Quantcast
PplWare Mobile

5G: Huawei já fez 91 contratos comerciais e enviou mais de 600.000 antenas

                                    
                                

Fonte: Gizchina

Autor: Marisa Pinto


  1. Nuno Herdeiro says:

    Uma pergunta: o 5G vai usar mais radiação que 4G ?
    Ja procurei no Google mas não dizia nada acerca disto…

    • Abreu says:

      Infelizmente o dinheiro fala mais alto que a vida humana

    • Janu says:

      Nenhum dos espectros (3G, 4G ou 5G) é de radiação ionizante, por isso não modificam o ADN.
      No entanto por usarem ondas para se propagarem, existem pessoas que são mais sensíveis que outras e podem sentir entre outros sintomas, dores de cabeça.
      Todos os estudos feitos até hoje pela OMS, nenhum é atribuído em provocação de cancro.
      Mas como todos os temas que envolvam tecnologia de ponta, tem de haver sempre polémica e mitos. Até quando o trator substituio o homem a cavar, já na altura se previa o apocalipse…

  2. Jorge Santos says:

    Gostava que fosse tão linear quanto se faz parecer. A evolução, interesse e demanda dos mercados forçou uma evolução tecnológica que deveria ter sido parada. Deveriamos ter entendido os resultados dos testes feitos em 5G como uma obrigação para a utilização de uma diferente tecnologia.

    Como alguém que trabalha na área de comunicações móveis, sem o que é sentir em primeira pessoa a radiação de uma torre assim como os terríveis efeitos. Dores de cabeça e tonturas por exemplo, não vão ser assumidos como resultados deste tipo de radiações, mesmo que em muitos dos casos o sejam.
    Considerando que estamos em 5G no especto de 300 GHz, ficamos em “ultra high intensity”. Ou seja, a radiação multiplica-se porque é proporcional ao numero de antenas necessárias (que será multiplicado).
    Recorde-se que antes das autorizações serem lançadas, já nós técnicos tínhamos dado inicio ás montagens das torres e respectivas antenas em várias cidades com operadores como suisscom. Ou seja, uma batalha perdida muito antes de começar.

    O avanço tecnológico é inevitável, mas o problema estará sempre em existirem os interesses antes do estudo e da seriedade.

  3. Samuel MG says:

    O 5G vai ser o maior erro em que Portugal se vai meter.

  4. Sovina says:

    Americanos tentam anular a concorrencia, estao a ficar para trás dos chineses e acusam-os de espionagem. Espiam todo o mundo à muitos anos e têm medo de perder esse controlo. Infelizmente os paises lacaios dos usa acreditam nessas tretas todas…

  5. joao paulo frazao says:

    Eu normalmente não meto nestes assuntos, mas atrás foi dito uma coisa muito acertada “ninguém recusa um contrato para ceder espaço para intalalacao de uma antena” e acrescento mais, todos os que são conta o 5g e tb o eram no 4g, não usam o telemóvel???
    Vão já dizer que a radiação do telemóvel é muito inferior a emitida pela antena, sim é verdade.
    Vamos todos retirar as antenas, acabar com os telemóveis e vamos todos comunicar por sinais de fumo

  6. joao paulo frazao says:

    Eu normalmente não meto nestes assuntos, mas atrás foi dito uma coisa muito acertada “ninguém recusa um contrato para ceder espaço para intalalacao de uma antena” e acrescento mais, todos os que são conta o 5g e tb o eram no 4g, não usam o telemóvel???
    Vão já dizer que a radiação do telemóvel é muito inferior a emitida pela antena, sim é verdade.
    Vamos todos retirar as antenas, acabar com os telemóveis e vamos todos comunicar por sinais de fumo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.