Quantcast
PplWare Mobile

China, Noruega e Suécia lideram a adoção de carros elétricos. Porquê?

                                    
                                

Autor: Ana Sofia Neto


  1. B@rão Vermelho says:

    Têm um nível de vida melhor, não são como os tugas que não têm onde cair mortos mas querem ter bons carros bons telefones boas casas mas não ganham para isso, mas o mais importante é mostrar que se têm.
    Faço voluntariado em Portugal vou buscar aos restaurantes a comida que não foi vendida assim como o pão e alguns supermercados também doam o mais variada mercadoria, e há famílias identificadas pelas juntas de freguesia que vão buscar as coisas de BMW, Mercedes e outros de carros novos das diversas marcas deste ano, até há quem vai de táxi.
    Por vezes fico com a sensação que quem beneficia destas ajudas não são os que mais precisão mas sim os mais espertos.
    Na associação para a qual eu faço o voluntariado esta sempre a dizer para não avaliarmos as pessoas pelos carros ou roupas que usam, mas que dá que pensar lá isso dá.

    • Paulo Silva says:

      Só não estou totalmente de acordo com o que diz no 1º paragrafo porque da forma como escreve mete todos os portugueses no mesmo saco, o que não é de todo verdade e falo por mim, quanto ao resto estou totalmente de acordo por que é verdade.

      • freakonaleash says:

        Vivemos para as aparências mas somos uns tesos de mão estendida…aplica-se a boa parte deste povo! E é muito lamentável existir gente com bons carros a tirar do comer que servia melhor aqueles que nem carro têm!

      • B@rão Vermelho says:

        @Paulo Silva, o que escrevo no 1º paragrafo estou a generalizar mas nos enquanto povo gostamos de passar a imagem da quilo que não somos, Portugal vive acima das suas possibilidades, queremos ter direitos mas esquecemos os deveres, eu não vivo acima das minhas possibilidades tu também não vives, mas tenho a certeza que conheces pelo menos uma família e até estou a ser simpático ao referir apenas uma família.
        Eu vivo num dos concelhos mais ricos e caros de Portugal, não sou é rico, nasci, cresci, vivo e trabalho no mesmo e na última crise vi casas de milhões a serem entregues aos bancos.
        Nos os Portugueses reclamamos do preço do pão, peixe, carne, gaz, gasolina e depois compramos bilhetes para ir a um espetáculo com preços caríssimos e está tudo bem ou vão a correr comprar um tlf topo de gama que aumentou X% sem que nada o justifique e que 90% do equipamento é igual e não vejo ninguém a reclamar alias até conseguem compreender, e o modelo mais vendido vai ser o mais caro.
        Somos assim com tudo o temos bom e com tudo o que temos de mal.

      • Louro says:

        Eu vivo no UK, onde o salário minimo é cerca de 3 vezes superior ao portugues, o médio é umas 4 ou 5 vezes superior e os carros por vezes sao 10 vezes mais baratos.

        Acredita que geralmente ves melhores carros nas ruas portuguesas do que no UK.
        A diferenca é que no UK normalmente preferem comprar um Fiesta todo equipado que um Mondeo sem qualquer extra.

    • Louro says:

      Sim nao deves de avaliar as pessoas pelos seus bens ou aparentes bens, mas sim dá que pensar.

      • Há cada gajo says:

        Pois…mas ir buscar ajuda alimentar montando num BMW ou num Mercedes…é preciso ter lata. Sim, há que julgar. Julgar é preciso. De forma justa. Mas julgue-se e acabe-se com a impunidade.

  2. Azeite says:

    Sim e gastam umas 30X mais energia per capita . Noruega é dos países que mais energia desperdiçam

  3. paulo says:

    Mas olha que não largam a produção de fosseis? E porque deveriam pregunta um troll?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.