PplWare Mobile

Carro da Tesla caiu às mãos dos hackers na Pwn2Own de 2019


Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. Mateus Pinto says:

    Não há nenhum software livre dos Hackers e está muito bem pagar-lhes para fazer um serviço para a comunidade, descobrindo falhas e podendo corrigir-se.

    • MarioM says:

      Claro , a partir do momento que tem net, a partir do momento que tem o Bluetooth com acesso ou Wi-fi está aberto ao mundo.
      E futuramente qualquer Atentado que queiram fazer vai ser fácil como já foi provado basta desactivar funções no automóvel como diz o Trump é complicar e estragar o que funciona bem.

      • Mml says:

        Falando de wifi, bluetooth, internet, eu irei mais longe….

        A nivel mais basico, mais simples, A partir do momento que se tem um simples telemovel, sem internet, bluetooth, wifi, ou infrared…..onde se precisa de uma antena basica para efetuar chamadas, esta passivel se ser escutado, rastreado, triangulado e seguido…nao se iluda….a forma mais segura e anonima de comunicacao sao as cartas por correio.

  2. zé manel says:

    coisa mais feia ter um tablet em cima do tablier… isto não são carros, são brinquedos pra meninos ricos que têm preguiça de aprender a conduzir!

    • Vítor M. says:

      Disparate. Ok, tens a tua opinião, mas parece-me que diminuíste a um denominador que se destacou na tua apreciação: dinheiro.

      Se fosse um carro baratinho, será que já o achavas carro da tua preferência? Ou se fossem baratos e difíceis de conduzir, melhorava a apreciação que tens deles?

      São caros dada a qualidade da tecnologia. Como temos visto, à medida que é amortizado o valor da investigação, desenvolvimento, produção e distribuição (sem falar no pós-venda) os preços, como em tudo, tendem a cair. Mas, como vais ver, esta marca ficará na história como a que obrigou o mundo a mudar de combustão interna para elétricos 😉

      • Vitolas says:

        No entanto o denominador que ele destacou é aquele que todas as pessoas destacam em primeiro lugar quando apreciam um bem material, o dinheiro.

        O futuro passa por os carros eléctricos e isso é inegável,no entanto, e digam o que disserem,usem os argumentos que quiserem nada será como um carro a gasolina em prazer de condução.

        • Vítor M. says:

          Claro, não se pode é carregar negativamente só porque é caro. Claro que passa pelos carros elétricos, vamos ver é como se faz.

        • O pirata says:

          Não consigo concordar menos…
          O futuro passa pelo hidrogénio.
          Isto dos elétricos é como a porcaria do notch nos telemóveis, uma solução temporária.
          Espera até o nosso estado começar com impostos asserio como fazem com a gasolina.
          Além de se pagar um valor irreal por um carro que não faz Lisboa Porto com um deposito/carga as deslocações ficam ao mesmo preço que um diesel.
          E o hidrogeno é mais ecológico (agora fica bonito sermos ecológicos)

          • Manuel Almeida says:

            Vai me desculpar mas o hidrogénio alimenta uma pilha de combustivel que faz funcionar um motor eletrico…ou seja é um carro eletrico com pilha de hidrogénio…enquanto que os atuais são carros eletricos com bateria de litio recarregável…

        • Paulo L says:

          Isso do “prazer de condução” é aberto a muita discussão.
          Pessoalmente, sou fã de desportivos com mudanças manuais, sim bastante prazer na condução.
          Mas para outros são os carros automáticos que lhes dá prazer.
          Para a minha mulher um eléctrico com dimensões reduzidas e que praticamente se conduza sozinho é o melhor, e por aí fora, cada pessoa tem as suas preferências e o prazer de conduzir pode não estar nos veículos a gasolina.

  3. falcaobranco says:

    Ás vezes pergunto-me… porque estas grandes empresas a nível mundial… não contratam hackers para ajuda-las internamente?

  4. Sérgio Rei says:

    “dasd” pequena correçao na segunda linha

  5. Reis says:

    O futuro deveria passar por podermos escolher carros que não se ligassem a nada. Quer atualizações? Coloque uma pen. Quer informações de trânsito ou de turismo? Use o telemóvel, que já de si é o que é. Ter um carro ligado online é um perigo imenso pois quanto mais automatismos houver, menos poder vamos ter para contrariar a máquina, e essa máquina pode ser controlada remotamente por terceiros, para carjacking, rapto, ou até mesmo para atentados. Há que ter muito, muito, muito cuidado com até onde a eletrónica pode tomar conta de um carro, mas se hoje há sensores para condução autónoma, haverá sempre a tendência de haver não só recolha de dados mas haver uma automação inteligente que aprende com a informação de outros veículos também… E aí temos o grande problema de as máquinas estarem interligadas e ligadas remotamente. Daí até haver a possibilidade de controlar essas máquinas com fins maliciosos vai uma ténue distância…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.