Quantcast
PplWare Mobile

EUA: Inquérito indica que cidadãos apoiam a transição elétrica até 2030

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. Nuno says:

    a maioria das pessoas inteligentes apoia

    • Hugo Nabais says:

      Não me parece nada inteligente achar que já em 2030 será possível ter infraestruturas que permitem apenas veículos 100% eléctricos

      • Nuno says:

        faltam 9 anos, e não sao apenas eletricos os a combustao ainda vao viver durante muitos anos mas é prefeitamente possivel daqui a 9 anos so se venderem carros novos eletricos e ter infraestrtura para isso quando a combustao apareceu tambem não havia bombas de gasolina à medida que a frota foi crescendo as bombas tambem até que agr temos uma em cada esquina

        • João Ferreira says:

          pois mas na altura o carro não era um meio essencial. Neste momento é e nem todos pode trocar o carro nos próximos 10 anos e pode nem haver recursos para tal. As coisas estão avançar, não é preciso fazer nada a correr e com isso só prejudicar o povo.

    • EA5Y says:

      Gostava de saber se onde vai buscar minério suficiente para eletrificar o mundo e onde é que as pessoas que vivem em locais remotos por este globo fora os carregam?

      • Nuno says:

        há mais do que minério suficiente assim como também há petroleo sem contar com a grande diferença que eletrecidade podes fazer a partir do sol do vento etc o petroleo não

    • Manuel Costa says:

      Sim… as que podem pagar 6700 euros de electricidade por ano e que podem pagar 120000 euros por um carro novo a cada 7 anos. Além dos 600000 euros de comprar uma moradia e fazer obras para poder carregar os 2 carros da família, durante a noite e alugarem um por 8700 euros, para irem passar uma semana a outro ponto de Portugal.
      Esses apoiam de certeza.

      • Nuno says:

        6700 de electricidade ? bem nem quero imaginar o que uma familia dessas gasta em gasolina deve passar dos 20 mil ahah eu gastava 120€ de gasolina comprei um hibrido com 50 km de autonomia vou e venho todos os dias do trabalho gasto 16€ de electricidade a carregar sempre em casa poupo 100€ por mes é fazer as contas, quem é rico opta pela gasolina

  2. Aí aí ai says:

    Em mais de 300 milhões de cidadãos, do perguntaram a 2 mil e poucos e ainda assim só tiverem 55% a dizer sim…… lol

    • Gonçalo says:

      é uma amostra assim como as sondagens ou achas que nas sondagens perguntam a todos os portugueses ahahah em 3000 pessoas já dá para ter uma ideia para onde a sociedade caminha

  3. ANDRE PEREIRA says:

    2.678 pessoas num país como a América com 200M habitantes.. onde a opinião é polarizada dependendo do Estado é extremamente grande.. concluo que a amostra tirada é insatisfatória com uma margem de erro brutal.. e portanto esta notícia é outra vez .. arroz.

    • Hugo Nabais says:

      Confesso que não tinha feito caso, mas um inquérito a uma amostra insignificante de habitantes de um país, merece sequer algum destaque ou noticia?!

      Lembro-me cá em Portugal, onde somos apenas 10M contra 330M nos USA, sondagens com amostragem superior a 1000 pessoas e os resultados tinham grandes erros face á votação real!

  4. Pedro says:

    De que estado eram essas (pouquissimas) pessoas? É o suficiente num país como os EUA para basicamente decidirmos que resultado queremos ter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.