Quantcast
PplWare Mobile

Partilha uma conta do Netflix? Voltaram alertas e monitorização para impedir esta prática

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. PorcoDoPunjab says:

    Fazei como eu, vejo tudo o quero sem cartões nem complicações nem burlões e glutões….

  2. B@rão Vermelho says:

    A Netflix está a esquecer-se que a pessoal como eu que só tenho o serviço porque partilho a conta, caso contrário continuava a ver via pirataria.
    Sempre ouvi dizer, quem tudo quer tudo perde

  3. ervilhoid says:

    “Esta é usada por milhares de utilizadores, sendo uma prática comum que traz um prejuízo elevado à empresa.”

    e insistem… quando não der para partilhar também não vou ter a assinatura

    • André Silva says:

      Também gostas de trabalhar á borla? a malta que produz para o netflix também não.

      • Rui Santos says:

        O problema passa por receber algum ou não receber nada, a grande maioria vai simplismente voltar para a pirataria. É impossível de ganhar essa guerra mesmo o Netflix tendo razão.

      • Germano says:

        Trabalhar à borla? Porquê? Não existe uma conta paga? Ou se forem vários dentro de um espaço já não dá prejuízo? Cada cromo.

      • R!cardo says:

        Tu cobras dinheiro aos restantes utilizadores da tua conta ou só é usada por ti? Que duvido muito que seja só usada por ti

      • k says:

        O que é que isso tem a ver? Ele não está a dizer que vai ver pirata. Ele não concorda com o preço praticado infividualmente e quando não for possível partilhar a conta, não vai pagar o serviço, de todo. E eu vou pelo mesmo caminho.

        O que irrita, é que estes gajos até isto usam como manobra de marketing e insistem em falar em ter prejuizo, o que é falso. Ter prejuizo é perder dinheiro. Não podes perder o que nunca tiveste. O que eles não gostam de dizer é que não vão ter lucros tão elevados como poderiam se toda a gente pagasse sem partilhar, mas isso é pura especulação de um best case scenario e não ficavam tão bem na fotografia. O que me faz ter ainda menos da pouca pena que já tinha deles.

      • Daniel says:

        “à borla”?!
        Mas há alguma conta Netflix grátis??
        Também quero…

    • Imf says:

      Exacto, eu partilho HBO, Netflix e Disney plus.

      Todos os meses ainda da a cada um de nos um valor considerável.

      Para nao falar que o valor da netflix ja aumentou.
      Quando ficar impossibilitado, acaba se tudo.
      E voltamos aos velhos tempos da pirataria.
      A malta so largou a pirataria, porque sim era um valor justo a pagar por um serviço.
      E o netflix da dinheiro, uma coisa é se tiveseem prejuízo.
      A ganacia acaba com muita coisa

      • PedroC says:

        Não esquecer uma coisa básica. Se ninguém pagar, também não há conteúdos. Isto faz-me lembrar o que está na moda agora com as cryptomoedas em que toda a gente quer ser rica e acabar com governos e tudo. Se todos formos ricos e ninguém trabalhar, não vale a pena ser rico. A Netflix tem de arranjar uma forma de controlar isto e de facto impedir a partilha de contas. Em contrapartida, baixaria os preços. Acho que era a solução ideal para todos, mantendo-se e talvez aumentando-se a criação de novos conteúdos exclusivos.

        • ervilhoid says:

          Misturar Netflix com crypto moedas.. engraçado falares de estar na moda quando bem mais gente conhece Netflix do que crypto…
          Olha quando não der uso o Stremio e fica la com a tua opinião das crypto moedas

          • PedroC says:

            Que simpatia. Acho que é por isto que há meses que não vinha a este site e principalmente aos comentários. Percebo também que não deves saber ler porque eu não misturei. Eu disse que se ninguém pagar Netflix, não há conteúdos. Tal como, se todos forem ricos (que é o que está na moda dizer agora), o dinheiro vale de pouco. Tenta ler este segundo comentário a ver se percebes. Escusas de responder porque não vou voltar aqui para ler a resposta.

          • ervilhoid says:

            Olha não voltes… para mim da no mesmo

    • nuno a says:

      tenho a conta 4k e sou eu que a pago mas, partilho com os meus pais e com os meus sogros. no dia que não poder partilhar com eles cancelo.

  4. Filipe says:

    Se o problema deles é o prejuízo, têm uma solução bem simples: desçam o preço das contas “para uma só pessoa”. O facto de por cá o estado lhes impor uma taxa, a culpa não é do cliente para ter que ser o cliente a suportar essa taxa. Tendo em conta que este ano é muito provável que os valores das subscrições de serviços de streaming voltem a aumentar, queixarem-se de “prejuízos” é uma mostra de que não têm qualquer pingo de vergonha.

  5. José says:

    Tenho 2 residências no dia em que o fizerem, desligo

  6. Zé Fonseca A. says:

    Aqui já só anda HBO Max e Hulu, vou ver se me aguento uns tempos sem dar dinheiro aos restantes serviços que são medíocres.

  7. Mamba says:

    E a pirataria ganha mais uma vez. Ahoy!!

  8. Miguel says:

    A Netflix não quer acabar nada com esta prática, só que é obrigada a fazer este show off mediático, para se proteger legalmente porque os contractos com os estúdios obrigam a isso.

    Ou acham que é muito difícil banir todas as VPNS e contas usadas em países diferentes em simultâneo?

  9. Vasco says:

    Posso estar enganado, até porque já cancelei o Netflix cerca de 2018 e nunca mais voltei a subscrever esse serviço, e se calhar essa modalidade até já existe. Porque é que a Netflix não cria uma conta multiutilizador mais cara, para acabar com as borlas? Uma com 2, 3, 4 e 5 utilizadores comuns mas com uma única pessoa responsável pelo pagamento. Assim, acabar-se-iam de facto as partilhas de utilizadores individuais, pois bastaria não deixarem visualizar os streams a quem fosse detectado.

  10. Jonny says:

    Viva a Pirataria passado 1 semana está no meu disco e para sempre

  11. JR says:

    E depois querem que a malta deixem de usar a pirataria, continua as grandes empresas a chorar com os prejuízos, isso para mim é mais uma desculpa para encher os bolsos aos empresários e amigos. Muitos a custa da crise consolam-se. A verdade é que é certo que o trabalho paga-se, não é gratuito, mas pagar internet mais subscrições de serviços isso para mim já é um abuso.

  12. JJ_ says:

    Por cá de vez enquanto acontece, pede um código enviado para o numero telemóvel associado.
    Se a partilha for com amigos/familiares, basta eles ligarem a pedir o código e siga.

  13. Lourenço says:

    na Netflix no pacote dos 4k na descrição dizia ainda a 1 mês a trás que pode partilhar com outras pessoas para 4 dispositivos em simultâneo, por isso não entendo esta noticia.

  14. Tiago says:

    Tanta treta acerca das contas Netflix… Se ma encerrarem, crio outra e siga para a frente…

  15. Xnelox says:

    Qual é o problema da Netflix? Se juntam 4 pessoas para subscrever 4K para 4 dispositivos, não estou a ver onde está o abuso, não estão a usufruir mais que o número de dispositivos incluídos no pacote.

  16. R!cardo says:

    O melhor é aderir ao Real Debrid

  17. Senun says:

    Façam o mesmo que a disney+. Até dá para ver o filme em conjunto, filmes a 4K, Imax Enhanced e por menos 10€. A Netflix cobra 15 ou 16 por 4K e 4 utilizadores para verem ao mesmo tempo, mas depois não podes partilhar! Ridiculo! O mais grave é promoverem a separação da familia, todos sabemos que existem gostos distintos mas apelarem que terem multi ulitizadores é com essa finalidade é ridiculo

  18. Joao Ptt says:

    Não entendo, qual é a dificuldade em apenas permitir um fluxo de pedido?
    Se a Netflix não quer que se partilhe basta só deixar ver um (1) conteúdo de uma (1) localização IP.

  19. Vasco says:

    Não quero parecer falso moralista mas acredito que a esmagadora maioria das pessoas que por aqui comenta a favor da pirataria de serviços de streaming por subscrição, não faça sequer a menor ideia do número de famílias que ganha o seu sustento de forma honrada a trabalhar na indústria do cinema ou da música. Penso que não vele a pena dizer mais nada, pois acredito que alguns, se pudessem, roubariam água da canalização da vizinhança… Melhor é nem dar ideias! As pessoas tem todo o direito de não renovar as assinaturas de certos serviços, quando não podem, ou não querem, continuar a usa-los. O que não devem fazer é, sobrepondo-se à legalidade, achar que podem criar as suas próprias leis, e depois disso ainda se darem ao luxo de pensar que estão do lado da razão. O facto de alguém querer muito ter algo, não lhe dá o direito de a ter. Se as condições contratuais foram aceites, e se não concordam com elas, estão no sei pleno direito. Basta cancelar a assinatura.

    • Vasco says:

      E desculpem os erro. Detesto escrever no telefone e tenho o corrector automático ligado. Mais um desabafo: mal vai uma sociedade quando a massa crítica pende para a desonestidade, conforme começa a ficar cada vez mais patente aos olhos de todos. É nas pequenas coisas que se vê a capacidade de auto-dominio das pessoas, e se são ou não pessoas honestas.

      • Tiago says:

        Vasco, falsa questão ! O valor pago pelos serviços de streaming também pagam aos interveninentes quer na produção dos conteúdos quer aos que a operam, a questão aqui é de outra índole ou seja os preços que praticam e que tem sido gradualmente aumentados em nada melhora as condições dos seus intervenientes mas sim todo um interesse em mercados e remuneração acionista. Ora vejamos, se o mercado funcionar e depois do surgimento da Netflix outros players de conteúdos surgiram o que por si era razão sufuciente para os preços serem mais competitivos e concorrênciais o que na prática não acontece !

    • R!cardo says:

      Até parece que o pessoal que trabalha para o Netflix passa fome.

  20. Orbi says:

    Desculpa lá, mas se tiveres 2 filhos na univ. , cada um tem uma TV, eu frequento 2 casas, ou seja já são 4 IPs diferentes. É a minha família, não posso ver nestas 4 casas diferentes?
    Se não posso , se acham que sou pirata , é fácil. Limitem a conta a 1 IP.
    Vasco qual o problema?

  21. alt.menino says:

    Pirataria ? E o abuso da telemetria na coleta de dados dos utilizadores……. pode ser considerado o quê ?

  22. Reis says:

    “Os gananciosos da Netflix” lê-se na maior parte dos comentários … Eu entendo a frustração até porque também sou um dos prevaricadores, no entanto o serviço é deles e somos nós que não estamos a sair de acordo com as regras. Muitos ameaçam sair mas vão ficar (xiu ninguém vai saber que escreveram aqui que iam sair ). Esta é mais uma discussão de mesa de café com cerveja na mão como a dos preços dos combustíveis : “ladrões, vou andar menos de carro, devíamos todos fazer o mesmo para lhes mostrar como é “ e no fim do dia o trânsito é infernal e continuam a ver-se imensos aceleras , mesmo em carros a cair de podre 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.