Quantcast
PplWare Mobile

Elon Musk reage à proibição de elétricos da Tesla na China

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. gr33nbits says:

    Diga o que disser numa base militar cams não são permitidas sejam de bolso ou de carro e acho muito bem.

    • Vítor M. says:

      Na verdade, tudo isto atualmente é um problema. São os telemóveis, são as pequenas câmaras de bolso, são as câmaras dos carros, são os satélites militares…. tudo hoje é um grande problema porque estes países vivem destas estratégias do gato e do rato.

    • Augusto says:

      Têm o quê para salvaguardar???
      Se tudo que a China faz é cópia de alguma empresa bem sucedida no exterior.
      PCC agindo com a canalhice de sempre.
      Quem perde é a população chinesa.

  2. Nick says:

    Por outro lado instala milhões de câmaras para vigiar os cidadãos. Tudo depende do ponto de vista.

    • Vitor says:

      Sim mas…são cidadãos Chineses ou quem reside na China! Londres tem câmaras por todo o lado e não vejo (quase) ninguém a reclamar falta de privacidade! Pontos de vista…

    • gr33nbits says:

      Os Muricanos são mais dissimulados, usam satélites que fazem o mesmo e são menos intrusivos pelo menos em outros países.

  3. carlos says:

    Está questão vai ser cada vez mais falada e não só na China, onde esta proibição tem outros objetivos.
    Um sistema de pilotagem automático, em carros sempre conectados é sempre uma questão que vai levantar questões de privacidade, principalmente na Europa.
    Se para ter uma câmara apontada para a porta da minha casa tenho de ter autorização, para ter uma câmara num carro a filmar tudo o que lhe aparece pela frente, também devia ter a mesma autorização.

    • JPP says:

      Não são situações comparáveis.
      Um sistema tem como fim a pilotagem o outro tem mesmo o de violação da privacidade. A lei é clara as imagens só podem ser usadas para um fim, a sua utilização para outro fim é claro. Não percebo a confusão

  4. Joao Ptt says:

    Como se a TESLA pudesse negar-se a partilhar todas as informações e imagens das câmaras de vídeo-vigilância com a NSA, após receberem um daqueles mandatos judiciais do tribunal secreto da NSA (que basicamente diz que sim a quase 100% dos pedidos que lhe são colocados à frente).

    Para obter dados de instalações militares de países estrangeiros, parece-me impossível a NSA não ter já, neste momento acesso a esses dados… independente do que diga a TESLA, que aliás é obrigada por esses mandatos judiciais a manter não só segredo como até a negar sob pena de severas sanções penais. Logo o que quer que digam no sentido de negar pode ser tomado como uma mentira, que até pode estar a ser dita sob coacção.

    • Marco says:

      Nem mais, tá tudo dito amigo. Isso mesmo.
      Elo musk deu um tiro no pé.

    • Sérgio says:

      Até pode muito hipoteticamente servir para assassinatos na estrangeiro. Se a NSA pretender eliminar alguém que esteja a conduzir um tesla, o tesla remotamente vai contra uma parece, se não estiver a conduzir um tesla vai um tesla contra ele.

      • IonFan says:

        Bom dia,

        Represento um grande estúdio de Hollywood e gostaria de falar consigo acerca da sua idea para o filme.
        Quando estaria disponível para uma conversa em particular?

        Agradeço desde já.

        Com os melhores cumprimentos,
        IonFan

        • Ero Sennin says:

          perfeito! comentário simplesmente genial…

        • Sérgio says:

          Já vi que trabalha para a Disney, pois ainda acredita no pai natal.

          Faça um filme sobre os talibãs usarem uns Teslas para irem passear na boa, nada a temer 🙂

          • IonFan says:

            Bom dia Sérgio,

            Obrigado pela pronta resposta.

            Infelizmente não posso confirmar publicamente que estúdio represento. Posso no entanto adiantar que, devido a litigâncias antigas, não trabalhamos com o Sr. Pai Natal.

            Esta segunda idea já não me parece tão boa. Ainda assim, se fizer muita questão, podemos discutir também.

            Gostaria também de propor uma sequela, chamada “O Partido Comunista Contra-ataca”. Começa com um Huawei a explodir na cara do Sec. de Defesa dos EUA.

            Aguardo a sua resposta.

            Com os melhores cumprimentos,
            IonFan

    • Vítor M. says:

      Negar todos podem, mas são tantas as inverdades, mentiras e invenções, que quando dizem algo, é como se já se estabelecesse um sistema de ouvirmos tudo, mas ao inverso do que estão a dizer.

      Alguém coloca as mãos no fogo pela China? E pelos EUA? É um mundo complicado a complicar-se cada vez mais.

    • José says:

      O horror, o drama! O próximo filme nos cinemas junto de si!

  5. Seal says:

    Creio que o último parágrafo da notícia diz muito… tendo em conta que uma boa parte das empresas de EVs Chinesas pertencem, no todo ou em parte, ao Estado.

  6. B@rão Vermelho says:

    Eu acho que é normal uma decisão deste tipo, infelizmente em Portugal muito provavelmente nada disto s vai passar, aliás é com grande pena e preocupação que Portugal fosse obrigado a vender a EDP, a estrangeiros, não consigo compreender como um serviço vital para um país seja vendido assim, talvez se explique porque em Portugal a energia elétrica não é considerado um bem de primeira necessidade, pagamos o Iva a 23%.

    • Jorge Carvalho says:

      Porque no acordo assinado na troika foi uma das 11 empresas que teriam que ser privatizadas.
      Só que os portugueses não têm guito para comprar uma EDP ou Ren.
      Alias a EDP é igual ao litro. A Ren é mais problematico.

      Abc

  7. leeloo says:

    Se o Musk garante… dormimos todos mais tranquilos. Agora lembrei- me do teatro que foi feito por causa do Tik TOK… Engraçado como os pontos de vista mudam de acordo com o país.

  8. Mauro Jr says:

    A China é uma ditadura e como tal teme tudo e todos dos países democráticos. Essa paranóia a leva a proibir quase tudo

    • José Pereira says:

      E os EUA o que fizeram à Huawei?!?! São todos do mesmo saco….

      • José says:

        Quer comparar, um país livre com uma imprensa feroz, uma oposição ainda mais feroz e onde tudo é desmascarado mas com uma criatividade incrível, com outro cujo poder, está nas mãos de um partido cruel que tudo controla, copia e rouba o máximo que pode fingindo depois ser seu, onde até a forma de como se comportam os cidadãos é alvo de censura com sistema de pontos sociais, que comete crimes contra a Humanidade descaradamente, ocupa outros países e faz dos seus territórios seus em pleno Século XXI? Não sei porquê, uma pequena grande diferença entre ambos!

        • Francisco Lima says:

          País livre desde que não lhes façam frente. Se é assim porque é que as maiores empresas americanas têm fábricas na China??
          A mão de obra barata não é???
          Diga-me um exemplo dos EUA defenderem um país sem que por trás disso não tenha interesses económicos??? Exemplo disso foi a invasão do Iraque sob o pretexto das armas químicas que até ao momento não foram encontradas.

  9. Francisco Lima says:

    Acho muito bem a atitude da China. Como se costuma dizer “Amor com amor se paga”. Ou são só as autoridades americanas que podem bloquear seja o que for com a DESCULPA de segurança nacional. E isso é exemplo a tentativa de banir a Xiaomi dos EUA assim como sucedeu com a Huawei. Os americanos acham- se os maiores e tudo e qualquer coisa que lhes faça frente no mercado internacional eles vão sempre com a mesma estratégia que é a tentativa de deitar essas empresas abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.