PplWare Mobile

ORA R1: O carro elétrico mais barato do mundo custa 7600 euros


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Rui Silva says:

    Preço: 7600€
    Apoio do estado: até 8800€
    Há algum caso em que recebes até 1200€ pela compra do carro?

  2. Realista says:

    €7600 + €8800 = €16400…

    Quando chegar à Europa, mais concretamente a Portugal metam IUC, despesas, taxas e taxinhas e temos carro para custar €25000

  3. Fictício says:

    Os carros eléctricos não pagam IUC nem ISV em Portugal, pagam apenas o IVA e infelizmente têm um preço base alto.

    • GM says:

      Por enquanto. Deixa terem massa crítica, leia-se volume de vendas, e vais ver onde as isenções irão parar. Por enquanto não têm por causa das emissões, e por serem necessários como argumento na luta contra as emissões. Quando as receitas decorrentes dos impostos referidos começarem a baixar por via da migração de compradores de veículos novo, eléctricos em detrimento dos de combustão interna, há que ir buscar essa receita aos eléctricos, de que forma não sei ainda, mas entretanto encontram a forma de tazar, seja pela potência dos motores eléctricos, seja pela capacidade de acumulação da bateria, ou outra.

  4. anon says:

    47 CV? “apenas” 100 km/h? Nem dado. Não obrigado!

  5. Falcão Azul says:

    Uma “pechincha”,como diria o saudoso actor José Camacho Costa. 🙂

  6. Vasco Ferreira says:

    Os carros eléctricos são a actual mina de ouro para os investidores! Poluem mais no início da sua construção e cada Kwh da cada bateria polui mais do que muitos carros a diesel. E depois ao fim de alguns anos tem de se comprar novas baterias que custam dezenas de milhares de euros, o que aumenta em dobro o tal co2, por que as fábricas na sua produção não tem catalizadores nas chaminés e na extração do lítio polui se incrivelmente mais do que no fabrico de um automóvel Convencional! Mais! É uma total vigarice e só tem aspectos lucrativos para os investidores!

    • JJ_ says:

      A poluição de fabrico, é praticamente a mesma em ambos os tipos de carro.

      • Rodrigo Da Silva says:

        Por acaso isso nao ‘e verdade.
        Os carros electricos poluem mais no fabrico do que os carros tradicionais somente por causa das baterias. Mas ao fim de 4 ou 5 anos essa diferenca ja esta ultrapasaada

        • manel says:

          e quando as baterias derem o berro, pra onde é que vão? os veiculos electricos poluem tanto como os outros no fim das contas, desde a produção até à morte!

          • rodrigo says:

            isso ‘e falso. Se quiseres posso te mostrar videos feitos por engenheiros (com todas as contas) a mostrar que ao fim de 4/5 anos qualquer carro eléctrico ja ultrapassa os de combustão em termos de poluição.

            Parece que estou a dizer a mesma coisa em todos os artigos da Pplware acerca dos carros eléctricos.

            As baterias dos carros eléctricos irão ser reutilizadas e em ultimo caso recicladas. E sera a própria marca a fazer essa reutilização/reciclagem

            As pessoas pensam que as baterias dos carros sao como as baterias que temos em casa – que quando chegam ao fim da sua vida vao para o lixo. Mas não, isso nao acontece.

            Ha bastantes Teslas que ja ultrapassaram os 100 mil kms e com a capacidade da bateria acima dos 90%. Ha bastantes Toyotas Prius dos anos 2000 com a bateria original a andarem bem.

    • jajão says:

      Queres tirar as palas dos olhos? Deves trabalhar numa refinaria, só pode…
      Com o aumento das energias renováveis e com duração média de 10 anos das baterias, posso dizer-te que deves ter saído agora da gruta, de certeza.

    • Toni da Adega says:

      +1
      Todos sabem que o gasóleo vem de uma fonte que existe debaixo de cada Posto de Abastecimento.

    • mlopes says:

      obviamente que para tirares essas conclusões deixaste de fora todo o ciclo de prospeção, extração, transporte, refinação e distribuição dos combustíveis fósseis. típico…

  7. Vasco Ferreira says:

    Mais um ponto esquecido! Alguem iria investir milhões de dólares na Tesla se o lucro fosse inferior aos actuais automóveis convencionais? Para salvar o planeta os investidores iriam perder dinheiro? Esqueçam!

    • JJ_ says:

      Claramente não percebes como funciona o mercado de investimento.

      A Tesla não tem de ser mais ou menos lucrativa do que as outras marcas de automóveis, tem de ser o suficientemente lucrativa para os investidores.

      Alem disso, quando a Tesla surgiu era mais lucrativo investir na Tesla no que em outras marcas de automóveis. Até porque essas marcas, actualmente não procuram investidores de uma forma geral, visto que conseguem gerir todo o seu negócios com a venda de veículos.

      Sendo assim, todos os investidores que colocaram dinheiro na Tesla, estão a ganhar dinheiro e vão ganhar muito caso a marca seja vendida a outro construtor de automóveis.

      Alem disso, eles investiram numa marca. Uma marca que hoje em dia é conhecida mundialmente como sendo o topo dos carros eléctricos, e isso é muito valioso.

      Quem comprou 5% da Tesla a 5 anos atrás, ganha mais, do que quem comprou 5% da BMW a 5 anos.

  8. Joao says:

    Shut up and take my money kkkkk

  9. Marcos Silva says:

    o carro mais barato do mundo custa 1500 euros e sao micro evs queiram por favor verificar as vossas sources
    https://insideevs.com/big-china-tiny-electric-cars/

    • Joao says:

      Á uma empresa portugues (q nao vou dizer nomes) que tb tem uma coisa parcida (design, preço nunca vi) que nunca foi desenvolvido em portugal, pelos visto foi utilizado em outro pais e até entrou num filme, mas nunca vi nenhum na estrada.

  10. Roberto Júnior says:

    Vai chegar no Brasil em 2025 por R$ 100.000,00 .
    Sendo que, destes, R$ 49.000,00 são Impostos.

  11. ItsMeMickey says:

    ” Este veículo tem ainda garantia de 3 anos ou 120 mil quilómetros (para todo o veículo) ou 150 000 km para os componentes do core.”
    Isto corresponde a quê em termos de ciclos de carga da Bateria?

    Acho um piadão as construtoras ou vendedores de automóveis darem as mesmas garantias que são dados aos carros à combustão!
    Tirando que o desgaste de um e de outro são diferentes a forma de classificar o estado de uma viatura electrica devia e deve ser com base no estado da bateria e não o numero de quilómetros percorridos!

    Digo isto por à dias estava a passar Pela ZEEV um stand exclusivo de venda de veículos elétricos novos e usados e o meu colega que se encontrava comigo no momento viu que um FIAT 500e (Variante electrica do FIAT 500) “só tinha 35.000 Km” de utilização e que por 19.500.00€ este estava praticamente novo.

    No entanto na folha de publicidade da viatura não havia uma única menção dos ciclos de carga já gastos da bateria nem sobre o estado da mesma!

    Tendo em conta que numa viaturas destas a bateria é o componente ao qual diz respeito entre 60 a70% do valor da viatura deve de ser este o factor que dita o valor final de uma viatura em segunda mão e não os Km percorridos com esta!

  12. manel says:

    e a smart/renault autorizaram esta cópia descarada? ainda por cima da china, não obrigado!

  13. Blackbit says:

    Excelente carro! É um “mata-velhos” (aka “papa-reformas”) electrico, que bom!

    Esse nesse chega à europa, pois deve ter 0 estrelas nos crash-test mas isso na China nao interessa para nada …

  14. Jonh doe says:

    De todas as baterias do mundo 95% são feitas na China com efeitos de poluição que nem se conhecem. A ideia da Europa para tarifas é de 10€ para 100km, este incentivos dados para aquisição logo adem ser substituídos por taxas, nenhum governo vai deixar de receber os impostos dos combustão.

  15. Ipsis says:

    Invistam em ações de companhias eletricas.
    Pois vam ser o monopólio e são os maiores investidores na produção de carros electricos.
    Não pagam por poluir co2 como os autumoveis.
    Tudo treta.
    Patentes, grandes negocios.
    Lembram-se dos cfcc os gazes lacas sepreis.
    Acabou as patentes e nos mudamos de frigorifico, ar condicionados etc., o novo gaz não trabalhava nos antigos, patentes tinham terminado , quando as novas patentes terminarem sabem o que vai acontecer?
    o mesmo.
    Aquecimento global treta.
    Se as pessoas estivessem informadas dos ciclos do clima ao longo de seculos, saberiam a verdade e não iam em tretas.
    Mais nunca se esquecam o que vai produzirá energia electrica.
    O verdadeiro Deus do mundo e o petróleo agora e por muitos mais anos com carros eletricos ou não.
    Agora patentes é um grande negocio?
    É
    Ser o dono de companhias electicas é um grande negocio?
    É
    Solução que eles não querem.
    Formação, conhecimento.
    Mas é assim
    Lamento.
    Como tal facam como eles comprem acoes de companhias eléctricas e realities das patentes.

  16. Vasco Ferreira says:

    Finalmente há alguém que diz que as baterias dos carros eléctricos são tão ou mais poluentes de que os automóveis convencionais! E Para responder ao JJ, agradeço teres o mesmo tipo de raciocínio do que eu, no fundo é tudo uma questão de lucros e não tem nada a haver com questões ambientais… E ainda bem que dizes que eles estão a ganhar mais dinheiro na Tesla do que noutras marcas! É a nova mina de ouro à escala mundial e ao mesmo tempo uma vigarice camuflada esta treta dos carros eléctricos! Só tem filhos s lucrativos e de protecção ao ambiente muito pouco! Passamos a preocuparmos nos com a extração do lítio que é brutalmente poluente para o meio ambiente. Isto é que vai ser o mais preocupante dentro de pouco tempo, quando toda a gente abrir os olhos!

    • rodrigo says:

      Os carros eléctricos são so mais poluentes do que os carros tradicionais na sua construção. Ao fim de alguns anos os carros a combustão ultrapassam esse limite de poluição e continuam a poluir ate ‘a sua destruição.
      Nunca ninguém disse que a extração dos metais para as baterias dos carros fosse 100% limpo mas a extração do petróleo ‘e o que? Melhor?
      E o litio ‘e so uma pequena parta da composição química das baterias mas as pessoas so falam disso porque nao sabem mais. Alias a Tesla começou a construir as suas baterias com uma composição química melhor e ainda menos poluente.

      Pelos vistos tens de ler mis sobre os carros eléctricos antes de dares a tua opinião.

      • Joao says:

        Sim, o Rodrigo tem razao que ao longo do tempo o fabrico e menos poluente do que andar anos com um diesel por exemplo. No entanto nao deixa de ser verdade que a extracao do litio e excessivamente poluente.

  17. rodrigo says:

    aqui esta um video interessante feito por engenheiros a mostrar aquilo mesmo que disse.

    https://www.youtube.com/watch?v=SwxmIYGpbn4

    Mas ja sei que nao vais querer ver pq tens a tua opinião formada acerca do assunto. E nem mesmo com os factos vais mudar.
    Mas partilho na mesma.

  18. Vasco Ferreira says:

    Ipsis estou de acordo contigo e de teu lado. Donald Trump tinha razão em relação ao aquecimento global, que era tudo falso. E verifica se que graças ao natural aquecimento do planeta, há muita gente a criar alarmismo social e a criar empresas de carros eléctricos e afins, graças a uma treta bem montada à escala mundial, que começou com a VW e o inventado dieselgate!

  19. Vasco Ferreira says:

    Ipsis estou de acordo contigo e de teu lado. Donald Trump tinha razão em relação ao aquecimento global, que era tudo falso. E verifica se que graças ao natural aquecimento do planeta, há muita gente a criar alarmismo social e a criar empresas de carros eléctricos e afins, graças a uma treta bem montada à escala mundial, que começou com a VW e o inventado dieselgate!

    • rodrigo says:

      Verifica-se? Quem ‘e que verifica isso se a maioria dos cientistas concordam quem estamos a fazer um efeito negativo no ambiente?
      Nao ha nada natural no aquecimento do planeta que se ve numa geração humana. Milhares de anos talvez mas nao numa geração.

      • Ipsis says:

        Não precisas de ser cientista, apenas saber pesquisas, e gostar de historia.
        Comesa com este video e depois faz uma pequenina pesquisa em historia.
        Ok
        https://youtu.be/NYLDDnrNlo4

        • Rodrigo says:

          É claro que é preciso ser cientista!! São os únicos que podem dar a sua opinião Informada acerca desse assunto. Não vais perguntar a um agricultor a melhor maneira de construir um avião pois não??

          As pessoas que estudam a história da terra chamam-se geólogos, meteorologos, ecologos, etc e sim são cientistas! O que está a acontecer actualmente não é natural!

          • Ipsis says:

            Continua sem pesquisar, mas vou-lhe dar mais uma ajudinha, o etc que o excelentíssimo menciona são os primeiros da lista ou seja geotecnicos e geofisicos. Agora depois de arranjar e mostar-me um relatorio de algum destes tiro-lhe o chapeu até lá bla,bla,bla.

          • Rodrigo Da Silva says:

            os cientistas com estudos publicados passam a sua vida a estudar e a obter informacao acerca do mudo que vivemos.

            Mesmo que eu te aprentasse os cientistas cara a cara e com os estudos deles nao irias acreditar porque ja tens a tua opiniao formada.

            ‘Es tipo aqueles que dizem que o mundo ‘e plano, que as vacinas fazem mal, que existe um grupo de pessoas que controlm o mundo ou que a aterragem na lua nunca aconteceu.

  20. Vasco Ferreira says:

    Carreguei 2 vezes… Fonix! Ainda gostaria de ver alguém a dizer que esta história do dieselgate e suas consequências futuras não teve uma base intencional de maneira a servir certos lobyes

  21. Ipsis says:

    Não precisas de ser cientista, apenas saber pesquisas, e gostar de historia.
    Comesa com este video e depois faz uma pequenina pesquisa em historia.
    Ok
    https://youtu.be/NYLDDnrNlo4

  22. Vasco Ferreira says:

    Pensem nisto: 1300 milhões de automóveis representam apenas 2% da poluição mundial. Os navios que circulam nos mares, porta contentores, super petroleiros e outros representam 3%, portanto faz 5%, e o resto são para os aviões, fábricas de toda a espécie, as próprias vacas largam gás metano, altamente perigoso e poluente, temos os incêndios criminosos/políticos, temos os vulcões naturais e ainda as guerras cirúrgicas montadas em gabinetes estratégicos para a venda e consumo de armas, e ainda fenómenos da própria natureza intensificam o aquecimento global! Os carros que utilizam catalizadores são no fundo os que poluem menos no universo total da poluição mundial! Está é a prova de que o aquecimento global e suas tretas bem montadas não tem nada a haver com os automóveis, sendo que apenas estes representam a fatia mais pequena da invenção do aquecimento global atribuída ao desgraçado do automóvel Convencional!

  23. Vasco Ferreira says:

    E para responder ao Rodrigo, a questão dos cientistas é de se lhes dar o benefício da dúvida, porque eles nas suas investigacoes são pagos por empresas ou fundos de investimento que lhes pedem para seguir as suas ideias, que é no fundo os lobyes tão falados e que interessa servir senão acaba o dinheiro para os laboratórios, estudos, pesquisas, etc…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.