Quantcast
PplWare Mobile

Irão cortou o acesso à Internet… Elon Musk vai dar conectividade

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Jane Doe says:

    O ironia das pseudo-feministas andarem cá a “lutar” pelo direito às mulheres usarem o hijab, enquanto lá elas estão a morrer pelo direito a não o usar.

  2. Abel Lopes says:

    E depois ficam admirados porque é que a América dá subsidios as empresas do Elon Musk, tudo interesses geopoliticos.
    Vemos na Ucrania, é sempre a chegar equipamentos starlink a custo 0, e agora querem que o pessoal use isto em países onde a América quer controlar a narrativa…

    • Joao Ptt says:

      O Elon Musk tem jeito para publicidade.
      Acho que nem um único aparelho chegou à Ucrânia a custo zero, de uma forma ou de outra alguém o pagou, e acho que foi o Estado Federal dos EUA, li algures mas já não me lembro como o fizeram.

      Vão activar o sinal para o Irão… mas e os terminais, quem é que os tem por lá? Ao contrário da Ucrânia, foi o Estado do Irão quem decidiu cortar o acesso à Internet, porque é o próprio Estado que está em perigo de desaparecer com estes protestos se não os contiverem e meterem as pessoas na linha, não vão certamente facilitar a entrada de terminais de acesso à rede Starlink, pelo contrário, tudo farão para impedir e vão certamente castigar fortemente qualquer um(a) que seja apanhado(a) a utilizar esse ou qualquer outro método de comunicação para aceder à Internet que não seja explicitamente autorizado.

    • Boda says:

      Só dizes é barbaridades

    • Jane Doe says:

      “controlar a narrativa”? Como é que se controla, abrindo a Internet? Não estarás a fazer confusão com o controlo, cortando o acesso, proibindo assim a livre expressão e acesso à informação?

    • Bernardo duro says:

      Preferes o irão à frente do mundo convido-te a ir para lá…

    • Luís Costa says:

      Usas vírgulas onde não são necessárias dás numa de esperto e no final só vomitas porcaria.. amigo, ninguém te impede de ir viver para esses países, o que fazes aqui ainda?

    • Stanley says:

      Controlar a narrativa? só pelo cinema/streaming.

  3. Aaaa says:

    Será que China pode disponibilizar internet aos cidadãos americanos a revelia do governo dos EUA?

    • Keyboardcat says:

      Então? O governo americano também cortou o acesso à internet a toda a população?

    • Joao Ptt says:

      Sim, a China pode fornecer Internet à revelia do governo dos EUA.

      A China tem armas nucleares para forçar tal vontade, se lhes der para isso, assim como uma marinha naval de guerra e força área cada vez mais poderosa a ponto dos EUA admitirem que se a China decidir mesmo tomar Taiwan pela força os EUA não conseguirão parar a China, e a mesma vence em todas as simulações que já fizeram. Suponho que em todas as simulações as armas nucleares ficaram de fora da simulação.

      Actualmente os EUA até admitem que a China tem capacidade real para destruir os satélites dos EUA.

      Por tudo isto, sim, se a China decidir ajudar Norte-Americanos revoltosos a fazer uma revolução que de alguma maneira beneficie a China, esta pode fornecer Internet sim e os EUA pouco podem fazer a não ser tentarem mandar abaixo os satélites e/ ou outros meios que a China envie para prestar tal serviço (ex.: balões, drones, aviões autónomos, etc.)… além é claro de tentar encontrar quem utilize tais serviços via satélite e os punir.

    • joaomatos says:

      Aaaa,
      A tua pergunta está correcta, e bem colocada. 🙂

  4. Paulo Martins says:

    Elon Musk mais uma vez a aproveitar a desgraça alheia para obter publicidade gratuita…
    Quem é que no Irão tem acesso aos pratos e routers da Starlink? Quantos cidadãos têm acesso a 600$ para adquirir os equipamentos, já não falo na mensalidade…
    Mas claro Elon Musk o salvador vai para o Twitter dizer que deu acesso à internet no Irão quando na verdade nem meia dúzia de gatos pingados conseguiram acesso…

  5. sa.pong says:

    Quando os EUA querem agravar um conflito do qual têm muitos interesses militares e politicos a Starlink é grátis, para os otários é a pagar… Continuem a acreditar na “boa vontade” dos EUA e depois queixem-se.

  6. Zé Pinto says:

    Quando se luta contra uma ditadura todos os meios são legítimos…..
    Além disso, quem gosta de ditaduras pode escolher ir para lá e fazer parte do regime repressivo…..

    • ze elens ki says:

      Pois pode, por exemplo para o país do bidé corrupto, a propósito, o filho já foi preso ou o fbi continua a esconder as provas?

      • Jane Doe says:

        No país do Biden constroem-se muros para impedir as pessoas de entrar, no país do Putler constroem-se muros para impedir as pessoas de sair… Pequenas diferenças…

        • Acho que tens um erro no início da frase. Querias dizer “no país do Trump” e não no “país do Biden”.

          No país do Trump esses muros começaram a ser levantados. No país do Biden esses muros são desmanchados.

          • Jane Doe says:

            Nem por isso… O Trump continuou, ou reforçou um muro que já existia, e se não me engano, a sua construção continua. Para mais precisão deveria era ter escrito “muros” com aspas, isso sim, porque ter um muro físico, uma parede, ou uma fronteira controlada 24h por dia para não deixar passar migrantes ilegais, é na prática, a mesma coisa.

          • Muro sempre existiu, é uma fronteira física entre 2 países. Agora a “iconografia” e a ideia que Trump lhe aplicou fazia dele algo completamente diferente do que hoje existe.

          • Jane Doe says:

            Por outro lado, note-se que o país de Biden e de Trump é o mesmo – EUA.

          • Na verdade, quem faz um país são as pessoas que lá vivem e as suas ideias e filosofias, em especial, as que estão no poder…e nesse caso, são dois países que estão muito longe um do outro

          • J Martins says:

            Pedro simões, isso é falso. É melhor conhecer mais a historia do muro e basta ir à wikipedia; não é preciso ir muito longe nas darkwebs. (https://en.wikipedia.org/wiki/Mexico%E2%80%93United_States_barrier).
            Em resumo; o tal muro começou a sua construção no tempo de Jorge W. Bush, Clinton continuoou e Obama também. Ou seja, o muro não foi novidade. A novidade é que Trump queria fortificar o muro já existente e terminar o que ainda faltava. Aliás, uma grande celebração da “contrução do mur de Trump” foi simplesmente substituir o já existente por um reforçado..

            Agora, vamos lá ser sérios -> A situação migratória não melhorou nada com o Biden , aliás, até tens a propria Kamala Harris a mandar os migrates voltarem apra trás. Tens crianças ainda enjauladas na fronteira e a situação não tem melhorado. Sabes a diferença? É que no tempo do Trumo era todo o santo dia tinhas os média a colocar as gafes do trump no telejornal e o tema do muro; Em relação ao Biden não vês nada nos médias nacionais (porque ficaram com o rabo preso por defenderem que com Biden as coisas iam ficar melhores… não ficaram – de longe). Nós, aqui no nosso Burgo onde não se passada nada, falamos do alto da nossa torre de marfim sobre migração porque não sabemos o que é ter criminalidade a aumentar com migração ilegal como se vê nos EUA, Grécia, Turquia, etc.. Paises com fronteiras complicadas. Nós aqui falamos do alto mas quanta gente não vi com essa atitude mas depois nem familias problematicas querem a viver no mesmo predio. Ou malta que é “caviar” nestas coisas mas depois não quer os filhos em escolhas de bairro social, mesmo que sejam perto de casa. Enfim. O melhor é realmente tentar saber o que se passa nos EUA sem ser pelos média nacional ou o diz que disse. Ou convido o Pedro (e outros) a irem viver uma temporada ali para a fronteira com o Mexico e depois vão dizer que afinal a ideia do muro nem era má ^_^

          • Esse “muro” é muito mais do que a sua infraestrutura. Há toda uma linha de pensamento que promove a demonização destes emigrantes e que foi exacerbada na campanha Trump e no seu mandato. Pode estar longe de ser uma situação resolvida, e certamente será muito complicado de resolver, mas a verdade é que a postura de um governo e do outro é diferente (no mínimo).
            Não os querer presentes e promover que sejam recambiados para fora é completamente diferente. Perceber que são essenciais para o país e acusá-los de serem todos criminosos é também diferente.
            Repito e reforço, é uma questão de postura e até de “verdade” face ao que realmente aconteceu e vai acontecer no futuro imediato.

          • Jane Doe says:

            Não me parece que “país” tenha sido utilizado nesse contexto – teremos de aguardar esclarecimento do autor do comentário.

            Esse “muro” idelógico não passou de campanha politica, usada por Trump para ganhar votos de um lado, e pela oposição para ganhar votos do outro, na prática, nada mudou. Exageros de um lado, exageros do outro… quando não se governa com equilibrio, quando se cai num extremo, dá-se origem à ascenção do outro extremo – aconteceu nos EUA, e está a acontecer na UE, incluindo em Portugal; é uma espécie de equilíbrio desequilibrado, que raramente traz algo de bom. Aguardemos por melhores tempos.

          • AlexS says:

            “No país do Trump esses muros começaram a ser levantados. No país do Biden esses muros são desmanchados.”

            Falso. Trump prolongou o muro, e Biden continua. É só pesquisar com Biden tapou partes do muro que não estavam completos.
            E vai prolongar mais.
            Claro que se a fonte de infrormação são os expressos e publicos deste mundo não ficamos informados.

          • Vítor M. says:

            Vamos ter de ir ao local então.

          • freakonaleash says:

            Troca Trump por Obama e estarás perto da verdade!

  7. Jane Doe says:

    A ironia de ver trogloditas a abusarem da liberdade de expressão para atacarem quem a promove, na defesa de outros trogloditas que a abolem.

    • J Martins says:

      Se o Musk não usasse a tecnologia do Starlink para o povo do Irão existiram, se calhar até as mesmas pessoas, a criticar o Musk por ter usado na Ucrania e em iates de luxo mas não estar a usar no Irão – com argumentos xpto. Agora ele usa no irão e é “preso por er gato” também.
      Ou seja, se laguém faz alguma coisa esta mal. SE alguém não faz algo também está mal. Acho que a ideia é simplesmente falar mal do Musk e outros.
      Claro que isto serve de publicidade ao starlink mas, sinceramente, é melhor marketing e ajudar do que não fazer nada só para não chatear os velhos do restelo.

  8. Bernardo duro says:

    Comunistas e simpatizantes fascistas vem para este fórum comentar cuidado compatriotas…

  9. Oi says:

    A sério, camarada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.