Quantcast
PplWare Mobile

Empresa alemã Lilium quer construir 400 táxis aéreos elétricos por ano

                                    
                                

Fonte: Reuters

Autor: Marisa Pinto


  1. Ludita_Modernaço says:

    A Kittyhawk do Larry Page acabou de pifar. Eu não punha dinheiro nesta, até porque o transporte aéreo individual é, independentemente do combustível utilizado, uma imbecilidade.

    • RC says:

      Nem só o aério, todos eles.

    • Alejandro says:

      Desculpe, mas discordo do seu raciocínio ou em parte dele, pois se o transporte aéreo individual massificar-se, pode-se aproveitar melhor os espaços ocupados por algumas estradas existentes. Por exemplo: as cidades poderão ganhar mais áreas verdes, ou aumentar o número de focos habitacionais disponíveis. As aeronaves podem aterrar nos terraços dos prédios onde pretendermos ou precisarmos ir, etc. Mas pessoalmente, não concordo com o fim dos veículos terrestres convencionais. Acho que todos os meios de transporte têm o seu lugar. O modo de transporte aéreo individual é tão válido, pois executivos dispõem-se a pagar mais para deslocações de helicóptero nas grandes cidades, exemplo: São Paulo no Brasil e Nova York, Estados Unidos da América. Espero estar vivo nesse futuro e ter a oportunidade de utilizar uma máquina daquelas, pois assim será possível uma deslocação mais rápida e directa desde o ponto A ao ponto B. Haja futuro.

  2. says:

    Mas há protótipo a funcionar ou é tudo na base da teoria ainda?

  3. Tony says:

    E legislação? Regras? Formação? Se com as trotinetes já é o que é imaginem com carros voadores…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.