Quantcast
PplWare Mobile

YouTube poderá ser bloqueado na Rússia muito em breve

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Douglas says:

    “Nesta guerra que está a dizimar um país, a matar civis, a deixar a população sobrevivente sem acesso a água, aquecimento ou comida, que está a levar pessoas a fugir do país…”

    30% dos ucranianos são russos, sobretudo o lado oeste em que o governo ucraniano tem bombardeado impiedosamente ferindo o acordo de Minsk. Parte dos civis foram para a Rússia e as regiões já dominadas pelos russos estão recebendo mantimentos para ajudar a população civil. Ademais, os neonazistas ucranianos do Batalhão Azov e Aidar estão usando a população civil como escudo humano! Por isso, o Putin diz que o Ocidente é um “Império de Mentiras”.

    • Douglas says:

      *o lado leste

    • RPG says:

      Onde foste buscar esses 30%? Se possível coloca aqui uma fonte. Todos os números oficiais que encontro, apontam para menos de 20%.

      “Tem bombardeado impiedosamente”, também seria interessante que colocasses aqui algumas fontes para essa acusação. A ser verdade, certamente existem diversos vídeos ou imagens de tais actos. Isto é, penso que não tenham inventado as câmaras de filmar agora pouco antes da invasão Russa.

    • Unknown says:

      Portanto tu acreditas no que o Putin diz e achas que o ocidente mente… E pergunto-te eu, porque nao acreditas no ocidente e achas o Putin o manipulador? Foste ao terreno ver as coisas? Temos jornalistas a dar a vida para reportar o que lá se passa, achas que é um filme de Hollywood e tudo encenado? Podias mostrar dados concretos de porque é que nós, o ocidente, mentimos, e o Putin é o verdadeiro porque claramente deves estar lá a ver o que mais ninguem ve. Adorava saber que ”parte dos civis” é que foram para a russia, quando temos 2M de refugiados e nas fronteiras russas nao ha registo de grandes movimentos

        • carlitos says:

          Vítor, em vez de se estar a acreditar no A ou no B, melhor é quando somos nós a pesquisar a veracidade das noticias, sobretudo fotos ou vídeos.

          Outro dia, o jornal Sol, publicou uma noticia com uma foto, que dizia ser do Ten. Coronel da KGB Vladimir Putin ao lado de Samora Machel, e mais uma teoria que me pareceu desde logo oportunista e sem lógica alguma, e obviamente sem provas. Fui verificar a origem da foto, que revelou que a mesma foi tirada numa localidade na Tanzânia em 1973. Feitas as contas, nessa data o Putin teria 20 anos e andaria supostamente a estudar Direito na Universidade. Mesmo que o Putin fosse um génio muito precoce e isso fosse um segredo para toda agente, para se ser Ten. Cor. é necessário uma carreira militar longa, para não falar dos estudos que é necessário ter. Bem, o importante nisto, é que a desinformação está em todo o lado e não podemos confiar nos critérios jornalísticos seja de que lado for.

          Outras fotos e vídeos, sobretudo do lado ucraniano que é aquele que mais passa na nossa mídia, revelou-me coisas ao nível do surreal. Deixo aqui um link, mas convém cada um fazer o trabalho de casa, porque por estas alturas…

          https://off-guardian.org/2022/02/27/7-fake-news-stories-coming-out-of-ukraine/

          • Vítor M. says:

            Não há forma de escamotear a verdade. Na Ucrânia está a acontecer uma barbárie, um genocídio por parte do invasor russo. A Rússia, um país com um regime ditatorial, é um perigo enquanto vizinho. Não é o povo da Rússia, é sim quem governa esse povo. O povo é gentil, é trabalhador, é educado, mas vivem debaixo de um jugo ditatorial. Esta invasão, as atrocidades que estão a fazer e que todos vemos, e que alguns (por qualquer incapacidade) tentam tapar com a propaganda do regime, não deveriam ser vistas no século XXI, não fazem parte de uma sociedade evoluída que se quer fraterna, global e próxima. Até a China quer mais abertura, mais proximidade. A Rússia não, a Rússia como mantém este regime quer impor pela força, não pela cooperação, não pela boa vizinhança, mas sim pela guerra, pela destruição.

            Claro que os EUA estão a aproveitar esta guerra para isolar cada vez mais a Rússia, e a União Europeia tem de tirar uma lição, tem de abrir os olhos. A Ucrânia está a ser dizimada, estão a morrer crianças, mulheres, inocentes que só querem ter um país com paz e oportunidades de trabalho e de uma vida pacifica.

            Tentam encontrar na Polónia, na Roménia, na Moldávia, alguma segurança. Já aceitam ir para qualquer lado com os seus filhos para lhes poder dar um futuro. Quando os criminosos dos dirigentes russos estão nos seus palácios, nos seus grandes barcos, rodeados com o que há de melhor.

            Esta guerra é de um cobarde com a bandeira do nuclear na mão e o botão dos mísseis na outra. Ele sabe que é fraco, perante a força do ocidente, por isso abanou logo com a bandeira do nuclear. E mesmo assim está a ter muitas dificuldades dentro de um país que não se entrega. Como não quis entregar a Crimeia e a região de Donbass. Tomou pela força estas regiões, implementou os seus métodos de guerra, derrubou um avião civil e apontou as culpas aos rebeldes, ou patrocinados por si, que chacinavam aquelas populações com armamento fornecido pelo Kremlin.

            Não há desculpa, não há perdão. A guerra tem de acabar e tem de se fazer justiça, para que este seja o último dos genocidas.

            https://twitter.com/nexta_tv/status/1504162161626693650

          • Speed says:

            Prefiro ver a propaganda dos 2 lados Se quiserem ver o que os Russos vêm podem ver o grupo “Intel Slava Z” no telegram. Também tem muitos POW a reconhecer a razão dos captores . Nojices de Guerra, enfim …

        • Samuel MGor says:

          Existe pelo menus uma pessoa e usa o nick Douglas neste site.

          • Vítor M. says:

            Propaganda, nota-se que é tudo encenado. Vergonha. Como podem acreditar? São assim tão ingénuos?

          • Douglas says:

            A única verdade que você se importa é a do Ocidente oriunda da mídia EUA e OTAN!
            Quando as guerras assolavam os países africanos e do oriente médio, a Europa fechava as fronteiras. Agora que a guerra é em solo europeu, vocês abrem as portas para os ucranianos “de olhos azuis e pele clara”. Enfim, a hipocrisia ocidental.

            O resto do mundo JAMAIS esquecerá todos os países que o EUA e a Europa bombardeou em nome da “democracia”: https://twitter.com/DaniMayakovski/status/1504654516930719749

          • Luis Costa says:

            Douglas, parece que nunca viste um video ser usado com duas legendas diferentes. Este Dani me bloqueou sem sequer ler o que escrevi.
            Uma imagem, dois sentidos. Por exemplo o das pessoas deitadas numa sala com as malas na nuca tanto podem representar que são refens como tambem apenas estão deitados se abrigando pois só os soldados é que tem proteção e estão em guarda. Ninguem ali vai gravar e partilhar para denegrir a sua propria imagem, o povo é que adora distorcer a historia da forma que lhe convém

    • Luís Costa says:

      Bem, pelo teu palavreado notasse que és zuca, vocês aí andam meios comidinhos do cérebro não é? Arranja lá os números que vomitaste sff.. é que os números que tem passado nas TVs é que nem 5% dos que fugiram da Ucrânia foram para a Rússia.. já agora, 30% dos ucranianos são russos? Ou são russos ou são ucranianos ou tem dupla nacionalidade, decide-te sim? Lá vem eles com a conversa da treta do batalhão de Azov, sendo o presidente da Ucrânia judeu porque raio iria ele aceitar nazis no seu governo?

      • Secadegas says:

        Explica aí os 14.000 civis mortos em Donbass pelo governo ucraniano… Antes da guerra. Eu espero…

      • Douglas says:

        Usar o Zelensky como sendo judeu como garantia de que a Ucrânia não abriga o neonazismo é o mesmo que dizer que o fato da Merkel ter sido eleita significa que o machismo acabou!
        O leste se identifica com a Rússia, e muitos tem o passaporte russo.
        É ou não é verdade que a Ucrânia financia milícias neonazistas? Quem financia neonazista é o quê?

    • Samuel MGor says:

      Por que é que não vais para a Rússia? Com sorte fazem-te soldado e ordenam que vás matar…
      Arre!!…
      Mais um sem o mínimo de bom senso!!

  2. Joao Torres says:

    Enquanto for possível contornar as proibições com o uso de VPN’s, ” a coisa” var dar quase ao mesmo. Digo eu, que sou completa e absolutamente leigo na matéria, mas os entendidos que por aqui andam aos montes, podiam elucidar a malta leiga como eu, de como, quando se Bloqueia algo, esse Bloqueio é de facto efetivo e mesmo recorrendo a VPN’s, não se consegue aceder a coisa nenhuma?!

    • me says:

      A questão não é assim tão simples.
      Quando os ISPs de um determinado estado decidem barrar o acesso a determinados serviços/domínios, surge a questão das VPNs.

      A partir deste ponto, pouco ou quase nada pode ser feito para impedir o acesso.
      Os pacotes trocados entre o VPN server e a tua máquina local não possiveis de ser interceptados pelos ISPs e por isso eles não conseguem controlar ao que acedes. Logo, as restrições impostas são ultrapassadas.

      Por fim, surge uma possibilidade que é a de os estados / ISPs barrarem o acesso às VPNs.
      Aqui, esta questão pode ser ultrapassada de duas formas: ou as pessoas arranjam uma VPN que não esteja afetada por estas restrições (dado o numero de VPNs que existem atualmente, parece-me dificil de ser concretizado) ou em último recurso cria-se uma VPN pessoal num server fora do país com restrições (uma VPS por exemplo) e o problema fica resolvido.

      A partir deste ponto, penso que apenas seria possivel filtrar o tráfego ao nível dos pacotes, mas penso que todos reconhecemos a facilidade com que isso seria ultrapassado.

      Espero ter ajudado e convido quem tenha algo a acrescentar, que o faça 🙂

      Ab.

  3. Gianluigi Buffon says:

    qual a melhor VPN para amazon prime nos estados undos alguem sabe de uma agradeco

  4. Anfiflófio says:

    Já era pra ter bloqueado a muito tempo…

  5. carlitos says:

    Quem quiser aprender mais e ter um pensamento mais estruturado, ie, que não queira só ficar só a ouvir noticias, estes vídeos de palestras na Univ. de Chicago e de Yale, podem ser interessantes:

    https://www.youtube.com/watch?v=JrMiSQAGOS4&t=39s

    https://www.youtube.com/watch?v=8X7Ng75e5gQ

  6. Douglas says:

    A única verdade que você se importa é a do Ocidente oriunda da mídia EUA e OTAN!
    Quando as guerras assolavam os países africanos e do oriente médio, a Europa fechava as fronteiras. Agora que a guerra é em solo europeu, vocês abrem as portas para os ucranianos “de olhos azuis e pele clara”. Enfim, a hipocrisia ocidental.

    O resto do mundo JAMAIS esquecerá todos os países que o EUA e a Europa bombardeou em nome da “democracia”: https://twitter.com/DaniMayakovski/status/1504654516930719749

    • AlexX says:

      As massas têm pavor pela verdade. Sempre foi assim. E levá-los a pensar que aquilo em que acreditam pode não ser verdade, é suficiente para que entrem em pânico. Então seguem enterrando a verdade bem lá no fundo mas ela acaba sempre vindo à tona nem que seja em fragmentos, um pouquinho aqui, outro ali…

  7. Técnico Meo says:

    Vitor M:

    Um dos problemas que reparo nos dias de hoje é mesmo o excesso de informação das gerações mais novas; depois por isto têm um problema em seguir um raciocínio linear. Admitindo que o mundo não é a preto e branco, mas sim um espectro muito confuso de sombras e opacidades, é preciso, ou seria preciso efetivamente que o espirito critico fosse dotado de valores essenciais, ou pilares essências como linhas diretivas; aquilo que se chama vulgarmente separar o bem do mal. Noto, infelizmente, que esta linha de raciocínio está perdida ou a ficar perdida para um eterno rol de comparações descontextualizadas, ou eternas relativizações no tempo, espaço , historia e alteração ou apropriação cultural.

    Outro dos problemas que notei no regresso ao meu ensino superior com esta idade para uma 2 licenciatura, é que existe uma doutrinação de vertentes politicas no ensino algo perigosa, que , infelizmente exacerbam o espirito critico do “ocidente” e das nossas estruturas, sem relevar o bom e valorizar esta facto numa base comparativa.

    Enquanto de um lado continuam a existir ditaduras e nações que nada protegem os seus concidadãos, esta comparação acaba por não existir, e de alguma forma sobra só uma eterna vitimização, de que nós somos maus porque vocês são muito ricos, ou até “que somos demasiado caucasianos” .

    Isto leva a um caos na definição de uma escala de valores fixa: é com muita facilidade que hoje se encontra malta, que, muito paradoxalmente, preferem adotar uma ” paixão ” por uma cultura de uma qualquer nação muito castrada em valores humanos e respeito pela vida humana, em detrimento da nossa estrutura assente faz muito tempo nos direitos do homem, sendo que, no espirito critico desta malta o erro está invertido.

    Então, ridiculamente , as propagandas ao estilo do Putin e sua narrativa, poderão ter muito mais eficácia do que se pensa nos dias de hoje quando a estrutura linear comparativa está indefinida, principalmente nos mais jovens.

  8. AlexX says:

    Que chatice, logo agora que queria ver se o rapaz do canal kreosan que mergulhou nas águas radioactivas de chernobyl ia ou não tranformar-se no hulk russo ou disparar arcos de plasma dos dedos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.