Quantcast
PplWare Mobile

França impõe taxa ecológica de 20.000 euros para SUVs

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. daniel says:

    Acho que quem tem 100 mil euros ou mais para dar por um SUV da Mercedes não se chateia em dar mais 20mil, e no fim ainda ir fazer uns rateres a porta dos ecologistas!
    Medidas da treta que só servem de desculpa para os governos coletarem mais impostos.
    Se tivessem realmente preocupados com o ambiente proibiam carros acima de uma certa cilindrada ou a cima de um determinado valor de emissão de gases, ponto final.
    Mas dá muito mais jeito fazer de conta que se está preocupado com o ambiente mas ao mesmo tempo encher os cofres dos ministérios da finanças!

    • TT says:

      Se tivessem realmente interessados no ambiente, não andavam preocupados com os carros mas sim com as importações de bens de países estrangeiros por via marítima e obrigavam a produzir localmente… Mas isso mexe no bolso de muito magnata.

      • GM says:

        É o (grande) problema da globalização.

      • José says:

        Caramba, nem mais! O meu grande aplauso! É isso mesmo, estamos todos a ser vigarizados comnum conto fo vigário!

      • N'uno says:

        Excelente afirmação! Sim, é tudo um jogo de interesses, e os lobbies podem demasiado. Mas a globalização pode ter os dias contados, à luz do que tem vindo a acontecer. Veremos…

      • Rui says:

        Essa é a realidade! Preocupados com o ambiente uma treta! E logo a França que não pára de caír a pique, devido à enorme instabilidade interna com os coletes amarelos!!!!

        Já agora se alguém estiver interessado em ler, a origem da “guerra dos coletes amarelos em França”, começou devido ao aumento do imposto sobre os combustíveis a bem da ecologia!!!!! E já à 2 anos que o Macron não tem descanso!!!!!!

        https://www.publico.pt/2018/12/02/mundo/noticia/querem-coletes-amarelos-1853244

        Já agora uma pergunta, porque é que acham que o Trump ganhou nos EUA e das primeiras coisas a fazer foi acabar com todos os acordos ambientais em que a indústria americana era fortemente prejudicada, ao contrário da China por exemplo. E vem daí a afirmação do Trump: America First ao penalizar tudo o que é estrangeiro!!!!!!

        • Frederico Almeida says:

          Tanta estupidez que nem se sabe por onde comecar….
          Franca – lider mundial em energia verde; se nao sabe, informe-se.
          Franca a cair a pique por causa do coletes amarelos??? LOL
          Nao sabe NADA do que afirma.
          O que o palhaco do trump fez foi um atentado ao planeta. O segundo maior poluidor do mundo esta sem regulacoes…. por isso tem cada vez mais cidades sem agua potavel e solos contaminados, mas isso voce nao sabe….
          Se em vez de escrever ignorancia lesse e compreendesse o que o teump tem feito nem o mencionava por vergonha.
          Outro facto que nao sabe: a China é lider mundial em energia eolica.

    • Toni da Adega says:

      “Se tivessem realmente preocupados com o ambiente proibiam carros acima de uma certa cilindrada ou a cima de um determinado valor de emissão de gases, ponto final.”

      Em Londres fazem isso. E a partir do próximo ano vai ser ainda pior. Por alguma razão os carros a diesel usados valem quase 0.

    • Frederico Almeida says:

      O seu comentario revela apenas e só uma completa incapacidade de compreender a realidade em que vive.

  2. Informático Amador says:

    Nada mais do que uma caça à receita, travestida de preocupações ecologistas. Esse Macron é igual a todos os outros. Um aldrabão, nada mais.

  3. João Azevedo says:

    Interessante, se pagarem a taxa podem poluir à vontade! Ainda assim França espera arrecadar 50 Milhões à custa do meio ambiente. Se realmente estivesse preocupada com o ambiente proibiam importação, exportação e circulação de quaisquer veículos poluentes.

    • José says:

      Exactamente! Mas essa simples lógica meu caro, não entra na cabeça de martelo destes políticos. O fito deles é outro, empobrecer e roubar sob a capa da legalidade transvertida de ecologia. Não podim ter arranjado desculpa mais conveniente.

    • RuiSantos says:

      E o que são veículos poluentes ?
      É que os eléctricos também poluem !

    • Sujeito says:

      Essa é a grande falácia lógica que desmascara a aldrabice: Acreditar que o capitalismo vai resolver os seus próprios problemas.

      Resulta nisso mesmo que disseste, que desde que se pague já se pode poluir.

      • Frederico Almeida says:

        Voce ou tem menos de 10 anos ou tem graves problemas mentais….
        Pagar mais sobe o custo, subir o custo torna a producao menos interessante, assim sendo contribui da melhor forma para a mudanca.
        Nao tem pais que lhe expliquem as coisas basicas da realidade em que vive?

    • Frederico Almeida says:

      O que escreveu faz todo o sentido…
      Vamos parar o mundo porque somos radicais e burros….

      • PBatista says:

        Caro Frederico, Força, a analisar pelos comentários é o cabeça de lista desses “radicais e burros”.
        Vá à frente, indique o caminho a quem não é tão burro como vossa excelencia!

  4. RuiSantos says:

    E de quanto será a taxa aplicada aos paquetes ?

  5. David Guerreiro says:

    Estou a ver os coletes amarelos a voltarem às ruas…

  6. Vida says:

    Bom dia

    E que fazem com esse dinheirão?
    Existe alguma aplicação ecológica?

  7. yamahia says:

    Quanto pagará um camião?

  8. Samuel MG says:

    Quanto é que se paga em taxa pela idiotice? È que se for 1 euro os cofres franceses devem estar cheios.

  9. João says:

    Chulisse isso é que é. 20000 eur sao 2 terços do valor de alguns SUVs.

  10. Manu says:

    Autoeuropa … Meus “DEUS” o que ai vem de desemprego …!!!

  11. Costa says:

    O engraçado é que não se vê os países a adotarem medidas mais abrangentes em termos ambientais como o fecho de centrais a carvão, optimização da reciclagem etc, todas as medidas impostas acarretam apenas o arrecadar de receitas sem impor as impressas restrições mais apertadas, faz-me lembrar os impostos á portuguesa sobre bebidas açucaradas ou alimentos com demasiado sal, ao invés de obrigarem as empresas que fabricam os ditos produtos a reduzirem os teores de açúcar o sal, apenas se impõem aos consumidores uma (taxa) pois o objetivo primordial é arrecadar a receita porque na realidade estão a burrifar-se para a saúde dos portugueses.

    • Sujeito says:

      De acordo com isto ser uma aldrabice pegada. O exemplo das bebidas é bom mas os outros dois não funcionam como exemplo.

      As fábricas de carvão continuam a ser a esmagadora maioria da energia do mundo e não dá para mudar, por enquanto.
      1 – Porque continua a ser barata e abundante
      2 – Porque à medida que as fecham no ocidente, abrem no Oriente e passam o poderio económico e energético para a China que depois vende essa energia de volta, mais cara e com poder totalitário energético
      3 – Porque as energias renováveis não são ecológicas como se pintam nem capazes de produzir o necessário sem cobrir metade do território dos países (ou desertos, que implica também exportar a soberania energética a quem os explora)
      4 – Porque continua a ser armazenável a uma escala que as restantes não permitem
      5 – Porque conseguiram convencer que a única alternativa realmente viável, a nuclear, é um perigo desmesurado quando os únicos exemplos dados são outliers devido a idiotices

      No caso da reciclagem, apenas cerca de 3% foi realmente reciclado desde que os programas começaram há largas décadas. A maioria vai para queimar em países asiáticos enquanto os políticos enchem os bolsos.
      Basta olhares à recente polémica com a Austrália que desmascarou um dos países do mundo que se assumia como um dos mais eficazes a reciclar e inúmeros países que têm começado a cancelar programas de reciclagem devido à sua ineficiência, optando por incentivar o que já fazia sentido – a reutilização de bens.

  12. Júlio Gomes says:

    Quem polui tem que pagar, toda a gente sabe que um sub gasta mais e polui mais que um carro normal, por isso devem pagar. Quanto as idiotices nos comentários em que dizem que se querem combater a poluição devem proibir a importação de produtos transportados por barcos, é para rir, só depende dos consumidores optarem por produtos nacionais e já limitam as importações, mas o que é moda é consumir o que não é da época e o que é estrangeiro, faça cada um um esforço para reduzir o consumo exagerado e as coisas mudam!

    • Frederico Almeida says:

      Sabes….
      Eles nao sabem que quando compram roupa, gadgets, carros, televisoes, telemoveis, etc a precos baixos, estao a pagar para mover os impactos ecologicos para outro lado do planeta.
      Reality check – vivemos no mesmo planeta e sofremos as mesmas consequencias.

  13. Costa says:

    Estou de acordo em algumas coisas que disse, mas uma coisa é inegável, poucos ou mesmo nenhum país está a fazer o que tem que ser feito, pois muitos devem partilhar da sua opinião, ou seja não podemos fechar centrais a carvão porque a medida que as fechamos no ocidente elas abrem no oriente??? Esse é exactamente o grande problema estão sempre a olhar para o que faz o vizinho e no fim ninguém faz nada.

    A solução não pode ser como agora a França quer fazer, “se os SUV poluem mais vamos cobrar mais imposto”, mas no fim qual foi a diferença? O governo francês vai dizer “Poluiram mais mas nós arrecadamos mais receita” e qual foi o impacto dessa medida no ambiente? Foi ZERO o governo francês se acha que os SUV poluem muito é simples proíbe a venda dessa gama de carros e a sua circulação no país, mas não porque aí era preciso tê-los no sítio para fazer frente a muitos poderes económicos, de boas intenções está o inferno cheio.

    • Frederico Almeida says:

      A Franca faz muito pela ecologia a nivel nacional e mundial, mas como voce e muitos dos que aqui escrevem nao sabem nada do assunto, temos estas opinioes sem qualquer fundamento.
      Nao sabe mais do assunto, informe-se antes de mostrar ser ignorante.

  14. FARO says:

    “o teu carro polui muito, mas se pagares, podes poluir á vontade”.

  15. Mestre em direito says:

    Tanta gente revoltada, fantástico! E cada com cada pensamento / ideia fantásticos. Parabéns…

    Eu faço um resumo para toda este gente que não chega lá (tudo pelo vosso bem, nem todos chegam lá…):

    – Queima de hidrocarbonetos em veículos > poluição direta onde existe maior concentração de pessoas e edifícios > Problemas de respiração / SMOG / Edifícios Sujos
    – Quanto maior e pesado e maior o motor > por norma mais poluição
    – Os SUV / Todo-Terreno são carros que são (por norma) desnecessariamente maiores e usados por norma por apenas uma pessoa > logo geram mais poluição / ocupante que um carro normal
    – Logo a taxa para SUV faz sentido, e pagar e poder comprar está na LIBERDADE dos cidadãos, por isso se paga anda
    – Carros elétricos poluem MENOS na sua produção, MENOS na sua manutenção, MENOS no meio onde são usados e MENOS na produção de eletricidade / km que os veículos de combustão interna / km percorrido.

    CONCLUSÃO:
    1) o presidente deu um pequeno passo positivo, parabéns
    2) os carros elétricos poluem mas muitíssimo menos, daí serem o futuro (ou a hidrogénio)
    3) quem diz o contrário tem tanta inteligência como o tipo que diz que a terra é plana… mas estão no vosso direito de dizer. Podiam era fazer uma visita ao antigo hospital conde ferreira, sentiriam-se em casa…

    • Costa says:

      Mestre em direito poderá sempre visitar o Magalhães Lemos que está em pleno funcionamento, mas neste teu último escreveste muito para “gente que lá não chega” mas no fim não disseste nada, o problema aqui é que o tal imposto não vai fazer nada pelo ambiente mas sim pelos cofres do Elisseu, e quanto a tal LIBERDADE da pessoa escolher isso é uma utopia pois poderia dar aqui muitas coisas que me estão vedadas a mim e a milhões de pessoas e ou são ilegais ou são crime, volto a repetir se os SUV os jipes ou qualquer outro tipo de veículos mais poluentes não fazem sentido para as necessidades do dia a dia os governos tenhem bom remédio que é proibir, agora “São poluentes mas se pagares podes poluir a vontade” isso é uma grande tanga

    • A. L C. says:

      Engraçado, vendi o meu série 3 diesel e comprei um SUV “compacto” a gasolina que polui menos de metade…
      Portanto o teu resumo, podes…

  16. Rui says:

    Preocupados com o ambiente uma treta! E logo a França que não pára de caír a pique, devido à enorme instabilidade interna com os coletes amarelos!!!!

    Já agora se alguém estiver interessado em ler, a origem da “guerra dos coletes amarelos em França”, começou devido ao aumento do imposto sobre os combustíveis a bem da ecologia!!!!! E já à 2 anos que o Macron não tem descanso!!!!!!

    https://www.publico.pt/2018/12/02/mundo/noticia/querem-coletes-amarelos-1853244

    Já agora uma pergunta, porque é que acham que o Trump ganhou nos EUA e das primeiras coisas a fazer foi acabar com todos os acordos ambientais em que a indústria americana era fortemente prejudicada, ao contrário da China por exemplo. E vem daí a afirmação do Trump: America First ao penalizar tudo o que é estrangeiro!!!!!!

    • Costa says:

      Rui desculpe lá mas o slogan do América fist é outra treta, pois todas as grandes empresas americanas produzem em solo chinês logo se a China polui muito, é também graças às empresas americanas, pois se o Trump tivesse tão preocupado com a América, com os trabalhadores americanos e afins, impunha tarifas aos produtos americanos de forma a que não fosse rentável a essas empresas produzirem na China, mas isso o tretas do Trump não faz, porque não interessa a economia americana.

    • Frederico Almeida says:

      O seu comentario apenas mostra que nao sabe NADA do que fala.

  17. Fausto Augusto says:

    Eu não entendo, apenas temos os automóveis utilitários para as nossas deslocações, que provocam o efeito estufa?
    E já agora, os navios de carga até são poucos, os aviões até são poucos, os camiões até são poucos , dá-me a entender que nos andam atirar areia para os olhos!!!
    Em 2050 já cá não estarei mas gostava de ver o caps com a produção de eletricidade para abastecer tantos veículos elétricos e o comprimento das áreas de serviço para carregar esses veículos todos

    • Frederico Almeida says:

      Voce ou anda a dormir ou é o resultado de uma completa falha de educcao em casa e na escola…

      • Costa says:

        Frederico Almeida, ler os seus comentários por aí a cima e depois ler onde você diz “ou é resultado de uma completa falha de educação em casa ou na escola” apenas me leva a perguntar……tomou a medicação hoje????

        • PBatista says:

          De certeza que não, dá-me a impressão que é um completo aziado, alguém com um problema grave na massa cinzenta… espera, a avaliar pelos comentários, não há massa cinzenta ali!

          Ou até não há qualquer tratamento possível e o homem não tem culpa nenhuma da sua condição!

  18. Fausto Augusto says:

    Eu não entendo, apenas temos os automóveis utilitários para as nossas deslocações, que provocam o efeito estufa?
    E já agora, os navios de carga até são poucos, os aviões até são poucos, os camiões até são poucos , dá-me a entender que nos andam atirar areia para os olhos!!!
    Em 2050 já cá não estarei mas gostava de ver o caps com a produção de eletricidade para abastecer tantos veículos elétricos e o comprimento das áreas de serviço para carregar esses veículos todos

  19. Números reais da UE says:

    Em relação à UE há dados relevantes que ajudam a compreender muitas das medidas que estão a ser tomadas…

    https://www.europarl.europa.eu/news/pt/headlines/society/20190313STO31218/emissoes-de-dioxido-de-carbono-nos-carros-factos-e-numeros-infografia

    • Pedro Pinto says:

      Obrigado pela informação.

    • ze says:

      Esse infograma não está correcto, induz em erro, os carros não representam 60% das emissões de co2. Todo o sector dos transportes representa 23% do total de emissões ponto final.
      Depois na minha terra 60,7 + 26,2 + 11,9 + 1,2 = 100%, logo os números apresentados estão errados e não são 60% para os carros mas sim algo como 72 – 34 (restante rodoviario), algo como 38%, ou seja, as emissões de co2 provocadas por carros ligeiros rondam os 7/8%, acho que o número oficial é 6% do total de emissões de co2.
      Esse infograma usou algumas falácias e contas mal feitas para enganar o público, e assim vai ganhando força este lobby que só visa aumentar impostos e manter tudo igual no que diz respeito ao ambiente.

  20. paulo says:

    Eu quero saber quando “eletrifica” e o mundo vira uma torradeira gigante que imposto vão inventa, imposto para prevenir blackout.

  21. paulo says:

    Políticos e cidadãos hipócritas e o que tem demais no mundo.

  22. paulo says:

    Políticos e cidadãos hipócritas e o que tem demais no mundo.

  23. Sergio says:

    se demonstrarem de forma clara no seu orçamento anual, que esses 50M vao ser gastos em medidas ambientais objectivas, estruturas de energias renováveis por exemplo, não me oponho .. agora se realmente vão usar este dinheiro especifico para outras coisas, então não concordo

  24. Pedro says:

    Ao invés de baixarem os impostos nos veículos menos poluentes para incentivar as pessoas na aquisição desses mesmos… Preocupações ambientais porque é claro…

  25. LEOPOLDO FREITAS says:

    Que tal taxar os navios de carga e os avioes jato também?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.