Quantcast
PplWare Mobile

Starlink: Se descarregar torrents pode ficar sem o serviço de Internet de Elon Musk

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Adiós says:

    Ele tem é de fornecer o serviço para que é pago. O que os clientes fazem com esse serviço não é da conta dele. Como parece que ele acha que sim, então … Adiós Starlink

    • Elektro says:

      Concordo, e assim se mata um serviço á nascença…

      • MACnista says:

        … pois, começa bem LOLOLOL

      • João says:

        Sem dúvida. Os clientes que precisam dos serviços da Starlink, por se encontrarem em locais onde as alterativas existentes não são suficientes ou não existem não sobrevivem sem torrents .
        Diria até que 95% dos utilizadores de internet não fazem a mínima ideia do que é um Torrent…
        Pela minha parte tenho um consumo diário de internet superior a 40 Giga e não faço downloads , nem de torrents nem de nenhum sitio ilegal.

        • Elektro says:

          Só porque é torrent não quer dizer que é ilegal João, trata-se de penalizarem tudo o que é P2P se eles tratarem todos os torrents como ilegais. Por exemplo, as imagens das distribuições de Linux (Debian por exemplo) por norma facultam ligações Magnet (que são bem mais rápidos do que fazer download pelo browser) dos seus torrents e não é por isso que é ilegal.

    • Hélio Musco says:

      Mas se ele não quer que usem o seu serviço para algo ilícito então está no seu direito de bloquear, basta colocar isso no contrato.

      • Pedro says:

        Usar torrents não é o mesmo que usar serviços ilícitos

      • Jm says:

        Tal e qual como o Pedro respondeu… Torrent nao quer dizer que seja ilicito. Eu posso fazer o download de um torrent e ser so o trial… Mas ja fui obrigado a fazer download de torrents para poder avancar no botao de aceitacao do conteúdo do programa porque o proprio programa tinha um bug, algo nao aceite pela marca nem respondido. So depois de instalar pelo torrent e atualizar (legalmente) pude usar o programa… O Mister Elon Musk nao sabe do que fala…

      • Gerundio says:

        Não está no direito de bloquear pois nem sequer está no direito de analisar.
        É ilegal e vai contra as directivas de privacidade imposta pelo menos na UE.
        No entanto, sendo o Musk, brevemente será a norma

        • rjSampaio says:

          Visto que este tipo de notificação é normal em algum outros membros da UE, não fazes ideia do que dizes…

        • PTO says:

          Obviamente não sabes nada das diretivas da UE.

          Na Alemanha se fizeres downloads ilegais tens multas bem grandes e se insistires na brincadeira tens à tua frente uma boa possibilidade de ires passar uns dias à cadeia e multas bem maiores ainda.

          E sim, a Alemanha é da UE e monitoriza ao pormenor todos os downloads feitos por torrents mesmo que uses VPN’s.

          E sim, é legal e não quebra qualquer legislação europeia.

          Aprende e deixa de dizer asneiras.

    • David says:

      Se alguém se desse ao trabalho de ler o e-mail, não foi o Starlink mas sim o dono do copyright que apresentou queixa.

      A starlink, sem queixa, não quer saber, mas se há risco legal, todos os ISPs americanos te cancelam a conta.

      • danny says:

        Mas se te desses ao trabalho de ler muito bem, irias ver que “descarregar conteúdos protegidos por direitos de autor sem a devida licença é uma violação dos termos de utilização da Starlink”
        Ou seja, será que eles não querem saber, como dizes?

        • David says:

          Todos os ISPs têm essas clausulas. Isso é o que ele usam caso te tenham que cancelar o serviço devido aos direitos de autor.

          Se lesses o meu comentário “se não houver queixa, não querem saber”. A não ser que haja degradação do serviço ou queixas, eles não estão muito preocupados .

    • Joao Cordeiro says:

      Depende das leis do país.

    • João says:

      Se eu assino um contrato para um serviço que proíbe os torrents tenho sempre a alternativa de não subscrever o serviço.

    • Pintor says:

      Quem pode pagar por esse serviço pode pagar por uma Seed Box de 5€ aceder a mesma por sftp problema resolvido.

  2. André R. says:

    Não posso descarregar distribuições Linux sob GPL2 usando torrents, como muitas distribuições têm? Patético…

    • David says:

      Devias ter lido para além do título.

      Se tivesses lido o e-mail que está na notícia terias percebido que foi o dono do conteúdo que apresentou queixa e não a Starlink.

      Os senhores da tua distribuição de linux vão apresentar queixa de ti ao teu ISP?

    • iDroid says:

      Não leste a notícia: “descarregar conteúdos protegidos por direitos de autor sem a devida licença é uma violação dos termos de utilização da Starlink”
      Como o Linux é open source, podes descarregá-lo por torrent via Starlink.

      • Elektro says:

        A questão é como vão eles validar que os torrents que estás a descarregar estão protegidos por direitos autoriais ou não, mais, tu podes querer descarregar uma cópia de algum CD de música, filme, etc… que foste tu que deste upload inicialmente ripado do teu CD original

        • Elektro says:

          * Mesmo sendo o alegado Copyright Owner a queixar-se não é bem culpa tua (como utilizador) de o torrent estar disponível para descarregar. Mas claro, como vi nos comentários abaixo a VPN resolve isso tudo 😉 (nem me tinha lembrado)

          • Pastrilhas says:

            Se fizeste upload de um CD, música, filme etc…. Não devias. Logo Aqui cometes uma ilegalidade que é partilhar material com Copyright.

    • Pedro Nogueira says:

      Antes de dizeres disparates, lê a notícia completa. Podes fazer downloads à vontade de torrents desde que o conteúdo não seja ilegal e desde que o autor do conteúdo ilegal não apresente queixa ao ISP. Por isso se fizeres download de uma distro de Linux via torrent, ninguém te vai chatear. Percebeste agora?

  3. Samuel says:

    Os utilizadores já contornaram a situação com VPNs.

    • PTO says:

      Isso não chega. Na Alemanha podes usar VPN’s e se fizeres downloads ilegais és logo apanhado.

      • David says:

        Sendo alguém que usou VPN na Alemanha e nunca foi apanhado, digo que ou fizeram mal ou não sabes do que falas.

        Uma VPN bem configurada não dá para distinguir o tráfego legítimo do ilegítimo.

        E quem manda cartas para casa não é a polícia. São advogados pagam por empresas a dizer ‘represento a empresa X e ou pagas 3000 euros ou vamos a tribunal onde pagas mais’.

        Este advogados não têm maneira de passar pôr cima de duma VPN. Portanto, vou dizer que não sabes bem do quê falas.

        Dito isto, se não sabes exactamente o que estás a fazer, por amor de tudo o que é santo, não tentes fazer downloads na Alemanha.

        • Hugo Silva says:

          explica-me por favor o que seria necessário então para conseguires fazer download de um torrent ilegal sem ter problemas na Alemanha. Uma VPN com aplicação gráfica deveria oferecer automaticamente as configurações necessárias para estar seguro, no entanto um amigo meu usou a proton (na Alemanha) para descarregar o truk simulator ou o algo do genero e comeu com uma multa de 1500€

  4. Luis Henrique Silva says:

    Uii então assim nesses termos à partida já não vai ter tantos utilizadores.
    E torrents não tem só conteudo ilegal, o problema é que metem tudo no mesmo saco.

  5. Blox says:

    O que eu percebi foi: No nosso serviço a monitorização do utilizador faz parte da nossa politica de cobrar caro e ainda ficamos com todos os logs dos clientes. Bem vindos à China, um obrigado pelo vosso dinheiro, Elon.

  6. miguel says:

    Nada de anormal, muitos países já funciona assim os ISPs normais, França, Alemanha, etc… primeiro recebem uma carta, depois pode ser multa e por fim se continuarem a insistir cortam a internet.

    Resolução
    VPN e assim os operadores não sabem se estão a usar a rede com torrents, é assim que os Franceses resolveram.

  7. B@rão Vermelho says:

    Só faltava agora dizer que só se pode ver vídeos da Tesla e apenas os que dizem bem da marca e visitar a pagina da mesma

  8. Nuno José Almeida says:

    Noticia falsa. Isto é normal nos EUA. Quem descarregar conteúdos com direitos de autor, isso sim, pode ficar sem serviço. Todos os ISP no EUA fazem isso.

    • Nuno José Almeida says:

      “Esta descoberta feita agora mostra que este é, na verdade, um serviço de acesso à Internet como outro. Estes alertas são normais e revelam que a Starlink está atenta ao tráfego que os utilizadores geram.”

      Esta frase também está errada. A starlink só registou o IP do utilizador. A queixa veio por parte do proprietário dos direitos.

  9. Vasco says:

    O que me parece, pela leitura da notícia, é que houve uma queixa por parte do detentor do material protegido por copyright, que até vai anexada ao e-mail de aviso.
    Na notícia, não leio em lado nenhum que a Starlink tenha proibido ou venha a proibir a utilização de “torrents”, até porque não faria sentido, dado que são utilizados também para efectuar downloads legítimos, como ISO’s de software gratuito, etc.

    • iDroid says:

      Sim, o título é enganado, mas ao se ler a notícia tira-se essa ilação.

    • Aguinaldo says:

      O problema do starlink é que cada satélite tem cerca de 1000000 de ligações. Usar serviços P2P gasta isso num piscar de olhos.
      No caso parece ter sido alguém que deixou algum torrent a funcionar demasiado tempo e pumbas.
      As ligações starlink funcionam por centrais terrestres onde todo o tráfego é filtrado… Tal como fazem todos os isp do mundo.
      Quantos mais clientes pior será o serviço e se 1 das 68 centrais falhar, mais de metade dos clientes passa a ter uma ligação de 256kbps ou fica offline.

  10. Caro como tudo says:

    Era lindo na empresa onde estou.
    Um simples ficheiro Word é enviado por torrent, aqui usamos o torrent para tudo e mais alguma coisa, desde backup de discos ao servidor a atualizações de sistema ou antivírus.
    Nem sempre tudo é pirataria

    • Joao Cordeiro says:

      Quando lê notícias aqui no pplware nao pode so ler o título.

      O título aqui é sempre bait click…

      • ChiNelo68 says:

        Também tenho reparado, sou novo por estas bandas e não é a primeira vez que vejo um título a puxar um pouco, mas acho que é normal hoje em dia nestes tipo de blogs.. não julgo.

    • João says:

      Claro que nem tudo o que é torrent é pirataria.
      Já a utilização de torrents para o envio de todo o tipo de documentos em ambiente empresarial, obrigar-me-ia a utilizar alguns adjetivos pouco abonatórios, mas cada um é como cada qual…
      Eu posso usar a caixa de um computador para fazer uma gaiola e ninguém tem nada a ver com isso.

  11. falcaobranco says:

    Isso não foi um tiro no pé… foi uma bazuca… quer ser tanto visionario do futuro que ainda vai deixar os satelites a apanharem teias de aranha no espaço… 😀 😀

  12. Atento says:

    Engraçado.
    Ainda mal arrancaram e já estão a arranjar desculpas para a gestão de tráfego …
    Não há milagres.

  13. Samuel MG says:

    R.I.P. Starlink

  14. JJ says:

    Só se eu fosse doido é que dava 100€ /mês a uma empresa destas!

  15. RP says:

    Isto a nível legal deve ser bonito. O problema é a quantidade de imberbes no sistema judicial.

  16. VPN? says:

    Usar uma vpn não iria resolver o problema?
    A starlink ficava sem saber de onde estava a ser usado o trafego?

    • rjSampaio says:

      O problema de descarregarem coisas ilegais?

      Sim, mas é triste sugerir gastar dinheiro numa vpn e em Internet por satélite de última geração e depois andar a sacar conteúdo protegido /ilegal…

    • Elektro says:

      Sim! Isso resolve o problema, mas usar a VPN vai-te congestionar as velocidades da ligação.

  17. Mig-21 says:

    Os torrents nem chegam a 1kb, qual é o problema?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.