76% leitores vota sim à disciplina ‘Educação e Segurança Online’


Destaques PPLWARE

17 Respostas

  1. Pedro says:

    Apesar de achar útil, também seria útil ensinar outras coisas fora do mundo online e mais vocacionadas para o mundo real. Ensinar como funcionam as finanças, a segurança social, etc… como requerer pedidos básicos e até quais são os nossos direitos e deveres como cidadãos de Portugal.

  2. Jorge says:

    Acho completamente inútil mais uma disciplina 74% não sabe o que diz na minha opinião é mais uma disciplina useless.. Com uma grande perda de tempo e mais carga horária para os alunos..

    Até parece que os pais adoram ver os filhos mais tempo na escola que em casa mas quando vem trabalhos para casa reclamam é natural quanto mais carga horária de disciplinas e novas disciplinas mais tpcs para casa e menos pouco tempo com os filhos

    Tudo o que vai ser dado nessas aulas está disponível gratuitamente na Internet quer seja em vídeos ou em textos ou até em PDFs

    E mais até esta disponível em livros, revistas e por vezes em noticias na televisão e ainda mais também está disponíveis em jogos educativos..

    Fora os workshops gratuitos e os ebooks e folhetos disponíveis em várias associações um exemplo CNPD ou Net segura

    Se ainda fosse uma disciplina opcional ainda concordaria só iria quem quiser.. E quem concordar

    Epa a informação é tenta e grátis na maioria dos casos e nem mesmo assim aprendem acham que é com uma disciplina que só transmitirá seca aos alunos que isso vai melhorar?

    Duvido imenso.. Mas lá está o que não falta é tanta informação.. Conselhos e dicas sobre segurança e ninguém quer saber digo a nível dos jovens..

    E só mais uma aula para ocupar mais tempo e perder tempo para ouvir e saber informações que em menos de 5 minutos encontras com uma rápida pesquisa na Internet seja em vídeo ou não.

    • Marisa Pinto says:

      Vamos por partes…

      Acho completamente inútil mais uma disciplina 74% não sabe o que diz na minha opinião é mais uma disciplina useless.. Com uma grande perda de tempo e mais carga horária para os alunos..

      Se calhar 74% é um valor bastante significativo, podes achar que as pessoas não sabem o que dizem, mas parece-me apenas que isso é ir contra o íbvio ou ir contra a opinião e escolha das pessoas, apenas porque é contrária ao que defendes.

      Até parece que os pais adoram ver os filhos mais tempo na escola que em casa mas quando vem trabalhos para casa reclamam é natural quanto mais carga horária de disciplinas e novas disciplinas mais tpcs para casa e menos pouco tempo com os filhos

      O problema está na confunsão que se faz e achar que tudo é farinha do mesmo saco. Esta disciplina não seria uma igual às outras, estamos a falar de uma disciplina direccionada para a informação, autonomia, segurança. Desde quando isso é algo ‘a mais’? Quanto ao tempo, isso concordo, mas é devido à carga já existente de coisas que, muitas vezes, nem sentido fazem, o que não me parece ser o caso desta.

      Tudo o que vai ser dado nessas aulas está disponível gratuitamente na Internet quer seja em vídeos ou em textos ou até em PDFs
      lol… por favor… tens tudo na Internet, até como fazer armas ou comprar droga. Tu até podes ter lá tudo, mas se ninguém te ensinar oun mostrar como fazer, falares de coisas concretas, situações concretas, esquece lá o que está na Internet. Ninguém vai à Internet procurar como navegar na Internet, quais os riscos e perigos… As outras disciplinas também estão na Internet, achas mesmo que esse é um argumento válido?

      Epa a informação é tenta e grátis na maioria dos casos e nem mesmo assim aprendem acham que é com uma disciplina que só transmitirá seca aos alunos que isso vai melhorar?

      Nas que seca? Tu é que já estás a condenar a disciplina com negativismo… Este argumento nem sequer tem por onde se pegue.

      Cumps,

  3. neapo says:

    Que tal fazeres um tutorial sobre segurança informática Marisa? Já era altura de demonstrares o teu domínio na área em vez te de limitares a estes questionários. 😉
    Ps: Não vale pedir ao marido para fazer o tutorial por ti.

  4. Nope says:

    Uma disciplina destas apenas iria estupidificar (ainda mais) o pouco ou nada que as crianças hoje aprendem na escola.

  5. alguem says:

    Acrescentar (no mínimo) mais uma hora por semana ao horário escolar para ensinar uma coisa que se ensina em uma ou duas horas? É tema para ser abordado das mesma forma que a sexualidade, falar-se um pouco durante uma aula de uma disciplina já existente e uma ou duas atividades extras por ano. Mais que suficiente.

  6. Alfredo says:

    Eu concordo! 🙂 No meu tempo já ensinavam Linux nas aulas de TIC no nono ano. Daqui a alguns anos serão poucas as empresas que não vão depender da Internet. Até na faculdade só tenho trabalhos para enviar no e-learning, e infos importantes são transmitidas no Facebook e página pessoal do aluno,

  7. 111111a says:

    Acho que a cadeira ideal para acrescentar era “senso comum”.
    Se formos a criar cadeiras para cada tema da sociedade vamos acabar com alunos a ter 30 cadeiras 😀
    Pessoalmente acho que a função das escolas é preparar um aluno para a vida profissional, tudo o resto devia ficar ao cargo dos pais, desde educação sexual a estas questões de segurança. Não sou contra tirar umas horitas no ano lectivo para se falar disto, mas criar cadeiras é ridículo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.