Quantcast
PplWare Mobile

Legislativas 2022: Saiba já de forma fácil o local onde vai votar

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Bruno says:

    E voto electrónico nada…

  2. Infinity says:

    O dia em que o covid faz gazeta

    • Ochinês says:

      Levei uma pessoa de muletas e que andava com extrema dificuldade, a votar – porque queria votar, queria escolher o melhor para Portugal, segundo a sua opinião. Tenho visto os bombeiros a levar pessoas a votar, que não podem andar.
      Não vejo por que é que a alguém que está com Covid não lhe seja permitido votar. É um direito político que está estabelecido na Constituição.
      Relativamente aos presos e aos doentes hospitalizados está definido como são recolhidos os votos. Relativamente aos isolados com Covid (infectados ou contactos) a questão é que são muitos e variam muito a cada dia para ser possível montar um sistema de recolha de votos que abranja todos. O Governo pediu um parecer à Procuradoria a perguntar se podiam votar. Não vejo como se possa/deva impedir.

      • Infinity says:

        O problema são os que estao em isolamento. Se existisse voto electrónico, não haveria problema, mas como estamos num país espectacular isso não existe. Ou seja podes estar ao lado de um gajo que esta em isolamento e nunca o vais saber. Se os que estão em isolamento podem sair para ir votar, também podem sair para ir as compras ou almoçar fora. não vejo diferença entre as situações

        • Ochinês says:

          Parece que a solução vai ser criar um horário apenas para o que estão em isolamento, nos dia de votação antecipada e no dia 30. Não é o mesmo que sair para ir às compras ou ir ao café.

          A questão da votação pela internet, a meu ver, não estará tanto em questões de segurança, mas em garantir o voto individual e secreto. Por exemplo, com tantas pessoas info-excluídas, como se garante que um conhecido/familiar que vote por elas põe a “cruz” no sítio que pretendiam?

          • Infinity says:

            Se não fizerem horários especificos é igual a ida a um supermercado, vai haver sempre contacto. Mas sim, a criacao de um dia/s para os que estão em isolamento é a melhor solução

  3. falcaobranco says:

    Se o voto electronico fosse bom não havia confusões como existem sempre nos países que os têm…e os da europa ( muitos deles mais avançados que nós ) já tinham adotado esse sistema…

    • Sardinha Enlatada says:

      Porque e que nao ha-de ser bom ? Se bem encriptado nao vejo como possam manipular isso. Provavelmente num estado embrionario e capaz de haver falhas mas com o tempo o sistema ficaria maduro. Muita tecnologia avancada que se ve todos os dias e no entanto ainda andamos com papelinhos. Teria toda a vantagem. Pessoas que nao tinham muito tempo para votar durante o dia. De manha acordavam faziam isso em 5 minutos.

  4. Orbi says:

    O voto para eleições nacionais nunca poderá ser eletrônico.

    Nunca haverá a segurança de um presencial , até por correspondência é mau , basta ver o que aconteceu nas máquinas de leitura desse tipo de votos nos EUA. Foram sabotadas.

    Por mais evoluído que seja a sociedade o voto terá de ser sempre presencial.
    Além da fraude só o facto de uma pessoas ter de se deslocará e ficar numa fila demonstra toda a consciência nesse voto. Estar bêbado num sofá e votar é simplesmente lixo.

    • Ochinês says:

      Trump e os trumpistas dizem isso – mas nas numerosas recontagens dos votos por correspondência, manuais e por máquina de leitura, não se verificou qualquer qualquer sabotagem ou fraude. Isso está mais que comprovado.

      Opondo-se ao voto por correspondência, os trumpistas e a extrema direita, lá e cá, as contas que fazem são: “Nós vamos votar presencialmente porque somos uma rapaziada cheia de saúde e estamos altamente mobilizados. O pessoal que não vai votar são sobretudo Democratas, são menos votos para eles. Se não vão votar, seja por doença como a COVID ou por morarem longe das mesas de voto, isso não interessa nada – são mas é uns bêbados, não devem ter direito a voto”.

      É um direito e obrigação de todos votar. Se não o fizerem estão a deixar que outros votem por eles.

    • Test User says:

      Presencial não é garantia de segurança.
      Não precisas procurar muito longe, Portugal em 1958.

  5. Ze Nandoooo says:

    Acredito que uma boa parte esteja preocupada não com a fraude mas com o anonimato.

    • Test User says:

      Existem partidos com a votação braço no ar, não parece que seja anónimo.

      Anonimato deve existir para não haver represálias, não ser influenciado,
      Sistema electrónico da Estónia parece garantir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.