Quantcast
PplWare Mobile

Já se conhecem os planos de Elon Musk para fazer crescer o Twitter

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. Joao Ptt says:

    Tendo em conta que pretende cobrar a empresas/ empresários/ governos para estar presente, não estou a ver como vai crescer o número de utilizadores, e menos ainda porque também pretende cobrar aos utilizadores comuns com isto e aquilo que existe actualmente ou pelo menos com coisas novas que vão existir futuramente.

    Por outro lado os lucros poderão aumentar, mesmo que o número de utilizadores desça a pique, se conseguir que os utilizadores que restarem paguem bem por estar presentes, além de levar com publicidade com fartura… apesar de dizer no artigo que vai diminuir a publicidade, provavelmente não vai conseguir fazê-lo a menos que cobre bem por cada conta que deixe de ver tanta publicidade.

    Parece estar bastante focado em gerar dinheiro, e faz bem, aquilo é uma empresa, é suposto dar lucro se estiver a prestar um serviço útil.

    Verei se aparece uma nova rede social similar que atraia utilizadores em quantidade similar para de facto ser considerado alternativa ao Twitter, sei que existem alguns, mas nada de relevante em número de utilizadores, e que a maior parte das pessoas nunca ouviu falar ou não utiliza.

  2. iFernando says:

    Este homem não é real, é um extra terrestre. Inacreditável!
    Paypal
    Tesla
    SpaceX
    Neuralink
    Boring Co
    Starlink
    Twitter (aqui é apenas uma aquisição, para já…)

  3. Someone says:

    Gosto particularmente do último parágrafo.
    Quais foram, mais exactamente, as metas que não só foram atingidas como até utrapassadas antes do previsto? Self driving? Cybertruck? Semi? Hyperloop? Mars? Solarcity?

    • Vítor M. says:

      Bom dia. São metas que estão a ter progressos. Self driving já está muito avançado, mas é uma tecnologia que depende de terceiros. Por isso, além de ser interessante do ponto de vista da oferta Tesla, impulsiona a própria indústria automóvel.

      Cybertruck é um produto de promoção. Haverá de ver a luz do dia, mas para já serve de meio de publicidade para manter a chama acesa de um segmento que a Tesla haverá de ter. Mas já existe o conceito e a tecnologia, falta assemblar.

      Semi, bom, este está em testes, e bem, há alguns anos. Porque os desafios são muitos e a marca nso têm qualquer experiência no desenvolvimento de tecnologias para o segmento dos pesados de carga. Mas está em fase de teste e em breve será realidade. Mas a tecnologia, desde os carregadores até ao produto, existe.

      Hyperloop é um conceito que está pronto a ser adotado. Não depende da empresa, furar o dolo por esse mundo fora depende de muitos terceiros. Mas está no ponto de ser adotado. Claro, exigirá grandes mudanças, coisas que só se conseguem a longo prazo.

      Marte, não podemos dizer que a SpaceX não revolucionou as idas ao espaço. É hoje a mais importante empresa privada neste capítulo. Marte tem de ter tudo muito bem pensado e o sucesso fez-se com tempo, ponderação e investigação (tudo isso exige muito investimento). Musk fez o que poucos fizeram e faz o que ninguém fez. Marte é um objetivo e para isso até a nave já está em testes.

      No que toca à aposta nas baterias e painéis solares, Musk e as suas empresas já muito fizeram. Mas é um mercado bravo.

      Starlink… inovador, funcional e importante. Um feito.

      Tesla, a marca que obrigou os gigantes a ter de ir atrás… um feito.

      • Ogoid says:

        Tudo verdade. Em termos tecnológicos podemos agradecer à sua vontade de alcançar objectivos.
        Mas… a que custo? Neutralizando os que são contra ou que realçam problemas.
        E quando vem ao de cima, nada como tem o poder de controlar a informação para que a mesma não saia! Trabalhador que alerta dos perigos dos painéis acaba despedido. passado um tempo, WallMart coloca a Tesla em tribunal por fogo provocados pelos ditos painais. Um exemplo mas há outros. Proibição de sindicados é outro (e eu não sou nada apoiante de sindicatos mas jamais proibir).

        Porque razão o “Musketer” não cria a sua plataforma twitter… ah talvez porque assim não pode aproveitar ser o maior seguidor para controlar a informação a seu belo prazer. Manipulando o mercado, abafando temas que não pretende que sejam discutidas, como a questão do Starlink que pode vir a promover o numero perigoso de satélites, já hoje em numero grande, e que ele não deve quer que seja discutido.

        Hoje o “Musketer” é um deus para muitos, receio para seja o diabo num futuro próximo. Quando ficarmos dependentes de alguma das suas soluções e decida fazer uma birra de bilionário. 🙂

        • Vítor M. says:

          Neutralizando quem? Os que são contra o quê? É que ainda não percebi quem é contra o quê e quais as motivações que movem esses tais do contra. Porque atualmente ser do contra é um escape para aqueles que são preguiçosos em aprender, em atender, em evoluir “Olha lá, és do contra porquê? – Porque sim, aquilo polui, aquilo vai contra os índices de neutralidade, aquilo ofende o meio ambiente, tem plástico, calcário, chumbo, CO2….”

          Sobre os trabalhadores, outra coisa que sempre houve. Não me digas que as leis laborais são agora piores que há uma ou duas décadas? Olha que o mundo até nisso evoluiu. Agora, também é verdade que todos hoje querem ser os Elon Musk de alguma coisa. O que no fundo, se vigorar a forma de criar algo novo até é bom, pena que nessa vontade de ser apenas está “o gajo tem muito dinheiro”. Portanto, querem é a carteira e não o trabalho.

          Sobre o marketing… sim, o tipo vendo muito bem os seus produtos. Mas o que é aqui de valorizar é a estratégia dele. É ele que o faz, a presença dele, as suas ações na primeira pessoa. Não tem aqueles tribais costumes de contratar esquemas de agências, não, o tipo só por ele faz a festa.

          Que são projetos muitas vezes arrojados demais? Sim, eu penso que alguns, como o Starlink, pode ser muito complicado ao nível da poluição na órbita baixa da Terra. Mas a verdade é que hoje temos poluição visual com cabos por todo o lado, de energia, de comunicações e já damos como parte do meio ambiente. Eu gostava de ter um ambiente muito mais limpo sem postes de alta tenção, cabos pelos prédios a pingar nas fachadas, fios e tudo o que são infraestruturas a dar cabo das paisagens. Quem se interessa? Ninguém.

          Se te dissessem “ora bem, meu caro, vai deixar de ter internet por fibra pois não faz sentido andarmos a abrir a estrada para meter os cabos enterrados e não há permissão para os transportar pelos postes, pelo ar”. Tu não ias gostas 😉 Atenção, tu e todos se forem confrontados com esse cenário.

          Na verdade, alguém tem de puxar pela inovação, pela tecnologia e pela vontade de encontrar um novo sítio para a humanidade ocupar. Este planeta com Putins e afins é um lugar mal frequentado e estão sempre a ver, de facto, como estourar com ele.

          O tipo é um birrinhas, é verdade. Tem umas atitudes mesquinhas, um chefe de família fraco, um fulano com alguns problemas complicados, mas tem a outra parte.

          • Ogoid says:

            Tudo top mas este tipo de indivíduos assustam-me quando tem demasiado poder. O historial mostra que tendo poder, faz acontecer o que lhe apetece e o que lhe vai na mente. Podendo chegar ao extremos que não permitir que existam outras visões/tecnologias. É verdade que é contra o “poder instalado”. Ficamos gratos até ao ponto de querer ser mais papista que o papa.

            Eu questiono muito porque razão não criou a sua rede! porque teve de necessidade de comprar uma, bem instalada, dizendo que tinha regras anti liberdade de expressão e que pretendia alterar isso (Quando impede os seus próprios trabalhadores de se exprimirem) Mas depois vem dizer (TED) que irá cumprir as leis de cada pais. Portanto, vai impedir liberdade de expressão aos Norte Coreanos, aos Russos, Chineses, etc.

            Factos, nada mais. Existem factos que colocam o Musketer como o melhor humano do mundo, mas existem factos que colocam-o numa posição menos boa.

            Acreditem, quero estar errado. O tempo o dirá.

          • Vítor M. says:

            Tens razão, poder a mais leva a determinados abusos, sim isso é um perigo. Mas ele depende do consumo, e em breve terá outras empresas concorrentes e isso diminui a sua preponderância. E também é verdade que está implantado num país complicado, os EUA, now ue toca ao escrutínio por parte do poder político, como vemos acontecer na Google, Microsoft, Apple, IBM, Cisco, etc… portanto, não será um Elon um candidato a pequeno Putin.

            Ele tem muitas fragilidades em termos emocionais, como já mostrou, e isso é uma red flag, as pessoas sabem disso. Não deixa de ser um inovador, apesar de ser extemporâneo.

          • Ogoid says:

            Esperemos que apareça concorrência e que não seja aniquilada/adquirida como tem acontecido por as empresas que indicas… que tanto temos a agradecer mas mais uma vez, de desconfiar.

          • Vítor M. says:

            Sim sim, a ideia é mesmo a concorrência e vai aparecer. Há outros projetos muito interessantes a acrescer.

            Falaste num ponto interessante, a aquisição, e não devemos estar longe de ver as entidades reguladoras a cair em cima de Musk. Ele já tem empresas na área dos automóveis, aeroespacial, redes sociais, energia, comunicações… poderá estar já no limite. Mas vamos ver.

          • Ogoid says:

            No mundo perfeito 🙂 não teríamos de nos preocupar com essa concentração. Mas como não estamos nesse mundo perfeito, por enquanto (mas tenho esperança que um dia…), esperemos que a autoridades fiquem em cima. No entanto, o poder e influencia dele é de tal ordem que não deverá acontecer mesmo que seja detectado demasiada concentração.

          • Técnico Meo says:

            +1

  4. Someone says:

    O meu comentário foca-se apenas no facto de que “metas que estão a ter progressos” não ser o mesmo que “não apenas deverá ser cumprido como até ultrapassado muito antes do previsto”.
    Com isto não estou a tirar qualquer mérito às metas definidas nem a insinuar que sejam fáceis de atingir, estou apenas a apelar ao rigor das afirmações.
    Um dia, eventualmente, irei falecer mas isso não quer dizer que estou já morto e até mesmo antes do tempo.

  5. Ze says:

    Fassil: pré instalar o Twitter nos teslas, na starlink e usar o Twitter como forma de fazer login no universo musk

    Acredito que esteja a sair um novo “device” ou empresa do musk para aproveitar o twitter

  6. secalharya says:

    Plano do Musk: Pump and Dump.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.