Quantcast
PplWare Mobile

YouTube, TikTok e WhatsApp são as apps mais populares para crianças em 2020/21

                                    
                                

Fonte: Kaspersky

Autor: Marisa Pinto


  1. David Guerreiro says:

    O Tiktok é para ver parvoíces, coisas para estupidificar. Por isso é que estas novas gerações estão cada vez piores

  2. Infinity says:

    O mundo esta perdido

    • Hugo says:

      Porquê? Até nas faixas etárias mais velhas são das apps mais usadas…

      • Infinity says:

        O problema é as crianças. O facto de termos estado em confinamento não deve ser desculpa para tal. Por isso é que os miudos estao como estao, so fazem as asneiras. Se lessem livros ou fizessem outro tipo de actividade é que era de valor, mas o telemovel é a solucao mais fácil

        • Hugo says:

          Sem dúvida, apenas não me espanta o estudo. Tenho amigos cujos filhos SÓ comem de youtube á frente 🙁
          Whatsapp então, para crianças, acho aberrante.

          • David Guerreiro says:

            Mas o Youtube pode não ser mau. Existem inúmeras crianças que visualizam desenhos animados no Youtube, até arrisco a dizer que esses canais infantis na fiquem obsoletos com o Youtube.

  3. PTO says:

    Teria sido pertinente saber-se qual a faixa etária que foi considerada como sendo as “crianças” neste “estudo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.