Quantcast
PplWare Mobile

Apple Car: Velocidade máxima de 250 km/h e autonomia para 480 km?

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Jota says:

    Vocês têm noção da quantidade de noticias destas foram publicadas nos últimos anos? É cansativo, até para os fãs da maçã!

  2. Alexandre says:

    Parece-me que em 2025 qualquer chasso terá autonomias dessas! Quanto à velocidade irão dizer que atinge mas por questões de sobreaquecimento está limitado aos 180 km/h…

    Terá carregador incluído ou pneus?

  3. Rikardo S. says:

    Ele vai chegar. O comboio já começou a andar ha 4 anos e já mexe noutros patamares. Vocês são como sempre as avestruzes que já enfuçaram a cabeça na areia e rabo para cima e já se sabe o que acontecerá , a Apple vais fazer-vos de scotex e vender carros até dar com um pau. 😀 mimimi que não vem o carro e que isto e aquilo 😀 vem vem bebe tem calma .

    • Alexandre says:

      Até lá tem de haver uma alteração profunda na lei que permita certas coisas, ou então os seus utilizadores não vão poder usufruir a 100% do seu veículo. Uma delas é deixarem as ovelhas tirar a carta e a outra permitir que se deixem tirar selfies com o carro em andamento… O mimimi já estou eu a ver:”os carros da Apple são os mais lindos e cheirosos”, “a Apple inventou o carro”, “não precisamos de carregamento rápido”

  4. Pedro Liz says:

    Menos de 1000km de autonomia sera ridiculo em 2025, o meu faz 1200km a diesel num deposito mas um eletrico que faca pelo menos 1000 e com velocidades de 120 que chegam bem para cumprir a lei, não se pode conduzir mais rapido.

    • IDroid says:

      E conduzes 1000 km todos os dias?

    • Toni da Adega says:

      1200km é no minimo 10h a conduzir de forma seguida em Autoestrada, com velocidades de 120 que chegam bem para cumprir a lei, não se pode conduzir mais rapido.
      É certamente o que se pode considerar o minimo para uma utlizacao diária.

    • Louro says:

      Sim porque todos sabemos que toda a gente conduz durante 1200km sem paragens por dia…

      Autonomia, autonomia autonomia… é irrelevante a partir do momento que tenhas pontos de carregamento rapidos em todo o lado e que possas carregar o carro rapidamente.

      • Galo says:

        Obviamente que ninguém faz 1200 km/dia e ainda para mais sem paragens. Mas o ponto de vista do Pedro Liz faz algum sentido.

        Daqui a 5 anos os carros eléctricos terão de ter uma autonomia bastante superior (assim como velocidade de carregamento) do que já existe hoje. Nesse sentido, 480 km com uma carga completa seria uma desilusão no hipotético Apple Car em 2025.

  5. Jorge says:

    Se o preço for igual ao dos telemovel, vai lá vai

  6. Cicrano says:

    Tudo rumores. Quando tiverem notícias a sério avisem, até lá é tudo spam e fake news.

  7. Tuga says:

    Mais do mesmo. Autonomia de 480km é ridículo já para não falar na condução que tem de se fazer para que essa autonomia seja atingida.

  8. B@rão Vermelho says:

    Só por graça, será que se pode trocar as jantes por umas que ñ sejam da Apple?

  9. M.Manuelito says:

    Pelo preço dos produtos apple o carro deve custar aí uns 74 milhões de euros e os pneus são comprados à parte 🙂

  10. Luisão says:

    Caso a Apple entre no mercado dos carros eléctricos espero que traga algo de novo, como tem feito na tecnologia informática. Ainda há muito que melhorar nos carros eléctricos nomeadamente no peso das baterias (que não é fácil), autonomia já melhorou bastante, o preço de custo ao consumidor final ainda é alto para a maioria das pessoas, instalação de painéis solares, melhoramento do modo condução autónoma, apostar em electrificar a rede de camiões que fazem transporte de mercadorias e de pessoas, bem como resolver a questão do pouco ou nenhum barulho que é reproduzido por este tipo de carros

  11. Carlos says:

    É mais fácil a Mercedes começar a produzir Smartphones, do que a Apple começar a produzir carros, mas com o recurso às parcerias certas tudo se faz.
    A Tesla começou do nada e hoje em dia domina uma fatia do mercado elétrico, mas na altura não havia nada no mercado que fosse parecido. Havia uns carritos elétricos com autonomia para ir ao supermercado.
    Em 2025 o Apple Car terá de ser igual ou superior às marcas premium que estão neste momento a investir fortemente nesta área.
    Acredito mais numa parceria tipo “Swatch/Mercedes” que acabou por dar origem à marca Smart.
    Aguardemos.

    • Luisão says:

      Falam da Apple como se fosse uma startup que não provou nada até agora… comentários sem qualquer sentido e pensamento crítico, criticar por criticar qualquer um faz, agora se a Apple vai fazer ou não estaremos cá para ver no futuro. Além que te contradizeres quando dizes “A Tesla começou do nada e hoje em dia domina uma fatia do mercado elétrico, mas na altura não havia nada no mercado que fosse parecido”. Lembro-te que a Apple não estava no mercado dos Smartphones e revolucionou com o iPhone.

  12. Infinity says:

    Mais depressa aparece o Dom Sebastião que o carro da maça

  13. Eu mesmo says:

    “…o elétrico terá uma velocidade máxima de 260 km/s” impressionante mesmo por segundo!!

  14. Ricardo says:

    Top.*

    *- chave e motor vendidos à parte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.