Quantcast
PplWare Mobile

É oficial: Steam Deck, a consola da Valve, chega já no dia 28 de fevereiro

                                    
                                

Fonte: Steam

Autor: Marisa Pinto


  1. FreakOnALeash says:

    Acho que Steam Deck não compete com a Switch. Embora eu seja, talvez, o gamer atípico da Switch, de 20 e tal jogos nem um quarto é IP Nintendo (odissey, Luigi mansion, MK8, Xenoblade, Bayonetta e Astral Chain…portanto o IP que me interessa à exceção de Metroid nem sequer é o típico jogo Mario e afins) também porque escolho limitar quanto guito gasto no máximo por jogo, Zelda BotW é tentador mas tenciono não dar mais que 50€ pelo jogo com todos os DLC…até ver impossível (nunca mais sai a linha Nintendo Selects para a Switch!!!). Isto para dizer que a maioria dos gamers da Switch decide a sua compra quase em exclusivo pelo IP clássico da Nintendo. Ou seja para mim a Steam Deck vai concorrer com XBox e principalmente portáteis e mini PC de gaming. Além de que o preço de acesso a Steam Deck é um mundo à parte da Switch!

    • Ofabulastico says:

      A única coisa comparável com a Switch é o formato, tudo o resto é um mundo de diferença.
      A Deck é um PC de potência razoável, gpu RDNA2 numa “carcaça de Switch” (ou vita, ou PSP, etc etc) por isso corre o que é suposto: jogos de PC e a maioria dos mais atuais de modo razoável.

      A Deck não é para quem pensa comprar uma Switch. A Deck é para quem quer jogar num PC Ultra portátil. Ponto. Além disso podem usar como PC único ao chegar a casa e conectar a um hub (monitor, teclado, rato, impressora, etc).

      Eu não jogo muito mas a ideia da Deck cresce dentro de mim porque como nas consolas, se vende bem, vai optimizar para elas e como nas consolas, não é preciso potência bruta para ter qualidade.

      • Há cada gajo says:

        Não precisas de potência bruta por causa do tamanho do ecrã. É só isso, e por isso mesmo é que é atrativa: ter os jogos do PC num equipamento portátil.

    • Ricardo Gomes says:

      Eu tenho uma Switch e encomendei uma SteamDeck simplesmente para emuladores 😉

      • andy says:

        Uma SteamDeck só para isso é um desperdício.
        Existem muitas retroconsolas no mercado para os clássicos Nintendo, Atari, Sega, Spectrum, Arcades e até PS1 entre os 50€ e 100€. Para PSP, NDS, Dreamcast e N64 há menos alternativas, mas também se encontra entre os 120€ e 200€.
        A meu ver, uma Steamdeck exclusiva para emuladores só justifica para PS2, Gamecube, Wii. Também julgo ser capaz que funcionar sem grandes problemas com Wii U, PS2, Xbox360 – mas ao custo de estar a máximo de potência de processamento, o que deve diminuir bastante a autonomia em bateria.
        Tenho dúvidas se aguenta PS3 e Switch – já assisti um review algures que, dependendo do jogo, dará no máximo entre 20 e 30 fps.

        • Ricardo Gomes says:

          Não é nada…Eu ja testei tudo e desde Pi4 passando por Retroid etc… nada funciona em condições… Com o Steamdeck da para usares os melhores e mais precisos emuladores, quase sem inputlag, com os melhores graficos, e igualmente podes jogar Sega Saturn e PS2, até Xbox360…algo que não funciona em nehuma outra consola portatil.

          • andy says:

            Compreendo. Queres emular consolas mais recentes. Aí sim a Steam Deck é porreira. Existe também a novíssima Ayaneo Next com CPU AMD RyzenTM 5 4500U e 2TB SSD M.2 que é uma bomba, mas custa 1500€…
            Eu pessoalmente quero a Steamdeck para jogar a minha biblioteca de jogos Steam. Tenho a pré-encomenda da versão mais básica. Depois ponho um SD Card de 512GB que tenho aqui e não dou muito uso.

            Para emulação tenho um smartphone com SoC SD 870 (Poco F3 8GB/256GB) e comprei um controlador Gamesir x2 USB-C – o que permite-me utilizar emulador EggNS para jogos Switch.
            Assim só ando com um único equipamento e encaixo o gamepad quando quero jogar. Pesquisa pelo canal TechUtopia no Youtube para mais detalhes

          • Ricardo Gomes says:

            Emular uma consola é fácil, emular com precisão isso já é bem diferente… e emulação fcpga é quase impossível num Smartphone, mesmo snes sem inputlag é quase impossível em Android ou IOS… daí steamdeck e Windows com um Frontend ser a única coisa viável e de qualidade sem ter que gastar 1500eur. Eu encomendei a versão 512gb.

  2. Pedro L. says:

    É um grande empurrão ao linux . A steam sabe que depende demasiado da Microsoft.

  3. EmanuelM says:

    Boas! Se eu comprar uma Steam Deck e iniciar sessão com a minha conta steam os jogos que tenho na biblioteca podem todos ser jogados na consola?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.