Quantcast
PplWare Mobile

“Não encontramos um jogo que resista ao Steam Deck”, diz Valve

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Jonny says:

    Daqui a 2/3 anos vai ficar desatualizado e passado 5 anos obsoleto

    • Thomas says:

      Verdeade e mentira.
      Se joga todos os jogos de hoje em dia, ja tens biblioteca para 2 ou 3 vidas. E daqui a 2 anos vai continuar a jogar a biblioteca de 2021.

    • Trumpetas says:

      Isso chama-se Tecnologia.

      • iDroid says:

        A diferença é que durante a vida útil de uma consola, que nas últimas gerações tem ultrapassado os 5 anos, a grande maioria dos jogos estão optimizados, e os jogadores sabem o que podem esperar.

        O steam deck é um pc, por isso os developers não vão optimizar os jogos para este dispositivo. E como não podes fazer upgrades tal como consegues fazer a uma torre, ou jogas os jogos mais recentes com frame rates cada vez piores ou com gráficos no mínimo.

    • João Ribeiro says:

      Como acontece com a xbox e a playstation. Nada de novo.

      • rjSampaio says:

        a diferença é que os developers da xbox e playstation continuam a desenvolver para esse hardware, a ps4/xbox one certamente continuara a ter jogos até aos seus 10 anos.

        Os developers para jogos, já mal testam com hardware de a 5 anos atras quanto mais 10.

  2. Nildo says:

    Pra mimm isso ainda está claro..
    Isso é um mini PC pra executar jogos Windows ou é um mini PC pra “executar” jogos por streemer?

    • Nildo says:

      *não está*

    • Mirai says:

      Isso é um mini pc com o sistema operacional baseado em Linux e uma carcaça de portátil
      simplesmente é um pc de mão, como um tablet da vida, quê foi feito pra rodar jogos a 720p30FPS
      nada demais, meu único hype é pelo update no Proton qual vai tornar compatível jogos com EAC e/ou BATTLEYE

  3. Pedro Gonçalves says:

    O pessoal hoje em dia fica “hyped” com tudo antes de as coisas realmente saírem. Eu há muito tempo para cá deixei isso de lado nem expectativas crio. É tudo a ferver nos dias de hoje ou é um lançamento de um CPU, uma GPU, o novo Windows, um telemóvel etc etc, tudo e mais alguma coisa. Quando sair ao publico vejo o que vale e se vale a pena ou não. Mas realmente gostava de ver uma empresa a lançar algo e dizer “bem isto foi o que conseguimos não é lá grande coisa, estávamos a espera de conseguir mais, há jogos que funcionam mal mas funcionam, mas comprem porque já investimos milhares nisto, queimem o dinheiro nisto porque alguém tem de pagar os custos”.

  4. Bruh says:

    E é uma consola cujo os é um Linux baseado no arch (steamOs)

  5. Samuel MG says:

    Duvido que ultrapasse a Nintendo Switch 😛

    • EC says:

      Daqui uns tempos voltamos aqui a rever a tua previsão

      • iDroid says:

        Tenho a certeza que não vai ultrapassar. A switch é uma consola onde tudo está simplificado, é só pegar e jogar.

        Além disso, tem IPs invejáveis.
        Outro factor importante é o preço. A Switch lite é bem mais barata que o modelo mais barato do steam deck. É verdade que os jogos steam são geralmente mais baratos que os da switch. Contudo, o valor inicial da consola propriamente dita influencia bastante na compra de um sistema.

        Pode não parecer tão importante, mas mesmo o modelo normal da swtich é um pedaço mais leve que o steam deck (e beneficiava bastante se pesasse ainda menos). Não consigo imaginar que seja confortável jogar grandes períodos de tempo com o steam deck, mesmo com uma boa ergonomia.

        Ficaria extremamente espantado se o steam deck chegasse perto dos números de vendas que a switch tem.

  6. Vitolas says:

    Se conseguir vender mais do que vendeu a N-Gage já é uma vitoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.