Quantcast
PplWare Mobile

Estudo diz que jogar videojogos não parece ter um impacto na saúde mental

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. JOSINALDO JUSTINO says:

    Depois de marginalizar os videogames por décadas, chegaram a essa conclusão? Podemos chamar isso de ciência?
    Os videogames, além de não serem nocivos, aumentam a percepção, raciocínio lógico e estratégico!
    O que realmente faz muito mal aos jovens e adolescentes, essa “ciência” e as mídias não divulgam!!!

    • Vegeta says:

      Nem sempre pois torna as pessoas dependentes como uma droga, sem vida social, ficam atrofiados. Sou especialista psicólogo com phd em neurologia e digo que jogos em criancas trazem falha a nivel de desenvolvimento do cérebro. Nos adultos provoca apatia e distanciamento social podendo estar ligado ate a problemas erécteis . Cumps

      • Samuel MGor says:

        A Neurologia e a Psicologia raramente acertam nas coisas. No meu caso falham a um nível abismal. Sabes que a dependência e o distanciamento social está mais ligado às redes sociais tal como Facebook, Instragram e TikTok. Certo? Nos jogos MMORPG normalmente estás sempre a interagir com o oponente e chegas a formal laços sociais, e nem se vou falar sobre as equipas de E-sports, e um especialista em psicologia e neurologia devia saber isto. Mas parece que estudas-te para nada… Pois eu tive que te ensinar. Nunca penses que um jogador é igual a outro jogador. E tal como disse o Josinaldo Justino é o que acontece.

        • riosj says:

          Em que vamos acreditar num psicologo com doutoramento ou num linux nerd com 4a classe? Que escolha dificil hmm

          • Samuel MGor says:

            Se tu tens a 4a classe olha que eu tenho mais estudos do que tu 😛
            Acredita no que ou em quem tu quiseres mas não te arrependas depois. Sabes que o cérebro humano é o maior puzzle do mundo maior, certo? Nem mesmo os neurologista que o conseguem decifrar, certo? Não é por nada que quando os neurologistas operam o cérebro a pessoa tem de estar consciente pois eles não sabem o que pode acontecer se a pessoa estiver sobre anestesia geral.

  2. deeppurple says:

    Se jogar se tornar um vício, então outras áreas poderão ser descuradas, podendo causar consistências indiretas a nível mental. Não é o jogo em si mas o resultado da falta de equilíbrio.

  3. Profeta says:

    Como e que jogar se torna vicio ? Que estudo e esse que conclui isso ? Eu ja joguei a alguns anos atras e deixei de jogar, logo nao e vicio, senao ainda hoje continuava a jogar. Ha-dem sempre inventar alguma coisa para estragar o prazer as pessoas. Antes isso que andar na droga, isso sim e que e vicio.

  4. Manuel Paulo says:

    Falta só um pequeno detalhe: há miúdos que gastam 90% do seu tempo a jogar. Sobra 10% para aprender e experimentar o resto que o mundo lhes daria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.