Quantcast
PplWare Mobile

Condutores têm mais tempo para provarem que não passaram numa portagem sem pagar

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Joao Ptt says:

    Deveria ser quem acusa, a ter de provar, ainda mais em uma portagem onde poderiam perfeitamente ter meios de bloquear a passsagem do veículo, com pré-leitura do identificador ou assim e caso desse erro, bloquear a passagem mais adiante.

  2. iMF says:

    Uma vez fui recebi uma carta para pagar uma portagem que não fui eu a passar.

    Tive sorte que a matrícula era da moto e na carta falava de um automóvel.
    Mesmo assim ainda tive de reclamar, que eles nem 2 dedos de testa tem para verificar.
    Manda a carta e logo se ve

    • jonas says:

      Eu recebi uma que nem fui eu, nem o meu carro, nem sei como eles fizeram aquilo. Por acaso correu bem, era numa portagem a centenas de Km de casa, demonstrei que estava a trabalhar aquela hora naquele dia da semana, e lá me safei de probemas…

  3. Daniel Paiva says:

    Eles é que deveriam provar que o carro lá passou e não ser o proprietário a provar que não passou…

  4. k says:

    Mas o lema é “inocente até prova em contrário” ou “culpado até ser provado inocente”?

    Eles é que deviam ter que demonstrar se eu passei ou não lá com o equipamento todo que eles têm. Não sou eu, geralmente bastante tempo depois, que tenho que ter a sorte de conseguir sequer provar que não passei lá, o que pode não ser nada fácil. Consegues atravessar portugal em cerca de 6h, podes fazer o argumento de que qualquer pessoa consegue passar em qualquer portagem do país dentro do mesmo dia +/- independentemente de onde estás. Se por acaso calhar de eu estar em casa a dormir à hora, como é que eu provo que não passei algures? Sorte não pode ser fator.

  5. João says:

    Já recebi uma em que eles diziam que eu passei na A23 Às 3 da manhã, estando eu em Palmela e em um parque de estacionamento com reconhecimento de matriculas e vigilância eles chegaram a descontar na via verde, quando contestei e tinha provas que eu não passei por lá, chegaram à conclusão que o erro foi deles porque a minha era XT e a que passou era XI (sem identifcador), ou seja, sujidade na matricula do infrator

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.