Quantcast
PplWare Mobile

Brasil autoriza a participação da Huawei no leilão da rede 5G

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Digitalfox says:

    A passividade com que estas coisas se passam é impressionante…
    Daqui a uns anos possivelmente saberemos a lavagem de dinheiro e corrupção que ocorreu nesta decisão…
    Mas nessa altura o estrago já está feito e as multas não tiram riscam o lucro obtido…

    • Vitor says:

      Mas existe alguma empresa no Mundo que não vise o lucro com as suas operações? Alguma multinacional Americana ou Europeia trabalha de graça e apenas tendo em vista o bem comum? Neste caso especifico o que se alega não é o preço do produto (a China produz melhor e mais barato!) e no caso das “luvas” que alguns irão receber…quem recebe não lhe importa se o dinheiro vem dos USA ou da China! É tudo lucro…

    • SSD says:

      Hmm qual a delas a brasileira ou a americana? É que essa teoria recai mais para a segunda…

  2. Miguel says:

    Não vejo problema nenhum, os dois Países vivem em parceria por exemplo na vacina contra Covid Brasil foi dos primeiros a receber vacina chinesa.

    • Vitor says:

      Recebeu o quê?! O “privilégio” de ser o País onde a vacina foi testada pelo simples motivo de ser um dos Países com maior número de infetados? É que vacinas para inocular a população do Brasil até agora…ZERO!!

  3. Miguel says:

    Já agora PPLWARE para quando um artigo acerca desaparecimento de vários bilionários na China incluído um dos mais ricos do mundo e China o Jack Ma dono do conglomerado de tecnologia multinacional Alibaba Group(AliExpress)?

    Não acham que merece um artigo?

    • Vítor M. says:

      De facto, mas ainda esperamos que apareça, com vida. Eventualmente mais moreno. Mas era interessante saber algo mais, além da especulação de não aparecer em público.

    • gloriaadeus says:

      la vem as teorias da conspiraçao a la americana, so os EUA e que tem ter bilionarios que comandam o mundo

    • AlexAlex says:

      Foram iniciadas investigações profundas contra as empresas do Jack Ma após ele se meter a falar mal e chamar nomes dos reguladores Chineses em Shangai e, como é padrão na China a figura pública investigada “desaparece” até o fim das investigações (para não piorar as coisas). Seguindo os casos anteriores ele deve aparecer após a conclusão das investigações para de declarar culpado pelos eventuais crimes/ilícitos que encontrarem nas empresas deles.

      Basicamente trata-se de um sistema voltado para humilhação pública, e para mostrar quem manda no país.

      • mark casila says:

        o camarada mentir nao vale, eu sei que voces comunista nao tem qualquer problema em mentir para se defenderem

        ele nao disse mal nem insultou ninguem apenas disse que o sistema actual na chian estava desactualizado e desenquadrado da realidade … pode-se entender como uma critida agora dai a dizer que ele chamou nomes … sinceramente

  4. Xaikkul says:

    Uma decisão de aplaudir!
    Só na UE é que os pulutikus continuam a baixar as calcinhas aos EUA e sempre sem vaselina…

  5. rick says:

    a sony ericsson foi a unica com eles no sitio e sabe que o mercado tem que ser liberal e nao uma batotice pegada de andar a banir empresas quando estes ultrapassam certas empresas conhecidas e seus lucros e lobby impostos e areia para os olhos da sociedade ignorante e amestrada como fazem muitas marcas americanas que querem ser donas de tudo e nao deixam ninguem competir com elas com medo de roubar o lugar no mundo.. mas o mundo nao entende isto, seguem o rebanho eu ja deixei de ser parvo com tanta conversa da treta…

    • mark casila says:

      os estados unidos fizeram o mesmo com o japao quando começarama a existir abusos em relação aos principios de mercado aberto …. o japao reconheceu isso mesmo e mudou

      agora os chineses estao-se a cagar para a regras nao cumprem nenhuma nem respeitam ninguem

  6. rick says:

    agora a xiaomi esta na mira do EUA qualquer dia vem nokia, e outras fora …

  7. adbu says:

    A saída do Trump já se começa a notar. Se a américa quer ultrapassar a china onde esta já é líder, deverá ser pela superação e não pelo bloqueio das empresas concorrentes, pois todos sabem que todos estes problemas são devido à Huawei ser líder em várias tecnologias.

    • SSD says:

      Se o castigo há Huawei na altura em que começa a corrida ao 5G na Europa já foi num timing suspeito, então este á Xiaomi (que tem 1001 produtos para casa, fora os smartphones) em que nem a proíbe de comercializar em território americano, é um puro ataque econômico um par de meses depois desta superiorizar o número de vendas da Apple diz tudo o que há a dizer sobre a preocupação americana com a “segurança”.
      A única coisa que eles estão a segurar é os cofres cheios e vantagem na guerra comercial entre os 2 países, só e apenas.

  8. jorge says:

    O Brasil nao podia dizer nao, pelo simples motivo hoje quem decide no Brasil sao os chineses, o governador de Sao Paulo o Sr. Doria ja muito tempo que queria produzir a vacina da china no Brasil mesmo antes da ANVISA dar autorizaçao, o Brasil esta a fazer explodir os preços dos produtos basicos para exportar o maximo possivel para a China, este presidente e governadores so querem o deles nada lhes importa se os preços aumentam ou nao, cada dia que passa mais o Brasil passa a ser uma provincia da China.

  9. Joao Ptt says:

    É pena o Brasil não desenvolver a sua própria rede, segura, e fabricar os seus equipamentos. Eles têm tudo, é só haver vontade e podem fazer tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.