PplWare Mobile

Atualização da Tesla tornou muito mais simples emprestar o carro a um amigo ou familiar


Autor: Pedro Simões


  1. B@rão Vermelho says:

    Ao ponto que estamos a chegar, compro um carro mas não posso emprestar a ninguém porque o fabricante não permite,.
    Isto só se aplica em quanto se paga o carro caso se recorra a crédito?
    Desculpem a ignorância.
    embora acho que o futuro vai passar por carros elétricos, não acredito que sejam com este tipo de tecnologia.

    • Fulano says:

      Pior… compras o carro, fazes os upgrades e quando o venderes a empresa faz reset ao sistema para evitar que o novo dono tenha coisas que já foram pagas.
      No dia em que libertarem para o público geral o patch que permite usufruir da totalidade dos veículos sem eles poderem fazer reset é que vai ser giro.

    • José Antunes says:

      O título diz “tornou mais simples emprestar”… O carro pode ser utilizado através da app ou de um cartão. Se eu tenho o cartão e o dou a alguém, será a forma de emprestar o carro igual a qualquer outro veículo( que precise de “chave” para funcionar).
      Se eu tenho a app e o cartão, não é mais fácil emprestar o carro a quem eu permita na app sem ter de deixar a “chave” em qualquer lado para que essa pessoa o utilize?

  2. MalicX says:

    Este é um dos motivos para não ter optado pelo tesla. Demasiado big brother

  3. Lince Ibérico says:

    O conceito não é novo, apenas é mais apurado. Quero dizer, não somos donos de nada, apenas pagamos para usufruir, veja-se a quantidade de subscrições, desde programas informáticos, comunicações (tel. int. tv), netflix, serviços cloud, renda da casa, luz, água, saneamento, lixo…
    Com os veículos está a acontecer a mesma coisa. Ora, se a Tesla faz upgrades, quer dizer que downgrades também são possíveis. O carsharing veio para ficar e quem tiver dinheiro para pagar algo mais, vai poder pagar, só isso.

  4. Ricardo says:

    Tretas… Já o meu avô emprestava o carro dos bois ao vizinho sem qualquer problema!

  5. Robin says:

    A mim ainda tinham de me pagar para comprar isto, mas é fino, santa estupidez ,gastam o dinheiro e o carro não deles.
    As peneiras e o estatuto é para mostrar tenho um software com rodas está sempre a fazer updates e não meu quem manda é o fabricante.
    E como digo a mim esse lixo não faço tensões de comprar eu compro carros onde eu sou o dono e eu conduzo.

    • IonFan says:

      A santa certa a evocar não é a estupidez, é a ignorância.
      Mas quanto à ignorância posso ajudar e esclarecer que o carro é do proprietário que sempre pôde emprestar o carro a quem queria. Se não quiser actualizar o software é só ignorar a actualizações. Se for contra o controlo da marca, pode sempre desactivar o acesso remoto… Se mesmo assim não quiser comprar “esse lixo”, pode sempre comprar outro “lixo” qualquer.

      Depois disto, se não consegue ultrapassar e ainda sente necessidade de vir comentar sem perceber nada do assunto, o problema pode ser “cotovelite crónica”. Não sei se há algum santo para ajudar nisso…

  6. Thorval says:

    Pagar 60k ou (bem) mais por uma coisa com qualidade de construção inferior a um utilitário de 15/20k é obra. Lixo é favor…Já tiveram tempo para fazer bem melhor.

    • IonFan says:

      Cada um faz o que quer com o seu dinheiro.

      Eu tenho um ICE de 20k e um Tesla de 60k e anuncio aqui que o que escreveu é um disparate que só podia mesmo ser escrito por alguém sem noção nenhuma sobre o que está a escrever…

      Admito que o controlo de qualidade e qualidade dos materiais é inferior a alguns carros do mesmo preço, mas apenas ligeiramente. Eu dou valor ao carro por outros motivos e, por isso, o carro vale o dobro de um qualquer carro Alemão do mesmo valor, que foi exactamente a troca que fiz.

      Se já tiveram tempo para fazer melhor? Não sei. Só sei que o primeiro carro de produção em larga escala da Tesla foi entregue em 2012. São 8 anos contra um século ou mais nas marcas usadas para fazer estas comparações. Na minha opinião, quem já teve tempo para fazer melhor foram os outros.

  7. Thorval says:

    Os outros já fazem melhor. Um indivíduo que criou uma spacex de fazer inveja à NASA não sabe montar painéis de um carro, ou pintar ?! Prefere, de forma consciente, entregar produtos com defeitos, receber o cash e depois ir tratando dos problemas que criou. Pra fazer melhor basta ver o que os outros fazem mal ou aprender com quem faz bem. Atenção que falo da qualidade de montagem/construção. Em tech dá 10-0 a qualquer outra. Mas enquanto houver mais 1 ota*** a pagar ele continua a despachar. E sim, cada 1 gasta o que tem como quer… Não é nada pessoal.

    • IonFan says:

      Chamar ota*** aos milhares de pessoas que compram um produto e dizer que não é pessoal não me parece um discurso coerente…

      Acha que é o Elon Musk que monta os carros? Porque é que fala sem saber? Sabia que a maioria dos problemas iniciais com os painéis se deviam ao facto de serem em alumínio? O alumínio tem propriedades diferentes do aço e, por isso, foi preciso afinar o processo nas prensas. E sabia que os problemas de pintura são transversais a todas as marcas agora que se passaram a usar tintas menos poluentes? Sabe que a Tesla fabrica os carros numa fabrica que pertencia à GM e Toyota e, por causa disso, não tem as melhores condições na estufa de pintura? Já viu algum destes problemas reportados num veiculo fabricado na fábrica da China, que foi já construída de raiz pela Tesla? Se sabe que a Tesla corrige os problemas depois da entrega e com maiores custos, nãoacha que há um esforço para que isso não aconteça?
      Estas são perguntas que podia ter feito a si mesmo antes de vir comentar. Tinha poupado fazer figura de ignorante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.