por radar”. Aí sim, as pessoas cumprem…porque não têm outra hipótese…

  9. A.F. says:

    Como é que este Pais pode evoluir e modernizar-se, se há pessoas que acham que um radar escondido faz prevenção rodoviária.
    Alguém disse e muito bem:

    “powerverde
    Carro patrulha à vista ou radar identificado: (quase) toda a gente cumpre o código – prevenção.”

    Aqueles que não cumprirem quando a citação em cima esta em pratica, multa neles a doer.
    Isto sim é que é Prevenção, tudo o resto é para encher os cofres do estado.

    • rjSampaio says:

      então qual a solução?

      carros com GPS que multam automaticamente? Radares a cada 100m?

      • Abel says:

        se na teoria não podes andar a mais de 120 em Portugal, limitem tudo a 120.
        no entanto esta solução não dá receita ao estado.
        E como é inegável que o estado quer apenas e só fazer “prevenção”
        Por exemplo em Leiria foi criada uma auto estrada paralela ao IC2, (A19) sendo dada a orientação que não iria ser cobrada porque para além de proteger o Mosteiro da Batalha iria ajudar a reduzir a sinistralidade neste ponto mas como fazem muita “prevenção” pagamos um valor absurdo para circular nela. (no final todos andam no ic2 e eles estão lá sempre a prevenir)
        Claro que é tudo “prevenção”

        • rjSampaio says:

          Ok, entao e para onde o limite é 50 e a malta anda a 90 ou 100?

          • Abel says:

            se tivessem interesse podiam bloquear o limite de acordo com o local onde se circula seja por gps ou leitura de sinalização, etc
            neste momento não estamos a falar de inventar a roda, e certamente o investimento seria bem menor do que é usado para a “prevenção”
            Para além disso já vi muitas vezes quem faz a “prevenção” a infringir a lei mas neste caso a “prevenção” é só para alguns.
            Concordo a 100% que devemos seguir regras mas não lhe chamem “prevenção”

        • CBRR says:

          o objetivo é condicionar o IC2 para irem para as vias portajadas á acordos com administração das portajadas para ser assim as pessoas aceitam e calam a tudo agora é a vergonha da construção de rotundas no IC2 em vez de cruzamentos desnivelados com pontes assim o transito passou de 50 para 30km/h é vergonhosa esta politica PS

  10. Jorge says:

    Os políticos transformaram os agentes desta “força de autoridade” em banais coletores de multas.
    Não admira o desprezo generalizado que se sente por esta entidade.

  11. Nabucodenosor says:

    Os radares fixos têm de estar sinalizados! E sim, isto é um radar fixo! Radar móvel é o circula dentro das viaturas das autoridades!

  12. falcaobranco says:

    “O capitão Rui Costa garantiu [ … ] tanto mais que os militares não estão a proceder a ações de controlo rodoviário apeados, de acordo com as recomendações superiores relacionadas com a prevenção da Covid-19.”

    Então se não estão a proceder a ações de controlo… o que faziam ali com o radar? 😀 😀

    Até mesmo nas entrelinhas, enganam os tugas…

  13. Pedro says:

    Ainda ontem recebi uma multa de dezembro de 60€ de um radar fixo na A23, perto de Abrantes. Fui apanhado a 119km/h lol. Fui ver ao gmaps e entre a placa do radar e o radar em si, o limite baixa para 100!! Que raio…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.