Quantcast
PplWare Mobile

União Europeia planeia lançar uma carteira digital para facilitar a vida pós-Covid

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Ana Sofia Neto


  1. Pedro says:

    Isto, como tudo, tem vantagens e desvantagens, mas para mim que não gosto de andar com carteira e que atualmente usa o telefone para tudo o que é possível (MBWay, Apple Pay, apps de express checkout como o Continente Siga ou Auchan) era interessante ter documentos oficiais como o Cartão de Cidadão e carta de condução
    Sim Portugal tem uma aplicação que permite a agregação destes elementos e outros mas não substituem (pelo menos a última vez que vi) os documentos físicos tornando um pouco inútil esta aplicação. Eu gostaria que permitisse a substituição dos documentos físicos.

    A nível de segurança é como todo software, esperar que seja bem mantido e testado para não haver falhas

    A nível de privacidade, pois aderindo ao serviço ficamos com menos privacidade (penso eu de que) mas desde que não seja usada para fins comerciais, já somos seguidos em tanto lado começando nos nossos smartphones desde que essa informação não seja comercializada não estou preocupado.

    • Samuel MG says:

      Já existe isso do CC e da CD no smartphone é a app id.gov.pt 🙂

    • 652mga says:

      O IDGov (a aplicação) já não pode ser recusada pelas autoridades… quando muito poderá ser pedido que vá a um determinado posto/esquadra apresentar os documentos físicos, se não os tem em posse no momento em que acciona a aplicação e esta não possa ser aferida pela autoridade no momento.

  2. Joao Ptt says:

    Se não conseguem manter seguras as comunicações dos líderes europeus, como vão manter uma carteira digital europeia segura e privada? Não me parece possível. Meter tudo no mesmo cesto parece uma receita para o desastre à espera para acontecer.

    • Keyboardcat says:

      Com milhares de pagamentos efectuados por dia com os sistemas Apple Pay e Google Pay acho que não é sensato dizer que as coisas não são relativamente seguras.

      • Vítor M. says:

        Haver segurança até há, mas eles têm de a querer e fazer as coisas funcionarem. Não pode ser com sistemas como fizeram nos Censos com um organismo do estado a acusar o outro quando lá dentro há uma disputa por quem encaixa mais em contratos com empresas de certos e determinados serviços.

  3. Tom says:

    Devagarinho eles vão mostrando o que pretendem com a pandemia. Passaporte das vacinas, carteira digital, moeda digital, crimiminalização das moedas digitais não governamentais, etc. Depois chama-lhe teoria da conspiração.

  4. Sardinha Enlatada says:

    Eu resumo, sao os que ficam na sombra e pensam que ninguem da por eles. Os outros ou eles. Escolha a Marisa 😀

  5. FreakOnALeash says:

    Interessante mas muitíssimo mais importante no rumo à verdadeira integração e federação do estados numa espécie EUE (Estados Unidos da Europa) é a criação de tributação única para todos os estados substituindo as taxas e taxinhas que cada estado tributa a cada cidadão.

  6. Paulo Silva says:

    Acho muito boa ideia. Mas não confio nos governos em geral, quer por interesses quer por falta de capacidade de lidar com tal poder. E sempre tenho uma dúvida neste século XXI, que é aquando de uma guerra ou outra catástrofe que afete a internet, todos boa nossos serviços vão estar comprometidos sem um sistema de redundância. No caso de uma futura guerra acho que a primeira bomba vai ser um ataque informático ou as redes físicas pondo o inimigo de rastos em todos os serviços básicos. Mas isso sou eu a pensar

  7. Mata-Ratos says:

    Se não der para armazenar mortalhas eu não quero!
    Votos CCM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.