PplWare Mobile

e.Go Mobile Life: Carro elétrico por menos de 20 mil euros chega em abril


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. ElectroescadaS says:

    Que “coisa” feia…

  2. MarioM says:

    O Mais engraçado e que toda a gente fica muito preocupada com o carro eléctrico e temos muitos na azafama de vender o eléctrico mas o mais importante é que por muito barato que seja isso representa uma divida e parece que muita gente se esquece que um povo endividado é um povo escravo e que se assiste nos nossos dias são Países escravos da divida das suas populações empurradas para compras que não precisa.
    É preciso perceber que as mudanças fazem-se mas para isso é necessário que exista riqueza partilhada para que os sonhos de alguns que vivem na Cloud (Políticos e organizações ambientais que só vivem porque mamam na teta dos estados ) que mandam não se torne o pesadelo para outros

    • somewhereovertherainbow says:

      +1

    • Mário J. says:

      Apesar de ter Mário e José no meu nome não concordo convosco… já conduzo o segundo veiculo elétrico da minha vida e tenho pena que outras pessoas não saibam o que isso é… não há retorno meus amigos, vamos consumir a nossa própria energia que já é na maioria renovável, e acabar com a dependência externa… hoje é um bom dia pra refletir sobre isso, eu não preciso ir prás filas das bombas mingar combustível… um grande abraço

      • Flavius says:

        @Mario J. Então e como faço eu ?
        Tenho uma casa mas sem garagem, o carro está estacionado na rua(deve ser a maioria no país), não tenho nenhuma bomba elétrica num raio de 40Km, diz-me como e que faço?
        Compro o carro e depois ? …..
        Como referi , enquanto não temos infraestruturas de abastecimento, fico dependente dos combustíveis fósseis.
        Mas se tens alguma sugestão estou para ouvir, se não vai gozar com o governo…

        • Mário J. says:

          Obrigado pelo teu comentário, nestas coisas pouca gente tem a minha experiencia, ás vezes pareço algum tipo de fanático religioso a falar de carros elétricos, por isso penso conseguir converter te… Aleluia irmão !! :-))
          É o seguinte… a ordem para que no futuro se possa carregar o veiculo elétrico será ; casa, local da profissão, zonas comercias, restaurantes, autoestradas, casa de familiares e amigos, etc… As pessoas se pararem o seu carrito poluente para perderem 15 ou 20 minutos para o cafezito e lerem o jornal, ninguém diz nada, mas se for para carregar o veiculo elétrico já é um problema doutro mundo… mas nesse período de tempo já se pode carregar cerca de 200 kms de autonomia, e não é preciso ter um Tesla… eu próprio há umas semanas atrás fui com a minha MaisQueTudo dormir a França, saimos no sábado e regressamos Domingo a Portugal, sem gastar um cêntimo em combustível, e neste caso em eletricidade também não gastamos nada ( mas foi uma exceção á regra ). Para rematar… não conheço ninguém que tenha ficado arrependido de comprar um elétrico, e tantas famílias têm dois carros, porque não um deles ser elétrico para fazer a experiencia, há quem tenha feito isso com a intenção de fazer as voltas pequenas com este, acabando por acontecer o contrário, acabando por fazer as viagens maiores com o veiculo elétrico. Desculpa ter sido tão longo, mas eu avisei… Um grande abraço e espero ter ajudado.

          • Flavius says:

            Volto a dizer, podes ter essas condições, mas eu trabalho a 8 km de casa ,a minha esposa trabalha a 500m de casa, temos um carro a gasóleo, há 2 postos de abastecimento nesta vila, na vila seguinte onde trabalho há 4 postos de abastecimento, na cidade vizinha, há 6 ou 7 , mas nenhuma tem uma bomba/estação elétrica….
            Como faço nessas condições ? Me desloco todos os fins de semana para longe para abastecer ?
            No meu caso e de muita gente nessas condições , não há forma de ir para um elétrico, não compensa.
            Enquanto não houver infraestrutura de abastecimento elétrico minimamente perto (vá até 20 km max) e difícil investir em algo elétrico.
            Compreendes a situação ? E não devo ser o único, deve haver muita gente assim.

    • caetano armando says:

      A PURA DA VERDADE

  3. Pedro Fernandes says:

    Pena ter a autonomia “de uma batata”

    • José Carlos da Silva says:

      Esse assunto já foi abordado diversas vezes. A autonomia é mais do que suficiente para a esmagadora maioria das pessoas, na sua deslocação casa-trabalho-casa. É ainda suficiente para só necessitar de duas ou três cargas semanais. Efectivamente seria sempre melhor ter pelo menos o dobro da autonomia, mas lá chegaremos.

      Até ver, parece ser das melhores propostas que estão no mercado. Depois, o que falta a seguir é capacidade de carregamento. As infraestruturas não estão preparadas, e os carregamentos são demasiado demorados.

  4. Mateus Pinto says:

    O que a Europa precisa é de carros a sério, boa autonomia, seguros e que carreguem em toda a Europa. Estas soluções de meia tigela só trazem confusão ao mercado. Tesla 3 ou japoneses, sim valem a pena

  5. Flavius says:

    Daqui uns 5 anos, vou rever as opções e condições para ter um automóvel elétrico, até lá , sem infraestruturas (tipo bombas ou estações de carregamento, duração e fiabilidade) nem estou a equacionar.
    Não vale a pena perder tempo.
    Haja quem tem dinheiro para ser cobaia, ah desculpa pioneiro em aquisição de veículo elétrico.

    Feliz Natal

    • Louro says:

      Deste dois problemas…os quais já hoje tem uma resposta rápida e correcta.

      – Infraestruturas.
      Todos os países Europeus estao cada vez mais a investir nisso, no caso de Portugal já existem centenas de pontos espalhados por todo país.
      Mesmo assim, ainda podes carregar o carro em casa durante a noite.

      – Fiabilidade,
      Como estamos a falar de um carro elétrico estamos a falar também de menos partes moveis, e como todos sabemos menos partes moveis significam menos provabilidade de haver problemas.
      Neste momento tenho dois Tesla, um Model S 75D e um Model X P100D, no caso do model S já conta com mais de 200k km, até agora sem problemas de maior.
      A manutencao feita no carro foi até agora próxima de zero quando comparada com o equivalente a gasolina e para teres uma pequena ideia ainda nao mudei travoes até agora.

      O model X tem alguns meses e conta com a volta de 20k km, óbvio que para esses km a manutencao necessária foi zero.

      O que no meu ver responde a tua questao acerca de fiabilidade.

  6. Marco says:

    Mistura de Smart com G-Wiz… podia ser mais bonito, mas se calhar o que importa é a funcionalidade!

  7. Rodrigo says:

    Para uma utilização diária a autonomia é a suficiente. É pena é ser feiozinho, se não até punha a hipótese de o comprar.

    • LMP says:

      Feio agora mas quando andar constantemente pelas estradas e o veres todos os dias, fica bonito…
      O smart também era feio mas agora é muito comum e nem se dá por ele a andar na estrada.
      Feio é o FIAT Multipla, esse sim nem dado o quero, tenho reputação a manter pá…

  8. Wagner Santos says:

    Por enquanto, creio que o caminho seja um híbrido que use o motor elétrico na arrancada, aonde se gasta mais combustível. Estou pensando em adaptar um diferencial traseiro com um motor elétrico no meu Clio para ele ajudar na arrancada e o motor a álcool só atuar após os 50 ou quando a aceleração se estabilizar, ainda estou estudando os custos.

  9. informado says:

    Todos os comentários anteriores sáo de pessoas que não percebem nada de veículos eléctricos e que adoram continuar a poluir nos seus carrinhos de gasóleo e gasolina apesar destes combustíveis serem altamente cancerígenos …e provocarem a morte

    • Wagner Santos says:

      Aonde fica o seu altar para eu poder te adorar?
      No meu trabalho eu rodo normalmente 150 km por dia, não raro preciso rodar mais do que isso, existem pessoas que rodam muito mais e não podem ficar horas esperando a boa vontade da bateria carregar, mas isso é fácil de resolver com sua infinita sabedoria divina. Vc aceita sacrifício de carneiro ou posso te enviar pelo correio um play4 esmagado por uma prensa hidráulica?

      • Marco says:

        Wagner, mais vale deixar…
        Também faço do género e um híbrido até gastaria mais combustível devido ao trajecto, esperemos por uma solução mais viável e mais produção de energia através de renováveis.

        • Wagner Santos says:

          Um híbrido gastar mais combustível do que um convencional?

          • Marco says:

            Sim, geralmente as soluções híbridas têm um motor a combustão pouco potente, em estradas íngremes e com peso obriga a ter a propulsão eléctrica e combustão ao mesmo tempo o que acaba por gastar mais do que um simples a combustão.
            Claro que não estou a falar dessa solução que falaste em adicionar um motor eléctrico, mas isso na altura do IPO era uma dor de cabeça.

    • Flavius says:

      Tu és o Informado mas desinformado, ainda deves acreditar que a ECO e milagre.

      Elétrico ? – as componentes que originam os automóveis, os fabricantes os vão buscar na natureza? E somente as juntam para criar um automóvel, não e ?
      De pessoas como tu, e que as grandes empresas precisam, que acreditam que o mundo vai mudar com a reciclagem, com veículos elétricos, facturas sem papel (tipo com papel ou sem o valor e o mesmo, mas a ideia e pelo bem da natureza, então fazem o desconto do valor do papel…pfffff).

      Como referi, tu és o Informado mas Desinformado.

      P.S. desculpe te informar, mas não existe PAI NATAL.

    • ElectroescadaS says:

      @Informado:

      É melhor usares máscara. Ouvi dizer que as máscaras de Darth Vader estão em promoção…

    • M says:

      Serem cancerigenos e provocarem a morte, pois…

    • Joao says:

      Também tem razão. Mas comer carne peixe é lacticínios também é altamente cancerígeno e propavelmente come.

    • pedro says:

      se fosses amigo do ambiente andavas a pé ou de transportes públicos.
      Mete na cabeça, nunca será a técnica pela técnica mas sempre a técnica pelos custos e pea facilidade de uso. O gasoleo é cancerigeno desde sempre, assim como a gasolina, o fibrocimento degradado, o alcatrăo das estradas, a carne vermelha, as batatas fritas etc…

  10. M says:

    Serem cancerigenos e provocarem a morte, pois…

  11. CMatomic says:

    Hummm , vou fazer as contas de 15000 € , – iva , menos 2000 € , não tenho que pagar combustível fóssil , manutenção 0,50 % .
    Poderá ficar por volta 9550 € a 12000 € , e no futuro ainda poderei comprar uma bateria nova e com mais alcance , a tendência é para as baterias ficarem mais baratas e mais eficazes .
    O aspecto faz lembrar o Volkswagen Carocha

  12. Luís says:

    Não é a coisa mais linda do mundo, mas via-me na boa a usar isto como um utilitário para o dia-a-dia. A versão 60 parece dar na boa para o meu caso que faço 100km por dia e às vezes faço uns desvios que totalizam uns 150. Se isto desse para carregar a bateria totalmente durante a noite em casa era a cereja no topo do bolo

  13. anon says:

    Lol piada, por este valor prefiro a bicicleta!

  14. Pedro Ribeiro says:

    Para além de meter medo ao susto, não vejo qualquer informação sobre o desempenho. Esta mania de que para veículos eléctricos só interessa a autonomia já cansa.
    E desde o Tesla roadster, qualquer empresa deveria ter vergonha de apresentar um carro tão desinteressante!

  15. Rui says:

    Gostei do carro… E espero que surjam mais empresas destas com novos projetos de vaiculos alternativos. Chega de lobis fósseis

  16. André says:

    Já ouviram falar do Sion da Sono Motors???? Outra startup alemã?
    Procurem no Google!

    • Mário J. says:

      Esse veiculo tem painéis fotovoltaicos que conseguem produzir energia para 30 kms/dia, já vi isso algum tempo atrás… penso que numa carrinha grande e fechada ou numa caravana seria mais eficiente, pois teria uma superfície enorme para captar a luz solar, veremos o futuro, será empolgante :-))
      abraço…

  17. Mário J. says:

    Há uma coisa que eu acho engraçada… se todos chegamos aqui é porque clicamos nesta noticia, logo tivemos algum interesse neste veiculo elétrico, sendo assim… porquê tanta picardia então entre nós ?? :-))
    abraço…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.