Quantcast
PplWare Mobile

Carta por Pontos: 1.500 condutores sem carta de condução

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. PTO says:

    Ao que se vê nas estradas até são poucos, andam muitos a escapar.

  2. Jamaral says:

    O problema das cartas de condução, e contra mim falo, é serem praticamente vitalícias, já que a sua renovação não passa de um mero acto burocrático facilmente ultrapassável. Depois o que é que se vê, temos alterações ao código da estrada que ninguém acompanha, temos por exemplo o caso gritante das abordagens às rotundas que agora passou a ser uma selvajaria, metade aborda as rotundas pela esquerda ou metade continua a aborda-las pela direita apesar de não irem sair na primeira saída, eu pessoalmente, passei a ter terror ás saídas das rotundas, porque nunca sei o que me espera…

    Temos o caso dos pseudo donos da estrada que acham que podem fazer dentro dela o que quiserem, não existem piscas para mudanças de direcção, para encostar, enfim, não existem piscas.

    Havia de existir uma obrigatoriedade perante os encartados tal como existe a inspecção obrigatória para as viaturas, de, por um valor simbólico, de cinco em cinco, ou de dez em dez anos, um exame de condução. Se passa, passa, se não passa tem de comprar X aulas, o mesmo molde que acontece nas viaturas.

    O Tuga só evolui quando lhe mexem na carteira, o resto é demagogia.

    • Artur Peralta says:

      Concordo contigo na questão das rotundas, no entanto, é uma lei que não dá para cumprir em grande parte das situações. Para eu abordar uma rotunda pela direita ou esquerda, tenho que saber para onde vou numa grande maioria de rotundas não está sinalizado antes da mesma.

      Como posso eu saber uqal saída vou tomar se não existe sinalização prévia para eu tomar a minha escolha?

      Claro que isto não desculpa a balburdia que esta lei veio introduzir, mas é uma grande ajuda…

      • Jamaral says:

        Isso parece mais desculpa de mau pagador. Nesses casos em concreto basta entrar pela esquerda e fazer uma volta de reconhecimento, digo eu.

        • Artur Peralta says:

          Bem, eu não discordei de ti, no entanto não se pode “impor” uma coisa aos cidadãos e não criar condições para que sejam cumpridas.

          Dar voltas a uma rotunda como solução à falta de sinalização adequada para ver para que lado vais sair é simplesmente ridículo!

          Podiam também não colocar o proibido ultrapassar, os limites de velocidade, … e vais devagarinho até veres se podes ou não ultrapassar, se podes ou não andar a 90 ou a 50 ou a 120km/h

          Acho sim que as rotundas são uma balburdia e muita gente complica de propósito, mas existe uma culpa repartida porque não existe sinalização suficiente na maioria das rotundas para que essa lei seja cumprida na integra.

    • talvez says:

      Talvez seja uma utopia no nosso país … mas a cultura que se devia implementar, desde logo cedo na vida, é a cultura do respeito, como por exemplo se faz no Japão. Se houvesse respeito ao próximo resolvia-se grande parte dos problemas na estrada!

      A sugestão que o Jamaral deu temo ser apenas mais uma medida de mexer na carteira.

      • Jamaral says:

        Porque tal como referi é a única que gera resultados em concreto, o resto é perda de tempo.

        Já a cultura do respeito, isso sim, é o pináculo da utopia!

      • Louro says:

        Só vai mexer na carteira de quem nao quiser respeitar pois se fizerem tudo como as regras dizem, nao há uma unica forma de serem multados.

    • Aranha Negra says:

      e quem trabalha nas empesas havia de 5 em 5 anos ou de 10 em 10 anos devia fazer uma atualização da licenciatura ou curso posicional que tirou para poder continuar a trabalhar na sua área profissional se passa-se continuava com o cargo se não era imediatamente despedido do seu cargo na empresa. o problema da estrada não é o código sinais, rotundas, etc. mas sim as pessoas na sua mentalidade e que se safe quem poder é como no computador quando se perde documentos por um vírus a culpa não é do vírus que danificou o sistema mas sim do homem que não sabe utilizar o PC. só apanha vírus no PC quem quer quem tiver cuidados esta tranquilo e como tudo quem tiver os devidos cuidados seja na estrada, computador, COVID 19, etc. etc. etc. vive em paz e tranquilidade.

    • Louro says:

      A questao das rotundas seria relativamente facil de resolver.

      Colocavam faixas suficientes para cada uma das saídas e a faixa acabava ali, se alguém se enganar, tem de seguir e voltar outra vez para trás.

  3. Narciso Miranda says:

    Em relação às rotundas, partilho da mesma opiniao… Acho que é uma percentagem minima as pessoas que entram na rotunda sem saberem qual a saida que querem…

    E caso assim seja, entram à defensiva e não tudo por fora e logo vejo.. pq se baterem, o coitado que entrou por dentro para sair na 2 ou 3 ou 4 ou a saida q seja..é culpado pq estava a mudar de faixa

  4. Pedro Santos says:

    Mais importante, começamos com 12 pontos e se não tivéssemos nenhuma infração nos últimos 3 anos (saiu em 2019) deveríamos ter ficado com 15 pontos. O problema é que os mesmos 3 pontos extras nunca me foram atribuídos … Já mandei emails mas além de não receber qualquer tipo de resposta continua tudo igual … Tirar tiram, mas acrescentar nada …

  5. Louro says:

    Deviam era de comecar a mexer os cordelinhos para penalizar ainda mais quem nao respeita.

    Exemplo:
    Tens 12 pontos com o máximo de 15, nao cometes infraccoes logo o teu seguro automóvel deveria de ser mais barato que os que cometem infraccoes porque passariam a ser considerados como condutores mais perigosos e com mais risco de acidentes.

    O mesmo para o IUC, nao cometeste nenhuma infraccao no ano anterior, o teu IUC seria mais barato, cometeste alguma, o teu IUC seria mais caro.

    A ver se a malta nao comecava logo a ter mais calma e cuidado na rua.

    • Jon says:

      Eu em 10 anos de carta tive apenas 1 acidente e não foi por andar de presa ou desrespeitar o código foi numa manobra.. De resto tudo tranquilo

      • Louro says:

        Nao importa se tiveste apenas um acidente ou nao… o que importa é que tiveste 1 e isso só por si já é suficiente para fazer de ti um condutor mais propicio a ter outro acidente do que um condutor que nunca tenha tido nenhum.

        O mesmo acontece para condutores que tenham tido multas (leia-se pontos retirados na carta no caso de Portugal), se foste multado uma vez em excesso de velocidade é muito provável que em outras alturas andas em excesso de velocidade, por isso és aos olhos da seguradora, um condutor de maior risco do que um condutor que nunca foi apanhado. (só um exemplo, podia ser outra coisa qualquer).

        Bem vindo ao mundo onde as provabilidades servem para tentar prever qual a possibildiade de um condutor ter ou nao um acidente e por consequencia fazer a seguradora ter de pagar um prémio.

        • Jon says:

          A mim ainda não tiraram pontos

          • Louro says:

            Se só tiveste um acidente claro que nao.

            O que te estava a tentar explicar é que o facto de teres tido um acidente aumenta consideravelmente a provabilidade que venhas a ter outro, da mesma forma como cometer determinados tipos de infraccoes (que dao origem a retirarem pontos), também tornam o condutor como mais provavel de ter acidentes.

            Logo os seguros desses condutores deveriam de ser aumentados e os condutores que nao tem acidentes / infracoes deveriam de ser baixados na mesma proporcao.

    • Jon says:

      O seguro é tranquilo…

    • Jon says:

      O iuc tmb é tranquilo.. Paggo apenas 15 €por anos

  6. falcaobranco says:

    Nunca pensei que havia tantos santinhos por aqui… pessoal, deixem-se de hipocrisias…todos nós já cometemos ilegalidades…

    • Louro says:

      Cometer ilegalidades na estrada, claro que sim, ao ponto de ficar sem carta de conducao? Nao…

      é que nao estamos a falar de um sistema que és apanhado a 1km/h acima do limite (por exemplo) e ficas logo sem carta.

  7. contacto says:

    quem fica sem carta que ande de bicicleta electrica com 4 rodas 🙂

  8. José Arnaldo says:

    Quero tira a minha carta urgente

  9. Efuardo says:

    Só 1500???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.