Quantcast
PplWare Mobile

Citroën Ami: O carro que carrega como um smartphone chega já este mês

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Miguel says:

    onde é que foram buscar a ideia de que não precisa carta?

  2. LPereira says:

    Há “papa-reformas” mais bonitos! 😀

  3. Nuno says:

    Não percebi bem: o objectivo é ser um ‘papa reformas’ eléctrico?

  4. Blackbit says:

    “este veículo não pode ser conduzido em autoestradas.”, tira logo a sua utilidade como veículo de transporte para as áreas metropolitanas pois essas envolvem quase sempre uma parte de autoestrada.
    Pena, é mais uma oportunidade perdida de se ter um pequeno veículo econômico e versátil para o dia-a-dia.

    • ElectroescadaS says:

      Não necessariamente. Aqui para os meus lados há sempre alternativas (estradas secundárias) dita auto-estrada…

      • AqueleAmigo says:

        Isso implica uma distância maior, senão 2x maior, talvez para algumas pessoas não seja uma verdadeira alternativa.
        O Blackbit tem toda a razão. As auto-estradas são demasiado importantes no escoamento de trânsito… mas veremos. Acredito que se este modelo tiver sucesso veremos uma versão mais versátil e familiar.

  5. ElectroescadaS says:

    Esteticamente falando é mesmo feio esse carrrito mas gostava de conduzir uma “coisa” dessas…

  6. aj says:

    adiantaram a foto da proxima sexta-feira, só pode lol

  7. ToFerreira says:

    Carregar como um telemóvel?! Não percebi a afirmação.

  8. Miguel says:

    Renovem lá o departamento de Design. Atualmente, há mata-velhos mais bonitos!

  9. Rui says:

    A estética é horrível, é!
    Mas olhando bem, este “quadricíclo” quer combater o Smart (que agora também só é disponibilizado com motor eléctrico.
    O Smart é bonito? Não, mas toda a gente olha para ele (um excelente carro para publicidade).

    A ideia é a de que se o Smart vende, este também pode vender!!!! E pelo preço até fica mais barato!!!!

    Mas convenhamos que uma autonomia teórica de 70km não é nada de estraordinário!!!!!
    Uma boa aposta para as empresas (recuperação do IVA e não paga tributações autónomas!!!!

    • José Carlos da Silva says:

      70km chegam e sobram para percursos de ida e volta em cidade e periferias. E com carregamento em tomada normal a demorar 3h, ainda mais fácil se torna.

  10. Mad says:

    Bem ou seja isto é igual a um twizy da Renault só que mais baratinho.

  11. SANDOKAN 1513 says:

    Mas que carro feio,Deus me livre.Mas como é que um tipo que tenha um metro e noventa pode caber ali dentro ?? 😐

  12. rodrigo says:

    Será que existe do genero mas que de para autoestradas?

  13. Gonçalo says:

    Velocidade máxima 45km/h
    Demasiado baixo

  14. Rita Repulsa says:

    Lindo

  15. lelito says:

    Adivinha-se um fracasso total. Baixa autonomia, estética a deixar muito em conta, segurança para condutor e passageiros tenho sérias dúvidas e por fim basta uma subida acentuada ou condições adversas para o limitar totalmente.

  16. Jilo says:

    Parece que a maioria dos designers do mundo automóvel é gente que detesta os eléctricos e então cria veículos aberrantes mesmo para não ter sucesso. É a única razão que encontro para a falta de empenho em criar algo agradável á vista e prático.

  17. Mnauel says:

    Não percebi essa de carregar como um smartphone ! tinha vantagem se se pudesse levar a bateria para carregar em casa! se não é mais complicado com essa autonomia mesmo que para muito deva chegar.

  18. albino negro says:

    As opinioes sobre o carro sao típicas de tugas.
    So interessa se for grande e potente mesmo que na maioria das vezes nao tenham dinheiro para o pagar.
    Muitos que aqui falam tem um chavelho com 20 anos que ja se arrasta e pagaram por ele o dobro do que de facto vale mas interessa e ser “graunde e com 2 abuffadeiras” pra fazer inveja ao vizinho
    O conceito deste carro é diferente. Percebam isso

  19. nuno a says:

    Acho que não foi bem jogado pela parte da Citroen os 45kmh de velocidade máxima e a autonomia de 70km, teria muito mais sucesso se fossem pelos 100 kmh de velocidade máxima e os 100km de autonomia , mesmo subindo o preço para perto do dobro 12000 euros. Se assim fosse passaria a ser mais uma escolha disponível para muita gente encartada, assim sendo não vejo ninguém a ir para esta opção a não ser os utilizadores dos dos chamados “papa-reformas”

  20. Alex says:

    Chamar a “isto” de carro, é um insulto de todo o tamanho. Bem, ao menos vai gerar animação com as gargalhadas que vão ser dadas quer ao ver a “coisa”, e de quem lá vai dentro ao volante e nao tem noção da vergonha que está a passar

  21. Rui says:

    E qual é o resultado do teste EURONCAP?

  22. jose Manuel says:

    O meu trator agrícola tem uma velocidade máxima de 50km hora.

  23. Vasco says:

    Muito interessante. Eu tenho a certeza que um dos conceitos que irá vingar no futuro e no que diz respeito à mobilidade urbana, é precisamente este, com a diferença de que agarraremos num em qualquer lado, desde que esteja desocupado, e o largaremos noutro ponto, com pagamento pelo smartphone, ao estilo das trotinetes e veículos afins. Dentro de poucos anos a esmagadora maioria das pessoas não quererá ou precisará de ter um carro próprio. Adoro o conceito que este tipo de veículos permite aplicar: precisa / paga / usa / larga. Top.

  24. Jlucas says:

    Feio pra burro.
    Depois eu quero ver onde existe tanta ficha pra ligar. depois de o ter a principal preocupação passa a ser onde ter um ficha para o ligar.

  25. ervilhoid says:

    se for possível por 20€ mês vai ser 1 sucesso, que interessa se é feio ou bonito? é um carro, um meio de transporte
    por acaso não me serve para ir para o trabalho mas se servisse era na hora

    o problema é, será que vai ser mesmo 20€?

  26. MikeSantos says:

    Em vez que fazerem um 2 Cavalos eléctrico versão século XXI, fazem uma papa-reformas eléctrico. Citroen cada vez pior.

  27. André says:

    para que é a porta USB gigante, na lateral do carro? pensei que desse para carregar por lá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.