Quantcast
PplWare Mobile

Como poderá um carro elétrico Tesla sobreviver nas cheias? Um vídeo mostra o que acontece

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. RC says:

    Só mentes depravadas é que podem concordar com essa imagem, se sabem que os elétricos usam sistemas de alta tensão, os mesmos não iam ficar ali à vista e desprotegidos, daqui a pouco até afirmam que submarinos não podem andar debaixo de água por serem eléctricos.

    • Tadeu says:

      acho que estás a exagerar… um submarino é uma estrutura estanque, um carro não, de modo que haveria razões para questionar até que ponto um carro eléctrico pode funcionar submerso desta maneira, da mesma maneira que há razões para duvidar dum carro normal, com motor a combustão: por exemplo, assim que a entrada de ar e escape ficam submersos o motor pára, e há outros pontos críticos que podem falhar.
      Não é garantido que qualquer máquina funcione em condições extremas… Neste caso o Tesla parece funcionar, mas outros veículos eléctricos poderiam avariar.

    • Vítor M. says:

      Em abono da verdade, os submarinos são híbridos. Por exemplo, os Tridente portugueses, funcionam a diesel e a energia elétrica. Mas quem carrega as baterias é o motor a diesel.

      Os submarinos nucleares também funcionam a energia elétrica, que é produzida por um reator nuclear.

      Um dia haverá só submarinos movidos a energia elétrica, mas, como alguém referiu, são estruturas estanques. Um carro não o é. Mas o sistema de bateria e as respetivas cablagens, estão protegidas. Por isso a água não é um problema.

      • RC says:

        A propulsão dos submarinos modernos, sejam eles diesel, nucleares e até hidrogénio é sempre eléctrica.

        O que está em causa é se os carro andam na água ou não, o carro não é estanque, mas os seus sistemas de propulsão são. Qualquer carro que apanhe água até tapar as rodas e durante algumas horas é normalmente sucata porque tudo se vai estragar.

        • Vítor M. says:

          Certo, mas se os motores do carro forem estanques e a bateria também, a água pode passar por cima das rodas, que a água não entrará em circuitos elétricos. Não me aprece que avariem por esse ponto. Aliás, há carros que se transformam em barcos e conseguem manter a parte elétrica estanque.

          • RC says:

            Certo, o problema não são esses sistemas, são os restantes de baixa tensão que não têm a mesma proteção e que não são necessários para a locomoção da viatura, esses devido à corrosão vão à vida.

          • Paulo says:

            A questão é qual a definição de estanquicidade da Tesla. Se estivermos a falar de andar em estradas molhadas, é uma coisa, se estivermos a falar de andar com agua ate 1 metro de altura é outra. O carro pode estar projetado para a primeira, e aguentar durante um tempo limitado sem haver grandes danos.. mas pode n estar projetado pa segunda hipótese, e apesar de aguentar um tempo, pode n ser mto tempo.. e que riscos corre o condutor? Em teoria, nenhum, ja que a água irá fazer de fio terra. Mas… Nunca se sabe.

          • RC says:

            @Paulo, para o condutor e ocupantes nunca existe risco, a energia “corre” pelo local mais curto de de menor resistência, mesmo que a bateria fique inundada a passagem de corrente só acontece dentro dela, é o mesmo que um veiculo a gasolina que usa milhares de volts nas velas de ignição, de certeza que não existem relatos do condutor apanhar choques, a não ser que vá lá meter os dedos….

  2. L.Sousa says:

    Todos bem conhecemos a relação da eletrónica com a água…. Dúvido que não tenha surgido problemas…..

  3. José says:

    Vão lá ver os vídeos no YouTube onde os “barcos” vão trocar as baterias e por que preço.
    Por muito estanques que sejam existem limites…
    A Apple também mostrava publicidade desse tipo, até ter um processo de indenização conjunto por publicidade enganosa.

  4. lapisazul says:

    Deve ser por isso que a maior parte das peças que a malta arranja para teslas vêm de carros que se “afogaram”…

    • RC says:

      Maior parte, mostra lá essa maior parte então.

    • RC says:

      Qualquer carro vai ter sempre problemas após passar por água, as únicas coisas completamente estanques são aquelas que fazem andar o carro, bateria, fichas dos cabos de corrente, motores, controladores, tudo o resto vai à vida, agora aquela sensação que um carro elétrico pode dar choque e não andar na água como a imagem sugere, isso não acontece, até porque existem inúmeros sistemas de segurança, todos os veículos elétricos têm sistemas de controlo de isolamento, até medem a humidade dentro da bateria para informar problemas de infiltração.

    • Rui says:

      quando tens seguro contra todos os riscos e tens um diluvio que inunda o carro acredita que mesmo que aparente ser possivel o por a andar tu vais é querer receber os euros e comprar outro, eu era o que fazia, nunca sabes a caixa de surpresas que vais passar a ter…

      • RC says:

        Nem mais, um carro onde a água chegou a tapar as rodas e tenha estado durante umas horas nessa condição, mesmo que funcione, praticamente tudo no interior do carro vai deteriorar-se.

  5. Joao Ptt says:

    Se o carro não vier com certificações para estar dentro de água, então é melhor não contarem que vá correr tudo bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.